Dissertações/Teses
2021
Dissertações
1
  • CAROLINA STÉPHANIE RODRIGUES GONÇALVES
  • Administração da informação por mães heterossexuais informadas sobre a homossexualidade de seus filhos

  • Orientador : CELSO FRANCISCO TONDIN
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDITH LOPES MODESTO DOS SANTOS
  • CELSO FRANCISCO TONDIN
  • ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
  • Data: 25/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Gonçalves, Carolina Stéphanie Rodrigues (2021). Administração da informação por mães heterossexuais informadas sobre a homossexualidade de seus filhos. Dissertação de mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia PPGPSI/UFSJ, Departamento de Psicologia, Universidade Federal de São João del-Rei. São João del-Rei, Minas Gerais.

     

    Pouco espaço tem sido dado à perspectiva das demais pessoas componentes do núcleo familiar, isto é, para além da percepção das próprias pessoas LGBTQIA+ sobre o processo de "revelação" de suas orientações afetivo-sexuais e/ou identidades de gênero contra-hegemônicas. Tendo sido identificada tal lacuna, esta dissertação tem como objetivo principal conhecer e analisar de quais modos mães heterossexuais e cisgêneras administram a informação referente à homossexualidade de seus filhos. Trata-se de um estudo de caráter qualitativo e exploratório. Foram entrevistadas seis mães com idade média de 49 anos, residentes em uma cidade do interior de Minas Gerais, localizada na Mesorregião do Campo das Vertentes. As participantes foram recrutadas intencionalmente por meio da técnica Snowball. Utilizou-se a entrevista semiestruturada como instrumento para produção dos dados e a síntese cruzada dos dados foi utilizada como procedimento de análise. A partir de um estudo de casos múltiplos, foi identificado que algumas mães ainda acabam "optando" por não comunicarem a homossexualidade de seus filhos para diversas pessoas e em diversas situações. Na maioria das vezes, até mesmo as mães que atualmente empregam uma comunicação aberta a esse respeito, já empregaram a seletividade no modo de administrarem tal informação em momentos anteriores de suas vidas, pelo fato das orientações afetivo- sexuais não heterossexuais, assim como as identidades de gênero cisdissidentes, ainda serem estigmatizadas no interior de um contexto social heteronormativo e cissexista. Aponta-se para a necessidade de se dar mais atenção ao que tem acontecido ao longo do processo de descoberta das orientações afetivo-sexuais não heterossexuais e/ou identidades de gênero não cisgêneras vivenciado por pessoas LGBTQIA+ e por suas famílias, e, mais especialmente, para o que de acolhedor, justo e democrático deveria acontecer no seu transcurso. Notadamente, aponta-se para a necessidade de acontecerem diversas mediações qualificadas na relação vivenciada por pessoas LGBTQIA+ e seus familiares (como, por exemplo, as provenientes de políticas públicas) para que possa haver uma constante desconstrução de preconceitos em relação às vivências LGBTQIA+.


  • Mostrar Abstract
  • Gonçalves, Carolina Stéphanie Rodrigues (2021). Management of the information by mothers informed about their children's homosexuality. Master's thesis, Graduate Program in Psychology PPGPSI/UFSJ, Department of Psychology, Federal University of São João del-Rei. São João del-Rei, Minas Gerais.

     

    Little space has been given on the perspective of family members, besides the perception of LGBTQIA+ people themselves, about the process of "revealing" their affective-sexual orientations and/or counter-hegemonic gender identities. Once this gap has been identified, the main objective of this dissertation is to learn and analyze the manner in which most heterosexual and cisgender mothers have managed the information about their children's homosexuality. This is a qualitative and exploratory study. Six mothers were interviewed, averaging 49 years old, residing in a countryside city in southern Minas Gerais state, located in the Mesoregion of Campo das Vertentes. Participants were intentionally recruited by using the Snowball technique. A semi- structured interview was used as an instrument for data acquirement and the cross- section synthesis was used as an analysis procedure. From a multiple case study, it was identified that some mothers still end up "choosing" to not communicate their children’s' homosexuality for several people and in several situations. In most cases, even the mothers that currently have an open communication in this regard, had been selective towards the form in which they have administrated this information in previous moments of their lives, due to their children’s non-heterosexual affective- sexual orientations, as well as their cisdissident gender identities, being still stigmatized in a heterosexual and cissexist social context. It is necessary to pay more attention to what has been happening along the process of revealing non-heterosexual affective- sexual orientations and/or non-cisgender gender identities, experienced by LGBTQIA+ people and their family members, mainly, to what welcoming, fairly and democratically should happen in this process. Notably, it is important to highlight the need for qualified mediations in the relationship experienced by LGBT + people and their family members (such as, for example, those of public policies) so that it can be a constant deconstruction of prejudices related to LGBT + experiences.

     

2
  • ANNA CLARA SANTOS DA SILVA
  • RELAÇÃO ENTRE VIVÊNCIA ACADÊMICA E ANSIEDADE EM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS

  • Orientador : MARINA DE BITTENCOURT BANDEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BENEVIDES SOARES
  • MARINA DE BITTENCOURT BANDEIRA
  • MARIO CESAR REZENDE ANDRADE
  • MONIA APARECIDA DA SILVA
  • Data: 10/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • A entrada no Ensino Superior é considerada um período de várias mudanças na vida do estudante universitário, podendo significar a concretização de sonhos, mas também a ocorrência de preocupações, medos, ansiedade e dificuldades de adaptação. Estudos têm investigado os níveis de ansiedade dos universitários e seu processo de adaptação à vida acadêmica, mas há uma carência de estudos nacionais que avaliem as relações entre estas variáveis. O objetivo deste estudo foi avaliar o grau de adaptação acadêmica dos estudantes universitários da área de saúde e investigar suas relações com os níveis de ansiedade e variáveis sociodemográficas e acadêmicas. Trata-se de uma Pesquisa de Levantamento (Survey), de corte transversal, parte de um estudo multicêntrico. Participaram do estudo 316 alunos da área de saúde de três instituições, a saber: Universidade Federal de São João del-Rei; Universidade Federal de Ouro Preto; e Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Foram aplicados os seguintes instrumentos de medida, no formato online: Questionário de Vivências Acadêmicas - versão reduzida (QVA-r); Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse (DASS-21); e Questionário sociodemográfico e acadêmico. Os resultados evidenciaram que, de maneira global, os alunos apresentaram um grau moderado de adaptação acadêmica, com maiores escores nas dimensões Carreira, Pessoal e Interpessoal. Na avaliação da ansiedade, os resultados mostraram que os universitários manifestaram níveis moderados de sintomas de ansiedade. Análises univariadas indicaram que o grau de adaptação não variou em função das variáveis analisadas, mas o nível de ansiedade apresentou variações, tendo sido maior para o sexo feminino, os alunos mais novos e estar cursando Enfermagem. Análises de regressão múltipla indicaram que maiores níveis de ansiedade eram fatores preditores de menor grau de adaptação acadêmica, para as dimensões Carreira, Estudo e Institucional. Com relação à ansiedade, os fatores preditores foram o sexo feminino, menor adaptação na dimensão Estudo, cursar Enfermagem e ter menor faixa etária. Esta pesquisa pode ser considerada como um avanço na área, tendo em vista a carência de estudos publicados nesta temática. Estudos futuros deverão estender estas análises em maior número de universidades e em outras regiões do país.


  • Mostrar Abstract
  • The beginning of study in the university is a period of several changes in the students’ life, including the realization of expectations, but also the occurrence of worries, fear, anxiety and difficulties in adaptation. Previous studies have evaluated the level of anxiety of undergraduate students in health courses and their adaptation to the academic life, but few studies have investigated the relation between these variables in Brazil. The goal of this study was to evaluate the degree of academic adaptation of undergraduate students and its relation to anxiety levels and to sociodemographic and academic variables. This is a cross-sectional Survey research which is part of a multicentric study. The sample was composed of 316 students in health courses from three Brazilian institutions: Federal University of São João del-Rei; Federal University of Ouro Preto e Federal University of Triângulo Mineiro. Subjects answered three instruments in online format: Academic Experiences Questionnaire (QVA-r); Depression, Anxiety and Stress Scale (DASS-21) and a sociodemographic and academic questionnaire. Results showed that students had a moderate degree of academic adaptation, with stronger scores in the dimensions Carrier, Personal and Interpersonal. Regarding the evaluation of anxiety, the students showed moderate levels of anxiety symptoms. Univariate analyses indicated that the degree of academic adaptation did not vary in relation to the analyzed, variables but the level of anxiety presented variations, being higher for female, youngers and those students in the Nursing Course. Multiple regression analysis indicated that higher levels of anxiety were predictor of lower degree of academic adaptation, for the of Carrier, Study and Institutional QVA-r dimensions. Regarding anxiety, the predictors factors were being female, having low degree of adaptation in the dimension Study, being in the nursing course and being younger. This research can be considered as an advance in this area, since there are few published Brazilian studies regarding this subject.

3
  • MARINA SILVA SIMÕES
  • Psicanálise e Educação: o analista frente ao discurso escolar de disciplina e desempenho

  • Orientador : FUAD KYRILLOS NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • MARGARETH DINIZ
  • MARIA GLAUCIA PIRES CALZAVARA
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 29/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo propõe uma análise crítica da possibilidade do psicanalista na instituição escolar frente ao discurso exigente de disciplina e desempenho dos alunos. Dispondo da Psicanálise aplicada associada à pesquisa bibliográfica e fragmentos de lembranças provenientes da prática no cotidiano escolar como eixo condutor, compreendemos a posição do psicanalista na instituição como não responder à demanda institucional, mas sim promover e valorizar a singularidade do sujeito. De início, percorremos a história da escola no Brasil, com enfoque nos métodos de ensino tradicional e construtivista, possibilitando-nos identificar que o enlace entre esses dois métodos vigora na escola da atualidade. Partimos do pressuposto de que o discurso da instituição escolar condiz com a ideologia social vigente, que, ancorada ao mercado capitalista, supõe a produção constante como forma de obter um lugar de destaque no mercado de trabalho e no âmbito social. Desse modo, investigar sites de três sistemas de ensino em destaque no Brasil hoje nos permitiu localizar o significante desempenho a partir da promessa de ingresso na universidade proveniente do material didático de cada um deles. Seguimos com o enlace e os desafios entre Psicanálise e instituição. Ao percorrer a teoria dos discursos de Lacan, apontamos os discursos capitalista – mestre contemporâneo – e universitário como predominantes na escola atual, enquanto o psicanalista opera com o discurso do analista, avesso ao discurso do mestre. Para além do método e do material de ensino, compreendemos o desempenho do aluno envolto na sua relação com o professor. Objetivando detectar o que dessa relação interfere na aprendizagem, diferenciamos conhecimento e saber, destacando a aposta do psicanalista no saber do sujeito, o que perpassa o inconsciente. Apresentamos as nuanças que aproximam o conceito de alienação em Marx e em Lacan da implicação do sujeito em sua relação com o Outro. Enfocamos a constituição do sujeito, com as operações lógicas de alienação e separação, sublinhando o aluno alienado frente a ideologia vigente na instituição escolar e na sociedade. Trazemos conceitos da teoria psicanalítica: mal-estar, sofrimento e sintoma, identificando aspectos particulares do sintoma do aluno que se atam ao mal-estar de suas relações e sua interferência no desempenho escolar. Por fim, apresentamos as possibilidades de atuação do psicanalista frente à exigência da instituição escolar de disciplina e desempenho dos alunos.


  • Mostrar Abstract
  • The present study proposes a critical analysis of the possibility of the psychoanalyst in the school institution in the face of demanding discourse of discipline and student performance. Having applied Psychoanalysis associated with bibliographic research and fragments of memories from practice in school daily life as the guiding axis, we understand the psychoanalyst's position in the institution as not responding to institutional demand, but rather promoting and valuing the subject's singularity. At first, we went through the history of the school in Brazil, focusing on traditional and constructivist teaching methods, enabling us to identify that the link between these two methods prevails in today's school. We start from the assumption that the discourse of the school institution is consistent with the current social ideology, which, anchored to the capitalist market, supposes constant production as a way to obtain a prominent place in the labor market and in the social sphere. Thus, investigating the websites of three educational systems highlighted in Brazil today allowed us to locate the significant performance based on the promise of entering the university from the didactic material of each of them. We continue with the link and the challenges between Psychoanalysis and institution. When going through Lacan’s discourse theory, we point out the capitalist – contemporary master – and university speeches discourses as prevalent in the current school, while the psychoanalyst operates with the analyst's discourse, averse to the discourse of the master. In addition to the method and teaching material, we understand the performance of the student involved in his relationship with the teacher. Aiming to detect what this relationship interferes with learning, we differentiate knowledge and acquaintance, highlighting the psychoanalyst's bet on the acquaintance of the subject, which runs through the unconscious. We present the nuances that approximate the concept of alienation in Marx and Lacan to the implication of the subject in his relationship with the Other. We focus on the constitution of the subject, with the logical operations of alienation and separation, underlining the alienated student in the face of the ideology in force in the school institution and in society. We bring concepts from psychoanalytic theory: malaise, suffering and symptom, identifying particular aspects of the student's symptom that are tied to the malaise of their relationships and their interference in school performance. Finally, we present the possibilities of the psychoanalyst’s performance in face of the school institution’s demand for discipline and student performance.

     

4
  • LUISA COELHO SILVA
  • SATISFAÇÃO COM A IMAGEM CORPORAL E PERSONALIDADE EM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS

  • Orientador : MONIA APARECIDA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRESSA MELINA BECKER DA SILVA
  • MARCO ANTONIO SILVA ALVARENGA
  • MONIA APARECIDA DA SILVA
  • SÉRGIO EDUARDO SILVA DE OLIVEIRA
  • TATIANA CURY POLLO
  • Data: 14/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • A imagem corporal (IC) é definida como a percepção do indivíduo sobre o corpo. Vários desfechos clínicos, sociais, de saúde e psicológicos podem afetar a percepção sobre a IC. Há indícios na literatura de que a personalidade é capaz de influenciar a forma como a pessoa experiencia e percebe o próprio corpo. Jovens, especialmente do sexo feminino, geralmente apresentam maior insatisfação corporal. Estudantes universitários que, na maioria dos casos são jovens, vivenciam diversas mudanças e são mais suscetíveis ao sofrimento psicológico e ganho de peso. Sendo assim, compõem um grupo vulnerável e que demanda investigações e cuidados. A partir destas considerações, a presente dissertação teve por objetivo aprofundar o conhecimento sobre as relações entre personalidade e imagem corporal em estudantes universitários. Para isso, foram realizados dois estudos. O primeiro foi uma revisão sistemática da literatura. Os resultados da revisão sistemática constataram que a alta expressão do Neuroticismo estava associada de forma unânime à insatisfação com a imagem corporal em todos os estudos analisados. Extroversão e Conscienciosidade também se mostraram relacionados à satisfação com a imagem corporal na maioria dos estudos. Abertura e Amabilidade apresentaram resultados divergentes. O segundo estudo, do tipo empírico, investigou relações entre a imagem corporal (global e com diferentes dimensões do corpo), com fatores e facetas de personalidade. Também foram avaliadas relações da imagem corporal com o sexo, índice de massa corporal (IMC), renda e uso de redes sociais. A amostra foi composta por 398 universitários com idades entre 18 e 55 anos, sendo 74,4% do sexo feminino. Os instrumentos utilizados foram: questionário sociodemográfico, Teste de Silhuetas, Escala Situacional da Satisfação Corporal e Big Five Inventory-2. Para o Teste das Silhuetas, somente o Neuroticismo se relacionou com a imagem corporal. Ao usar o instrumento multidimensional, todos os fatores, com exceção de Amabilidade, se relacionaram com o construto, embora as associações com satisfação corporal sejam mais fortes, nessa ordem, com baixo Neuroticismo e com altos níveis de Extroversão e Conscienciosidade. Relações da imagem corporal com IMC, renda e uso de redes sociais foram identificadas. O modelo multivariado identificou uma magnitude diferente da associação entre imagem corporal, personalidade, IMC, renda e uso de redes sociais por sexo, confirmando a necessidade de considerar a última variável nos estudos da temática. Os resultados da presente dissertação são inéditos no Brasil e promissores, podendo ser de interesse de pesquisadores e de profissionais de saúde que trabalham com jovens que vivenciam autopercepções negativas do corpo.

     


  • Mostrar Abstract
  • Body image (BI) is defined as the individual's perception of the body. Diverse clinical, social, health and psychological outcomes can affect the perception of BI. There is evidence indicating that personality can influence the way a person experiences and perceives his own body. Young adults, especially females, are more prone to body dissatisfaction. University students who in most cases are young are more susceptible to psychological suffering, and weight gain. Therefore, they are a vulnerable group that demands investigations and care. Based on these considerations, the present thesis aimed to deepen the knowledge about the relationships between personality and body image in university students. For this purpose, two studies were carried out. The first one refers to a systematic review of the literature to analyze the association between these variables in university students. The results of the systematic review were analyzed from seven studies that met the inclusion criteria. It was found that the high expression of Neuroticism was unanimously associated with dissatisfaction with body image in all the studies analyzed. The factors Extroversion and Conscientiousness were also shown to be related to satisfaction with body image in most studies. Less blunt evidence was found for Agreeableness and Openness, with divergent results between studies. The second study, an empirical one, investigated relationships between body image (global and with different body dimensions), with personality factors and facets. Relationships between body image and participants' sex, body mass index (BMI), income, and use of social networks were also evaluated. The sample consisted of 398 university students aged between 18 and 55 years, 74.4% female. Body image was assessed with a dichotomous instrument (Silhouettes Test) and a multidimensional instrument (Situational Body Satisfaction Scale - ESSC). The results found differences in the relationship of personality with BI depending on the instrument used. When using the Silhouettes Test, only Neuroticism was related to body image. When using the multidimensional instrument, all factors, except for Agreeableness, were related to the construct, although the associations with body satisfaction are stronger, in that order, with low Neuroticism and with high levels of Extroversion and Conscientiousness. Relationships between BI and BMI, income and use of social networks were identified. The multivariate model identified a different magnitude of the association between body image, personality, BMI, income, and use of social networks by sex, confirming the need to consider the last variable in studies on the field. The results of this thesis are unprecedented and promising in Brazil and may be of interest to researchers and health professionals who work with young people who experience negative self-perceptions of the body.

     

5
  • JOSÉ RONEY DE FREITAS MACHADO
  • Aspectos metapsicológicos da “neurose de santidade” como expressão da exigência do recalque

  • Orientador : FUAD KYRILLOS NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS ROBERTO DRAWIN
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • MARIA GLAUCIA PIRES CALZAVARA
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 07/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Ao negar a sexualidade humana sob vários aspectos, a moral sexual religiosa forjou um ideal de santidade baseado na desconsideração do princípio do prazer, donde preconizou o imperativo do recalque e reduziu a sexualidade heteronormativamente à função de procriação. A partir desse dado, o propósito deste trabalho é “pôr em cena” as incidências psicopatológicas decorrentes da submissão imponderada à referida normativa religiosa, bem como descrever em termos metapsicológicos o sofrimento resultante desse mal fadado processo de santificação sob a égide da noção de neurose de santidade. Para tanto, procederemos a uma pesquisa teórica com referencial psicanalítico, donde faremos uma incursão na noção de sexualidade nos quadros sintomáticos de neurose, a fim de apreender como ela se situa e opera nesse campo. Ademais, correlacionaremos as teses freudianas acerca da economia libidinal na gênese das neuroses, bem como os princípios metapsicológicos que lhes dão sustentação à premissa de que, em alguns casos clínicos, o ideal ascético de santidade pode se apresentar na função de invólucro formal do sintoma neurótico. Assim, pretendemos demonstrar que a santidade, concebida em termos de prática ritual-devocional e/ou exercício ascético-espiritual, mostra-se para muitos praticantes da fé como uma formação de compromisso que, ao mesmo tempo em que comporta as exigências do recalque, reveste o seu possível quadro sintomático de sentido religioso e o legitima, configurando, pois, o que conjecturamos como neurose santa.

     


  • Mostrar Abstract
  • By denying human sexuality, in many ways, religious sexual morality forged an ideal of sanctity based on the disregard of the pleasure principle, from where it advocated the imperative of repression and reduced sexuality heteronormatively to the function of procreation. Based on this data, the purpose of this paper is to present the psychopathological incidents resulting from the impondered submission to the aforementioned religious norms, as well as to describe in metapsychological terms the suffering resulting from this ill-fated process of sanctification under the aegis of the notion of sanctity neurosis. For that, we will carry out a theoretical research with psychoanalytic framework, from which we will make an incursion in the notion of sexuality in the symptomatic pictures of neurosis, in order to apprehend how it is located and operates in this field. Furthermore, we will correlate the Freudian theses about the libidinal economy in the genesis of neuroses, as well as the metapsychological principles that support them to the premise that, in some clinical cases, the ascetic ideal of sanctity can present itself in the function of the formal envelope of the neurotic symptom. Thus, we intend to demonstrate that holiness, conceived in terms of ritual-devotional practice and / or ascetic-spiritual exercise, shows itself to many practitioners of the faith as a commitment formation that, at the same time, includes the demands of repression and covers your possible symptomatic picture of religious meaning and legitimizes it, configuring, therefore, what we conjecture as holy neurosis.

