Banca de QUALIFICAÇÃO: TOMÁS DE FARIA BALBINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TOMÁS DE FARIA BALBINO
DATA : 04/03/2021
HORA: 14:00
LOCAL: UFSJ
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO E MEIOS DE VIDA NO VALE DO JEQUITINHONHA MINEIRO

 


PALAVRAS-CHAVES:

meios de vida, desenvolvimento, Vale do Jequitinhonha, capacidades, território.


PÁGINAS: 184
RESUMO:

A definição dos meios de vida apresenta importantes atributos teóricos e instrumentais que contribuem para os estudos acerca do desenvolvimento no Vale do Jequitinhonha. Por isso, objetiva-se analisar o processo de desenvolvimento no Vale do Jequitinhonha com base na constituição, mudanças e características dos meios de vida das famílias rurais. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de natureza descritiva, tendo como métodos de procedimento a análise histórica, estatística e comparativa, identificando assim diferenças temporais e espaciais nos meios de vida da região, a partir da pesquisa bibliográfica e documental. As informações obtidas mostram que os meios de vida das famílias rurais foram constituídos em meio a conflitos pelo uso e posse da terra e de recursos naturais, sendo que no período de democratização a organização social foi central para definir novos rumos para esses processos. Com isso, a partir da década de 1990, e em especial nos anos 2000, as reivindicações sociais foram determinantes para a elaboração de políticas públicas que cumpriram uma importante função na expansão dos meios de vida. Percebe-se também que há na região uma diversidade de estratégias das famílias rurais associadas às práticas e normas de produção, venda, consumo, preservação e gestão de recursos, marcadas por relações humanas fortemente associadas ao meio, que caracteriza um processo de desenvolvimento capaz de unir dimensões econômicas e ecológicas. Desse modo, os meios de vida permitem observar dimensões de um processo de desenvolvimento no Vale do Jequitinhonha pautadas na expansão do capital social, em políticas de fortalecimento territorial e no sistema de vida presente na reprodução das famílias rurais da região, sendo essas diferenciadas entre os territórios Alto e Baixo Jequitinhonha. Observa-se, também, que o processo baseado nos meios de vida se dá de maneira concomitante a outras trajetórias em curso nos territórios,  o que clareia a existência de conflitos sobre espaços de domínio das famílias rurais e a supressão dos meios de vida dessas famílias.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1317119 - SIMONE DE FARIA NARCISO SHIKI
Interno - 1141960 - LUIZ EDUARDO DE VASCONCELOS ROCHA
Externo à Instituição - AUREO EDUARDO MAGALHÃES RIBEIRO - UFMG
Externo à Instituição - ROBERTO DO NASCIMENTO RODRIGUES - UFMG
Notícia cadastrada em: 12/03/2021 17:07
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa02.ufsj.edu.br.sigaa02