Dissertações/Teses
2021
Dissertações
1
  • FERNANDA HENRIQUES ROCHA RIBEIRO
  • ASSOCIAÇÃO DO LETRAMENTO EM SAÚDE E A CAPACIDADE DE AUTOCUIDADO EM PACIENTES COM DOENÇA RENAL NÃO DIALÍTICA

  • Orientador : ALBA OTONI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALBA OTONI
  • FLÁVIO MENDONÇA PINTO
  • MARIA AUXILIADORA PARREIRAS MARTINS
  • Data: 18/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: a aplicação prática do autocuidado vem sendo adotada como medida preventiva adicional para preservação das funções renais. E o Letramento em Saúde (LS) pode ser utilizado como ferramenta que viabiliza esse autocuidado. Objetivo: Avaliar a associação entre Letramento em Saúde e a capacidade de autocuidado de pacientes renais crônicos nos estágios não dialíticos. Método: trata-se de um estudo transversal analítico desenvolvido no ambulatório de nefrologia de um município do centro oeste Mineiro/Brasil. Foram Incluídos adultos e idosos de ambos os sexos, com diagnóstico de Doença Renal Crônica em tratamento conservador, e excluídos pacientes que não tiveram cognição adequada testada pelo teste Mini Mental. Para avaliar o Letramento em Saúde foi aplicado o instrumento SAHLPA-18 e o autocuidado a escala ASAS-R. Resultados: entre os 47 pacientes analisados 57,4% eram do sexo masculino; 69,6% casados; 70,2% se consideravam brancos e 80,9% eram católicos. A média de idade foi de 63,9 anos; a maior parte (78,7%) não trabalhava; 63,9% não completaram o ensino fundamental e 85,1% possuíam renda abaixo de dois salários mínimos. Os estágios predominantes da doença renal (63,8%) foram o 3B e o 4. Além disso, 19,1% tinham o hábito de ler e 38,3% costumavam usar a internet. Na avaliação do Letramento em Saúde 59,6% tinham letramento inadequado (< 14 pontos) e a mediana de 13 pontos, variando entre 0 a 18. O autocuidado, avaliado pelo ASAS-R e quantificado pela escala de Likert com nota máxima 75, obteve média geral de 54,4 pontos (DP=9,4). Com relação ao conhecimento sobre doença renal, somente 8,5% conheciam muito sobre essa doença. No que diz respeito a associação entre o Letramento em Saúde adequado e o Autocuidado, essa foi significativa com p<0,001. Houve ainda, correlação positiva e direta indicando que o aumento dos valores da pontuação do Letramento em Saúde também aumentou a capacidade do autocuidaddo. No modelo final, a regressão linear múltipla identificou que a cada aumento de um ponto no Letramento em Saúde, ocorreu um aumento de 0,54 na capacidade do autocuidado. O R2 foi 40%, ou seja, o Letramento e a variável relacionada ao trabalho explicam 40% da variabilidade dos dados de Autocuidado. Conclusão: houve associação significativa entre o Letramento em Saúde e a capacidade de Autocuidado dos pacientes renais crônicos não dialíticos. Com estes resultados acredita-se que a concretização do Letramento em Saúde como ferramenta adicional para se efetivar o autocuidado na abordagem preventiva aos pacientes com DRC viabilizaria a redução das situações de vulnerabilidade, permitindo uma melhor qualidade de vida, autonomia e tomada de decisões conscientes relativas ao estado de saúde. 


  • Mostrar Abstract
  • Introdução: a aplicação prática do autocuidado vem sendo adotada como medida preventiva adicional para preservação das funções renais. E o Letramento em Saúde (LS) pode ser utilizado como ferramenta que viabiliza esse autocuidado. Objetivo: Avaliar a associação entre Letramento em Saúde e a capacidade de autocuidado de pacientes renais crônicos nos estágios não dialíticos. Método: trata-se de um estudo transversal analítico desenvolvido no ambulatório de nefrologia de um município do centro oeste Mineiro/Brasil. Foram Incluídos adultos e idosos de ambos os sexos, com diagnóstico de Doença Renal Crônica em tratamento conservador, e excluídos pacientes que não tiveram cognição adequada testada pelo teste Mini Mental. Para avaliar o Letramento em Saúde foi aplicado o instrumento SAHLPA-18 e o autocuidado a escala ASAS-R. Resultados: entre os 47 pacientes analisados 57,4% eram do sexo masculino; 69,6% casados; 70,2% se consideravam brancos e 80,9% eram católicos. A média de idade foi de 63,9 anos; a maior parte (78,7%) não trabalhava; 63,9% não completaram o ensino fundamental e 85,1% possuíam renda abaixo de dois salários mínimos. Os estágios predominantes da doença renal (63,8%) foram o 3B e o 4. Além disso, 19,1% tinham o hábito de ler e 38,3% costumavam usar a internet. Na avaliação do Letramento em Saúde 59,6% tinham letramento inadequado (< 14 pontos) e a mediana de 13 pontos, variando entre 0 a 18. O autocuidado, avaliado pelo ASAS-R e quantificado pela escala de Likert com nota máxima 75, obteve média geral de 54,4 pontos (DP=9,4). Com relação ao conhecimento sobre doença renal, somente 8,5% conheciam muito sobre essa doença. No que diz respeito a associação entre o Letramento em Saúde adequado e o Autocuidado, essa foi significativa com p<0,001. Houve ainda, correlação positiva e direta indicando que o aumento dos valores da pontuação do Letramento em Saúde também aumentou a capacidade do autocuidaddo. No modelo final, a regressão linear múltipla identificou que a cada aumento de um ponto no Letramento em Saúde, ocorreu um aumento de 0,54 na capacidade do autocuidado. O R2 foi 40%, ou seja, o Letramento e a variável relacionada ao trabalho explicam 40% da variabilidade dos dados de Autocuidado. Conclusão: houve associação significativa entre o Letramento em Saúde e a capacidade de Autocuidado dos pacientes renais crônicos não dialíticos. Com estes resultados acredita-se que a concretização do Letramento em Saúde como ferramenta adicional para se efetivar o autocuidado na abordagem preventiva aos pacientes com DRC viabilizaria a redução das situações de vulnerabilidade, permitindo uma melhor qualidade de vida, autonomia e tomada de decisões conscientes relativas ao estado de saúde. 