     

6
  • FRANCISCA LUCIMAR PINHEIRO PARENTE
  • ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL DE UMA ESCALA DE SATISFAÇÃO DOS MORADORES COM OS SERVIÇOS DAS RESIDÊNCIAS TERAPÊUTICAS

  • Orientador : MARINA DE BITTENCOURT BANDEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCAS CORDEIRO FREITAS
  • LÚCIA ABELHA LIMA
  • MARINA DE BITTENCOURT BANDEIRA
  • MARIO CESAR REZENDE ANDRADE
  • Data: 27/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • Com a reforma psiquiátrica e a desinstitucionalização, os Serviços Residenciais Terapêuticos ganharam mais destaque na reinserção social dos pacientes. Porém, a continuidade dos cuidados e o alcance ao tratamento ainda é um grande desafio. A Organização Mundial de Saúde elaborou recomendações para a saúde, destacando o desenvolvimento da pesquisa e o monitoramento dos serviços, para avaliar sua qualidade. A satisfação dos usuários tem sido ressaltada como um dos critérios da qualidade dos serviços de saúde mental. No caso das residências terapêuticas, há uma carência de estudos visando este tipo de avaliação e ausência de um instrumento de medida específico para este

    fim, no contexto brasileiro. O objetivo desta pesquisa foi fazer a adaptação transcultural do Questionnaire sur la Satisfaction de la Clientèle em Résidence D’Accueil (QSHS-21), para avaliar a satisfação dos moradores das Residências Terapêuticas (RT). O procedimento consistiu em quatro fases: tradução da escala original, retradução, revisão por um comitê de especialistas e Estudo Piloto com uma amostra de 30 moradores das RTs do município de Barbacena/MG. Os resultados mostraram correções a partir das traduções e retraduções e adaptação da escala pelo Comitê de Especialistas, assim como modificações na redação das questões, no Estudo Piloto. A versão final possui equivalência semântica e conceitual com a escala original e está adaptada à realidade das moradias, sendo de fácil compreensão para a população-alvo.


  • Mostrar Abstract
  • Users’ satisfaction is considered a mesure of mental health services quality. However, few studies have evaluated satisfaction regarding residences for psychiatric patients and there is no specific instrument in brazilian context for this kind of evaluation. The goal of this research was to do the transcultural adaptation of the Questionnaire sur la Satisfaction de la Clientèle en Résidence D’Accuei l(QSHS-21), which evaluates the satisfaction of these residents. The procedure included four phases: translation of the original scale, re- translation, analyses by an Expert Commitee and a Pilot Study with a sample of 30 residents in the city of Barbacena/ MG. Results showed corrections made based on translations and retranslations, transcultural adaptation of the scale by the Expert Commitee and modifications in the questions wording during the Pilot Study with residents in order to make it easy to understand. The final version of the scale has conceptual equivalence with the original scale, is adapted to the brazilian context and is easy to understand by the target population. Results showed corrections in the translation and retranslation versions and scale adaptation from the Expert Commitee and ,modifications of the questions wording durint the Pilot Study. The final version has semantic and conceptual equivalence to the original scale, is adapted to the residence context and is easely understood by the target population.

2020
Dissertações
1
  • JULIANA MONTENEGRO BRASILEIRO
  • OS EFEITOS PSICOSSOCIAIS DA VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR NA
    FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE DE ADOLESCENTES

  • Orientador : LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE RODRIGUES DE ALVARENGA FILHO
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • NILMA RENILDES DA SILVA
  • Data: 20/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Pesquisas apontam que comportamentos de agressão e vitimização em adolescentes são
    aprendidos na família e seriam um dos principais preditores da violência intergeracional.
    Fundamentamos nossa pesquisa na perspectiva marxista, que busca pela apreensão das
    leis internas do fenômeno. A violência intergeracional foi nosso ponto de partida para o
    conhecimento real da violência intrafamiliar (VI) como fenômeno, investigando seus
    efeitos na formação da personalidade de adolescentes. Entendemos que a VI é
    determinada pela organização social de produção da sociedade capitalista. A família,
    enquanto agente ideológico, reproduz a violência estrutural em suas relações, a partir das
    normas postas pela ascensão da medicina higienista no século XX. A família, na
    contemporaneidade, se estabelece como lócus de estruturação psíquica de seus membros,
    fator determinante para a formação da personalidade dos sujeitos. A adolescência inicial
    seria mais predisposta a reproduzir a violência em suas relações na medida em que se
    encontra na atividade de comunicação íntima-pessoal, focada nas interações entre os
    pares. Realizamos nossa investigação pelas premissas do método materialista histórico
    dialético, implementadas pela relação entre singular-particular-universal trabalhada em
    Lukács. Coletamos nossos dados em uma unidade assistencial localizada no interior de
    Minas Gerais. Realizamos observação-participante por 3 meses, em dois grupos de
    oficinas de adolescentes, construindo um diário de campo. Participaram de nossa pesquisa
    5 meninas, entre 11 e 15 anos. Fizemos duas entrevistas semiestruturadas com cada uma
    delas e, após, 3 sessões de grupo focal nos grupos de adolescentes. Nos relatos que
    surgiram em nossa investigação, a VI encontra-se diretamente relacionada com o
    processo de escolarização, de modo que família-escola formem o principal par de agentes
    ideológicos na formação da personalidade de adolescentes. A violência de gênero foi a
    principal via de identificação da exposição a VI. Consideramos que as relações violentas
    de gênero são uma das principais formas de aprendizagem das relações de submissão e
    dominação nessa população. Nos relatos, a família se utiliza do jogo entre amor-
    autoridade para engendrar personalidades que banalizem e naturalizem situações de
    violência, sensibilizando-as para o trabalho alienado posto em nossa sociedade, no qual
    o sujeito aliena-se também a si mesmo.


  • Mostrar Abstract
  • Researches point to agression and victimization social roles in adolescents as learned
    behaviour from familiar members role models, which would be one of the main predictors
    of the intergeneracional violence. We base our research on the Marxist perspective, which
    looks for the understanding of the internal laws of the phenomenon. The intergenerational
    violence was our starting point to the real knowledge of intrafamily violence (IV) as our
    study object, investigating their effects on the personality formation of adolescents. For
    us, the IV is determined by the social production organization of capitalist society. The
    family, as ideological agent, replays the structural violence in their relations, accordingly
    to the standards set by the hygienist medicine in the 20th century. The family, currently,
    is stablished as the psychic structuring locus of their members, which determines the
    beings’ personality formation process. The early adolescence, featured by intimate-
    personal communication activity, is more focused on the peer relationships, which makes
    it more likely to replays violence content in relationships with others. We made our
    investigation by the premises of the dialectical historical materialist method, implemented
    by the relation between singular-particular-universal worked by Lukács. We collected our
    data in a social assistance set on a country town located in the Minas Gerais. We did a
    participant observation for 3 months in two craftwork groups of teenagers, writing a field
    journal. 5 girls participated in our research, with ages between 11 and 15 years old. Data
    were collected by two semi-sctructured interview with each girl, followed by 3 focus
    group sessions on the adolescent groups. In the reports that came up in our investigation,
    the IV is directly related to the schooling, so that family-school form the main pair of
    ideological agents in the formation of adolescent personality. The gender violence was
    the most important way of identification of the exposure to IV. We consider that the
    violent gender relationships are the primary form of learning about submission and
    domination relationships in this population. On the reports, the family plays through the
    love-authority binomial to get personalities that trivialise and naturalise violence
    situations, making them vulnerable to accept the alienated labor in our society, in which
    the being alienates itself.

2
  • MARIELLE COSTA SILVA
  • Relações étnico-raciais na escola pública: produção de movimentos de desconstrução do racismo

  • Orientador : CELSO FRANCISCO TONDIN
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELSO FRANCISCO TONDIN
  • ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
  • RODRIGO EDNILSON DE JESUS
  • Data: 05/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo objetivou analisar e produzir intervenções que potencializam a desconstrução do racismo na escola pública, compreendendo raça enquanto um construto social, cultural e político, que atravessa as instituições sociais e adquire materialidade ao favorecer ou dificultar acessos, oportunidades e lugares. Essa noção de raça é produzida e perpassa o campo das escolas brasileiras, sendo que o racismo, por ser estrutural, sistêmico e institucional, opera na vida concreta dos profissionais, alunos e suas famílias, mas também os espaços educativos figuram como potência para engendrar transformações para além das denúncias. Dessa forma, foi desenvolvida uma pesquisa-intervenção, a qual busca questionar e transformar as práticas institucionais coletivas, em uma escola pública municipal no interior de Minas Gerais, por meio da observação participante, registros em diário de campo e de grupos de discussão, no primeiro semestre de 2019. As informações produzidas foram discutidas a partir de analisadores e da dimensão da prática social que compõe a Análise Crítica do Discurso. Esse processo em campo oportunizou compreender aspectos contextuais e relacionais vividos no cotidiano e a construção de vínculos com a comunidade escolar, a partir de uma postura implicada, reflexiva e de não-neutralidade da pesquisadora. Foram constituídos três grupos: 12 participantes da equipe docente e diretiva, no total de 12 encontros; quatro participantes da equipe dos serviços de apoio escolar, sendo realizados quatro encontros e 12 participantes do grupo das crianças alunas do 4º ano, no total de oito encontros. As análises demonstraram que os movimentos de desconstrução do racismo se constituíram de diferentes formas, desenvolvendo-se no sentido de afirmar seus impactos e nuances nas relações, invenção de potencialidades de enfrentamento e mudanças nas concepções que orientam as práticas sociais e escolares. A diversidade racial presente dentre os atores possibilitou refletir e problematizar a branquitude enquanto um lugar considerado modelo universal de humanidade, de forma que os participantes brancos também foram convidados a se implicar nas discussões, ao se reconhecerem racializados. Afirmar a centralidade das relações raciais se faz necessário para promover um trabalho que caminhe na desconstrução de concepções estereotipadas e na valorização das diversidades de corpos, cores e raças, articulados aos demais marcadores de gênero, classe, idade e território dos sujeitos sociais que cotidianamente produzem suas práticas e se reinventam nos espaços das escolas brasileiras.


  • Mostrar Abstract
  • The present study aimed to analyze and produce interventions that enhance the deconstruction of racism in a public school, understanding race as a social, cultural and political construct that crosses social institutions and acquires materiality by favoring or hindering access, opportunities and places. This notion of race is produced and permeates the field of Brazilian schools, since racism, being structural, systemic and institutional, operates in the concrete lives of professionals, students and their families, but also the educational spaces are a power to engender transformations beyond complaints. Thus, an intervention research was developed, which seeks to question and transform collective institutional practices, in a municipal public school in the interior of Minas Gerais, through participant observation, records in field diaries and discussion groups, in the first semester of 2019. The information produced was discussed using analyzers and the dimension of social practice that makes up Critical Discourse Analysis. This process in the field made it possible to understand contextual and relational aspects experienced in daily life and the construction of bonds with the school community, based on an implied, reflective and non- neutral position of the researcher. Three groups were formed: 12 participants of the teaching and management team, in a total of 12 meetings; four participants from the school support services team, four meetings were held and 12 participants from the group of 4th year student children, in a total of eight meetings. The analyzes showed that the movements to deconstruct racism were constituted in different ways, developing in the sense of affirming their impacts and nuances in the relationships, invention of coping potentialities and changes in the conceptions that guide social and school practices. The racial diversity present among the actors made it possible to reflect on and problematize whiteness as a place considered a universal model of humanity, so that white participants were also invited to be involved in the discussions, when they recognized themselves as racialized. Affirming the centrality of race relations is necessary to promote work that moves towards the deconstruction of stereotyped conceptions and the valorization of the diversity of bodies, colors and races, linked to the other markers of gender, class, age and territory of the social subjects that they daily produce their practices and reinvent themselves in the spaces of Brazilian schools.

3
  • EDUARDO MENDES MARTINS DA COSTA
  • A INCLUSÃO DE PESSOAS COM PERDA AUDITIVA NO AMBIENTE DE TRABALHO

     

  • Orientador : MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUDIMILA LABANCA
  • MARCOS VIEIRA SILVA
  • MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • Data: 06/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • As pessoas com perda auditiva, atualmente, representam cerca de 5% da população mundial e estão entre as preferidas pelos gestores para ocuparem as vagas reservadas pela Lei de Cotas, pois, de acordo com os gestores, exigem menor adaptação no ambiente de trabalho e uma maior aceitação social (Suzano, 2011). No entanto, as pesquisas internacionais têm mostrado que essas pessoas enfrentam dificuldades para se incluírem nesse meio, enfrentando barreiras de acessibilidade como comunicacionais, preconceito e estigmatização (Tye-Murray, Spry, & Mauzé, 2009). A presente pesquisa teve como principal objetivo identificar quais são as principais dificuldades de trabalhadores brasileiros com perda auditiva e as principais estratégias dessas pessoas para a sua inclusão e diminuição das barreiras de acessibilidade no ambiente laboral. Nesse cenário, a investigação aproveita para analisar o apoio organizacional recebido por essas pessoas para minimizar os impactos da perda auditiva. Foram entrevistadas 12 pessoas com deficiência auditiva de grau leve a moderadamente severa, entre 21 a 54 anos. Essa amostra contou com sete mulheres e cinco homens e todos com perda auditiva bilateral incluindo causas neurossensorial, condutiva e mista. Nove desses participantes utilizam aparelhos auditivos. Utilizou-se a entrevista semiestruturada como forma de coleta de dados e para análise do conteúdo, a categorial-temática, proposta por Bardin (2016). Constatou-se que as principais dificuldades de pessoas com perda auditiva no ambiente de trabalho estão em nível comunicacional e atitudinal. Quanto às barreiras comunicacionais, constatou-se que essas pessoas possuem dificuldades em conversas grupais, reuniões com um grande número de pessoas, ambientes barulhentos, bem como se queixam da entonação da voz dos colegas quando muito baixa, acelerada ou sussurrada. Nas barreiras atitudinais, as pessoas com perda auditiva são, muitas vezes, alvo de brincadeiras e discriminações tanto pela sua dificuldade em compreender a fala quanto pelo uso dos aparelhos auditivos. Diante disso, essas pessoas tendem a elaborar estratégias para entenderem a mensagem ou para se sentirem inseridas na situação, no entanto, tendem a desistir ou se isolar quando a dificuldade permanece. A dificuldade de ouvir em determinadas situações e a falta de acessibilidade no ambiente laboral geram constrangimentos, marginalização e desqualificação dessas pessoas. Como apoio organizacional, somente três entrevistados relataram receber alguma forma de assistência. No entanto, percebe-se que eles necessitam de adaptações em equipamentos e um ambiente favorável e paciente, que compreenda suas dificuldades e o auxiliem nas barreiras enfrentadas por elas.


  • Mostrar Abstract
  • The people with hearing loss, nowadays, represents around 5% of the world's population and are the favorites for occupying the reserved jobs by the law of quotas because, according to managers, it is needed less adaptation in the work environment and they have a bigger social adaptation (Suzano 2011). However, international researches are showing that they are being confronted with several problems, facing accessibility constraints like communication, prejudice, and stigmatization (Tye_Murray, Spry e Mauzé, 2009). This research has, as the principal goal, identify what are these difficulties in Brazilians workers with hearing loss and what are the ultimate strategies of those people for their inclusion in labor activity. In this scenario, the investigation intended to analyze the organization support received for these people to minimize the impacts of there hearing loss. In this research was interviewed 12 people with hearing loss of degree mild to moderately severe, ages between 21 and 54. This sample is composed of seven women and five men, all of them with bilateral hearing loss including causes sensorineural, conductive and mixed. Nine of the twelve participants use hearing aids. To collect the data was used semi-structured interviews and for analysis, the thematic-categorical, proposed by Bandin (2016). The interviews showed that the main difficulties of those people, in the work environment, are in the communication field and the attitudinal one. Regarding social barriers, it was possible to verify that they have difficulties with group conversations, meetings with many people, and they also complain about the intonation voice of the coworkers when it is lower, faster or whispered. In attitudinal barriers, it was possible to see that, people with hearing loss are often the target of games and discrimination, because of their difficulty in understanding speech and for the use of hearing aids. Therefore, these people tend to develop strategies to understand the message or to feel inserted in the situation, however, they tend to give up or isolate themselves when the difficulty remains. The difficulty of listening in certain situations and the lack of accessibility in the work environment creates constraints, marginalization, and disqualification for these people. In the organizational support subject, only three respondents reported receiving this kind of assistance. However, they need adaptations in equipment and a favorable and patient environment, which understands their difficulties and helps them in the barriers which they face.

4
  • CARMEN MARQUES LOPES
  • SUPERVISÃO DE SAÚDE MENTAL NO PROGRAMA MÉDICO DE FAMÍLIA DE NITERÓI: UMA FERRAMENTA DE INCLUSÃO DA SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA

  • Orientador : WALTER MELO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CASSIA BEATRIZ BATISTA E SILVA
  • TÚLIO BATISTA FRANCO
  • WALTER MELO JUNIOR
  • Data: 11/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo geral desse estudo foi compreender o trabalho desenvolvido, no período entre 2004 e 2011, pelo grupo de supervisores de saúde mental do Programa Médico de Família (PMF) de Niterói. Como objetivos específicos buscou-se conhecer os antecedentes a partir dos quais se desenvolveu o trabalho da supervisão de saúde mental do PMF Niterói, descrever o processo de trabalho desenvolvido por esses supervisores e analisar esse trabalho enquanto ferramenta de inclusão do cuidado em saúde mental na atenção básica. Estudamos esse trabalho a partir das teorias de Emerson Merhy e Richard Sennett. O primeiro entende que o trabalho em saúde envolve elementos de embate político que podem servir para a mudança ou a perpetuação de determinado modelo assistencial, a depender dos interesses em disputa nos espaços onde esse trabalho se desenvolve e principalmente naqueles onde são produzidos os atos de saúde. O segundo defende a ideia de que o trabalho artesanal é aquele que busca ser bem feito, tem caráter reflexivo e ético, evitando a alienação do trabalhador em relação aos seus fins e acabando por favorecer os saltos intuitivos que permitem a criação de novas ferramentas, a partir dos problemas e desafios enfrentados no fazer. Trata-se de pesquisa qualitativa, do tipo estudo de caso, cujos dados foram coletados através de pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas com os profissionais que foram supervisores de saúde mental do PMF no período estudado. Na análise dos dados foi usada a hermenêutica, a partir de Gadamer. Identificamos que a articulação sistemática e regular entre os serviços de saúde mental e o PMF foi a principal atividade desenvolvida pelos supervisores de saúde mental e representou uma mudança no processo de referência e contra referência no campo da saúde mental em Niterói, que passou a envolver a discussão de casos e o cuidado compartilhado, ao invés do tradicional ‘encaminhamento’. Esses supervisores, também, exerciam atividades gerenciais e administrativas, promoviam capacitação em serviço e treinamentos sobre temáticas específicas e atuavam na articulação de redes de cuidado e apoio, aos indivíduos em sofrimento mental, tanto intersetoriais, quanto da própria comunidade. Nesse sentido, contribuíam para a inserção dos cuidados em saúde mental na atenção básica, principalmente em relação aos casos considerados graves. Além disso, cuidavam da saúde mental dos profissionais que trabalhavam no PMF.


