PROMEL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Telefone/Ramal: (32) 3379-5138

Banca de QUALIFICAÇÃO: SAMANTHA ELLEN DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SAMANTHA ELLEN DE SOUZA
DATA : 01/07/2021
HORA: 14:30
LOCAL: Campus Dom Bosco - Link da videochamada: https://meet.google.com/bmz-bhzw-spm
TÍTULO:

UMA ANÁLISE DA DISCURSIVIZAÇÃO DO ESTUPRO NUM CONTEXTO DE VULNERABILIDADE DA MULHER


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: representações; estupro; Análise Crítica do Discurso, redes coesivas.


PÁGINAS: 51
RESUMO:

O estupro é uma violência de gênero, podendo ser visto como uma extensão das desigualdades sociais construídas historicamente entre homens e mulheres. A partir da concepção de discurso como forma de prática social, o presente trabalho visa investigar e sinalizar alguns dos mecanismos discursivos que promovem a prática do estupro, visto que se trata de um tipo de violência extremamente difundida em todas as culturas. Em outras palavras, buscamos entender como as mulheres estupradas se veem, questionando se elas identificam a sub-representação ou se o sistema, construído de maneira tão eficaz, ainda, mantém a naturalização das representações simbólicas, mantendo invisíveis as relações hegemônicas de poder para as próprias mulheres. O corpus se trata de um conjunto de seis depoimentos de mulheres que sofreram algum tipo de abuso ou violência sexual. A escolha do material a ser analisado se dá com base na relevância temática para a pesquisa, por isso não se restringe a um único veículo de comunicação. Como base teórico-metodológica, nos amparamos, principalmente, na Teoria Social do Discurso (FAIRCLOUGH, 1992/2001) para que pudesse ser feita uma análise de discurso e texto que reconhece o papel da linguagem na estruturação das relações de poder na sociedade; para analisarmos as redes coesivas utilizadas no processo de referenciação anafórica do estupro e que participam da construção da imagem das mulheres estuprada, utilizamos Mondada; Dubois (2003) e Koch (2003).

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 986744 - ANTONIO LUIZ ASSUNCAO
Interno - 1544164 - CLAUDIO MARCIO DO CARMO
Notícia cadastrada em: 21/06/2021 13:26
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa02.ufsj.edu.br.sigaa02