2
  • ALESSANDRA MARA DE SOUSA
  • ESTUDO in vitro DA ATIVIDADE ANTILEISHMANIA DE COMPOSTOS SINTÉTICOS DERIVADOS DE CHALCONAS SOBRE Leishmania (Viannia) braziliensis

  • Orientador : RAFAEL GONCALVES TEIXEIRA NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIANE CRISTINA SCHNITZLER VILLAR
  • RAFAEL GONCALVES TEIXEIRA NETO
  • RUBENS LIMA DO MONTE NETO
  • VIRGINIA MENDES RUSSO VALLEJOS
  • Data: 19/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • As leishmanioses são doenças negligenciadas com grande incidência nos países em desenvolvimento, estima-se que hoje em dia, 350 milhões de pessoas estão em risco de se infectar e desenvolver uma de suas formas clínicas, totalizando 2 milhões de novos casos anualmente. O tratamento é medicamentoso, porem conta com a escassez alarmante de medicamentos em uso clínico atual e diversos efeitos colaterais, além de relatos de resistência associados a muitos desses medicamentos utilizados como primeira escolha. Todo esse contexto leva a necessidade da busca urgente de novos fármacos sejam eles de origem natural ou sintético. O desenvolvimento de novas drogas tem sido um desafio, principalmente devido à resistência adquirida por muitos parasitos a medicamentos convencionais. Neste trabalho avaliou-se o potencial antileishmania de chalconas sintéticas, como já descrito na literatura, a presença da função α,β-insaturada, juntamente com o tipo e posição do substituinte nos anéis aromáticos, estão frequentemente relacionados a atividade biológica levando. Quando testadas frente as formas promastigotas os derivados NFC e CH4OH, apresentaram os valores de IC50 mais promissores e quando testados frente as formas amastigotas os derivados CAdiCl, CH4OH apresentaram os valores de IC50 mais promissores sendo capazes de inibir 50% do crescimento celular nas culturas de L. braziliensis. Grande parte dos fármacos aprovados para consumo é de origem natural, principalmente nas áreas das doenças infecciosas e do câncer (BASTOS et al., 2016). Os promissores resultados químicos e farmacológicos aqui demonstrados viabilizam a utilização das classes químicas estudadas na representação de novas possibilidades terapêuticas, uma vez que já foram descritos seus efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes, além de serem moléculas com grande possibilidade de serem manipuladas assim permitindo alterações estruturais, moleculares e substituições em sua estrutura química, assim, pode-se potencializar o efeito contra o patógeno, causar inibição ou ativação de alguma enzima, receptor, bem como alterar suas características farmacocinéticas e farmacodinâmicas entre diversas outras atividades (FAGAGNA et al., 2003). Diante o exposto, fica evidente a importância da busca de novas substâncias bioativas com atividade antileishmania, seja de origem natural ou sintética como fonte de compostos quimioterápicos que tenham maior atividade, menos efeitos colaterais e custo moderado (TIUMAN et al., 2011).


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis are neglected diseases with a high incidence in developing countries, it is estimated that today, 350 million people are at risk of becoming infected and developing one of its clinical forms, totaling 2 million new cases annually.  The treatment is medication, however, due to the alarming scarcity of drugs in current clinical use and several side effects, in addition to reports of resistance associated with many of these drugs used as the first choice.  This whole context leads to the need for an urgent search for new drugs, whether they are of natural or synthetic origin.  The development of new drugs has been a challenge, mainly due to the resistance acquired by many parasites to conventional drugs.  In this work, the antileishmania potential of synthetic chalcones was evaluated, as already described in the literature, the presence of the α, β-unsaturated function, together with the type and position of the substituent in the aromatic rings, are often related to the biological activity leading.  When tested against the promastigote forms, the NFC and CH4OH derivatives, presented the most promising IC50 values and when tested against the amastigote forms, the CAdiCl, CH4OH derivatives showed the most promising IC50 values, being able to inhibit 50% of cell growth in the cultures of  L. braziliensis.  Most of the drugs approved for consumption are of natural origin, mainly in the areas of infectious diseases and cancer (BASTOS et al., 2016).  The promising chemical and pharmacological results demonstrated here enable the use of the chemical classes studied to represent new therapeutic possibilities, since their anti-inflammatory and antioxidant effects have already been described, in addition to being molecules with a great possibility of being manipulated thus allowing structural changes  , molecular and substitutions in its chemical structure, thus, it is possible to potentiate the effect against the pathogen, cause inhibition or activation of some enzyme, receptor, as well as to alter its pharmacokinetic and pharmacodynamic characteristics among several other activities (FAGAGNA et al., 2003  ).  Given the above, it is evident the importance of the search for new bioactive substances with antileishmania activity, whether of natural or synthetic origin as a source of chemotherapy compounds that have greater activity, less side effects and moderate cost (TIUMAN et al., 2011).