  • Mostrar Abstract
  • -

5
  • CHRÍSTIAN EDUARDO ANDRADE RESENDE SANTOS
  • A SAÚDE MENTAL DO ESTUDANTE DE PSICOLOGIA: ESTUDO DE CASO EM UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DE MINAS GERAIS

     

  • Orientador : MARCELO DALLA VECCHIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CASSIA BEATRIZ BATISTA E SILVA
  • CLAUDIA ANDRÉA MAYORGA BORGES
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • MARCELO DALLA VECCHIA
  • Data: 20/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O ingresso no Ensino Superior é acompanhado de diversos desafios para os estudantes, em suas dificuldades de adaptação, nas mudanças em suas relações, no afastamento de seu local de origem, na quebra de expectativas e nas insuficientes redes de apoio, gerando mal-estar e um estilo de vida pouco saudável. Por conseguinte, a saúde mental dos estudantes universitá- rios, considerada em uma perspectiva ampliada, pode ser comprometida pelos sintomas de sofrimento psíquico decorrentes das dificuldades vivenciadas no ambiente acadêmico e de prejuízos psicossociais comuns a esse período. Por sua vez, os estudantes de Psicologia, além de estarem sujeitos a tais riscos, estão frequentemente em contato com o sofrimento humano em suas mais variadas formas, seja nas disciplinas cursadas ou nas experiências práticas. Re- correu-se ao conceito de Transtornos Mentais Comuns (TMCs) para a compreensão do sofri- mento psíquico no público em questão. Buscou-se compreender o sofrimento psíquico do estudante de Psicologia em uma universidade pública do interior do estado de Minas Gerais. Para tal, recorreu-se ao estudo de caso em uma abordagem multimetodológica, utilizando co- mo instrumentos o grupo focal, o SRQ-20 e um questionário sociodemográfico. Foram reali- zados três grupos focais, cada um contando com a participação de estudantes de diferentes momentos do curso: início, meio e fim. A partir dos dados coletados, os resultados foram elencados a eixos temáticos, os quais apontam a ocorrência de TMC‟s na população estudada. Foram demonstrados como fonte do sofrimento psíquico os prejuízos psicossociais diante da vivência universitária, principalmente em sua relação com o curso de Psicologia, tornando-se mais danosos diante do insuficiente amparo institucional descrito pelos participantes. Os re- sultados vão ao encontro dos estudos sobre TMCs em estudantes da área da saúde e expres- sam a necessidade de formulação de políticas específicas de atenção ao estudante de Psicolo- gia, voltadas a estratégias de apoio pedagógico, ações de acolhida, práticas voltadas a promo- ção de saúde e redução dos fatores de risco a esse público.


  • Mostrar Abstract
  • The entrance to Higher Education is accompanied by several challenges for students, in their difficulties of adaptation, in the changes in their relationships, in the distance from their place of origin, in the breaking of expectations and insufficient support networks, generating unease and an unhealthy lifestyle. Therefore, the mental health of university students, considered from an expanded perspective, may be compromised by the symptoms of psychic suffering resulting from difficulties experienced in the academic environment and psychosocial damage common to this period. In turn, students of Psychology, besides being subject to such risks, are frequently in contact with human suffering in its most varied forms, be it in the subjects studied or in practical experiences. The problems arising from its relationship with the course, the high workloads and the instabilities of the field are still little reported in the literature and in institutional dialogues. The concept of Common Mental Disorders (CMDs) was used to understand the psychic suffering in the public in question. It was sought to understand the psychic suffering of the Psychology student at a public university in the interior of the state of Minas Gerais, in Brazil. To this end, a case study was used in a multi-methodological ap- proach using the focal group, the SRQ-20 and a sociodemographic questionnaire as instru- ments. Three focus groups were carried out, each with the participation of students from dif- ferent moments of the course: beginning, middle and end. From the collected data, the results were listed thematic axes, which indicate the occurrence of CMTs in the studied population. Psychosocial losses were demonstrated as a source of psychic suffering, mainly in its relation with the Psychology course, becoming more harmful in face of the insufficient institutional support described by the participants. The results meet the studies on CMTs in health students and express the need to formulate specific policies of attention to the Psychology student, focused on pedagogical support strategies, welcoming actions, practices aimed at promoting health and reducing risk factors to this public.

6
  • GEOVANI GARCIA ZEFERINO
  • Agressividade e diferenças individuais de personalidade em torcedores de futebol

  • Orientador : MONIA APARECIDA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELA MANSUR-ALVES
  • MARCO ANTONIO SILVA ALVARENGA
  • MARIO CESAR REZENDE ANDRADE
  • MONIA APARECIDA DA SILVA
  • Data: 23/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • RESUMOA agressividade dos torcedores de futebol resulta em consequências graves aos indivíduos e à sociedade, gerando muitas mortes e ferimentos nos seguidores da modalidade. Os estudos nessa temática estão aumentando, porém observa-se que os pesquisadores buscam explicações para esse fenômeno, principalmente, em variáveis extrínsecas. No entanto, sabe-se que características intrínsecas/pessoais, como a personalidade, também podem atuar como preditoras de comportamentos agressivos. O objetivo principal da presente dissertação foi contribuir com conhecimentossobre a relação entre personalidade e agressividade em torcedores de futebol. Para isso, foram realizados dois estudos: o primeiro de revisão sistemática e o segundo empírico. A revisão sistemática de literatura foi realizada utilizando itens do checklistPRISMA, para verificar estudos que investigaram a relação entre essas variáveis. Foram feitas buscas de estudos publicados nos últimos 30 anos, nos indexadores BVS, LILACS, PePSIC, PsycINFO, SciELO, Science Direct(Elsevier), Scopuse Web of Science, comdescritores associados à na temática. Após a adoção de critérios de inclusão e exclusão restaram trêsestudos. Os resultados dos estudos indicaram haver relações entre traços de personalidade e agressividade física e verbal dos torcedores. Entretanto, deparou-se com uma carência de estudos na temática, além de metodologias bastante distintas entre os estudos. Ademais, constatou-se algumas limitações, sendo as principais de metodologia, amostra e instrumentos empregados. Diante dos resultados da revisão sistemática, justificou-se a realização de um novo estudo empírico para investigar a relação entre personalidade e agressividade (Estudo 2). Participaram do estudo 210 torcedores de futebol sendo 105 pertencentes a torcidas organizadas (TO) e 105 não pertencentes (TnO). A média de idade no grupo TO foi 26,8 anos (DP = 7,9) e TnO 26,6 (DP = 7,8). O número médio de anos de estudo foi 16,3 anos (DP = 3,3) no grupo TO e 16,2 anos (DP = 2,8) no grupo TnO. Não houve diferenças significativasentre os grupos nas variáveis sexo, idade e anos de estudo. O intuito foi amenizar e/ou sanar as falhas dos estudos anteriores. Os instrumentos de medida utilizados foram: (1) Questionário sociodemográfico e ocupacional, (2) Questionário de hábitos e condutas de torcedores de futebol, (3) Escala de Fanatismo em Torcedores de Futebol; (4) Questionário de Agressão de Buss e Perry, e (5) Inventário de Personalidade NEO-PI-R. Nos estudos anteriores, o fanatismo demonstrou relações com o comportamento agressivo. Partindo desse pressuposto, ele foi avaliado e relacionado com a agressividade, para tentar entender sua atuação no comportamento dos torcedores. Os principais resultados indicaram que, quando mediados pela variável fanatismo, altos escores de Neuroticismo (ß= 0,324, p = 0,000) e de Extroversão (ß = 0,197, p = 0,001) e baixos escores emAbertura (ß = -0,151, p = 0,031) e em Amabilidade (ß = -0,218, p = 0,004) incrementam o poder explicativo dos fatores de personalidade sobre a agressividade dos torcedores.Além disso, a agressividade apresentou correlações com características, hábitos e condutas dos torcedores de futebol. Conclui-se sobre a importância do fanatismo e de diferenças individuais de personalidade no entendimento da agressividade no contexto de torcidas de futebol, devendo essas variáveis serem consideradas na pesquisa e na prática.


  • Mostrar Abstract
  • Soccer fans’ aggression results in serious consequences for individuals and society, causing many deaths and injuries to followers of the sport. Studies on this topic are increasing, but it is observed that researchers seek explanations for this phenomenon mainly in extrinsic variables. However, it is known that intrinsic/personal characteristics, such as personality, can also predictstheaggressive behavior. The main objective of this thesiswas to contribute with knowledgeabout the relationship between personality and aggressiveness in soccer fans. For this, two studies were carried out: the first is a systematic review and the second is an empiricalstudy. The systematic literature review was performed using items from the PRISMA checklistto verify studies that investigated the relationship between these variables. Searches of studies published in the past 30 years were made in the indexes BVS, LILACS, PePSIC, PsycINFO, SciELO, Science Direct (Elsevier), Scopus and Web ofScience, using relevant descriptors associated with the thematic. After adopting inclusion and exclusion criteria, threestudies remained. The results of the studies indicated that there are relationships between personality traits and physical and verbalfansaggression. However, there was a lack of studies on the subject, in addition to very different methodologies between studies. In addition, some limitations were found, specially related tomethodology, sample and instruments used. Consideringresults of the systematic review, a new empirical study was justified to investigate the relationship between personality and aggression (Study 2). Study sample included 210 soccer fans, 105 belonging to organized fans (TO) and 105 not belonging (TnO). The average age for TO group was 26.8 years (SD = 7.9) and for TnO group was 26.6 (SD = 7.8). Study years average was 16.3 years (SD = 3.3) for TO group and 16.2 years (SD = 2.8) for TnO group. There were no significant differences between groups relating to sex, age and years of study variables.The aim was to mitigate and / or remedy the failures of previous studies.Instruments used in data collection included: (1) Sociodemographic and occupational questionnaire, (2) Soccerfans' habits and conduct questionnaire, (3) Soccer Fans' Fanaticism Scale; (4) Buss and Perry Aggression Questionnaire, and (5) Revised NEO Personality Inventory.In previous studies, fanaticism has shown links to aggressive behavior. Based on this assumption, itwas evaluated andassociatedto aggressiveness, tryingto understand itsrole in fansbehavior.The main result showed that personality traits were predictors of aggression, especially when fanaticism acted as a mediator of this relationship.Results indicate that when mediated by fanaticism, high scores for Neuroticism (ß = 0.324;p= .000) and Extraversion (ß = 0.197;p= .001) and low scores for Openness (ß = -0.151;p= .031) and Agreeableness (ß = -0.218;p= .004) increased the predictive power of personality factors on fans’ aggressiveness.In addition, the aggressiveness showed correlations with soccer fanscharacteristics, habits and behavior. It was concludedabout the importance of fanaticism and individual personality differences in the understanding of aggressiveness in the context of soccer fans, and these variables should be considered in research and in practice.

7
  • ELENICE PROCÓPIO ARAÚJO
  • PROTAGONISMO/PARTICIPAÇÃO JUVENIL E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO CONTEXTO ESCOLAR

  • Orientador : CELSO FRANCISCO TONDIN
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GERALDO MAGELA PEREIRA LEÃO
  • CELSO FRANCISCO TONDIN
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • Data: 23/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O/A protagonismo/participação juvenil tem se apresentado como uma forma de trazer o(a) jovem à ação em diversos contextos, inclusive na Educação. Embasado numa perspectiva emancipatória e crítica de desenvolvimento humano, que defende práticas escolares que permitam uma educação democrática, este estudo objetiva identificar e analisar as dimensões que colaboram ou não para o desenvolvimento de práticas pedagógicas de cunho protagonista/participativo. Trata-se de uma pesquisa-ação, realizada com adolescentes e uma parte da equipe profissional de uma escola pública estadual do interior de Minas Gerais. Como instrumentos, foram utilizados a observação participante, grupo focal, oficinas emancipatórias e diário de campo, e os dados produzidos foram organizados em torno de núcleos de sentidos e discutidos com base na Análise do Discurso, de Pêucheux. Os resultados compreendem: a descrição das condições em que os(as) atores(atrizes) escolares convivem; a compreensão das percepções dos(as) estudantes e da equipe escolar sobre a adolescência, o/a protagonismo/participação juvenil e o papel da escola nesse processo; a identificação das práticas pedagógicas que visam a participação dos(as) adolescentes; as dificuldades e potencialidades encontradas no processo de mobilização dos(as) participantes da pesquisa para a realização de práticas pedagógicas de cunho protagonista/participativo; e a descrição das possibilidades de atuação do(a) psicólogo(a) escolar para auxiliar no desenvolvimento deste tipo de práticas. Foram elencadas seis dimensões que colaboram ou não para o desenvolvimento destas práticas pedagógicas: burocrática, gestão escolar, material e financeira, sociocultural, organizativa do trabalho escolar, e didático-pedagógica. Estas dimensões podem se apresentar, conforme os arranjos institucionais, como dificuldades e/ou potencialidades, mas nesta investigação acabaram por se apresentar enquanto dificuldades, que carecem de mudanças para que se tornem potencialidades no contexto da escola pesquisada. Também podem contribuir para análises da trama complexa dos processos escolares, conscientizando os(as) atores(atrizes) e fortalecendo a intenção de reinventar a escola e resistir a reproduções alienantes e pouco democráticas. Para isso, o trabalho interdisciplinar, multiprofissional e em rede pode potencializar as ações, sendo o(a) psicólogo(a) um(a) parceiro(a) na busca pela educação emancipatória.


  • Mostrar Abstract
  • Youth protagonism / participation has been presented as a way to bring young people into action in different contexts, including in Education. Based on an emancipatory and critical perspective of human development, which defends school practices that allow a democratic education, this study aims to identify and analyze how dimensions that collaborate or not for the development of protagonist / participatory pedagogical practices. It is an action research, carried out with teenagers and part of the professional team of the state public school of Minas Gerais. As instruments, they were used for participant observation, focus group, emancipatory workshop and field diary, and the data used were organized around meaning cores and discussed based on Pêucheux's Discourse Analysis. The results include: a description of the conditions in which (the) school actors coexist; an understanding of the perceptions of students and the school team about adolescence, youth protagonism / participation and the role of the school in this process; the identification of pedagogical practices aimed at the participation of adolescents; the difficulties and potentialities found in the process of mobilizing research participants to carry out protagonist / participatory pedagogical practices; and a description of the school psychologist's possibilities of action to assist in the development of this type of practices. Six dimensions were listed that collaborate or not for the development of these pedagogical practices: bureaucratic, school management, material and financial, socio-cultural, organization of school and didactic- pedagogical work. These dimensions can introduce yourself, according institutional arrangements, as difficulties and / or potentialities, but in this investigation they ended up presenting themselves as difficulties, which need changes to become potentialities in the context of the researched school. They can also contribute to analyzes of the complex web of school processes, raising awareness among actors and strengthening the intention to reinvent the school and resist alienating and undemocratic reproductions. For this, interdisciplinary, multiprofessional and networked work can enhance as actions, being the psychologist a partner in the search for emancipatory education.

8
  • HELAINE SILVA BORGES
  • A interseccionalidade entre o gênero, raça, classe, sexualidade e modos de subjetivação no cotidiano de mulheres negras reclusas na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC)

  • Orientador : LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEÍSE PINHEIRO PINTO
  • ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • Data: 25/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • A presente investigação busca compreender como ocorre os modos de subjetivação de mulheres negras que cumprem pena privativa de liberdade dentro uma instituição prisional que adota o Método APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenado) de execução penal. A escolha da mulher negra como sujeito principal deste estudo se deu por intermédio da constatação de que as mulheres negras presidiárias se encontram em uma situação de desvantagens oriundas de uma sociedade de base escravista, que ainda hoje, mantém a segregação de oportunidades econômicas, políticas e educacionais. Para tanto, utilizamos três procedimentos presentes na pesquisa qualitativa, sendo: observação participante com intervenção psicossocial, conversas no cotidiano apoiadas na abordagem teórico-metodológica de Spink e entrevistas semiestruturadas com apenadas que se autodeclaram negras. A análise dos dados produzidos foi realizada à luz da psicologia social construcionista, a partir de uma abordagem baseada nas Práticas Discursivas de Spink. Os processos que atravessam as relações estabelecidas no interior de uma unidade prisional foram analisados a partir da produção teórica metodológica de Michel Foucault e Erving Goffman. Para uma melhor compreensão da realidade das mulheres negras, lançamos mão  das contribuições de Ângela Davis, Sueli Carneiro, Juliana Borges e outras intelectuais negras. Os resultados da pesquisa demonstram que o discurso apaqueano reproduz e legitima discriminação de gênero, raça e classe, o que confina as mulheres negras ao patamar inferior do sistema de dominação/exploração. Frente aos dados, destacamos a necessidade de se promover uma reflexão acerca das APACs, para que o Método APAC se fortaleça enquanto promotores da equidade étnico-racial e de gênero. A partir dessa pesquisa, esperamos contribuir para que o Método APAC se fortaleça enquanto promotores da cultura de respeito aos direitos humanos dos encarcerados. Esperamos que essa pesquisa estimule a realização de outros estudos voltados à questão da prisão feminina, especialmente nas  unidades apaqueanas, ainda pouco conhecidas e estudadas.


  • Mostrar Abstract
  • The present investigation seeks to understand how the modes of subjectification of black women who serve prison sentences occur within a prison institution that adopts the APAC Method (Association of Protection and Assistance to Convicts) of criminal execution. The choice of black women as the main theme of this study was made through the observation that black women prisoners are at a disadvantage due to a slave society, which still maintains the segregation of economic, political and economic opportunities. educational. For that, three procedures present in the qualitative research were used, namely: participant observation with psychosocial intervention, daily conversations supported by Spink's theoretical- methodological approach and semi-structured interviews with prisoners who declared themselves black. The analysis of the data produced was carried out in the light of constructionist social psychology, based on an approach based on Spink's discursive  practices. The processes that go through the relationships established within a prison unit were analyzed from the theoretical methodological production of Michel Foucault and Erving Goffman. For a better understanding of the reality of black women, we used the contributions of Ângela Davis, Sueli Carneiro, Juliana Borges and other black intellectuals. The research results demonstrate that the Apaquean discourse reproduces and legitimizes the  discrimination of gender, race and class, which limits black women to the lowest level of the domination / exploitation system. In view of the data, we highlight the need to promote reflection on APACs, so that the APAC Method is strengthened as promoters of ethnic-racial and gender equity. Based on this research, we hope to contribute to the strengthening of the APAC method as promoters of a culture of respect for the human rights of prisoners. We  hope that this research will encourage new studies on the issue of female prison, especially in Apaquean units, which are still little known and studied.

9
  • SUELY TEODORA DA SILVEIRA
  • CARACTERIZAÇÃO DO MÉTODO DA IMAGINAÇÃO ATIVA NA OBRA DE C.G. JUNG: SINGULARIDADES E DESDOBRAMENTOS

  • Orientador : WALTER MELO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZABETH CHRISTINA COTTA MELLO
  • MADDI DAMIÃO JÚNIOR
  • WALTER MELO JUNIOR
  • ZANDRA COELHO DE MIRANDA
  • Data: 25/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Essa dissertação é o resultado da investigação sobre o desenvolvimento do método da imaginação ativa por C. G. Jung e como sua aplicação tem sido feita desde então. C. G. Jung desenvolveu a imaginação ativa a partir de suas próprias experiências e de um cuidadoso estudo ao qual se dedicou por muitos anos. Constatou que, em função da capacidade compensatória e autocurativa do inconsciente, este pode de forma espontânea produzir símbolos. Para tentar restaurar o equilíbrio psíquico, faz-se necessário que o ego esteja em condições de estabelecer uma comunicação com os símbolos e facilitar a função transcendente. Esse processo ocorre naturalmente, mas pode ser facilitado por meio da imaginação ativa, Trata-se de um procedimento em que se deixam as imagens fluírem de forma espontânea, cria-se uma personificação para elas, em forma de desenho, escrita, dança etc., que facilita a conscientização da imagem que a originou. A partir dessa conscientização, o sentido da imagem é trazido para a realidade cotidiana. Não se trata de apenas vivenciar as fantasias, mas integrá-las e fazer delas uma ponte entre o mundo interno e o mundo externo. A maneira com que se deve praticá-la é por meio da amplificação, que é a base do método sintético construtivo. A prática é indicada principalmente em pessoas com adiantado processo de análise, pois depende de um ego fortalecido para lidar com a intensidade dos produtos do inconsciente. Como ficou constatado nos resultados encontrados, a imaginação ativa vem tendo variadas aplicações, porém, verificou-se que algumas dessas aplicações tem se afastado significativamente de sua concepção original.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation is the result of research on the development of the active imagination method by C. G. Jung and how it has been applied since then. C. G. Jung‟s developed an active imagination from his own experiences within a careful study in which he dedicated himself for many years. He found that due to the compensatory and self-healing capacities of the unconscious it can spontaneously produce symbols. And, in order to try to restore the psych balance it‟s necessary the ego to be in a condition where it‟s able to establish communication with the symbols to facilitate the transcendent function. This process can occur naturally, but it can also be facilitated by active imagination. It‟s a method where images are allowed to flow spontaneously, personification is created to them on the form of drawing, writing, dancing, etc., facilitating awareness of the original image. From this awareness, the sense of the image is brought into the daily reality. It‟s not just a matter of experiencing fantasies but integrating them and making them a bridge between the internal world and the external world. The practice is through amplification, which is the basis of the synthetic constructive method. The use of it‟s mainly indicated to people on advanced analysis levels, it relies on strengthened ego to deal with the intensity of the outcome of the unconscious. As seen in found results, active imagination has been having various applications, however, it has been found that some of them have departed significantly from its original state.

