PROMEL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Telefone/Ramal: (32) 3379-5138

Banca de DEFESA: STEFAN WILLIAN OLIVEIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : STEFAN WILLIAN OLIVEIRA DA SILVA
DATA : 13/04/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Online
TÍTULO:

Canibalismo e literatura: a crítica social e o mundo bizarro em Jantar Secreto


PALAVRAS-CHAVES:

Literatura. Canibalismo. Crítica social. Grotesco. Necropolítica.


PÁGINAS: 91
RESUMO:

Esta dissertação compreende o estudo do livro Jantar Secreto (2016), de Raphael
Montes, que tem como temática central o canibalismo. Com este texto, buscou-se
estabelecer associações entre trechos da obra com o mundo real contemporâneo
que alimenta essa narrativa carregada de elementos hiperbólicos, que se revelam
através do suspense, do horror e do grotesco. Surgiu assim, a necessidade de
estabelecer paralelos da narrativa do autor com as produções literárias de Rubem
Fonseca, o que evidenciou a forte influência deste escritor sobre Montes,
principalmente em contos como Anjos das Marquises do livro Confraria dos
Espadas (1986) e Nau Catrineta da obra Feliz Ano Novo (1975). Traçou-se
também um panorama da Antropofagia no Brasil, desde seu aspecto histórico-
cultural com os indígenas e o Movimento Antropofágico, passando pela literatura,
até o canibalismo de hoje, que cumpre um papel de crítica e denúncia nas artes,
além de alertar sobre os males da desigualdade social forjada em solo brasileiro
desde a colonização. Verificou-se que alguns elementos da ficção literária como o
canibalismo, o tráfico de órgãos e a desigualdade social que produz situações
violentas, também estão presentes na vida real, caracterizada pelo mal-estar pós-
moderno decorrente de sistemas neoliberais, que promovem a necropolítica. Por
fim, mostrou-se como o tema canibalismo está presente nas mais diversas
expressões artísticas, o que evidencia uma sociedade que se interessa cada vez
mais pelo assunto, que pode ganhar diferentes significados devido à subjetividade
do artista/escritor, mas na maioria das vezes possui um viés crítico nos âmbitos
literário, social e político.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1719890 - JOAO BARRETO DA FONSECA
Interna - 435041 - MARIA ANGELA DE ARAUJO RESENDE
Externa à Instituição - CILENE MARGARETE PEREIRA - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 29/03/2021 07:54
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01