3
  • AMANDA ARAÚJO DE ASSIS
  • Planejamento e síntese de novos compostos chalcona-morfolina com potencial atividade antimicrobiana

  • Orientador : JOSE AUGUSTO FERREIRA PEREZ VILLAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE AUGUSTO FERREIRA PEREZ VILLAR
  • JEFFERSON LUIZ PRINCIVAL
  • MAURÍCIO SILVA DOS SANTOS
  • Data: 26/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Em breve


  • Mostrar Abstract
  • Em breve

4
  • CASSIO SIQUEIRA SOUZA CASSIANO
  • Identificação e caracterização funcional da enzima de Reparo do DNA Uracil DNA Glicosilase (Ung) de Corynebacterium pseudotuberculosis
  • Orientador : DEBORA DE OLIVEIRA LOPES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DEBORA DE OLIVEIRA LOPES
  • LUCIANA LARA DOS SANTOS
  • VIDYLEISON NEVES CAMARGOS
  • Data: 02/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • Corynebacterim pseudotuberculosis é o agente etiológico da Linfadenite Caseosa (LCA), uma doença infectocontagiosa que está envolvida com significativas perdas econômicas na ovinocaprinocultura no Brasil. O sequenciamento do genoma de C. pseudotuberculosis, realizado pela rede genoma de Minas Gerais, incentivou estudos genéticos desse microrganismo, visando a busca de alvos terapêuticos contra a LCA. Diante desse contexto, o Reparo do DNA surge como uma importante ferramenta de estudo, uma vez que é um processo que visa a manutenção da integridade genômica, garantindo a sobrevivência celular. A ineficiência do sistema de reparo do DNA pode levar o organismo à morte, e a caracterização dos genes envolvidos nesse sistema pode fornecer importantes alvos moleculares para a terapia contra a LCA. Dentre as vias de reparo conhecidas, a via BER (Reparo por Excisão de Bases) reconhece e remove do DNA, bases lesadas ou incorretas, como por exemplo, a uracila advinda da desaminação da base citosina ou pela incorporação errônea da base durante a replicação. A enzima Uracil DNA Glicosilase (Ung) participa do reconhecimento e reparo da Uracila, evitando os efeitos mutagênicos causados pela presença dessa base no DNA. Assim, o objetivo deste trabalho foi caracterizar funcionalmente a proteína Ung de C. pseudotuberculosis (CpUng) através de análises in silico e in vitro e verificar o papel dessa enzima no reparo do DNA. A sequência do gene ung e da proteína Ung foram obtidas a partir dos bancos de dados Coryneregnet e NCBI. As análises in silico foram realizadas usando ferramentas disponíveis na plataforma ExPASy Tools e revelaram que a proteína CpUng é pertencente à família das proteínas UDG, apresentando domínios conservados típicos de DNA glicosilases. O gene Cpung foi clonado no vetor pGEM®-T Easy, subclonado em vetor de expressão bacteriano pET21a e sequenciado. A proteína CpUng produto do gene Cpung foi expressa de forma heteróloga em células bacterianas E. coli Rosetta (DE3) e purificada utilizando coluna de afinidade para a realização dos ensaios in vitro. O teste in vitro para avaliação da atividade glicosilásica utilizando a proteína CpUng purificada revelou sua capacidade de reconhecer e excisar a base uracila pareada com uma guanina presente no DNA de fita dupla. Em conjunto, os resultados encontrados neste trabalho sugerem o envolvimento da proteína CpUng no reparo da base uracila presente na molécula de DNA em C. pseudotuberculosis, sendo, portanto, uma importante enzima para manutenção da estabilidade genômica deste organismo.