10
  • MARINA DE CARVALHO OLIVEIRA
  • PELA EMOÇÃO, PELA IMAGINAÇÃO: NISE DA SILVEIRA E A POÉTICA DO CUIDADO

  • Orientador : WALTER MELO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • WALTER MELO JUNIOR
  • ZANDRA COELHO DE MIRANDA
  • MADDI DAMIÃO JÚNIOR
  • ELIZABETH CHRISTINA COTTA MELLO
  • Data: 25/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem por objetivo discutir a Poética do Cuidado, expressão fruto da construção de uma trama que entrelaça a poética para Gaston Bachelard e a noção de cuidado para Nise da Silveira. Para isso, apresentamos no primeiro capítulo o conceito de poética para Bachelard, segundo a Fenomenologia da Imaginação, fazendo emergir a sua relação com processos criativos. No segundo capítulo focamos em entender o que seria cuidado, de acordo com a obra de Nise da Silveira, dando ênfase à expressão Emoção de Lidar, através de uma história que ocorreu em um momento criativo na Casa das Palmeiras. Por fim, no terceiro capítulo retomamos ao filósofo Bachelard, com o  seu conceito de Imaginação Material para entrelaçarmos com a Emoção de Lidar. Ao trazermos as nossas análises para dentro dos ateliês da Casa das Palmeiras, concluímos que este é um conceito que ampara o trabalho de Nise da Silveira ao possibilitar o entendimento das diversas dimensões expressivas do cuidado.


  • Mostrar Abstract
  • The present work discuss the idea of Poética do Cuidado, expression. Resulting from  the construction of a seam that intertwines the poetics for Gaston Bachelard and the notion of care for Nise da Silveira. For this, we present in the first chapter the concept  of poetics for Bachelard, according to the Phenomenology of Imagination, making emerge its relationship with creative processes. In the second chapter we focus on understanding what would be the notion of care according to Silveira's work, emphasizing the expression Emoção de Lidar, which has came through a story that took place in a creative momentat Casa das Palmeiras. In the third chapter were turn to the Bachelard's, concept of Material Imagination to in tertwine with Emoção de Lidar. When we brought our analyzes into the studios in which Silveira's worked, we concluded that this is a concept that supports her work by enabling the understanding of the diferentes expressives dimensions of care.

11
  • PRISCILA MARTINS DECOSTER
  • TRADIÇÃO AFRICANA E PSICOLOGIA ANALÍTICA: A RELAÇÃO ENTRE O ORÁCULO IFÁ E A SINCRONICIDADE

  • Orientador : WALTER MELO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIZABETH CHRISTINA COTTA MELLO
  • ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
  • MADDI DAMIÃO JÚNIOR
  • WALTER MELO JUNIOR
  • Data: 26/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem como objetivo compreender a relação entre o oráculo Ifá e o princípio da sincronidade na obra de C. G. Jung, promovendo uma comunicação da tradição africana, tão presente na formação do imaginário do brasileiro, com a psicologia analítica. Apresentaremos Ifá, o corpo literário da tradição Iorubá, priorizando a contribuição desse conhecimento para a psicologia, ou seja, para a saúde do homem contemporâneo e mesmo para a sociedade atual. Apresentaremos os conhecimentos desse oráculo milenar e suas relações com o princípio de sincronicidade, sendo este um fenômeno numinoso. A tradição Iorubá corresponde a um grupo étnico imigrado à força para o Brasil que teve grande participação na formação do imaginário brasileiro, o que explica sua importância. O método de pesquisa precisa ser um facilitador para o pesquisador e para a pesquisa, possibilitando caminhos para que a mesma se desenvolva. Tomamos como escolha o método documental bibliográfico, priorizando autores com vivência nas religiões de matriz africana que poderiam contribuir com um olhar “de dentro”. Optou-se por partir da hermenêutica enquanto perspectiva para compreensão dos conceitos e teorias envolvidos.


  • Mostrar Abstract
  • This work aims to understand the relationship between the Ifá oracle and the principle of synchronism in the work of C. G. Jung, promoting a communication of the African tradition, so present in the formation of the Brazilian imagination, with analytical psychology. As Ifá, the literary body of the Iorubá tradition, prioritizing the contribution of this knowledge to Psychology, that is, to the health of contemporary man and even to the current society, we will present the knowledge of this ancient oracle and its relations with the principle of synchronicity, this being a numinous phenomenon. The Iorubá tradition is an ethnic group forcibly immigrated to Brazil that had a great participation in the formation of the Brazilian imagination, which explains its importance. The research method needs to be a facilitator for the researcher and for the research, enabling ways for it to develop. We took as a choice the bibliographic documentary method, prioritizing authors with experience in African religions contributing with an “inside” look. It was decided to start from hermeneutics as a perspective for understanding the concepts and theories involved.

12
  • MARIANA VIEIRA MORAIS
  • ACOMPANHAMENTO TERAPÊUTICO E PSICOSE: UMA PROPOSTA CLÍNICO-POLÍTICA PARA A REFORMA PSIQUIÁTRICA

  • Orientador : FUAD KYRILLOS NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • JOÃO LUIZ LEITÃO PARAVIDINI
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 26/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O Acompanhamento Terapêutico (AT) surge na década de 70, na Argentina, como possibilidade de fornecer um novo espaço para a ocupação da loucura. O trabalho, que se caracteriza principalmente pelo setting móvel, é fruto da Reforma Psiquiátrica que questiona o lugar dado a loucura. O processo reformista brasileiro vem avançando, mas, mesmo assim, existe a crítica, no campo da psicanálise, de que ele faz uma separação entre o que é clínico e o que é políco, ou seja, entre aquilo que é subjetivo e o que é social no que diz respeito à loucura. Consideramos que a psicanálise possui um compromisso com as questões de seu tempo e precisa estar atenta aos fenômenos sociais que a circunda. Sendo assim, propomos como método para fazer essa articulação entre psicanálise e acompanhamento terapêutico a psicanálise aplicada, que procura trabalhar com esses fenômenos que estão além do setting tradicional. O fenômeno estudado aqui, o AT, não é necessariamente clínico. As muitas formas de abordá-lo, por vezes, sequer trazem esse elemento como ponto de discussão teórica. Porém, neste trabalho, fazemos a defesa do AT como um aparato clínico, balizado pela clínica psicanalítica das psicoses, para que se possa vencer esse entrave presente no processo reformista que faz a separação entre o social e o subjetivo e, consequentemente, acaba produzindo cronificação. Um AT que permite o questionamento da inclusão enquanto adaptação à norma social não se pode fazer, na perspectiva aqui defendida, sem que se leve em conta a forma de inserção do sujeito no campo da linguagem e o modo peculiar como lida com seu universo de signicantes. Caminhamos, a partir daí, para uma conclusão que parte de uma proposta de enodamento entre AT, Reforma Psiquiátrica e clínica da psicose. Discutimos as maneiras possíveis de amarração e produção de laço social da psicose durante um AT, em sua dimensão subjetiva e social, enquanto acompanhante e acompanhado circulam pela cidade, tomando a foraclusão enquanto uma possibilidade de inclusão que realmene faça sentido para o sujeito.


  • Mostrar Abstract
  • Therapeutic Accompaniment (TA) emerges in the 1970s in Argentina as a possibility to provide a new place for the occupation of madness. The work, which is mainly distinguished by the mobile setting, is the result of the Psychiatric Reform that questions the place given to madness. The brazilian reformist process has been advancing, but even so, there is criticism, in the field of psychoanalysis, pointing out it separates what is clinical and what is political, in other words, between what is subjective and what is social when related to madness. We believe psychoanalysis has a commitment to its time issues and needs to pay attention to the social phenomena that surrounds it. Therefore, in order to make the interaction between psychoanalysis and therapeutic accompaniment we propose the applied psychoanalysis method, which seeks to work with these phenomena that are beyond the traditional setting. This phenomenon studied here, the TA, is not necessarily clinical. The several ways of approaching it, sometimes, do not even bring this element as a theoretical discussion point. However, in this work, we defend the TA as a clinical apparatus, guided by the psychoanalytic clinic of psychoses, in order to overcome this existing barrier in the reformist process which separates the social from the subjetive and, consequently, ends up producing chronification. TA that allows the questioning of inclusion while adapting to the social norm cannot be done, in the perspective defended here, without taking into account the means of insertion of the individual in the field of language and the peculiar way in which he deals with his universe of signifiers. From there, we move towards a conclusion that starts from a proposal of enoding between TA, Psychiatric Reform and psychosis clinic. We discuss the possible ways of tying and production of a psychosis social bond during TA, in its subjective and social dimension, while companion and accompanied move around the city, taking the foreclosure as a possibility of inclusion that really makes sense to the subject.

13
  • AMANDA FURLAN MARQUES
  • LIFE DESIGN E MATURIDADE PARA ESCOLHA PROFISSIONAL DEESTUDANTESDO ENSINO MÉDIO

  • Orientador : TATIANA CURY POLLO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA PORTO NORONHA FAGUNDES
  • MARCO ANTONIO SILVA ALVARENGA
  • MONIA APARECIDA DA SILVA
  • TATIANA CURY POLLO
  • Data: 26/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O Life design é um paradigma de abrangência mundial utilizado para nortear intervenções em trajetória de vida, incluindo projeto de carreira, que pode ser mensurado por meio do construto maturidade. O objetivo principal da presente dissertação foi contribuir com conhecimentos sobre intervenções de orientação profissional baseadas neste paradigma para estudantes do ensino médio. Para isso, foram realizados dois estudos: o primeiro de revisão sistemática e o segundo empírico. A revisão sistemática de literatura foi realizada utilizando diretrizes da metodologia PRISMA, para verificar estudos que investigaram intervenções de orientação profissional fundamentadas no life design em estudantes do ensino médio. Foram feitas buscas de estudos publicados nos últimos 15 anos, nos indexadores PsycINFO, SAGE, SciELO, Science Direct, Scopus e Web of Science, com descritores conhecidos na temática. Após a adoção de critérios de inclusão e exclusão restaram quatro estudos. Os resultados dos estudos indicaram que as intervenções de carreira utilizadas foram eficazes. Entretanto, deparou-se com um número reduzido de estudos na temática com a população-alvo em questão. Ademais, constatou-se algumas limitações, sendo as principais de amostra e carência de dados comparativos e descritivos. Diante dos resultados da revisão sistemática, justificou-se a realização de um novo estudo empírico para investigar os efeitos das intervenções fundamentadas no life design em estudantes do ensino médio, contendo dados descritivos e comparativos (Estudo 2). A amostra contemplou estudantes de ambos os sexos de escolas públicas e particulares, atendidos em duas modalidades e dois semestres distintos. Os resultaram indicaram que o modelo de intervenção utilizado pode ser correlacionado ao aumento da maturidade para escolha profissional. Sugere-se para pesquisas futuras contemplar todas as séries do ensino médio e integrar análises quantitativas e qualitativas.


  • Mostrar Abstract
  • Life design is a world-wide paradigm used on interventions in life trajectory, including career design, which can be measured by maturity. The main goal of this dissertation was to contribute to the knowledge about the vocational guidance applied in this paradigm for high school students. Two studies were carried out: the first is a systematic review and the second is empirical. A systematic review of the literature was performed using the PRISMA method, to verify studies that investigated vocational guidance based on the life project of high school students. Searches of studies published in the last 15 years were made using PsycINFO, SAGE, SciELO, Science Direct, Scopus and Web of Science indexes, with descriptors known in the subject. After the adoption of an inclusion and exclusion criteria, four studies remained in the study. The results of the studies indicate that the career interventions used were effective. However, there was a small number of studies on the subject with the target population in question. In addition, some limitations were found, the main ones being the main samples and lack of comparative and descriptive data. In view of the results of the systematic review, a new empirical study was justified to investigate the effects of interventions based on the life design in high school students, containing descriptive and comparative data (Study 2). The sample included students of both sexes from public and private schools, who did the intervention in two modalities and two different semesters. The results indicate that the intervention model used can be correlated with increasing maturity for professional choice. It is suggested that future research to contemplate all grades of high school and integrate quantitative and qualitative analyzes.

14
  • WELLIGTON MAGNO DA SILVA
  • PRECONCEITO E VIOLÊNCIA CONTRA HOMENS GAYS UNIVERSITÁRIOS: ANÁLISE DE PROCESSOS DE HIERARQUIZAÇÃO  E INFERIORIZAÇÃO SOCIAL

  • Orientador : CELSO FRANCISCO TONDIN
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELSO FRANCISCO TONDIN
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
  • SILVIA MARIA MELO GONCALVES
  • MARCO AURÉLIO MÁXIMO PRADO
  • Data: 27/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Magno-Silva, Welligton (2020). Preconceito e violência contra homens gays universitários: análise de processos de hierarquização e inferiorização social. Dissertação de mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia PPGPSI/UFSJ, Departamento de Psicologia, Universidade Federal de São João del-Rei. São João del-Rei, Minas Gerais.

     

    Esta dissertação objetivou compreender como o preconceito, enquanto mecanismo de manutenção das relações de poder e hierarquização social, atua no contexto da Universidade, frente à realidade de alunos não heterossexuais. Este estudo está inscrito no tipo de metodologia denominada participatória e reivindicatória, levando em consideração seu comprometimento com uma agenda política que busca a transformação da realidade social de pessoas historicamente vulnerabilizadas, de modo que os resultados do estudo  não produzam mais sofrimento e exclusão. Além disso, esta perspectiva coloca no cerne de suas análises aspectos específicos de questões sociais, como por exemplo, desigualdade, opressão, relações de poder, dominação etc. O presente estudo foi realizado em três campi de uma universidade federal do interior de Minas Gerais. Participaram da pesquisa sete alunos regularmente matriculados em diferentes cursos de graduação desta universidade. Para alcançar o objetivo proposto, numa tentativa de caminhar para além dos limites da produção discursiva do preconceito que naturaliza as violências diárias contra não heterossexuais, produzindo formas subalternas de existência, optou-se por escutar estudantes autodeclarados homens gays. Assim, numa primeira etapa, realizaram-se entrevistas narrativas, consideradas como uma forma de entrevista não estruturada e em profundidade em que o pesquisador encoraja seus sujeitos de pesquisa a contar histórias sobre algum acontecimento importante de sua vida e do contexto social. Na segunda etapa, efetivou-se um grupo focal com os participantes. Para além de um recurso metodológico complementar às narrativas, esta ferramenta é tida como uma potente estratégia política de enfrentamento aos sistemas heteronormativos, considerando a capacidade humana de formar opiniões críticas a partir da interação com outros indivíduos. Foi considerada para interpretação dos dados produzidos a análise crítica do discurso, utilizada em perspectivas feministas, a partir de contribuições foucaultianas. Nesse sentido, nossas interpretações levaram em conta os pressupostos de interseccionalidade, reflexividade e situacionalidade para a compreensão do fenômeno em questão, colocando no cerne de nossas análises, as relações de poder. Podemos constatar, a partir da escuta de homens  gays universitários,  que há aspectos em comum às experiências de preconceito em suas trajetórias. Assim, anteriormente ao acesso à Universidade, instâncias sociais, como por exemplo, ambientes familiares, educacionais e religiosos, que deveriam assumir o papel na proteção e bem- estar individual e coletivo de sujeitos em seu processo de subjetivação, inscritos na lógica heteronormativa, assumem o papel de reprodutoras dos mecanismos de ocultamento das experiências gays. Ao ingressarem em um curso de graduação, estes estudantes continuam enfrentando as dinâmicas de preconceito através do “armário” da Universidade, seja pela violência explícita seja pela omissão e silenciamento institucionais em relação às situações de preconceito que lhes dizem respeito. Além disso, a forma como cada sujeito vivencia o preconceito, em maiores ou menores níveis, será influenciada pela área do conhecimento e pela própria localização do curso, na Universidade. Longe de polarizar o debate entre reprodução e mudança social, demonstramos como esta instituição, ao invés de produzir exclusão, pode assumir um papel preponderante de transformação da realidade social de não heterossexuais a partir da problematização da própria lógica heteronormativa.


  • Mostrar Abstract
  • Magno-Silva, Welligton (2020). Prejudice and violence against gay university men: analysis of processes of hierarchy and social inferiority. Master's thesis, Graduate Program in Psychology PPGPSI / UFSJ, Department of Psychology, Federal University of São João del-Rei. São João del-Rei, Minas Gerais.

     

    This dissertation aimed to understand how prejudice, as a mechanism for maintaining power relations and social hierarchy, operates in the context of the University,  in the face  of the reality of non-heterosexual students. This study is inscribed in the type of methodology called participatory and claiming, taking into account their commitment to a political agenda that seeks to transform the social reality of historically vulnerable people, so that the results of the study no longer produce suffering and exclusion. In addition, this perspective places specific aspects of social issues at the heart of its analysis, such as inequality, oppression, power relations, domination, etc. The present study was carried out on three campuses at a federal university in the interior of Minas Gerais. Seven students regularly enrolled in different undergraduate courses at this university participated in the research. To achieve the proposed objective, in an attempt to move beyond the limits of the discursive production of prejudice that naturalizes daily violence against non- heterosexuals, producing subordinate forms of existence, it was decided to listen to students who declared themselves to be gay men. Therefore, in a first stage, narrative interviews were carried out, considered as a form of unstructured and in-depth interview in which the researcher encourages his research subjects to tell stories about some important event in his life and the social context. In the second stage, a focus group was established with the participants. In addition to a methodological resource complementary to the narratives, this tool is seen as a potent political strategy to confront heteronormative systems, considering the human capacity to form critical opinions from the interaction with other individuals. Discourse analysis was used for the interpretation of the data produced, used in feminist perspectives, based on Foucauldian contributions. In this sense, our interpretations took into account the assumptions of intersectionality, reflexivity and situationality for the understanding of the phenomenon in question, placing power relations at the heart of our analyzes. We can see, from listening to gay university men, that there are aspects in common to the experiences of prejudice in their trajectories. Therefore, prior to access to the University, social instances, such as family, educational and religious environments, which should assume the role in the protection and individual and collective well-being of subjects in their subjectivation process, inscribed in the heteronormative logic, assume the role of reproducers of the mechanisms for hiding gay experiences. Upon entering an undergraduate course, these students continue to face the dynamics of prejudice through the “closet” of the University, either by explicit violence or by institutional omission and silencing in relation to the situations of prejudice that concern them. In addition, the way each subject experiences prejudice, to a greater or lesser degree, will be influenced by the area of knowledge and the location of the course at the University. Far from polarizing the debate between reproduction and social change, we demonstrate how this institution, instead of producing exclusion, can take a leading role in transforming the social reality of non-heterosexuals through the problematization of the heteronormative logic itself.

15
  • JULIANA SILVA DE CARVALHO
  • Judicialização das políticas públicas de saúde: implicações psicossociais para a identidade da pessoa com diabetes mellitus.

  • Orientador : MARCOS VIEIRA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELIMARA TEIXEIRA DE ALMEIDA
  • MARCELO DALLA VECCHIA
  • MARCOS VIEIRA SILVA
  • Data: 30/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Essa pesquisa propõe discussão sobre o tema de pesquisa “judicialização de saúde”. Sob a premissa de que as políticas públicas atuam na promoção da saúde, prevenção de ocorrência de agravos e recuperação dos doentes, merece destaque a importância da Psicologia no âmbito do sistema de saúde. Isso porque, partimos do pressuposto, que não se deve ater apenas ao direito que o sujeito faz jus em detrimento de seu próprio ser, suas emoções, a representação que este faz de sua doença e da possibilidade de cura, ou de melhorias no bem-estar que o levem a ter, de fato, qualidade de vida. N ão há de ser considerada tão só a doença, mas a existência e o sofrimento do sujeito para a consecução da integralidade da assistência, mais precisamente voltada ao diabético. A doença e seus desdobramentos são responsáveis por dois terços da carga de doenças no mundo, o Brasil está no 4° lugar no ranking dos países com maior número de pessoas com a doença. Assim, presente pesquisa se propõe compreender as implicações psicossociais do processo de judicialização da saúde para a identidade das pessoas com diabetes e como a aquisição de insumos e medicamentos para tratamento da diabetes, através da justiça, pode contribuir para o processo de inclusão psicossocial da pessoa com diabetes. Ainda, analisar comparativamente processos de inclusão psicossocial de pessoas contempladas e não contempladas pela ação judicial, e, por fim, compreender como a pertença a grupos de diabéticos (físico ou virtual) contribui para identidade grupal das pessoas com diabetes e para defesa das necessidades e direitos dos diabéticos. Para tanto foi proposta a realização desse estudo com as pessoas que entraram na justiça, os chamados sujeitos judicializados. Considerando que a APD de São João del-Rei é um espaço onde se encontram ou deveriam se encontrar tais sujeitos, buscou-se realizar a pesquisa com os associados que vivenciam a judicialização. A Associação é local de referência para os diabéticos da cidade. Ele é marcado por diversas ações sociais coletivas. No que se refere às estratégias metodológicas utilizadas para a produção dos dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os sujeitos judicializados, observação participante durante as reuniões realizadas na APD e diário de campo. Os resultados produzidos foram agrupados em categorias e subcategorias temáticas de análise, as quais possibilitaram constatar que o envolvimento dos sujeitos com a questão da judicialização fez com que eles pudessem vivenciar um processo de produção de uma nova identidade. O que ocorreu não apenas no sentido de sair da condição de assujeitado para sujeito, mas, senão sobretudo, de personagem-sem-assistência para personagem-sujeito-judicializado. Isso em se tratando de ganho, pois quanto às implicações da negativa dos pedidos estas produziram a figura do personagem-moribundo. Quanto à pertença a grupos, virtuais ou físicos, constatou-se que os sujeitos os  tomaram como referência para suas concepções de vida e para definição de sua própria identidade. A experiência de um ao ser compartilhada com o outro faz com que o sujeito se mova em prol da busca das melhores condições para ter qualidade de vida.


