Banca de DEFESA: DÉBORA SOARES DA SILVA MAIA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DÉBORA SOARES DA SILVA MAIA
DATA : 06/11/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

Avaliação das atividades biológicas de espécies Annonaceae


PALAVRAS-CHAVES:

Annona, Duguetia, Culex quinquefasciatus, Artemia salina, citotoxidade.


PÁGINAS: 128
RESUMO:

Espécies vegetais da família Annonaceae se destacam por possuírem uma grande diversidade química resultando em diferentes atividades biológicas e farmacológicas, o que justifica a exploração contínua dessa família na busca de substâncias naturais com aplicação em diversas áreas de interesse humano. No presente trabalho, as espécies Annona mucosa, A. muricata, A. nutans, Duguetia furfuracea e D. lanceolata, foram investigadas quanto à atividade larvicida sobre Culex quinquefasciatus e Artemia salina, e, somente D. lanceolata foi avaliada em seu potencial citotóxico. Foram obtidos extratos hidroetanólicos e frações clorofórmica, hexânica, acetato de etila e butanólica das folhas das cinco espécies estudadas. Foram obtidos também os extratos alcaloídicos das folhas e das cascas do caule subterrâneo, o extrato éter de petróleo das partes subterrâneas de D. furfuracea, além dos óleos essenciais das folhas de D. lanceolata e das folhas e partes subterrâneas de D. furfuracea. Todos os derivados de plantas foram testados sua atividade larvicida sobre larva de C. quinquefasciatus e a toxicidade sobre A. salina. Foi testada também a atividade citotóxica do óleo essencial das folhas de D. lanceolata e suas frações sobre células U251. Todas as espécies testadas mostraram toxicidade sobre A. salina. Os extratos brutos hidroetanólicos de A. mucosa e A. muricata, bem como suas frações clorofórmicas e hexânicas, os extratos éter de petróleo, além de todos os óleos essenciais testados, foram ativos sobre larvas de C. quinquefasciatus. Foi possível limitar um intervalo de atividade em A. salina, que possui um correspondente ao teste larvicida sobre C. quinquefasciatus, assim o teste A. salina pode ser utilizado como modelo para pré-avaliação da atividade larvicida. O óleo essencial de D. lanceolata e algumas frações se mostraram citotóxicos contra a linhagem de glioblastoma humano U251 apresentando potencial para busca de novos agentes antitumorais.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - FERNANDA DE OLIVEIRA BUSTAMANTE - UEMG
Externo à Instituição - ALYSSON RODRIGO FONSECA E SILVA - UEMG
Interno - 1544480 - EDUARDO SERGIO DA SILVA
Presidente - 434006 - JOAO MAXIMO DE SIQUEIRA
Externa ao Programa - 1540495 - LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
Notícia cadastrada em: 08/10/2020 09:09
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01