  • Mostrar Abstract
  • Corynebacterim pseudotuberculosis is the etiological agent of Lymphadenitis Caseosa (LCA), an infectious disease that is involved with significant losses in the economy in sheep and goat farming in Brazil. The sequencing of the C. pseudotuberculosis genome, carried out by the genome network of Minas Gerais, encouraged genetic studies of this microorganism aiming at the search for therapeutic targets against LCA. In this context, DNA Repair appears as an important study target, since it is a process that aims to maintain genomic integrity, ensuring the survival of any organism. The inefficiency of the DNA repair system can lead the organism to death and the characterization of the genes involved in this system can provide important molecular targets for ACL therapy. Among the repair pathways, BER (Base Excision Repair) is a DNA repair pathway that recognizes and removes damaged or incorrect nitrogenous bases from DNA, such as uracil, resulting from deamination of the cytosine base or by incorrect incorporation base during replication. The enzyme Uracil DNA Glycosylase (Ung) participates in the recognition and repair, avoiding the mutagenic effects caused by the presence of uracil in DNA. Thus, the objective of this work was to characterize the C. pseudotuberculosis Ung protein (CpUng) through in silico and in vitro analyzes. The sequence of the ung gene and the Ung protein were obtained from the Coryneregnet and NCBI databases. The in silico analyzes were performed using tools available on the ExPASy Tools platform and revealed that the CpUng protein belongs to the family of UDG proteins, presenting conserved domains typical of DNA glycosylases. The Cpung gene was cloned into the vector pGEM®-T Easy, subcloned into a bacterial expression vector pET21a and sequenced. The CpUng protein product of the Cpung gene was expressed heterologously in bacterial E. coli Rosetta cells (DE3) and purified using an affinity column to perform the in vitro assays. The in vitro test to assess glycosylase activity using the purified CpUng protein revealed its ability to recognize and excise the uracil base paired with a guanine present in double-stranded DNA. Together, the results found in this work suggest the involvement of the CpUng protein in the repair of the uracil base present in the DNA molecule in C. pseudotuberculosis, being, therefore, an important enzyme for maintaining the genomic stability of this organism.

5
  • PAULO HENRIQUE ARAUJO SOARES
  • GUARDA RESPONSÁVEL E DEMAIS FATORES ASSOCIADOS À LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA NO MUNICÍPIO DE DIVINÓPOLIS-MG

  • Orientador : VINICIUS SILVA BELO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HEBER PAULINO PENA
  • RAFAEL GONCALVES TEIXEIRA NETO
  • SIMONE MAGELA MOREIRA
  • VINICIUS SILVA BELO
  • Data: 20/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • A leishmaniose visceral (LV) é uma doença tropical negligenciada que gera grandes impactos para a saúde pública. O Brasil apresenta a maioria dos casos de leishmaniose visceral humana (LVH) do continente americano, cuja forma de transmissão é do tipo zoonótica, tendo o cão papel de destaque no ciclo urbano da doença. Para melhoria das condutas de controle e prevenção da LV, é indispensável o entendimento dos fatores associados com a ocorrência da leishmaniose visceral canina (LVC), porém muitos destes ainda se apresentam controversos ou pouco compreendidos. Além disso, poucos estudos contemplam a temática da guarda animal responsável e sua relação com a LVC. O presente estudo analisa fatores associados com a LVC em cães domiciliados no munícipio de Divinópolis (MG). Trata-se de um estudo epidemiológico seccional analítico, conduzido em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do município. Nas visitas iniciais realizadas pela prefeitura, eram executados os testes de DPP ® e ELISA para o diagnóstico da LVC. Posteriormente, em novas visitas nos mesmos domicílios, era aplicado um questionário aos tutores dos cães sobre diversas variáveis possivelmente associadas à LVC já estudadas na literatura e que incluiu também novas variáveis, relativas à guarda animal responsável. Os dados foram analisados por meio de análises bivariadas e por modelos de regressão logística simples e geograficamente ponderada (GWLR). Dos 704 cães analisados, 47 (6,7%) testaram positivo para LVC. Todas as variáveis relativas à adoção de princípios de guarda responsável estiveram associadas com menores chances de infecção. Nos modelos multivariados, identificou-se que cães criados exclusivamente no peridomícilio; com livre acesso à rua; que estavam sob tutela de indivíduos sem escolaridade ou com ensino superior; e adquiridos quando adultos tiveram chances significativamente maiores de estarem positivos. Estas associações tiveram padrão consistente em todo o território estudado. Os resultados apontaram uma prevalência alta e estável de LVC no município de Divinópolis (MG) e a existência de variáveis relevantes para o direcionamento das ações de controle da doença, especialmente no que se refere a aspectos relativos à guarda animal responsável.


  • Mostrar Abstract
  • Visceral leishmaniasis (VL) is a neglected tropical disease that has major impacts on public health. Brazil has the majority of cases of human visceral leishmaniasis (LVH) in the American continent, whose form of transmission is of the zoonotic type, having the role of a prominent dog in the urban cycle of the disease. To improve the control and prevention of VL, it is essential to understand the factors associated with the occurrence of canine visceral leishmaniasis (CVL), but many of these are still controversial or poorly understood. In addition, few studies contemplate the theme of responsible animal custody and its relationship with an LVC. The present study analyzes factors associated with CVL in dogs domiciled in the municipality of Divinópolis (MG). This is an analytical sectional epidemiological study, conducted in partnership with the Municipal Health Secretariat of the municipality. In visits initiated by the city, DPP ® and ELISA tests for the diagnosis of CVL were earlier. Subsequently, in new visits to the same households, a questionnaire was needed to the dog's guardians about several variables possibly associated with CVL already studied in the literature and which also included new variables, related to responsible animal custody. The data were identified by means of bivariate analyzes and by simple and geographically weighted logistic regression models (GWLR). Of the 704 forced dogs, 47 (6.7%) tested positive for LVC. All variables related to the adoption of responsible guarding principles were associated with lower chances of infection. In multivariate models, it was identified that dogs bred exclusively in the peridomicium; with free access to the street; who was under tutelage of lack of education or higher education; and those acquired as adults were more likely to be positive. These associations have a consistent pattern throughout the studied territory. The results showed a high and stable prevalence of CVL in the municipality of Divinópolis (MG) and the existence of relevant variables for directing disease control actions, especially with regard to aspects related to responsible animal custody.