  • Mostrar Abstract
  • This research proposes a discussion on the research theme “judicialization of health”. Under the premise that public policies act in health promotion, prevention of the occurrence of injuries and recovery of patients, the importance of Psychology in the scope of the health system deserves to be highlighted. This is because, we start from the assumption, that one should not stick only to the right that the subject is entitled to the detriment of his own being, his emotions, the representation that he makes of his illness and the possibility of cure, or improvements in well-being. be that lead you to have, in fact, quality of life. Not only the disease should be considered, but the subject's existence and suffering to achieve comprehensive care, more precisely aimed at the diabetic. The disease and its consequences are responsible for two thirds of the disease burden in the world, Brazil is in the 4th place in the ranking of countries with the highest number of people with the disease. Thus, this research aims to understand the psychosocial implications of the process of judicialization of health for the identity of people with diabetes and how the acquisition of supplies and medicines for the treatment of diabetes, through justice, can contribute to the person's psychosocial inclusion process with diabetes. Also, comparatively analyzing processes of psychosocial inclusion of people contemplated and not contemplated by the lawsuit, and, finally, understanding how belonging to groups of diabetics (physical or virtual) contributes to the group identity of people with diabetes and to the defense of needs and rights diabetics. It was proposed to conduct this study with the people who went to court, the so-called judicialized subjects. Considering that the São João del-Rei DPA is a space where such subjects are or should be found, we sought to carry out the research with the subjects who experience judicialization. The Association is a reference place for diabetics in the city. It is marked by several collective social actions. With regard to the methodological strategies used for the production of the data, semi-structured interviews were carried out with the judicialized subjects, participant observation during the meetings held in the APD and the field diary. The results produced were grouped into thematic categories and subcategories of analysis, which made it possible to verify that the subjects' involvement with the issue of judicialization made it possible for them to experience a process of producing a new identity. What happened not only in the sense of leaving the condition of subject to subject, but, above all, from character-without-assistance to character-subject-judicialized. This when it comes to gain, because as for the implications of denying requests, these produced the figure of the dying character. As for belonging to groups, virtual or physical, it was found that the subjects took them as a reference for their conceptions of life and for the definition of their own identity. The experience of one when being shared with the other makes the subject move in search of the best conditions to have quality of life.

16
  • ARIELLE GOMES MARTINS
  • Redução de vulnerabilidades para adolescentes em contexto escolar: estudo de caso de uma oficina em dinâmica de grupo

  • Orientador : MARCELO DALLA VECCHIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
  • JOSE RODRIGUES DE ALVARENGA FILHO
  • MARCELO DALLA VECCHIA
  • TATIANA DE CASTRO AMATO LOCATELLI
  • Data: 30/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • -


  • Mostrar Abstract
  • -

17
  • JÚLIA MARIA GIROTTO AGOSTINI
  • Habilidades sociais educativas de pais de crianças com transtorno do espectro autista: revisão de literatura e estudo empírico.

  • Orientador : LUCAS CORDEIRO FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • TALITA PEREIRA DIAS
  • LUCAS CORDEIRO FREITAS
  • MONIA APARECIDA DA SILVA
  • Data: 31/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Título: Habilidades sociais educativas de pais de crianças com transtorno do espectro autista: revisão de literatura e estudo empírico.

    Crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) possuem déficits consistentes em habilidades sociais, configurando-se em um grupo prioritário para estudos e intervenções nessa área. De modo geral, as habilidades sociais educativas (HSE) dos pais constituem um repertório empiricamente associado às habilidades sociais de seus filhos. No entanto, há escassez de estudos a respeito da relação específica entre HSE de pais e as HS de crianças com autismo. O presente trabalho dividiu-se em dois estudos. O Estudo I consistiu na revisão da literatura existente sobre HSE de pais de crianças com TEA, descrevendo artigos que caracterizaram esse repertório e realizando uma análise de correspondência, por dupla de juízes, entre comportamentos parentais estudados e o Sistema de Habilidades Sociais Educativas (SHSE) de Del Prette e Del Prette (2008). A busca foi realizada nos indexadores LILACS, Scielo, PubMED, ScienceDirect e PsycINFO, para verificar a literatura existente com a combinação de descritores selecionados. Evidenciou-se a ausência de artigos publicados utilizando-se da terminologia conforme definida pelos autores do SHSE. No entanto, através da utilização de outros conceitos, foram identificados comportamentos parentais estudados nos artigos de língua inglesa correspondentes àqueles do SHSE. Evidenciou-se que as classes de HSE de monitorar positivamente e transmitir conteúdos de habilidades sociais foram as mais frequentemente abordadas. O Estudo II caracterizou o repertório de HSE dos pais/cuidadores de 62 crianças com TEA da microrregião do Campo das Vertentes e as variáveis sociodemográficas e clínicas associadas. Além disso, investigou-se a correlação e o grau de predição entre as HSE dos cuidadores principais e as habilidades sociais de seus filhos. Para tanto, utilizou-se os instrumentos IHSE e o SSRS. A caracterização do repertório parental e das crianças mostrou um desempenho abaixo da amostra normativa dos instrumentos. As HSE de pais foram positivamente correlacionadas às habilidades sociais das crianças, com TEA. O estabelecimento de limites e a indução de disciplina, por exemplo, estiveram relacionados à responsabilidade, afetividade/cooperação, civilidade e desenvoltura social das crianças. A habilidade de conversar/dialogar foi forte preditora das habilidades sociais das crianças, sugerindo-se que o diálogo pode assumir funções importantes dentro da parentalidade, seja de instrução, modelação ou modelagem do comportamento infantil.


  • Mostrar Abstract
  • Title: Educational social skills of parents of children with autism spectrum disorder:

    literature review and empirical study.


    Children with Autistic Spectrum Disorder (ASD) have consistent deficits in social skills, becoming a priority group for studies and interventions in this area. In general, parents' educational social skills (ESS) constitute a repertoire empirically associated with their children's social skills. However, there is a lack of studies on the specific relationship between ESS of parents and HS of children with autism. The present work was divided into two studies. Study I consisted of reviewing the existing literature on SES of parents of children with ASD, describing articles that characterized this repertoire and performing a correspondence analysis, by a pair of judges, between studied parental behaviors and the Educational Social Skills System (ESSS) by Del Prette and Del Prette (2008). The search was performed using the LILACS, Scielo, PubMED, ScienceDirect and PsycoINFO indexers, to check the existing literature with the combination of selected descriptors. The absence of published articles was evidenced using the terminology as defined by the authors of the SESS. However, through the use of other concepts, parental behaviors studied in the English language articles corresponding to those in the ESSS were identified. It became evident that the ESS classes of monitoring positively and transmitting content of social skills were the most frequently addressed. Study II characterized the ESS repertoire of parents/caregivers of 62 children with ASD in the Campos das Vertentes micro-region and the associated sociodemographic and clinical variables. In addition, the correlation and the degree of prediction between the SES of the main caregivers and the social skills of their children were investigated. For this purpose, IHSE and SSRS instruments were used. The characterization of the parental and children's repertoire showed a performance below the normative sample of the instruments. Parents' ESS were positively correlated with children's social skills, with ASD. The establishment of limits and the induction of discipline, for example, were related to children's responsibility, affectivity/cooperation, civility and social resourcefulness. The ability to converse/dialogue was a strong predictor of children's social skills, suggesting that dialogue can take on important roles within parenting, whether instruction, model or modeling child behavior.

18
  • ARNALDO MESQUITA SANTOS JÚNIOR
  • EDUCAÇÃO, GÊNERO E SEXUALIDADE: SABERES E ESTRATÉGIAS QUE SE (RE)PRODUZEM NO COTIDIANO DA ESCOLA

  • Orientador : LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELSO FRANCISCO TONDIN
  • CLAUDIO EDUARDO DE RESENDE ALVES
  • ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • Data: 01/04/2020

  • Mostrar Resumo
  • Santos Júnior, A.M. (2020). Educação, gênero e sexualidade: saberes e estratégias que se (re)produzem no cotidiano da escola. Dissertação de mestrado, Programa de Pós Graduação em Psicologia, Universidade Federal de São João del-Rei, São João del-Rei.


    Como se (des)faz gênero e sexualidade no cotidiano da educação escolar? Esta pergunta, e algumas experiências docentes me levaram a questionar e tentar verificar como o gênero e a sexualidade se (re)produzem no cotidiano da/na educação escolar. A partir da minha experiência docente, verificamos, através de uma pesquisa de observação participante, baseada numa etnografia de cenas escolares, quais as estratégias para a (re)produção das normas de gênero e sexualidade, assim como quais as estratégias utilizadas ou utilizáveis para resistir a estas normas. A partir da produção de um diário de campo, pude elencar cinco atos, que trazem em si estas estratégias, sendo: primeiro ato: “brincando se pode dizer tudo, até a verdade”, onde acontecem cenas de brincadeirinhas “comuns” do/no cotidiano da escola. Brincadeirinhas que a priori não parecem nada demais, mas que por traz delas, se escondem, se (re)produzem normas de gênero e normas sobre (a boa) sexualidade. Segundo ato: “seu sussurrar a pedir pra fuder”, cenas que trazem em si, questões relacionadas as práticas sexuais, suas formas, possibilidade e também curiosidades e dúvidas. Terceiro ato: “pois como ama aquilo que desconhece?”, cenas que tratam do preconceito, comum no cotidiano das escolas, pouco ou nada problematizado, e que colabora na manutenção de normas e valores. Quarto ato: “o machismo nosso de cada dia nos daí hoje”, cenas onde o machismo se impõe, seja diretamente contra as mulheres, seja de forma internalizada, mas sempre como mecanismo (preconceituoso) para reiterar a violência de gênero. E por fim, o quinto ato: “nos resistirmos, porque nos existimos”, que traz uma cena, que envolve a questão do nome social de uma aluna trans. Todas estas cenas, nos levaram a problematizar a escola, reforçando a ideia de que a escola é um espaço e uma instituição héteronormativa (e violenta), e que esta héteronormatividade se reproduz no cotidiano na escola, sem muitas problematizações e com poucas (possibilidades) de resistência. As cenas também revelam e reforçam as fraquezas destas normas, assim como as possibilidades de se (continuar) resistindo a elas, produzindo uma pedagogia do reconhecimento, e produzindo uma escola que seja, de fato, local e espaço dos (des)encontros, local e espaço de liberta-ação, um espaço ondem caibam todas e todos, e que colabore, a partir desta sua característica marcante, na construção de uma democracia cada vez mais plena e forte. Para além, ainda discutimos algumas questões quanto as (im)possíveis  colaborações  da  Psicologia  ao  campo  da  educação,  e  principalmente  da educação escolar, questionando se no campo e no espaço cotidiano da educação, e principalmente de educação escola, a Psicologia se manterá normativa ou conseguira avançar nos debates e na produção de teorias e práticas outras.


  • Mostrar Abstract
  • Santos Júnior, A.M. (2020). Education, gender and sexuality: knowledges and strategies of (re)produce in the daily life of school. Dissertação de mestrado, Programa de Pós Graduação em Psicologia, Universidade Federal de São João del-Rei, São João del-Rei.


    How you (un)do the gender and sexuality in the daily life of school education? This question, and some teaching experiences led me to question and try to verify how gender and sexuality (re)produce in the daily life of/in school education. From my teaching experience, we verified, through a participant observation research, based on an ethnography of school scenes, what strategies of (re)production of gender and sexuality norms, as well as what strategies are used or usable to resist these norms. From the production of a field diary, I was able to list five acts, which bring in themselves these strategies, being: first act: "playing one can say everything, even the truth", where scenes of "common" jokes take place of the school's daily life. Jokes that a priori do not seem too much, but that behind them, hide, if (re)produce norms of gender and norms about (good) sexuality. Second act: "your whisper to ask to ‘fuck’", scenes that bring in themselves, issues related to sexual practices, their forms, possibility and also curiosities and doubts. Third act: "how do you can love what you don't know?", scenes that deal with prejudice, common in the daily life of schools, little or nothing problematized, and that collaborates in maintaining norms and values. Fourth act: "give us this day our daily ‘machismo’", scenes where ‘machismo’ imposes itself, either directly against women, either internally, but always as a mechanism (prejudiced) to reiterate gender violence. And finally, the fifth act: "resist, because we exist", which brings a scene, which involves the question of the social name of a trans student. All these scenes, led us to problematize the school, reinforcing the idea that the school is a space and a heteronormative (and violent) institution, and that this heteronormativity reproduces in everyday life in school, without many problematizations and with few (possibilities) of resistance. The scenes also reveal and reinforce the weaknesses of these norms, as well as the possibilities of (continuing) resisting them, producing a pedagogy of recognition, and producing a school that is, in fact, local and space of (mis)matching, place and space of free-action, a space where they fit
    ‘all’(any gender), and that collaborates, from this remarkable characteristic, in the construction of an increasingly full and strong democracy. In addition, we also discuss some issues regarding (im)possible collaborations of Psychology in the field of education, and especially at school education, questioning if in the field and in the daily space of education, and especially school education, Psychology will remain normative or will be able to advance in debates and in the production of other theories and practices.

19
  • ELOISA APARECIDA DE CASTRO
  • As vicissitudes do desejo e da culpa representadas pela trajetória da personagem Raskólnikov, de Dostoiévski

  • Orientador : PEDRO SOBRINO LAUREANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEONARDO PINTO DE ALMEIDA
  • MARIA GLAUCIA PIRES CALZAVARA
  • PEDRO SOBRINO LAUREANO
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 02/04/2020

  • Mostrar Resumo
  • Castro, E. A. (2020). As vicissitudes do desejo e da culpa representadas pela trajetória da personagem Raskólnikov, de Dostoiévski. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós- graduação em Psicologia, Universidade Federal de São João del-Rei, São João del-Rei/MG.

     

    A ligação entre a psicanálise, a mitologia e a literatura remonta aos primórdios da teoria psicanalítica, dado o profícuo interesse de seu criador, Freud, nas mais diversas manifestações artísticas e culturais da humanidade. Tendo estas como representantes de um saber que se antecipa ao perseguido pela psicanálise, isto é, um saber a respeito do inconsciente, tais expressões figuram em grande quantidade nos textos freudianos, auxiliando na exemplificação ou até mesmo na explanação dos principais conceitos, como é o caso do complexo de Édipo, do narcisismo, da interpretação dos sonhos e de muitos outros. Do mesmo modo, destacam-se o amplo interesse destinado por Freud à criação artística e a importância da fantasia e da sublimação como elementos fundamentais para a constituição subjetiva do sujeito, bem como para a construção de uma forma saudável e socialmente referendada de funcionamento dos sujeitos em meio às exigências de refreamento pulsional, marcados pelas imposições sociais, que a todo tempo requisitam dos sujeitos determinados comportamentos, tidos como aceitáveis, e recriminam ou punem outras atitudes, compreendidas como inaceitáveis. Além disso, vê-se, nessas concepções, a possibilidade de uma via para se lidar com a angústia. A presente pesquisa foi direcionada a partir da premissa dos questionamentos a respeito desta necessidade de obter satisfação pulsional, mas assente de que os desejos encontram barreiras sociais para se efetivarem, posto serem permeados por atividades veementemente proibidas como o incesto e o parricídio. Deslindando pelos caminhos, tortuosos, do desejo, analisa-se a estreita relação entre este e o sentimento de culpa. Visto que tais conceitos estão diretamente entrelaçados com outras noções psicanalíticas fundamentais, percorre-se o desejo a partir dos sonhos, do inconsciente e da pulsão. Já na transição entre o desejo e a culpa, analisa-se o complexo de Édipo e a formação do supereu como instância psíquica indispensável para a investigação tocante ao sentimento de culpa. Este foi identificado como um tema de importância cabal para a teoria psicanalítica, sendo encontradas diversas menções a esse sentimento ao longo da teoria freudiana, contudo localiza-se esta pesquisa entre 1894 e 1930, demonstrando uma evolução teórica a respeito do tema. Por fim, seguindo o modelo tantas vezes aplicado por Freud, busca- se na literatura um modelo que nos parece significativo para explorar os conceitos pesquisados, a obra “Crime e Castigo”, do escritor russo Fiódor Dostoiévski (1866/2001). A escolha dessa obra atendeu tanto a um interesse particular pelo referido romancista como também a um recorte dentro da literatura moderna tendo esse escritor como um dos mais consagrados romancistas capazes de captar o sofrimento humano e sua experiência diante da irremediável condição de mal-estar. Dessa forma, Raskólnikov nos remete às expressões do sofrimento psíquico diante do fracasso em alcançar satisfação e obter algum êxito na tentativa de se esquivar do sentimento de culpa. Nossa análise nos apontou para a construção a respeito do romance familiar do jovem personagem e à recorrente exigência de que a lei simbólica lhe assegure o reconhecimento como culpado. Finalmente, seguindo adiante na identificação de mecanismos apropriados para lidar com o mal-estar, encontra-se em Lacan, com seu savoir y faire, um conceito que nos afigurou como indispensável para a amarração erigida pela personagem, que parece alcançar alguma satisfação ao ser reconhecido como criminoso. Com isso, sugere-se que a personagem apazigua sua trajetória de purgação, podendo, a partir de então, erigir uma nova construção de vida, um saber fazer com o sofrimento, que passa a incluir até mesmo amar e ser amado.


  • Mostrar Abstract
  • Castro, E. A. (2020). The vicissitudes of desire and guilt represented by the trajectory of the character Raskólnicov, of Dostoiévski. Master’s Dissertation, Postgraduate Program in Psychology, Federal University of São João del-Rei, São João del-Rei/MG.

     

    The link between psychoanalysis, mythology and literature goes back to the beginning of psychoanalytic theory, given the fruitful interest of its creator, Freud, in the most diverse artistic and cultural manifestations of humanity. Having these as representatives of a knowledge that anticipates what is pursued by psychoanalysis, that is, a knowledge about the unconscious. Such expressions appear in a large quantity in Freudian texts, helping in the exemplification or even in the explanation of the main concepts, as is the case of the Oedipus complex, narcissism, dream interpretation and many others. Likewise, Freud's widespread interest in artistic creation and the importance of fantasy and sublimation as fundamental elements for the subject's subjective constitution, as well as for the construction of a healthy and socially endorsed way of functioning of the subjects stand out amidst the demands of drive restraint, marked by social impositions, that at all times demand certain behaviors from subjects, considered as acceptable, and recriminate or punish other attitudes, understood as unacceptable. In addition, in these conceptions, the possibility of a way to deal with anguish is seen. The present research was redirected from the premise of the questions regarding this need to obtain drive satisfaction, based on the fact that desires encounter social barriers to become effective, since they are permeated by vehemently prohibited activities such as incest and parricide. Traveling the tortuous paths of desire, we analyze the close relationship between desire and guilt. Since these concepts are directly intertwined with other fundamental psychoanalytical notions, we seek desire from dreams, the unconscious and the drive. In the transition between desire and guilt, we analyzed the Oedipus complex and the formation of the superego as an indispensable psychic instance for the investigation regarding the feeling of guilt. This was identified as a topic of utmost importance for psychoanalytic theory, with several references to this feeling found throughout Freud's theory. However, we located our research between 1894 and 1930, demonstrating a theoretical evolution on the subject. Finally, following the model so often applied by Freud, we searched the literature for a model that seems significant to us to explore the researched concepts, the work Crime and Punishment by the Russian writer Fiódor Dostoiévski (1866/2001). The choice of this work met both a particular interest in the referred novelist as well as a cut in modern literature, having this writer as one of the most acclaimed novelists capable of capturing human suffering and his experience in the face of irremediable malaise. In this way, Raskólnikov brings us to the expressions of psychic suffering in the face of the failure to achieve satisfaction and achieve some success in trying to evade the feeling of guilt. Our analysis pointed us to the construction regarding the young character's family novel and the recurring demand that the symbolic law assures him recognition as guilty. Finally, moving forward in the identification of appropriate mechanisms to deal with malaise, we find in Lacan, with his savoir y faire, a concept that seemed to us to be indispensable for the mooring erected by the character, which seems to achieve some satisfaction by being recognized as criminal. With this, it is suggested that the character soothes his purging trajectory, being able, from then on, to erect a new construction of life, a know-how with suffering, which includes even loving and being loved.

