Banca de DEFESA: ANA PAULA SILVA ARTUR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA PAULA SILVA ARTUR
DATA : 24/11/2020
HORA: 09:06
LOCAL: Google Meet (meet.google.com/yjs-ysgc-uiy)
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA CORROSÃO POR ENSAIOS DE IMERSÃO E SIMULAÇÃO EM JUNTAS SOLDADAS DE AÇO INOXIDÁVEL LEAN DUPLEX UNS S32304


PALAVRAS-CHAVES:

Aço Inoxidável Lean Duplex; Análises da resistência a corrosão; Técnicas Eletroquímica de corrosão, Simulação.


PÁGINAS: 129
RESUMO:

Os aços inoxidáveis duplex são constituídos por uma mistura volumétrica aproximadamente igual de austenita e ferrita epor apresentam elevada resistência a corrosão sua aplicabilidade tem aumentado no cotidiano das indústrias. O aço inoxidável Lean Duplex UNS S32304, material de estudo nesta pesquisa, quando comparado a outros tipos de aços inoxidáveis duplex, tem um custo de obtenção relativamente inferior, por causa da substituição parcial do níquel por nitrogênio como elemento de ligas. Este trabalho teve como objetivo analisar a resistência a corrosão do aço inoxidável Lean Duplex UNS S32304 no tempo de 4 e 8 meses imersos em uma solução de NaCl 3,5% m/v fazendo uso das técnicas eletroquímica e polarização anódica potenciodinâmica e impedância eletroquímica nos processos de soldagem GMAW, FCAW, SMAW e no metal base.Os resultados demonstram que o potencial de corrosão, das juntas soldadas pelo processo GMAW, apresentou valores mais elevados, indicando a menor tendência à corrosão destas amostras, quando comparados aos demais processos de soldagem, isso ocorreu provavelmente devido ao menor nível de inclusões não metálicas do processo GMAW.Quanto ao teste de taxa de corrosão percebeu-se que todas as amostras tiveram um grau de corrosividade no mínimo moderada, exceto o metal base que teve um grau de corrosividade baixo. As amostras que tiveram a taxa de corrosão mais elevada foram as da solda FCAW demonstrando que o meio estudado foi mais corrosivo para amostras soldadas por esse processo. Nos resultados simulados quando comparados aos obtidos experimentalmente e com a literatura foram coerentes, entretanto na parte simulada não é possível identificar qual o tipo de solda e por isso esta informação só é obtida experimentalmente, mas a simulação foi muito importante, pois apresenta informações gerais do processo corrosivo e sua aplicação em condições específicas traz resultados similares aos encontrados experimentalmente em um tempo de retorno muito menor. Esse processo de simulação ainda permite uma noção geral do comportamento de corrosão em uma mesma condição experimental com dois materiais diferentes.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1811284 - EDSON ROMANO NUCCI
Interna - 1615536 - DALILA MOREIRA DA SILVEIRA
Externa à Instituição - VANESSA DE FREITAS CUNHA LINS
Notícia cadastrada em: 17/05/2021 16:26
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01