6
  • ANA PAULA NOGUEIRA GODOI
  • ALTERAÇÕES BUCAIS EM GESTANTES DO MUNICÍPIO DE DIVINÓPOLIS/MG

  • Orientador : MELINA DE BARROS PINHEIRO INACIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALBA OTONI
  • GUSTAVO MACHADO ROCHA
  • LEILISMARA SOUSA NOGUEIRA
  • MELINA DE BARROS PINHEIRO INACIO
  • SUCENA MATUK LONG
  • Data: 29/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • A saúde materna durante a gestação é um dos determinantes do nascimento de um bebê saudável. Neste contexto, a manutenção da saúde bucal durante a gestação e puerpério, é tida como um importante problema de saúde pública, sendo recomendado o seu acompanhamento através do Pré-natal Odontológico. Assim sendo, o objetivo deste estudo foi mensurar a prevalência e os fatores associados às alterações bucais nas gestantes que realizam pré-natal nas Unidades de Saúde públicas do Município de Divinópolis-MG, no período de setembro de 2019 a junho de 2020. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSJ através do parecer 3.614.386, CAEE 20648719.3.0000.5545. A média de idade dessas mulheres foi de 26 anos. A maioria possui o segundo grau completo ou mais. Contudo, as análises bivariadas demonstraram uma forte associação entre doença periodontal e baixa escolaridade, e entre cárie dentária e baixa escolaridade. Na regressão logística ficou evidente que as variáveis idade, última visita ao dentista, uso de palito dental, auto relato saúde bucal ruim estiveram associadas à doença periodontal; as variáveis uso de fio dental, comorbidades prévias, auto relato de saúde bucal ruim, ingestão regular álcool, orientação para procurar dentista na gestação estiveram associadas a doença cárie; as variáveis uso de fio dental, comorbidades prévias, auto relato de saúde bucal ruim, ingestão regular de álcool, orientação para procurar dentista na gestação estiveram associadas à infecção bucal geral. Em suma, este estudo destaca as disparidades sociodemográficas na saúde bucal de gestantes no município de Divinópolis, a importância do pré-natal odontológico e fornece resultados úteis para adaptar intervenções para gestantes e seus bebês. Vale ressaltar que são necessários mais estudos sobre alterações bucais em gestantes do município de Divinópolis.


  • Mostrar Abstract
  • Em breve

7
  • NÍVEA APARECIDA DE ALMEIDA
  • AVALIAÇÃO DO PERFIL DOS PACIENTES EM USO DE ANTICOAGULANTES ORAIS DIRETOS ATENDIDOS VIA JUDICIAL