20
  • ELIZABETH FÁTIMA TEODORO
  • A PAIXÃO DO FEMININO: elementos de metapsicologia para uma erótica feminina

  • Orientador : WILSON CAMILO CHAVES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DOUGLAS NUNES ABREU
  • MARDEM LEANDRO SILVA
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 23/04/2020

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação é uma investigação teórica fundamentada na psicanálise, em especial nos textos de Freud, e pretende relacionar o masoquismo feminino com a sexualidade feminina em articulação com a fantasia. Com esse fim, utiliza a literatura como recurso metodológico para dissertar sobre a hipótese de que um possível traço feminino da fantasia, mesmo circunscrito na dinâmica do masoquismo feminino, propõe- se como uma atividade singular, uma paixão, funcionando como um artifício de Eros para capturar o universo fantasístico do outro amado. Para tanto, trilhou-se dois campos do saber, psicanálise e literatura. O primeiro se pautou em um resgate das teorias freudianas sobre a sexualidade feminina, feminino, fantasia e masoquismo feminino que possibilitou localizar elementos da metapsicologia para uma erótica feminina. Nesses termos, ressalta- se que Freud trata do aspecto tópico ao evidenciar que a sexualidade feminina está cernida pela fantasia que se constitui enquanto núcleo da realidade psíquica. Do ponto de vista dinâmico, apresentamos como o amor incestuoso, na menina, precisa ser recalcado e como o sentimento de culpa surge em decorrência desse trânsito inconsciente-consciente. Destacou-se ainda o fator econômico a partir da apresentação das posições (passividade- atividade) que o feminino assume frente ao objeto de desejo que vão ser sintetizadas nos termos da hipótese desta investigação. Por outro lado, o viés literário permitiu avançar teoricamente nas formulações de Freud sobre o feminino, no ponto em que se percebeu a erótica feminina em ato por meio de duas respostas singulares, uma da escritora Anne Cécile Desclos e outra da personagem “O”. Desse modo, lemos na passividade de ambas produções eróticas que buscam soluções criativas para a paixão do feminino. Assim, a pesquisa permitiu depreender que o masoquismo feminino pode ser pensado enquanto um artifício de Eros, tanto para capturar a fantasia masculina como para tornar-se mulher, posto que por trás da posição de passividade, verifica-se considerável atividade por parte da mulher.


  • Mostrar Abstract
  • The present dissertation is a theoretical investigation based on psychoanalysis, especially in Freud's texts, and this study intends to relate female masochism with female sexuality in conjunction with fantasy. To that end, it uses literature as a methodological resource to discuss the hypothesis that a possible feminine trait of fantasy proposes itself as a singular activity, a passion, functioning as an artifice of Eros to capture the fantasy universe of the other beloved. All of this even circumscribed in the dynamics of female masochism. To this end, two fields of knowledge were explored, psychoanalysis and literature. The first was based on a rescue of Freudian theories on female sexuality, feminine, fantasy and female masochism that made it possible to locate elements of metapsychology for an erotic feminine. In these terms, this work emphasizes that Freud deals with the topical aspect by showing that female sexuality is surrounded by the fantasy that constitutes itself as the nucleus of psychic reality. From a dynamic point of view, we present how incestuous love needs to be repressed in the girl and how the feeling of guilt arises as a result of this unconscious-conscious transit. The economic factor was also highlighted from the presentation of the positions (passivity-activity) that the female assumes in relation to the object of desire that will be synthesized in terms of the hypothesis of this investigation. On the other hand, the literary bias made it possible to advance theoretically in Freud's formulations on the feminine, to the point where the feminine erotic act was perceived through two singular responses, one by the writer Anne Cécile Desclos and the other by the character “O”. Thus, we read in the passivity of both erotic productions that seek creative solutions for the passion of the feminine. Thus, the research allowed us to conclude that female masochism can be thought of as a device by Eros, both to capture male fantasy and to become a woman, since behind the passive position, there is considerable activity on the part of the woman .

21
  • CARINA APARECIDA DO VALE
  • AÇÕES DOCENTES NO ENSINO BÁSICO E O INGRESSO DE ALUNOS COM DIFERENÇA FUNCIONAL NO ENSINO SUPERIOR

  • Orientador : MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELSO FRANCISCO TONDIN
  • MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • NARA LIANA PEREIRA SILVA
  • Data: 29/04/2020

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa em nível de mestrado teve por objetivo identificar ações bem-sucedidas de professores que contribuíram, de algum modo, para que as pessoas com diferença funcional (deficiência) ingressassem no ensino superior. Grande parte da literatura sobre inclusão na educação tem se debruçado sobre as dificuldades e os desafios dos docentes, havendo ainda lacuna no conhecimento sobre práticas e atitudes que, do ponto de vista das pessoas com diferença funcional, podem contribuir para o desenvolvimento acadêmico delas. O estudo propôs-se a investigar e compreender quais práticas pedagógicas e/ou atitudes dos educadores foram determinantes para as pessoas com diferença funcional, tendo em vista a sua inclusão, aprendizagem e o desenvolvimento educacional do nível básico ao superior. Foram conduzidas entrevistas semiestruturadas com oito pessoas com diferença funcional e seis professores. Aqueles indicaram os docentes considerados por eles como referência em inclusão. Para análise dos resultados, foi utilizada a Análise de Conteúdo. As categorias de análise identificadas como as que contribuíram para as pessoas com diferença funcional foram: Atitudes e Estratégias do Professor, Apoio Familiar e Atividades Extraclasse. Detectou-se que o relacionamento interpessoal professor-aluno possui características específicas que favoreceram a inclusão. Há uma crença afetiva por parte do professor, direcionada ao aluno, substancial nesse processo, fazendo com que os discentes se sintam capazes de aprender e de ingressar no ensino superior. Além disso, o olhar do docente voltado para as potencialidades do aluno concretiza-se em ações e estratégias que possibilitam a aprendizagem significativa. A pesquisa indicou que a inclusão se constitui como um processo a ser construído em sala de aula, sendo o aluno com diferença funcional um dos principais aliados do educador na produção de métodos e estratégias. Ademais, as ações identificadas na atuação do professor têm como foco principal a aprendizagem do aluno. Isso reflete de forma positiva nos resultados obtidos e, consequentemente, confirma a crença afetiva por parte do professor, bem como ecoa na própria autopercepção da pessoa com diferença funcional. Por fim, a presença da família e as atividades extraclasse também foram variáveis que contribuíram para esse processo.


  • Mostrar Abstract
  • The purpose of this master thesis was to identify successful teachers actions that, somehow, contributed to people with functional diversity starting college. The research aimed to investigate and understand pedagogical practices and/or attitudes of educators that were crucial for people with functional diversity, in regard of their inclusion, learning and development from primary to tertiary education level. We carried out semi-structured interviews with eight people with functional differences and six teachers. The teachers we interviewed were nominated by people with functional differences as references of inclusion. In order to analyze the results, we used the Content Analysis. The categories of analysis verified were: Teacher Attitudes and Strategies, Family Support and Extra-Class Activities. We identified that interpersonal relationships between students and teachers have specific characteristics that favored the inclusion. There is an affective belief on the part of the teacher, directed at the student, which is substantial in this process, making these students feel capable of learning and going to the tertiary education level. In addition, when the teachers attention is directed to the student potential, their actions and strategies lead to the student development in a significant way. This researched showed that inclusion is a process to be built in the class room, and the student with functional difference is one of the main allies for the educator to produce methods and strategies. Furthermore, the identified actions in the teacher's performance are primarily focused on student learning, reflecting positively on their results, and consequently, confirming the teacher's emotional belief, besides to reflecting on the person's own self-perception of people with functional difference. Finally, the presence of the family and extra-class activities were variables that contributed to this process.

22
  • FERNANDA MARIANA SILVA SOUZA
  • Pressupostos conceituais para uma escuta psicanalítica em instituição de abrigamento de crianças e adolescentes

  • Orientador : FUAD KYRILLOS NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANGELA BUCCIANO DO ROSARIO
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • MARIA GLAUCIA PIRES CALZAVARA
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 09/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa aqui apresentada é fruto de desafios e impasses, os quais surgiram no trabalho de escuta de crianças e adolescentes, que vivem em um abrigo institucional, afastados do convívio familiar por terem sido expostos a situações de desamparos físico e psíquico, violência, negligência e outras formas de violação de seus direitos. Utiliza-se da teoria psicanalítica como referencial teórico que baliza a escuta de crianças e adolescentes. A psicanálise, em sua inserção institucional, propõe uma escuta do sujeito do inconsciente. Em contrapartida, a instituição se preocupa com o sujeito de direitos em sua condição de cidadão. Considerando essa tensão, elencamos os conceitos de sujeito e transferência como pressupostos conceituais para se pensarem a escuta psicanalítica, a inserção e a contribuição do analista na instituição. A partir dessas considerações, a questão que nos orienta é de que forma uma escuta qualificada que considere o sujeito, pode permitir a elaboração da situação de vulnerabilidade social vivida pelas crianças e adolescentes acolhidos. Desse modo, o trabalho de escuta se coloca nesta pesquisa como uma possibilidade de operar sobre o singular no interior do universal da instituição. Sendo assim, o Plano Individual de Atendimento (PIA), significativo instrumento preconizado nas orientações técnicas para serviços de acolhimento para crianças e adolescentes, poderá ser utilizado pelos psicanalistas que ali venham trabalhar a partir da escuta. Utilizamos como método de pesquisa a revisão bibliográfica associada à psicanálise aplicada e recorremos aos fragmentos de recordação das situações vividas no cotidiano institucional. Concluímos que há um lugar de escuta a ser considerado na instituição, que pode se dar sob transferência ou mesmo antes de esta ser instaurada. Há, também, um saber fazer do psicanalista, a partir dessa escuta, para permitir que algo seja transformado, possibilitando, assim, que o PIA possa ser efetivado de maneira que seja um instrumento que valorize o surgimento das singularidades dos acolhidos.


  • Mostrar Abstract
  • The research presented here is the result of challenges and impasses that emerged in the work of listening to children and teenagers that live in an institutional home, removed from family life for being exposed to situations of physical and psychic helplessness, violence, negligence, and other forms of rights violations. We use psychoanalytic theory as the theoretical framework that guides the listening of children and teenagers. Psychoanalysis, in its institutional insertion, proposes a listening of the subject of the unconscious, which manifests itself under transference; in return, the institution is concerned with the subject of rights in its condition as a citizen. Taking this tension into account, we refer to the concepts of subject and transference as conceptual premises to think about psychoanalytic listening and about the analyst’s insertion and contribution in the institution. Departing from these considerations, the question that guides us is how transference can contribute to the establishment of a listening that will allow the elaboration of the vulnerability situation of these subjects. That way, the work of listening under transference is present in this research as a possibility of operating on the singular in the interior of the universal of the institution. Therefore, the Individual Care Plan (PIA), an important tool proposed in the technical guidance for children and teenagers shelter services, can be used by psychoanalysts that eventually work there, starting from listening under transference. As the research method, we use bibliographic review associated with applied psychoanalysis and we turn to the fragments of memory of lived situations in the institutional daily life. We concluded that there is a place of listening under transference to be taken into consideration in the institution; there is also a psychoanalyst expertise, departing from that listening, that allows something to be transformed, allowing the PIA, upon being accomplished under transference, to be a tool that values the emergence of the singularities of the sheltered.

23
  • ANNA CAROLINE SOUSA SILVA
  • Articulações entre Psicanálise e Redução de Danos: convergências e divergências na atenção à toxicomania

  • Orientador : ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CYNARA TEIXEIRA RIBEIRO
  • ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 06/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • A discussão sobre as drogas, seus usos e consequências, tem sido pauta de acalorados debates nas últimas décadas, se tornando fundamental para a compreensão de aspectos cruciais que permeiam a sociedade atual. A toxicomania tem sido normalmente considerada um problema grave, tanto de saúde quanto de segurança pública, perpassando também questões morais, religiosas e econômicas. Diante disso, algumas formas de tratamento têm sido empregadas: internações em hospitais psiquiátricos, comunidades terapêuticas, grupos de mútua ajuda, tratamentos médicos e psicológicos e, mais recentemente, as estratégias de redução de danos. A redução de danos tem como finalidade minimizar os danos advindos do uso abusivo de drogas e proporcionar melhor qualidade de vida aos usuários, mesmo que não se interrompa o consumo. Assim, essa pesquisa surge com o intuito de investigar as possíveis articulações entre as estratégias de redução de danos e a psicanálise, levando-se em conta o atual contexto político, em que os diversos avanços alcançados no cuidado dos toxicômanos, principalmente com as práticas da redução de danos tem sido suprimidas por uma política proibicionista visando somente a abstinência do sujeito, além do profundo desmonte das políticas de saúde mental no país, como a perda de recursos e a priorização de outras estratégias. Dessa maneira, discutimos a constituição do paradigma proibicionista em relação às drogas, cujas concepções determinam a maneira em que as leis e os tratamentos são constituídos, a partir da apresentação de fatos históricos em torno do consumo. Apresentamos a Reforma Psiquiátrica, por sua importância para a produção de mudanças na forma de se considerar a doença mental, incluindo os usuários de álcool e outras drogas, que sofreram ao longo da história os mais diversos tipos de maus tratos, sendo submetidos a condições desumanas de sobrevivência. Além disso, as novas perspectivas colocadas pela Reforma Psiquiátrica possibilitaram que ideias, como a Redução de Danos, pudessem ser pensadas e utilizadas no país. Em seguida, discutimos as estratégias de Redução de Danos, a partir de seu surgimento, suas concepções e possibilidades para o cuidado e atenção aos sujeitos que fazem uso de álcool e outras drogas. Procuramos compreender a toxicomania a partir da teoria psicanalítica, para tanto, nos valemos de discussões em torno do diagnóstico em psicanálise e da discussão de três  conceitos principais: sintoma, compulsão à repetição e libido, pois podemos extrair importantes considerações acerca do nosso tema. Por fim, apresentamos possíveis articulações entre a redução de danos e a psicanálise, suas aproximações e distanciamentos e em que medidas ambas podem contribuir para o cuidado com os toxicômanos, partindo de uma primeira aproximação referente à abstinência de drogas.


  • Mostrar Abstract
  • The discussion about drugs, their usage and consequences, have been issue of hot debates in the last decades, becoming fundamental to understand crucial aspects that permeate our current society. Drug Addiction have been considered ordinarily a serious trouble in health as well as security, passing through moral, religious, economic questions. Exposed this, some manners of treatment have been worked: hospitalizations in psychiatric institutions, therapy communities, mutual help groups, psychological  and  medical  treatment  and,  more  recently, Damage Reduction Strategies. Damage Reduction Strategies have the object of reducing the damages coming from drug abuse and supply better life quality of drug users even not interrupting consumption. Thereby, this research arises with the purpose of investigating the possible linkages between harm reduction strategies and psychoanalysis, taking into account the current political context, in which the different advances achieved in the care of drug addicts, especially with the practices of harm reduction has been suppressed by a prohibitionist policy aimed only at the subject's abstinence, in addition to the profound dismantling of mental health policies in the country, such as the loss of resources and the prioritization of other strategies. Therefore, it is discussed the formation of prohibitionist paradigm in relation to drugs, whose conceptions set the manners in which the treatments and laws are constituted according to historical facts around their consumption. The Psychiatric Reform is introduced for its relevance to produce changes in the way of considering a mental disease, including alcohol and other drug users that suffered along the history many several types of bad treatments, have been submitted inhuman conditions of survival. Moreover, new perspectives placed by Psychiatric Reform enabled ideas, such as Damage Reduction, that could be thought and used in the country. After this, it was discussed Damage Reduction Strategies according to its outbreak, its conceptions and possibilities to care and attention of individuals who use alcohol and other drugs. Toxicomanie was understood according to psychoanalysis theory, therefore, it was considered discussions about psychoanalysis diagnosis and the discussion about three main concepts: symptom, repetition compulsion and libido, it was abstracted important considerations about the theme. In conclusion, it was introduced possible articulations between Psychoanalysis and Damage Reductions, their approaches and divergences and what measures could add to drug addicts care based on a first approach associated to drugs abstinence.

24
  • JÉSSICA SILVA GOIS
  • MEDICALIZAÇÃO: DISCURSO OU DISPOSITIVO DE UM DISCURSO?
    MARCAS DE UM SINTOMA CONTEMPORÂNEO

  • Orientador : ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE SIMÕES RIBEIRO
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • Data: 06/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação tem como tema a medicalização e os efeitos dos discursos vigentes sobre a produção de sintomas na contemporaneidade. Buscamos questionar se a medicalização é um discurso ou se ela trabalha em prol de um dispositivo específico. O método utilizado foi a revisão bibliográfica sob a forma de pesquisa qualitativa, utilizando ainda como método multicomponencial a cartografia. Dessa forma, desenvolvemos a nossa investigação nos seguintes eixos: sujeito da clínica e o medicamento como objeto social; sujeito e gadgets na sociedade de consumo; o que é um medicamento?; diagnósticos padronizados; a saúde como objeto de consumo; o discurso do capitalista e dispositivo e performance. Concluímos que a medicalização trabalha em prol do discurso capitalista, todavia, trata-se de um tema que carece de mais estudos, pois reflete diretamente nas novas formas de apresentação dos sintomas e como o sujeito posiciona-se frente a esses discursos. A pesquisa não pretendeu buscar uma finitude ou resposta ao tema, mas sim possibilidades e apontamentos para que dela novos estudos possam advir.


  • Mostrar Abstract
  • The present thesis investigates the practice of medicalization as well as the effects of current discourses on the production of symptoms in contemporary times. It aims at questioning whether medicalization is a discursive production or whether it operates on behalf of a specific apparatus. For this, a qualitative bibliographical research was carried out, combined with cartography as a multicomponent method. The research was based on the following keys: subject of the clinic and medication as a social object; subject and gadgets in the consumer society; what a medication is; standardized diagnostics; health as an object of consumption; capitalist discourse, apparatus and performance. The conclusion is that the practice of medicalization operates in favor of capitalist discourse. It is a theme that needs further study, as it directly reflects on new forms of presenting symptoms and how the subject positions himself in relation to that discursive production. This research is not intended to present a definitive response to the theme, but rather contribute with possibilities of insights so that new studies may come.

2019
Dissertações
1
  • CARMEN MARQUES LOPES
  • Supervisão de Saúde Mental no programa Médico de Família de Niterói: uma ferramenta de inclusão da Saúde Mental na Atenção Básica

  • Orientador : WALTER MELO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CASSIA BEATRIZ BATISTA E SILVA
  • TÚLIO BATISTA FRANCO
  • WALTER MELO JUNIOR
  • Data: 11/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • -


  • Mostrar Abstract
  • -

2
  • MARIA PAULA NAVES VASCONCELOS
  • FRAGMENTAÇÃO DO TRABALHO E DO CUIDADO A USUÁRIOS DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: DESAFIOS PERSISTENTES DA ATENÇÃO PSICOSSOCIAL EM UM CAPS-I DE UM MUNICÍPIO DE MÉDIO PORTE

  • Orientador : MARCELO DALLA VECCHIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CASSIA BEATRIZ BATISTA E SILVA
  • CLÁUDIA MARIA FILGUEIRAS PENIDO
  • MARCELO DALLA VECCHIA
  • Data: 18/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • A reforma psiquiátrica brasileira propiciou que práticas mais humanizadas compusessem o campo do cuidado em saúde mental, o que inclui a demanda decorrente do uso de álcool e outras drogas. O Centro de Atenção Psicossocial para álcool e outras drogas (CAPSad) trata-se de um serviço especializado para acolhimento desta demanda, e embasa-se em preceitos da luta antimanicomial e da clínica ampliada. Apesar de documentos que orientem quanto ao atendimento especializado, tais serviços não abrangem todos os municípios brasileiros atualmente. Em municípios cuja população seja inferior a 70 mil habitantes fica a cargo dos CAPS de atendimento geral (quando existentes) o tratamento das diferentes clientelas em saúde mental. Diante do atual cenário, de retrocessos nas políticas públicas, escassez de dispositivos e práticas de cuidado cronificadoras, buscou-se compreender as relações de cuidado a usuários de álcool e outras drogas dentro de uma equipe atuante em um CAPS-I de município mineiro de médio porte. O presente estudo tem caráter qualitativo e foi composto por grupo focal e observações participantes, a partir do que identificou-se aspectos que caracterizam a forma como acontece o acolhimento da referida demanda. Os resultados indicaram que o trabalho em equipe acontece de forma fragmentada, sem articulação com o território dos usuários e com priorização de ações particularizadas e ambulatoriais em detrimento de ações coletivas e comunitárias. O cuidado acontece com centralidade em intervenções médicas e as diferentes especialidades da equipe em alguns momentos apenas coexistem. Sobre a questão central do estudo, não parece haver planejamento e execução de atividades específicas para a população com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, o que indica necessidade de revisão da forma como os dispositivos da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) funcionam atualmente para acolhimento das diferentes demandas de forma adequada. Enfatiza-se a importância do investimento em estratégias de educação permanente em saúde, supervisão clínico-institucional e outras que possibilitem que o trabalho aconteça nos moldes da clínica ampliada e se aproxime da ideia de transdisciplinaridade.


