Banca de QUALIFICAÇÃO: MARLON SILVA TINOCO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARLON SILVA TINOCO
DATA : 20/01/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Plataforma online google meeting
TÍTULO:

Desprescrição de Benzodiazepínicos em Idosos: Análise e Produção de Evidências


PALAVRAS-CHAVES:

Receptores benzodiazepínicos; desprescrições; bulas; estudo de validação; questionário.


PÁGINAS: 54
RESUMO:

Com o envelhecimento populacional e o uso irracional de benzodiazepínicos pela sociedade, os profissionais de saúde precisam de evidências de qualidade para realizar a desprescrição desses medicamentos, bem como instrumentos para que este processo ocorra de forma efetiva e segura para os idosos. Dito isto, este estudo foi dividido em dois capítulos. Capítulo 1: Objetivo: Analisar a presença e a qualidade do conteúdo sobre desprescrição em bulas brasileiras de benzodiazepínicos. Metodologia: Realizou-se um estudo do tipo documental, em que se analisaram dados contidos nas bulas brasileiras de benzodiazepínicos (BZDs). Buscaram-se as palavras-chave “redução”, “retirada” e “desprescrição”. Ademais, foram verificadas informações relevantes para o tema (relacionadas diretamente com o processo de desprescrição), como o tempo máximo de uso, os riscos de uso prolongado e reações adversas. Para fins de comparação das informações, foram consideradas orientações explícitas e sistemáticas de desprescrição e alerta de reações adversas encontrados na literatura. Resultados: Encontraram-se 12 bulas de BZD com registro válido e as bulas (100%) abordam o tema desprescrição por meio da sugestão de redução gradual da dose. Apenas uma (8,33%) apresentou uma orientação explícita e sistemática para a redução de dose. Quanto ao tempo máximo de uso, a informação various de acordo com cada medicamento, e uma bula (8,33%) não apresentou essa informação. Sobre os riscos de uso prolongado do medicamento, 11 (91,67%) bulas relataram risco de dependência e/ou tolerância e uma (8,33%) afirmou que os dados disponíveis na literatura não oferecem uma estimativa real do risco.Quatro (33,33%) bulas não abordaram o risco de queda e cinco (41,67%) não abordaram o risco de fraturas em idosos. O risco de comprometimento cognitivo não está relatado em seis (50,00%) bulas. Já o risco de acidente automobilístico consta nas 12 (100%) bulas analisadas. Conclusão: As bulas não trazem a desprescrição de forma detalhada ou esquematizada. É de suma importância que os profissionais de saúde sejam orientados em sua conduta e, por isso, há grande necessidade de atualização das bulas.

Capítulo 2: Objetivo: elaborar e validar um instrumento adequado para avaliação dos sinais e sintomas de abstinência do processo de desprescrição de benzodiazepínicos em idosos brasileiros. Metodologia: foi realizado um estudo metodológico de duas iv etapas, sendo a primeira, a elaboração de um instrumento para identificação de sinais e sintomas provenientes da desprescrição gradual de benzodiazepínicos em idosos brasileiros. A segunda etapa, consistiu na validação do instrumento através da técnica delphi por pareceristas da área de saúde e especialistas em saúde do idoso. Resultados: Foi realizada uma elaboração sistematizada e validação com 36 pareceristas experientes no cuidado de idosos, sendo possível construir um instrumento para a identificação adequada dos sinais e sintomas de abstinência presentes durante o processo de desprescrição de benzodiazepínicos em idosos brasileiros. O porcentual de concordância encontrado foi superior à taxa mínima estabelecida de 80% e a avaliação crítica dos avaliadores permitiu o aprimoramento do questionário. Conclusão: O instrumento elaborado compreendeu os sinais e sintomas comuns ao processo de desprescrição dos BZD em idosos, validado por parecerista para ser aplicável no contexto de saúde brasileiro, e a validação de conteúdo por meio da técnica de Delphi se deu em rodada única.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1039964 - ANDRE DE OLIVEIRA BALDONI
Externa à Instituição - CARINE RAQUEL BLATT - UFCSPA
Externo à Instituição - ADRIANO MAX MOREIRA REIS - UFMG
Notícia cadastrada em: 18/01/2022 11:05
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2022 - UFSJ - sigaa02.ufsj.edu.br.sigaa02