  • Orientador : DANYELLE ROMANA ALVES RIOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RITA CAROLINA FIGUEIREDO DUARTE
  • DANYELLE ROMANA ALVES RIOS
  • MARIANA LINHARES PEREIRA
  • Data: 22/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar o perfil dos pacientes e das solicitações de anticoagulantes orais diretos (DOACs) atendidos por via judicial. Métodos: Estudo documental descritivo dividido em dois artigos: (1) Foi realizada a coleta de dados em Divinópolis de todos os processos julgados com parecer favorável pela justiça referentes à solicitação dos DOACs. A coleta de dados foi realizada em três fontes secundárias: os processos judiciários, prontuários dos pacientes e o Sistema de Informações em Saúde (SIS); (2) Foram avaliadas as características sociodemográficas, do diagnóstico e tratamento dos pacientes, bem como informações sobre as evidências da eficácia e segurança da tecnologia e conclusão de todas as Notas Técnicas (NT) referentes à solicitação de DOACs obtidas na plataforma e-NatJus. Resultados: Artigo 1: Foram incluídos no estudo um total de 74 processos referentes a solicitação dos DOACs no município de Divinópolis-MG. Observou-se que 74,3% dos indivíduos eram do sexo feminino, a média de idade foi de 70 anos. O diagnóstico mais observado foi a fibrilação atrial (36,5%). Cerca de 52,7% dos médicos registraram que houve tentativa terapêutica com varfarina antes da introdução dos DOACs e a comodidade (24,3%) foi a justificativa mais utilizada pelos prescritores por optar pelos DOACs seguida por dificuldade em controlar a RNI (20,3%). Outro dado encontrado foi que 25,7% dos pacientes nunca obtiveram na farmácia do SUS o medicamento solicitado por via judicial. Artigo 2: foram incluídas no estudo 181 NT: rivaroxabana (67%), apixabana (16%), dabigatrana (12%) e edoxabana (5%). Aproximadamente 86 NT estavam com conteúdo semelhante no item evidência científica. Observou-se que 57,5% tiveram a conclusão não favorável para disponibilizar o medicamento solicitado. Dentre as 77 NT que tiveram a conclusão favorável, 57,1% não avaliaram as recomendações da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (CONITEC). Conclusão: Observou-se em grande parte dos processos analisados e NTs que as prescrições médicas dos DOACs não se basearam em protocolos e diretrizes clínicas estabelecidas pelo SUS para tratar as respectivas condições clínicas, em ambos os estudos encontramos como entrave a falta de informações importantes, deixando lacunas a respeito da real necessidade da judicialização destes medicamentos.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: Evaluate the profile of patients and requests for direct oral anticoagulants (DOACs) assisted through the courts. Methods: Descriptive documental study divided into two articles: (1) Data collection was carried out in Divinópolis of all cases judged with a favorable opinion by the court regarding the request of the DOACs. Data collection was carried out from three secondary sources: court proceedings, patient records and the Health Information System (HIS); (2) The sociodemographic, diagnostic and treatment characteristics of the patients were evaluated, as well as information on the evidence of the technology's efficacy and safety and the conclusion of all Technical Notes (TN) referring to the request for DOACs obtained from the e-NatJus platform. Results: Article 1: A total of 74 processes referring to the request of DOACs in the city of Divinópolis-MG were included in the study. It was observed that 74.3% of the individuals were female, the average age was 70 years. The most common diagnosis was atrial fibrillation (36.5%). About 52.7% of physicians reported that there was a therapeutic attempt with warfarin before the introduction of DOACs and convenience (24.3%) was the most used justification by prescribers for choosing DOACs, followed by difficulty in controlling INR (20, 3%). Another finding was that 25.7% of the patients never obtained the medication requested through the courts at the SUS pharmacy. Article 2: 181 TN were included in the study: rivaroxaban (67%), apixaban (16%), dabigatran (12%) and edoxaban (5%). Approximately 86 TN had similar content in the scientific evidence item. It was observed that 57.5% had an unfavorable conclusion to make the requested medication available. Among the 77 TN that had a favorable conclusion, 57.1% did not evaluate the recommendations of the National Commission for the Incorporation of Technologies. Conclusion: It was observed in most of the analyzed processes and TNs that the medical prescriptions of DOACs were not based on protocols and clinical guidelines established by the SUS to treat the respective clinical conditions, in both studies we found the lack of important information as an obstacle, leaving gaps regarding the real need for the judicialization of these drugs.

8
  • GILCELIA CORREIA SANTOS BERNARDES
  • ALTERAÇÕES BIOQUIMÍCAS E HEMATOLÓGICAS CARACTERÍSTICAS DE ENVELHECIMENTO EM PESSOAS VIVENDO COM HIV