  • Mostrar Abstract
  • Brazilian psychiatric reform has led to more humanized practices making up the field of mental health care, which includes the demand for alcohol and other drugs. The Center for Psychosocial Care for Alcohol and Other Drugs (CAPSad, in Portuguese) is a specialized service to meet this demand, and is based on precepts of anti-asylum and extended clinical care. Although documents that guide the specialized service, these services do not cover all the Brazilian municipalities currently. In municipalities whose population is less than 70 thousand inhabitants, CAPS for general care (when available) are responsible for the treatment of different mental health clients. In the face of the current scenario, of setbacks in public policies, shortage of devices and chroniform care practices, we sought to understand support relationships for alcohol and other drugs users within a multiprofessional team working in a CAPS-I in a medium-sized municipality. The current study is a qualitative research and was composed of a focus group and participant observations, from which it was possible to identify aspects that characterize the movement of professionals working in the service to receive the aforementioned demand. The results indicate that the team works in a fragmented way, without articulation with the users territory and with prioritization of individual and outpatient actions to the detriment of collective and community actions. Support takes place with centrality in medical interventions and the different specialties of the team at times only coexist. Regarding the central issue of the study, there does not seem to be any plan or execution of specific activities for the population with needs arising from the use of alcohol and other drugs, which indicate a need to review how psychosocial assistance network (RAPS) devices work to accommodate different demands properly. Emphasis is given to the importance of investing in strategies for ongoing health education, clinical and institutional supervision, and others that allow the work to take place on the lines of the extended clinic and approach the idea of transdisciplinarity.

3
  • ANELIZE CAROLINE SILVEIRA
  • Dependência da Internet: seguindo a controvérsia com a Teoria Ator-Rede

  • Orientador : MARIA DE FATIMA ARANHA DE QUEIROZ E MELO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRA CLEOPATRE TSALLIS
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • MARIA DE FATIMA ARANHA DE QUEIROZ E MELO
  • Data: 22/03/2019

  • Mostrar Resumo
  •  

    Neste trabalho, buscamos acompanhar a temática da Dependência da Internet e a construção de argumentos concorrentes que sustentam este fenômeno. Para a Teoria Ator-Rede (TAR), nossa abordagem teórico-metodológica, qualquer fenômeno pode ser compreendido a partir do seguimento dos atores humanos e não humanos na rede que o constitui. Por se tratar de um tema controverso, isto é, onde não há o consenso entre estudiosos e especialistas da área, trata-se de um momento privilegiado para testemunharmos as associações que são estabelecidas, assim como a diversidade e multiplicidade que caracterizam a possível dependência.Optamos por uma estrutura de texto narrativa com intenção de contar distintas versões sobre a Dependência da Internet e, para isso, vinculamos o que foi encontrado na revisão de literatura com as experiências pessoais postadas por usuários em redes sociais. Pudemos, assim, mapear e descrever como se articulavamos argumentos desta controvérsia. Verificamos que ainda não se tem uma posição definida sobre a existência ou não da dependência e que a ideia de uma relação entre homens e máquinas, sob o olhar da TAR, possibilitaria novascompreençõessobre o uso da internet. Uma vez que os atores interagem e se modificam constantemente, todas as afirmações e reflexões trazidas por este trabalhooferecem uma estabilização provisória do fenômeno investigado e não possuem a pretensão de padronizar comportamentos ou patologizar o uso.



  • Mostrar Abstract
  • In this work, we seek to follow the theme of Internet Dependence and the construction of competing arguments that support this phenomenon. For the actor-network theory (TAR), our theoretical-methodological approach, any phenomenon can be understood from the follow-up of the actors -human and non-human -in the network that constitutes it. Because it is a controversial topic, that is, where there is no consensus among scholars and specialists in the field, it is a privileged moment to witness the associations that are established, as well as the diversity and multiplicity that characterize the possible dependence. We opted for a narrative text structure with the intention of counting different versions of Internet Dependence, and for this we linked what was found in the literature review with the personal experiences posted by users in social networks. We were able to map and describe how the arguments of this controversy were articulated. We have verified that there is no definite position on the existence or not of dependence and that the idea of a relationship between men and machines, underthe watchful eye of the TAR, would enable new understandings about the use of the Internet. Since the actors interact and change constantly, all the affirmations and reflections brought by this work offer a provisional stabilization of the phenomenon investigated and do not have the pretense of standardizing behaviors or pathologizing the use.

4
  • ALEX ROBERTO NOGUEIRA DE REZENDE JUNIOR
  • Os impactos do contato com pessoas com diferenças funcionais nas concepções de deficiência de futuros gestores

  • Orientador : MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA RAQUEL ROSAS TORRES
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • Data: 28/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo deste estudo foi de verificar se o contato com pessoas com diferenças funcionais (termo utilizado para substituir “deficiência”) impacta nas concepções de deficiência de futuros gestores. Para contextualizar o tema foram utilizadas as discussões sobre o modelo social/diversidade de deficiência, sobre as concepções de deficiência como um parâmetro psicossocial e sobre a teoria do contato intergrupal. O estudo teve natureza quantitativa e qualitativa sendo realizado com uma amostra de 196 universitários dos últimos cinco períodos do curso de Engenharia de Produção e de Administração de uma Faculdade Particular. Concluiu-se que o contato intergrupal, vindo de uma maior interação social e de amizade com PcDF, principalmente em contextos valorizados socialmente, como a universidade, torna-se positivo, promovendo concepções mais inclusivas da deficiência o que permite a diminuição de preconceitos e discriminação, facilitando a inclusão destes na sociedade.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this study was to verify if the intergroup contact with people with functional 11 differences (term used to replace "deficiency") impacted the conceptions of deficiency of future managers. In order to contextualize the theme, the discussions on the social model / diversity of disability, on the conceptions of disability as a psychosocial parameter and on the theory of intergroup contact were used. The study had a quantitative and qualitative nature, being carried out with a sample of 196 university students from the last five periods of the Production Engineering and Administration of a Private Faculty. It was concluded that intergroup contact, coming from a greater social interaction and friendship with PcDF, mainly in socially valued contexts, such as the university, becomes positive, promoting more inclusive conceptions of the disability which allows the reduction of prejudices and discrimination , facilitating their inclusion in society

5
  • JAILSON SALVADOR DA SILVA
  • Entre o gozo feminino e a nominação Deus: uma questão litoral

  • Orientador : JULIO EDUARDO DE CASTRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ILKA FRANCO FERRARI
  • JULIO EDUARDO DE CASTRO
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 19/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • A investigação sobre o que estaria localizado na hiância gozo-Deus tem suas raízes na elaboração freudiana e desdobramentos clínicos até o último ensino de Lacan. Cada um dos termos desta pesquisa foi interrogado tendo em vista se haver com a pergunta de Lacan, no capítulo VI - “Deus e o gozo d’A Mulher”, do Seminário 20 - Mais, ainda (1972-73), que diz: “E por que não interpretar uma face do Outro, a face Deus, como suportada pelo gozo feminino?”. A presente pesquisa teve por objetivo estudar a provocação feita por Lacan sobre o que aproximaria o gozo feminino da face Deus a partir de O Seminário 20. Buscou-se, ainda, discutir sobre o campo epistemológico em que se localizam: contingência Deus em Freud e a Face Deus em Lacan; apresentou-se a inovação do conceito de gozo feminino para a discussão; elaborou-se a perspectiva litoral daquilo que existe entre o gozo feminino e a nominação Deus, em Lacan. Discorreu-se, então, sobre o primeiro termo desta pesquisa: A (não) relação com Deus na psicanálise. Partimos do aforismo lacaniano: “não há relação sexual”. O percurso se valeu da noção de contingência para designar o encontro faltoso de Freud com Deus, a experiência religiosa e a religião. Verificamos seus apontamentos sobre o termo ao longo da obra e destacamos os escritos que concentram as questões: O Futuro de uma Ilusão e Moisés e o Monoteísmo. À interrogação freudiana sobre o que é um pai, encontramos um movimento de báscula com a releitura de Lacan. Extraímos, então, de alguns Seminários e de alguns Escritos a abordagem lacaniana da categoria Deus. O segundo termo analisado na pesquisa foi: O feminino na psicanálise. Do sexo único à diferença sexual é um excurso introdutório à questão do feminino e uma aproximação ao estado da questão nos tempos de Freud. A investigação sobre a sexualidade feminina em Freud e a sexuação em Lacan foram articuladas a partir do pano de fundo das trocas conceituais com os feminismos em cada época. Ao abordar o gozo singular do falasser a partir da tábua da sexuação, uma associação conduziu a escrita para um exame do gozo místico e do delírio místico psicótico. Para tal, foram eleitos dois casos para demonstrar as diferenças do gozo místico ao gozo psicótico delirante. No último capítulo se propôs um ensaio de articulação intitulado: Gozo feminino como litoral da face de Deus. Partindo da noção de nominação, em que o nome enoda algo do real, tentamos situar a discussão no último ensino de Lacan, abrindo assim, um novo arco conceitual: da Satisfação ao Gozo no ensino de Lacan. Discorreu-se ainda sobre a ligação do significante ao gozo; sobre a lógica toda-fálica e não-toda-fálica, esta como um novo âmbito dado ao feminino na psicanálise e que aponta para a topologia litoral e suas implicações para a clínica psicanalítica.


  • Mostrar Abstract
  • A investigation about what would be localized in jouissance-God gap have your origins in freudien elaborations and clinical unfolding until the last teaching of Lacan. Each one of the principal points of this research was interrogate considering the Lacan question, in chapter VI – God and The Woman’s Jouissance, Seminar XX – Encore (1972-73), says: “And why don’t interpret a face of Other, a face of God, like suported by feminine jouissance?” This task’s objective was study the Lacan’s provocation about what approximate The Feminine Jouissance and The Face of God, based in XX Seminar. Searched too to discuss about the epistemological area where is localized: contingency God in Freud and the face of God in Lacan, showing a inovation of feminine jouissance concept, and an elaboration about the gap perspective what exist between the feminine jouissance and God’s nomination, in Lacan. So, was explained about the first point of this research: The (not) relation with God in psychoanalysis. We started in Lacanian aphorism: “There isn’t sexual relation”. In trajectory of this task, was used the notion of contingency for to designate the faulty meet from Freud with God, with the religious experience and with the religion. Was veified your appointments about this theme and was detached the text who concentrade these questions: The Future of a Ilusion and Moses and The Monotheism. About the freudien interrogation about what is a father, we found a bascule moviment with Lacan’s review. So, we extract from Seminars the Lacanian approaching from God category. The second point analyzed in this research was: the feminine in psychoanalysis. From unique sex at sexual difference is an introductory excursus for the question of feminine, and an approximation at state of question in Freud’s times. The investigation about the feminine sexuality in Freud and the sexuation in Lacan was articulated through the concept’s permutation with the feminisms in each epoch. Approaching a singular jouissance of parlêtre according to the sexuation of the board, an association conducted at an exam of mystic jouissance and mystic psychotic delirium. For this, was elected two cases to demonstrate the diferences between mystic jouissance and psychotic delirious jouissance. In the last chapter was proposed an experiment articulation entitled: Feminine Jouissance Like a Littoral from God’s Face. Started from nomination notion, where the name circumscribe something from real, try to situate the discussion in the last teaching of Lacan, opening a new conceptual arc: from satisfaction to jouissance in teaching of Lacan. Writed, still, in this task, about the ligation between the significant and the jouissance, the all phalic logic and non-all phalic logic, this like a new ambit inherent at feminine in psychoanalysis, who appoint for a littoral topology and yours implications for psychoanalytic clinic.

2018
Dissertações
1
  • HUDSON CARVALHO FERREIRA
  • O MÉTODO COMPARATIVO NA PSICOLOGIA ANALÍTICA: UMA ANÁLISE SOBRE A GÊNESE DO CONCEITO DE AMPLIFICAÇÃO NA OBRA DE CARL GUSTAV JUNG

  • Orientador : WALTER MELO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PAULO FERREIRA BONFATTI
  • WALTER MELO JUNIOR
  • WILSON CAMILO CHAVES
  • Data: 23/03/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação é o resultado de uma pesquisa investigativa sobre a gênese do conceito de amplificação na obra de Carl Gustav Jung. Apresenta um percurso geral do teórico, desde o seu afastamento da teoria psicanalítica, até seu encontro com a Alquimia, oferecendo um panorama da importância desta filosofia da Idade Média na elaboração de um método próprio de investigação da psique inconsciente. Nesse ínterim, tem-se uma discussão sobre a produção do Livro Vermelho, uma obra singular dentre os escritos de Jung – por ser considerado a fonte geradora de toda sua obra futura –, destacando-se o conceito de amplificação como algo inerente, tanto para o processo de escrita do livro quanto em sua importância para a realização da autoexperimentação que este último representa. Doravante, trabalhando a definição conceitual de amplificação, a dissertação conta com um capítulo em que esta última é apresentada em seus aspectos de mitologia comparada, de proximidade com as chamadas imagens arquetípicas e de similaridade com a práxis alquímica. A respeito desta última, destaca-se o conceito de amplificação e sua equivalência ao método da circumambulação na Alquimia, estabelecendo um paralelo de como Jung compreende esse método alquímico dentro da sua proposta de psicologia. Por fim, a pesquisa encerra diferenciando o método sintético-construtivo de interpretação de conteúdos da psique inconsciente, do método causal-redutivo, utilizando de exemplos descritivos e ilustrativos, situando o conceito de amplificação como parte essencial do processo sintético de análise.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation is the result of an investigative research on the genesis of the concept of amplification in the work of Carl Gustav Jung. It presents a general course of the theorist, from his departure from psychoanalytic theory, until his encounter with Alchemy, offering an overview of the importance of this philosophy of the Middle Ages in the elaboration of a proper method of investigation of the unconscious psyche. In the meantime, there is a discussion about the production of the Red Book, a singular work among Jung's writings - for being considered the source of all his future work -, emphasizing the concept of amplification as something inherent, for the process of writing the book, and for its importance for the realization of the self-experimentation that the latter represents. Hereafter, working on the conceptual definition of amplification, the dissertation has a chapter in which the latter is presented in its aspects of comparative mythology, proximity to the so-called archetypal images and similarity with alchemical praxis. Regarding the latter, the concept of amplification stands out and its equivalence to the method of circumambulation in Alchemy, establishing a parallel of how Jung understands this alchemical method within his proposal of psychology. Finally, the research ends by differentiating the synthetic-constructive method of interpretation of contents of the unconscious psyche, of the causal-reductive method, using descriptive and illustrative examples, placing the concept of amplification as an essential part of the synthetic process of analysis.

2
  • Thales Alberto Fonseca Vicente
  • Psicose e CAPS: entre a metapsicologia, a clínica e a política

  • Orientador : FUAD KYRILLOS NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRÉA MÁRIS CAMPOS GUERRA
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • JULIO EDUARDO DE CASTRO
  • Data: 07/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho parte da percepção empírica e teórica de que haveria, nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), uma tentativa de tamponamento do mal-estar (antagonismo social) que a psicose encarna através da tomada de uma posição fundamentalmente superegóica por parte do profissional de saúde mental. A premissa, nesse caso, é a de que os serviços substitutivos seriam perpassados por mecanismos ideológicos de controle e reprodução social – tal como qualquer instituição – que pressupõem a constituição de ideais de cura inalcançáveis, o que acaba por acarretar, conseguintemente, o surgimento de imperativos como expressão das exigências provenientes desses ideais. Estes se traduzem em: um ideal de inclusão, derivado dos pressupostos subjacentes ao movimento político que veio a instituir o CAPS; e um ideal de normalidade, efeito do atual ―paradigma‖ psiquiátrico de viés organicista que tem sido predominante no cotidiano desses serviços. Assim, em um primeiro momento, procuramos estabelecer a base conceitual para a discussão que vem a seguir, explorando o que seria da ordem de uma metapsicologia da psicose, desde Sigmund Freud até Jacques Lacan. Em seguida, buscamos mapear os efeitos políticos e clínicos da presença dos mecanismos de poder engendrados pelos ideais de cura identificados, partindo da hipótese de que as consequências nesses dois campos são, ironicamente, tributárias de sua dissociação no interior do próprio serviço, dissociação que, como vimos, tende à supressão da clínica. Numa tentativa de pensar uma rearticulação, a metapsicologia apareceu como mediador privilegiado, de modo a nos permitir realizar uma crítica que incida por ambos os flancos, quais sejam: pela clínica e pela política. Visamos, com isso, contribuir para o estabelecimento de uma político-clínica possível, cujo estatuto seja o de uma reflexão instituinte, em face à já instituída (e reproduzida) relação entre a psicose e o CAPS. Almejamos, desse modo, o tensionamento da tarefa institucional de transformação social com a atenção que deve ser dada aos sujeitos em sua singularidade. Tendo em vista que o nosso objeto é uma instituição, adotamos como orientação teórico-metodológica a psicanálise em extensão (também chamada de psicanálise aplicada), sem, com isso, ignorar o que outros campos de saber têm a contribuir.


  • Mostrar Abstract
  • This work emerges from the empiric and theoretical perception that it would exist, in Psychosocial Attention Centers (Centros de Atenção Psicossocial - CAPS), an attempt of tamponade of the discontent (social antagonism) that psychosis embodies through the stand taken, which has fundamentally superego features in the professional of mental health. The premise, in this case, is that the substitutive services are overarched by ideological mechanisms of control and social reproduction – as well as any institutions – that presuppose the formation of unreachable ideas of healing; it brings, consequently, the emergence of imperatives as expression of requirements derived from these ideals, which are: an ideal of inclusion, derived from the presupposes underlying the political movement that instituted the CAPS; and an ideal of normality, effect of the actual psychiatric ―paradigm‖ with a organicist bias, which has been predominant in the daily life of these services. This way, in a first moment, we intend to establish the conceptual basis for the following discussion, exploring what would belong to the scope of a metapsychology of the psychosis, from Sigmund Freud up to Jacques Lacan. Afterward, we intend to map the political and clinical effects of the presence of power mechanisms framed by identified ideals of cure, assuming that the consequences in these two fields are, ironically, tributary of their dissociation inside the service itself; dissociation, as we have seen, that tends to the suppression of the clinic. In an attempt to think about a rearticulation, the metapsychology appeared as a privileged mediator, in order to allow us to perform a critic that aims both of sides, that is: clinic and politic. With this, we aim to contribute to the establishment of a possible political-clinic, whose statute would be an instituting reflection, besides the already instituted (and reproduced) relation between psychosis and the CAPS. We aim, this way, the tensioning of the institutional task of social transformation with the attention that is supposed to be given to the subjects in their singularity. Stated that our objective is an institution, we adopted, as theoretical and methodological orientation the psychoanalysis in extension (also known as applied psychoanalysis), without ignore the contributions of other fields of knowledge.

