Banca de DEFESA: ANNA CAROLINA DE MOURA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANNA CAROLINA DE MOURA COSTA
DATA : 01/12/2021
HORA: 09:00
LOCAL: virtual
TÍTULO:

ESTUDO OBSERVACIONAL SOBRE AS APREENSÕES DE MACONHA,
COCAÍNA E CRACK, EM UMA CIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE
BELO HORIZONTE



PALAVRAS-CHAVES:

Drogas ilícitas. Polícia. Presos

 

PÁGINAS: 75
RESUMO:

Estima-se que 275 milhões de pessoas no mundo entre 15 a 64 anos, fizeram
uso de algum tipo de droga no ano de 2020. Neste mesmo ano, a Polícia Federal
Brasileira apreendeu cerca de 546.439,57 kg de maconha e 91.234,87 kg de cocaína
(cloridrato, crack e pasta base), demonstrando que o uso e o abuso de substâncias
psicoativas estão em alta no cotidiano. O consumo de drogas está altamente atrelado
a condições de vulnerabilidade social e aumento nos índices de criminalidade, e por
isso, a cidade de Betim foi alvo de estudo, uma vez que é considerada uma das mais
violentas do estado de Minas Gerais. Desta forma, o presente estudo teve como
objetivo descrever o perfil de apreensão de maconha, cocaína e crack, realizadas pela
Polícia Civil, na região de Betim-MG. Trata-se de um estudo observacional descritivo
delineado, conforme diretrizes propostas pela Declaração de Fortalecimento de
Relatórios de Estudos Observacionais em Epidemiologia (STROBE), realizado em
base documental no período de janeiro de 2017 a dezembro de 2018. A coleta foi
dividida em quatro etapas: levantamento dos laudos definitivos emitidos para
Delegacias de Betim nos anos de 2017 e 2018; PcNet: conferências das requisições
e verificação dos laudos definitivos; e Registros de Eventos da Defesa Social (REDS):
análise dos REDS. Foi determinado o perfil sociodemográfico dos indivíduos
apreendidos por relação com drogas ilícitas, a origem e as localidades de apreensão,
os crimes relacionados, a ocorrência de apreensões de maconha, cocaína e crack, e
as formas nas quais estas drogas foram apreendidas. O banco de dados foi elaborado
no programa
Questionnaire Development System (QDS) versão 2.6.1.1.
Posteriormente, os dados foram exportados para o
Statistical Package for the Social
Sciences
(SPSS) versão 19, para as análises estatísticas. No total, 568 laudos
definitivos e REDS foram analisados referentes ao período de estudo. A partir da
análise desses documentos, o perfil sociodemográfico do indivíduo apreendido por
relação com drogas ilícitas, era composto principalmente de homens (86,4%),
solteiros (86,6%), com ensino fundamental incompleto (33,2%), e com mediana de
idade de 20 anos. A Delegacia de Plantão (88%) e as regionais da cidade de Betim,
Norte (22,7%), Imbiruçu (18,4%) e Alterosas (15,6%) foram onde ocorreram as
maiores apreensões e em relação aos crimes relacionados a essas apreensões, a
maior parte corresponderam ao tráfico ilícito de drogas (85,6%). Quanto ao tipo de
droga, em ambos os anos, foi observado que a maconha foi a droga apreendida em

vii
maior quantidade (51,1%), seguida da cocaína (29,6%) e do crack (19,2%). O
conhecimento do perfil das apreensões de drogas nesta região específica (Betim-MG),
permite que medidas de prevenção para o tráfico e uso de drogas ilícitas sejam
criadas, contribuindo para melhoria da saúde e segurança pública.



MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ELISA RAQUEL ANASTÁCIO FERRAZ AVELINO
Externo à Instituição - LEONARDO MENEGHIN MENDONÇA - UFJF
Externa ao Programa - 1347706 - ALBA OTONI
Interna - 395916 - ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
Externa ao Programa - 1971548 - CRISTINA SANCHES
Presidente - 1080217 - FARAH MARIA DRUMOND CHEQUER BALDONI
Notícia cadastrada em: 24/11/2021 15:11
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2022 - UFSJ - sigaa03.ufsj.edu.br.sigaa03