  • Orientador : EDUARDO SERGIO DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTINA SANCHES
  • EDUARDO SERGIO DA SILVA
  • MARIA DAS GRACAS CARVALHO
  • MELINA DE BARROS PINHEIRO INACIO
  • Data: 30/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A infecção por HIV é um grave problema de saúde pública em todo o mundo. O número de idosos que vivem com HIV tem aumentado rapidamente, devido ao sucesso da terapia antirretroviral e mudanças no estilo de vida. A inflamação crônica causada pelo HIV, e efeitos da terapia antirretroviral tem sido associado ao envelhecimento precoce desses indivíduos. Até o momento, não existe um consenso sobre a idade que o indivíduo com HIV é considerado idoso. Objetivo: Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo avaliar por meio de biomarcadores o envelhecimento em pessoas vivendo com HIV. Método: Trata-se de um estudo transversal desenvolvido com as pessoas que vivem com HIV atendidas no Serviço de Atendimento Especializado de Divinópolis-MG, no período de outubro de 2019 a março de 2021. Utilizou-se um grupo não HIV, selecionado a partir do banco de dados da pesquisa nacional em saúde. Os pacientes foram divididos em grupos etários: 18 a 49, 50 a 59, acima de 50 anos e acima de 60 anos e comparados a variáveis bioquímicas e hematológicas. Resultados: Ao analisar a função renal do grupo HIV e não HIV, acima de 60 anos, não foram encontradas diferenças entre os grupos. Entretanto, ao comparar perfil metabólico do grupo HIV de 50 a 59 anos com o grupo HIV acima de 60 anos, estes foram iguais. Finalmente, ao analisar dados hematológicos, estes apresentaram padrões diferentes, enquanto hemácias o grupo de 50 a 59 anos foi igual ao grupo acima de 60 anos, em relação ao hematócrito, o grupo de 50 a 59 anos foi igual ao grupo de 18 a 49 anos. Conclusão: Portanto, nossa investigação demonstra que para a função renal e hematócrito o corte de idade seria a partir de 60 anos, enquanto a nível metabólico e de hemácias o corte ideal é a partir de 50 anos. Nossos resultados são de extrema importância quanto ao ajuste de dose e escolha dos fármacos em pessoas vivendo com HIV em idades mais avançadas, visando um melhor controle terapêutico.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: HIV infection is a serious public health problem worldwide. The number of elderly people living with HIV has been increasing rapidly, due to the success of antiretroviral therapy and changes in lifestyle. Chronic inflammation caused by HIV and the effects of antiretroviral therapy has been associated with the premature aging of these individuals. So far, there is no consensus on the age at which an individual with HIV is considered elderly. Objective: Thus, this study aims to assess aging in people living with HIV through biomarkers. Method: This is a cross-sectional study developed with people living with HIV attended at the Specialized Care Service of Divinópolis-MG, from October 2019 to March 2021. A non-HIV group was used, selected from the national health survey database. Patients were divided into age groups: 18 to 49, 50 to 59, over 50 years and over 60 years and compared to biochemical and hematological variables. Results: When analyzing the renal function of the HIV and nonHIV group, over 60 years of age, no differences were found between the groups. However, when comparing the metabolic profile of the HIV group aged 50 to 59 years with the HIV group above 60 years, these were the same. Finally, when analyzing hematological data, these showed different patterns, while red blood cells in the 50 to 59 year group was the same as the over 60 years old group, in relation to hematocrit, the 50 to 59 year old group was the same as the 18 to 49 year old group years old. Conclusion: Therefore, our investigation demonstrates that for renal function and hematocrit the age cut-off would be from 60 years on, while for metabolic and red blood cells the ideal cut-off is from 50 years on. Our results are extremely important regarding dose adjustment and drug choice in people living with HIV at older ages, aiming at better therapeutic control.
Teses
1
  • CLÁUDIA FERREIRA MELO RODRIGUES
  • AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DO SISTEMA DE SAÚDE PARA ATUAÇÃO NAS CONDIÇÕES CRÔNICAS APÓS UMA
    INTERVENÇÃO
  • Orientador : CLARECI DA SILVA CARDOSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELAINE LEANDRO MACHADO
  • ALBA OTONI
  • CARLOS ALBERTO PEGOLO DA GAMA
  • CECÍLIA GODOI CAMPOS
  • CLARECI DA SILVA CARDOSO
  • Data: 26/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar, na percepção dos profissionais, a capacidade do sistema de saúde
    para atuação nas condições crônicas (CC), após a implantação de um novo Modelo
    de cuidado. Método: Trata-se de um estudo observacional e longitudinal, com
    avaliação antes (2013), durante (2015) e após (2018) a intervenção no sistema de
    saúde no município de Santo Antônio do Monte/MG. A intervenção baseou-se na
    mudança de processos de trabalho, por meio da implantação do Modelo de Atenção
    às Condições Crônicas (MACC). O MAC contou com a inserção de novas ferramentas
    e protocolos para o cuidado a três CC: diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial
    sistêmica e assistência à gestante. Conforme prevê o próprio MACC, foi realizada a
    introdução de macro e microprocessos na atenção primária à saúde (APS), por meio
    de oficinas com os profissionais de saúde do município, buscando instituir o cuidado
    a partir dos princípios da territorialização, classificação e estratificação do risco,
    organização da agenda, programação de consultas e elaboração do plano de cuidado
    e autocuidado apoiado. Para a compreensão da percepção dos profissionais sobre o
    sistema de saúde, foram realizados nove grupos focais, um de cada unidade de
    saúde, em 2013 (antes da intervenção), em 2015 (durante a intervenção) e em 2018
    (cinco anos depois). Utilizou-se, como roteiro, o instrumento de Avaliação da
    Capacidade Institucional para a Atenção às Condições Crônicas – Assessment of
    Chronic Illness Care (ACIC), validado para o Brasil e que avalia os serviços segundo
    as seguintes dimensões: 1) Organização da Atenção à Saúde; 2) Articulação com a
    Comunidade; 3) Autocuidado Apoiado; 4) Suporte à Decisão; 5) Desenho do Sistema
    de Prestação de Serviços; 6) Sistema de Informação Clínica; e 7) Integração dos
    Componentes do Modelo de Atenção às Condições Crônicas. Os dados coletados
    foram submetidos a análises qualitativa e quantitativa. Resultados: Houve avanços
    significativos na capacidade institucional do município no cuidado às CC após a
    intervenção pelo MACC. Os profissionais enfatizaram o papel da liderança na
    organização da atenção à saúde e a apropriação de ferramentas e protocolos que
    propiciaram o desenvolvimento de um cuidado longitudinal e integrado. O estudo traz
    elementos importantes em um município de pequeno porte brasileiro, contribuindo
    para novas experiências de implementação em municípios com realidade semelhante.
    Conclusão: Os resultados da pesquisa reforçam a importância da implantação do
    MACC para uma gestão em saúde mais efetiva e de maior qualidade, à medida que a
    experiência no município de Santo Antônio do Monte/MG refletiu na construção de
    uma nova práxis, tendo a atenção primária como ordenadora do cuidado. Resultado
    que configurou como piloto para a Planificação da Atenção Primária à Saúde em
    diversos Estados brasileiros, promovendo o alinhamento do conceito de atenção
    primária como coordenadora da rede.