2015
Dissertações
1
  • JOANA PANZERA DE SOUZA MELLO
  • Tensionamentos entre a inimputabilidade do "louco' infrator e responsabilidade subjetiva: relações entre o campo Jurídico e Psicanalítico

     

  • Orientador : ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • JACQUELINE DE OLIVEIRA MOREIRA
  • JULIO EDUARDO DE CASTRO
  • ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • Data: 16/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem por objetivo elucidar de que forma a inimputabilidade apresenta-se como antinomia em relação à responsabilidade subjetiva. Neste percurso, faremos uma tensão entre os campos jurídico e psicanalítico, definindo termos e conceitos pertinentes a ambos os campos, testando, dessa forma, os limites e diferenças conceituais. Para tal, nos referenciaremos aos Códigos de Leis Brasileiras, em busca da compreensão do que seja a inimputabilidade. Assim, também, nos referenciamos a Freud e Lacan, para a compreensão do que seja a responsabilidade subjetiva. Nessa trajetória, apresentamos, em um primeiro momento, o panorama jurídico da inimputabilidade no Brasil, esclarecendo, também, as origens desse procedimento jurídico. Posteriormente, explicitamos a articulação do crime com a psicanálise, situando sua importância para a compreensão da constituição social e subjetiva, esclarecendo que forma a agressividade tem participação ativa em tais constituições. Por fim, tratamos, especificamente, da noção de responsabilidade subjetiva introduzida em psicanálise por Lacan, demonstrando de que forma a irresponsabilização da inimputabilidade é um paradoxo frente à responsabilidade subjetiva. Para tal, trabalhamos conceitos como Supereu impulsionador do crime, assim como, passagem ao ato enquanto resposta subjetiva. Defendendo, dessa maneira, a possibilidade de resposta do sujeito frente ao ato cometido como meio de retificação subjetiva e social, possibilitando, desta forma, a reestruturação do laço social.


  • Mostrar Abstract
  • This study aims to elucidate how nonimputability presents itself as antinomy in relation to subjective responsibility. In this course, we will tension the legal and psychoanalytic fields, defining terms and concepts relevant to both fields, testing, thus, limits and conceptual differences. To this end, we will refer to the Brazilian Laws codes in search of understanding what nonimputability is. So, too, we reference in Freud and Lacan, for the understanding of what subjective responsibility is. Along the way, we present, in the first instance, the legal landscape nonimputability in Brazil, clarifying, also, the origins of this legal procedure. Later, we explicit articulation of the crime with psychoanalysis, placing its importance for understanding the social and subjective constitution, clarifying how the aggressiveness has been active in such constitutions. Finally, we treat, specifically, the notion of subjective responsibility introduced in psychoanalysis by Lacan , demonstrating how the unaccountability of nonimputability is a paradox to the subjective responsibility. To this end, we work concepts like Superego as a crime booster, as well as passage to the act while subjective response. Defending, in this way, the possibility of response of the subject against the act committed, as a means of subjective and social rectification, allowing in this way, the restructuring of the social bond.

2
  • JOANA PANZERA DE SOUZA MELLO
  • Tensionamentos entre a inimputabilidade do "louco' infrator e responsabilidade subjetiva: relações entre o campo Jurídico e Psicanalítico

     

  • Orientador : ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FUAD KYRILLOS NETO
  • JACQUELINE DE OLIVEIRA MOREIRA
  • JULIO EDUARDO DE CASTRO
  • ROBERTO PIRES CALAZANS MATOS
  • Data: 16/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem por objetivo elucidar de que forma a inimputabilidade apresenta-se como antinomia em relação à responsabilidade subjetiva. Neste percurso, faremos uma tensão entre os campos jurídico e psicanalítico, definindo termos e conceitos pertinentes a ambos os campos, testando, dessa forma, os limites e diferenças conceituais. Para tal, nos referenciaremos aos Códigos de Leis Brasileiras, em busca da compreensão do que seja a inimputabilidade. Assim, também, nos referenciamos a Freud e Lacan, para a compreensão do que seja a responsabilidade subjetiva. Nessa trajetória, apresentamos, em um primeiro momento, o panorama jurídico da inimputabilidade no Brasil, esclarecendo, também, as origens desse procedimento jurídico. Posteriormente, explicitamos a articulação do crime com a psicanálise, situando sua importância para a compreensão da constituição social e subjetiva, esclarecendo que forma a agressividade tem participação ativa em tais constituições. Por fim, tratamos, especificamente, da noção de responsabilidade subjetiva introduzida em psicanálise por Lacan, demonstrando de que forma a irresponsabilização da inimputabilidade é um paradoxo frente à responsabilidade subjetiva. Para tal, trabalhamos conceitos como Supereu impulsionador do crime, assim como, passagem ao ato enquanto resposta subjetiva. Defendendo, dessa maneira, a possibilidade de resposta do sujeito frente ao ato cometido como meio de retificação subjetiva e social, possibilitando, desta forma, a reestruturação do laço social.


  • Mostrar Abstract
  • This study aims to elucidate how nonimputability presents itself as antinomy in relation to subjective responsibility. In this course, we will tension the legal and psychoanalytic fields, defining terms and concepts relevant to both fields, testing, thus, limits and conceptual differences. To this end, we will refer to the Brazilian Laws codes in search of understanding what nonimputability is. So, too, we reference in Freud and Lacan, for the understanding of what subjective responsibility is. Along the way, we present, in the first instance, the legal landscape nonimputability in Brazil, clarifying, also, the origins of this legal procedure. Later, we explicit articulation of the crime with psychoanalysis, placing its importance for understanding the social and subjective constitution, clarifying how the aggressiveness has been active in such constitutions. Finally, we treat, specifically, the notion of subjective responsibility introduced in psychoanalysis by Lacan , demonstrating how the unaccountability of nonimputability is a paradox to the subjective responsibility. To this end, we work concepts like Superego as a crime booster, as well as passage to the act while subjective response. Defending, in this way, the possibility of response of the subject against the act committed, as a means of subjective and social rectification, allowing in this way, the restructuring of the social bond.

3
  • FILIPPE DE MELLO LOPES
  • AS NOVAS COMUNIDADES TERAPÊUTICAS E AS VELHAS POLÍTICAS SOBRE DROGAS NO BRASIL: um estudo de caso sobre a "Aliança pela Vida"

  • Orientador : MARCELO DALLA VECCHIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO DALLA VECCHIA
  • WALTER MELO JUNIOR
  • MAURÍCIO FIORE
  • Data: 10/08/2015

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem por objetivo elucidar de que forma a ação governamental “Aliança pela Vida”, do Estado de Minas Gerais, foi implantada e como sua criação refletiu na composição das políticas sobre drogas neste estado e na realidade nacional, produzindo interferências contextuais na criação dessa ação tanto em nível estadual quanto nacional. Para a realização desse estudo, nos utilizamos do método de estudo de caso através da pesquisa de documentos e legislações e a realização de entrevistas com representantes de diferentes segmentos envolvidos na criação e implantação da ação no Estado. Para a análise das entrevistas realizadas, foi utilizado o método de análise de discurso foucaultiana, que nos permitiu compreender a formação do discurso dos entrevistados e, ao mesmo tempo, identificar o contexto que permitiu a elaboração e criação desses discursos. Pudemos observar que a produção dos discursos dos entrevistados corresponde ao contexto de elaboração dos mesmos, possibilitando perceber então, que a criação da ação trouxe consigo conseqüências de ordem legal e social. Nesse sentido, a criação e implantação da ação governamental se mostraram congruentes com o momento histórico, político e social no qual há discussões e choque entre questões conflitantes como: a minimização da participação do Estado nas políticas sociais, a utilização das Parcerias Público-Privado como estratégia estatal, a regulamentação do uso da cannabis, e o retorno das internações como recurso de tratamento.


  • Mostrar Abstract
  • This paper aims to illustrate how government action "Alliance for Life", the State of Minas Gerais was deployed and how its creation reflected in the composition of drug policies in that State and national reality, producing contextual interference in creating this action in both areas, state and national. To carry out this study, we use the case study method through the document search and legislation and conducting interviews with representatives of different segments involved in the creation and implementation of action in the state. For the analysis of the interviews, we used Foucault's discourse analysis method, which allowed us to understand the formation of the speech of respondents and at the same time, identify the context that allowed the preparation and creation of these speeches in state, local aspects and sites. We could observe that the production of the interviews corresponds to the elaboration of context thereof, possibiltando realize then that the creation of the action brought consequences of legal and social order. In this sense, the creation and implementation of government action proved congruent to historical, political and social moment in which the Brazilian and mining companies are in a period of discussion and clash between conflicting issues such as minimizing state participation in sectors social; the use of public-private partnerships as a State strategy; the legalization of marijuana and the return of admissions to treatment strategy.

2014
Dissertações
1
  • GLEICE NORONHA DIAS
  • BARREIRAS ATITUDINAIS E O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO ORGANIZACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

  • Orientador : MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO LUIZ MARQUES
  • LARISSA MEDEIROS MARINHO DOS SANTOS
  • MARIA NIVALDA DE CARVALHO FREITAS
  • Data: 16/12/2014

  • Mostrar Resumo
  • As instituições públicas têm a obrigatoriedade de inserção das pessoas com deficiência (PcDs) devido à imposição legal advinda da Lei 8.112/90. O desconhecimento das potencialidades desses indivíduos é recorrente nas organizações, sendo necessárias a análise e a gestão das condições de inserção de PcDs nessas organizações. De acordo com Sassaki (2003),existem barreiras que impedem a inclusão das PcDs, podendo serdivididas em seis dimensões: arquitetônicas, comunicacionais, metodológicas, instrumentais, programáticas e atitudinais. O objetivo deste estudo foi verificar a relação entre as barreiras atitudinais e o processo de socialização organizacional desse público. Para isso, realizaram-se a construção e a validação do Inventário de Percepção de Barreiras Atitudinais no Trabalho por parte de Pessoas com Deficiência (IBAT-PD), um instrumento que identifica as percepções das PcDs em relação às barreiras atitudinais enfrentadas no contexto do trabalho. A análise fatorial indicou a existência de dois fatores e os resultados indicaram a validade e a fidedignidade do instrumento (α = 0,914). A investigação adotou o modelo quali e quanti, sendo realizado um survey com sete prefeituras do Campo das Vertentes, totalizando 17 PcDs participantes. Foram aplicados dois instrumentos:o IBAT-PD e o Inventário de Socialização Organizacional (ISO) (Borges, Silva, Melo, & Oliveira,2010), e as entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo. Os resultados demonstraram que as PcDs pesquisadas obtiveram bons resultados nos fatores de socialização organizacional e resultados hesitantes em relação às barreiras atitudinais. Demonstrou-se que existem correlações de forte magnitude entre os fatores do ISO e do IBAT-PD, evidenciando que a percepção das barreiras atitudinais por parte das PcDs influencia na adaptação ao trabalho, e vice-versa. O estudo, por meio da Análise de Cluster, propiciou verificar a existência de dois padrões de percepção de barreiras atitudinais e socialização organizacional que foram divididos entre o cluster dos Mais Adaptados, com 11 membros e o cluster dos Menos Adaptados, com seis membros. Concluiu-se que essas instituições pesquisadas não favorecem a inclusão, realizando a mera inserção, haja vista que realizam táticas individuais e informais de socialização organizacional, deixando a cargo das próprias PcDs o processo de socialização organizacional, fato que pode aumentar as barreiras atitudinais das outras pessoas frente às possibilidades de trabalho desse público.


  • Mostrar Abstract
  • Public Institutions has the mandatory for the insertion of people with a disability according to the Statutory requirement from 8112/90 Law. The unknowledge of these people’ potentiality is recurrent in the Organizations and it’s necessary the analyses and management of conditions of PwD’s insertion at these Organizations. According with Sassaki (2003) there are barriers that prevent the PwD’s inclusion and it can be divided in six dimensions: architectural, communicational, methodological, instrumentals, programmatical and attitudinal. The main objective of this research was to verify the relation between the attitudinal barriers and the socialization organizational process of these people. For this, it has been built and validated the Inventory of Atitudinal Barriers answered by people with disabilities (IAB – PwD), an instrument which identifies the PwD’s perception related to attitudinal barriers faced in the workplace. The factorial analyses has indicated the existence of two factors and the results has indicated the instrument’s validity and reliability. The research adopted the qualitative and quantitative model, and it has been realized with 7 City Hall located in Campo das Vertentes totalizing 17 PwD participants. It has been applied two instruments IAB – PwD and IOS – Inventory of Organizational Socialization (Borges, Silva, Melo, & Oliveira, 2010) and the interviews has been summited to content analyses. It has been demonstrated by the results that PwD surveyed has achieved good results in the organizational socialization factors and hesitant results related to attitudinal barriers. It has been demonstrated the high magnitude of correlations between the IOS and IAB – PwD, evidencing that the perception of attitudinal barriers by the PwD affects the adaptation to the work and vice versa. The research by Cluster Analyses has allowed to verify the existence of two standards of attitudinal barriers’ perception and organizational socialization’s perception which were divided between the More Adapted cluster with 11 members and the Less Adapted Cluster with 6 members. It concludes that the investigated Institutions don’t favor the inclusion, since they provide the mere insertion through individual and informal strategies of organizational socialization, leaving the task of the organizational socialization process to the PWD themselves. This fact might increase attitudinal barriers of the other people towards these publics’ work potentials.

2013
Dissertações
1
  • IVANIA FATIMA DE CARVALHO MOURA
  • INTERVENÇÕES PSICOSSOCIAIS EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS: A LUDICIDADE E SUAS IMPLICAÇÕES PARA A IDENTIDADE E AFETIVIDADE: ANÁLISES DE RELATOS E IMAGENS

  • Orientador : MARCOS VIEIRA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS HENRIQUE DE SOUZA GERKEN
  • IZABEL CHRISTINA FRICHE PASSOS
  • MARCOS VIEIRA SILVA
  • MARÍLIA NOVAIS DA MATA MACHADO
  • Data: 16/12/2013

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa, realizada no Programa de Mestrado em Psicologia da UniversidadeFederal de São João del-Rei (PPGPSI/UFSJ/MG), investigou a ludicidade e suasimplicações na identidade e afetividade de idosos institucionalizados. Na revisão deliteratura, foram buscadas informações históricas de como e quando começaram asinstituições para acolhimento de idosos, no mundo e no Brasil, e as predicações quevêm sendo atribuídas a elas ao longo dos tempos nos discursos sócioinstitucionais. Apesquisa foi realizada a partir de análises de relatórios parciais e finais de estagiárias deextensão da UFSJ, filmagens e fotografias que foram feitos dentro de um projeto deextensão do LAPIP/UFSJ junto a duas Instituições de Longa Permanência para Idososna região do Campo das Vertentes/MG. Esse material foi resgatado, organizado earquivado. Buscou-se, no material escrito pelas estagiárias e nas imagens registradas, odiscurso dos idosos relativo a situações lúdicas, assim como as implicações daludicidade sobre o resgate de suas identidades individuais, a manifestação de afetividadee a construção de uma identidade coletiva. Os resultados mostraram que as instituiçõesde longa permanência para idosos tendem a cercear essas manifestações e possibilidadesde resgate identitário. Persiste uma visão estigmatizada do envelhecimento e daidentidade do idoso. A direção das instituições descreve sua atuação como deacolhimento e cuidado, mas pauta-se no assistencialismo e idealiza o papel de lar dainstituição. Os idosos encontram, nas atividades lúdicas, um espaço para resgatarem suahistória de vida, sua identidade individual e se articularem como grupo, em busca daconstrução de uma identidade coletiva.


  • Mostrar Abstract
  • This research, conducted in the Master Program in Psychology at the Federal Universityof São João del-Rei (PPGPSI/UFSJ/MG), investigated the playfulness and itsimplications for identity and affectivity of institutionalized elderly. In the literaturereview, it was sought historical information regarding as and when began theinstitutions to care for the elderly, worldwide and in Brazil, and predications that havebeen attributed to them over time in socio-institutional discourses. The research workwas conducted by means of analyzes of partial and final reports of extension trainees atUFSJ, films and photographs that were made within a extension project of Lapip/UFSJinto two Long-term Care Institutions in the region of Campo das Vertentes/MG, Brazil.This material was rescued, organized and filed. We sought in the writing by the traineesand in the images the discourse of elderly relative to the playful situations, as well as theimplications of playfulness over rescuing their individual identities, expressions ofaffection and construction of a collective identity. The results showed that institutionsfor the aged tend to curtail these manifestations and possibilities of identity recovery.There remains a stigmatized view of aging and of identity of the elderly. The directionsof the institutions describe their action as host and care, but are guided by philanthropyand idealize the role of the institution as a home. The elderly find, in playful activities, aspace to rescue their life history, their individual identity and to articulate themselves asa group, seeking the construction of a collective identity.

2010
Dissertações
1
  • ELLEN PINHEIRO TENÓRIO DE ALBUQUERQUE
  • SOBRECARGA DE FAMILIARES DE PACIENTES PSIQUIÁTRICOS: ESTUDO DE DIFERENTES TIPOS DE CUIDADORES

  • Orientador : ANA MARIA DE OLIVEIRA CINTRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA MARIA DE OLIVEIRA CINTRA
  • JOSE OTAVIO PENIDO FONSECA
  • MARIA AMELIA CESARI QUAGLIA
  • MARINA DE BITTENCOURT BANDEIRA
  • Data: 25/02/2010

  • Mostrar Resumo
  • Com o processo de desinstitucionalização psiquiátrica, as famílias passaram as ser as principais provedoras de cuidados aos pacientes. Essa mudança marcou uma alteração na forma como a família vinha participando do cuidado ao doente mental, mas as dificuldades enfrentadas no desempenho do papel de cuidador têm contribuído para um sentimento de sobrecarga desses familiares. Vários estudos investigaram os fatores associados à sobrecarga. Entretanto, algumas variáveis ainda foram pouco estudadas, em particular a influência do parentesco do cuidador na sobrecarga sentida. Com o objetivo de suprir esta lacuna, a presente pesquisa investigou e comparou a sobrecarga objetiva e subjetiva sentida por três diferentes tipos de cuidadores, sendo 30 pais, 30 irmãos e 30 cônjuges de pacientes psiquiátricos. Esses familiares participaram de uma entrevista estruturada, na qual foi aplicada a escala de Avaliação da Sobrecarga dos Familiares de Pacientes Psiquiátricos (FBIS-BR). Nos três grupos, as atividades desempenhadas com maior frequência pelos familiares foram aquelas relacionadas às tarefas cotidianas de assistência ao paciente e as que geraram maior grau de incômodo foram as de supervisão dos comportamentos problemáticos desses pacientes. Os resultados indicaram que os grupos não apresentavam diferenças significativas nos escores globais de sobrecarga objetiva e subjetiva e nos escores das subescalas. No entanto, a análise de cada um dos itens da escala, separadamente, apontou que os pais faziam mais frequentemente as tarefas de cozinhar e aconselhar o paciente a ocupar seu tempo livre,comparativamente aos irmãos. Além disso, o incômodo de ter que fazer compras e a impressão do peso resultantes dos gastos com o paciente também eram maiores nos pais do que nos irmãos. Comparativamente aos cônjuges, os pais lidavam mais frequentemente com os comportamentos agressivos do paciente, tinham maiores gastos com eles e ainda eram mais preocupados com o seu futuro. Já os cônjuges apresentaram maior sobrecarga do que os irmãos somente na comparação com a impressão dos gastos que tinham com o paciente. Portanto, constatou-se a existência de algumas diferenças entre os cuidadores com relação à sobrecarga sentida, sugerindo a necessidade de planejamento de intervenções que levem em consideração as particularidades de cada tipo de cuidador. A escassez de estudos que comparem a sobrecarga em diferentes grupos de cuidadores limitou a discussão dos resultados encontrados. Torna-se, portanto, necessário ampliar as pesquisas sobre essa temática.


  • Mostrar Abstract
  • Due to psychiatric deinstitutionalization process, families have become the main caregivers
    for their patients. This change has meant a shift in the way families participate in providing
    care for mentally ill persons, but challenges found while performing the role of caregivers
    have contributed to a feeling of burden from their part. Several international studies
    investigated the factors associated with family burden. However, some variables are still
    poorly studied, such as the influence of caregiver's relatives in the feeling of burden,
    particularly. With the aim of filling this gap, the present research investigated and
    compared both objective and subjective burden felt by three different kinds of caregivers,
    being 30 parents, 30 siblings e 30 spouses of psychiatric patients. These members
    participated in structured interview sessions in which the Family Burden Interview
    Schedule (FBIS) was applied. The most frequent activities played by the three groups were
    those related to patient assistance in everyday tasks, and supervising patients' troublesome
    behaviors appeared as the worst source of discomfort for caregivers. Results also show that
    groups had no significant differences in neither global scores for objective and subjective
    burden or sub-scale scores. Nevertheless, the analysis of each one of the scale items
    separately demonstrated that the parents cooked and advised the patient to occupy his/her
    free time more often than the siblings. Additionally, the discomfort from having to go
    shopping and the impression caused by the weight of expenses were bigger for parents than
    for siblings. Comparitively to spouses, parents dealt more frequently with patients'
    aggressive behaviors, had more expenses with them, and were also more worried about
    their future. Spouses showed more burden than siblings only when the impression caused
    by the expenses they had with the patient was compared. Therefore, this research found
    some differences among caregivers as for the feeling of burden, suggesting a need for an
    intervention planning that considers peculiarities of every kind of caregiver. The lack of
    studies comparing burden among different groups of caregivers posed a limit for
    discussing results found. It is therefore necessary to increase research activity on this topic.

SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01