Banca de DEFESA: WELTON PEREIRA DA ROCHA JUNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : WELTON PEREIRA DA ROCHA JUNIOR
DATA : 05/08/2021
HORA: 16:00
LOCAL: Defesa remota pelo Google Meet
TÍTULO:

CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E CLASSIFICAÇÃO DOS SOLOS NA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DA SERRA DE SANTA HELENA, SETE LAGOAS, MG


PALAVRAS-CHAVES:

Unidades de Conservação, Serra Santa Helena, mapeamento de solos, Grupo Bambuí.


PÁGINAS: 60
RESUMO:

A área de proteção ambiental (APA) da Serra de Santa Helena está localizada na região central do estado de Minas Gerais, no município de Sete Lagoas, e se destaca como uma importante área de proteção ambiental da região. O presente estudo teve como objetivo principal identificar e caracterizar as classes de solos que compõem a paisagem do Parque da Cascata, região sul da APA da Serra de Santa Helena, que concentra o maior fluxo de visitantes e, portanto, de especial interesse para a ampliação do conhecimento sobre a unidade de conservação. A identificação dos perfis de solos seguiu o Manual de Descrição e Coleta de Solos no Campo da Sociedade Brasileira de Solos e as análises laboratoriais das propriedades físicas e químicas seguiram os respectivos manuais técnicos da Embrapa. Foram identificados e descritos 10 perfis de solos ao longo de uma topossequencia representativa do Parque da Cascata que demonstraram a grande influência do material de origem (siltitos), com o predomínio da textura argilo siltosa, com elevados teores de silte (até 70 dag/Kg) e baixos teores de areia (inferiores a 28 dag/Kg).  O Latossolo Vermelho Amarelo foi a única classe eutrófica descrita (V% = 70,4) com o maior teor de Ca2+ em superfície (8,19 cmoldm-3) e, assim como o Argissolo Vermelho amarelo, são os únicos que não apresentaram atividade do Al3+. O Cambissolo háplico do perfil 3 apresentou maior acidez potencial encontrada a partir do Bi (> 11 cmolc dm-3). Os neossolos da região apesentam o perfil rejuvenescido, menos profundo, com elevados valores de silte que os tornam mais propícios ao selamento superficial e, portanto, com menor infiltração de água e maior escoamento superficial. Em contrapartida, a classe dos latossolos e nitossolos são menos susceptíveis a estes processos e de grande importância para a infiltração de água e conservação da área de proteção.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2415356 - ANDRE THOMAZINI
Externo à Instituição - MARCIO ROCHA FRANCELINO - UFV
Externo ao Programa - 1894551 - SAMUEL PETRACCONE CAIXETA
Notícia cadastrada em: 28/07/2021 08:37
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa02.ufsj.edu.br.sigaa02