  • Mostrar Abstract
  • Objective: To assess, in the perception of professionals, the capacity of the health
    system to act in chronic conditions (WC), after the implementation of a new Care
    Model. Method: This is an observational and longitudinal study, with evaluation before
    (2013), during (2015) and after (2018) the intervention in the health system in the
    municipality of Santo Antônio do Monte / MG. The intervention was based on changing
    work processes, through the implementation of the Care Model for Chronic Conditions
    (MACC). The MAC included the insertion of new tools and protocols for the care of
    three CC: type 2 diabetes mellitus, systemic arterial hypertension and assistance to
    pregnant women. As provided by the MACC itself, the introduction of macro and
    microprocesses in primary health care (PHC) was carried out, through workshops with
    health professionals in the municipality, seeking to institute care based on the
    principles of territorialization, classification and stratification of the risk, organizing the
    agenda, scheduling consultations and preparing the supported care and self-care plan.
    To understand the perception of professionals about the health system, nine focus
    groups were held, one from each health unit, in 2013 (before the intervention), in 2015
    (during the intervention) and in 2018 (five years later). The Institutional Capacity
    Assessment Tool for Chronic Illness Care (ACIC) was used as a script, validated for
    Brazil and which evaluates services according to the following dimensions: 1)
    Organization of Health Care Cheers; 2) Articulation with the Community; 3) Supported
    Self-Care; 4) Decision support; 5) Design of the Service Delivery System; 6) Clinical
    Information System; and 7) Integration of the Components of the Care Model for
    Chronic Conditions. The collected data were submitted to qualitative and quantitative
    analysis. Results: There were significant advances in the institutional capacity of the
    municipality in the care of HC after intervention by the MACC. The professionals
    emphasized the role of leadership in the organization of health care and the
    appropriation of tools and protocols that enabled the development of longitudinal and
    integrated care. The study brings important elements in a small Brazilian municipality,
    contributing to new experiences of implementation in municipalities with a similar
    reality. Conclusion: The research results reinforce the importance of implementing
    the MACC for more effective and higher quality health management, as the experience
    in Santo Antônio do Monte / MG reflected in the construction of a new praxis, with the
    attention primary care ordering. Result that configured as a pilot for the Planning of
    Primary Health Care in several Brazilian States, promoting the alignment of the
    concept of primary care as a resolutive and coordinating function of the network.
2
  • THAYS SANTOS MENDONCA
  • IMPACTO CLÍNICO DO ACOMPANHAMENTO FARMACOTERAPÊUTICO EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO I ATENDIDOS VIA JUDICIAL

  • Orientador : ANDRE DE OLIVEIRA BALDONI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DJENANE RAMALHO DE OLIVEIRA
  • ANDRE DE OLIVEIRA BALDONI
  • GENIVAL ARAÚJO DOS SANTOS JÚNIOR
  • LEONARDO RÉGIS LEIRA PEREIRA
  • MÁRCIO EDUARDO SENRA NOGUEIRA
  • TIAGO MARQUES DOS REIS
  • Data: 07/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • : Estudos brasileiros evidenciam que dentre os medicamentos mais recorridos a processos de judicialização no Brasil, estão os utilizados para o tratamento do Diabetes Mellitus (DM). Diante disso, torna-se essencial buscar estratégias que propiciem a melhoria da gestão do cuidado dos pacientes, de forma eficiente e resolutiva. Objetivos: Avaliar a utilização dos serviços públicos de saúde, o cumprimento dos protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas (PCDT), o controle glicêmico e a efetividade do acompanhamento farmacoterapêutico em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 1 (DM1) que recebem medicamentos por meio de processos judiciais. Métodos: A população de estudo correspondeu aos pacientes com DM1 que recebem pelo menos um medicamento por via judicial no município de Divinópolis-MG. Realizou-se estudos com bases de dados secundários para verificar se os pacientes eram monitorados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e se haviam realizado uso prévio de insulinas humanas (cumprimento dos PCDT). Verificou-se através de estudo transversal, o controle glicêmico dos pacientes por meio de exames de glicemia de jejum e hemoglobina glicada e conduziu-se um estudo de intervenção de braço único por meio do acompanhamento farmacoterapêutico nesses pacientes. Resultados: 55,1% dos pacientes não são monitorados pelo SUS, 53,9% não utilizaram insulinas humanas previamente ao uso dos análogos, 90% não apresentaram controle glicêmico e o acompanhamento farmacoterapêutico promoveu melhorias nos níveis glicêmicos, pressóricos, nos conhecimentos sobre as técnicas de aplicação das insulinas, qualidade de vida e saúde, nos hábitos alimentares e resolução de Problemas Farmacoterapêuticos. Conclusão: A maior parte dos pacientes com DM1 que recebem medicamentos por via judicial no município analisado não são monitorados pelo SUS, não apresentaram o cumprimento dos PCDT e não possuíam controle glicêmico. Contudo, o acompanhamento farmacoterapêutico propiciou benefícios clínicos, terapêuticos, laboratoriais e comportamentais, com melhoria da qualidade de vida e saúde desses pacientes.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Brazilian studies show that among the drugs most used by judicial litigation in Brazil, are those used for the treatment of Diabetes Mellitus (DM). In view of this, it is essential to seek strategies that enable the improvement of patient care management, in an efficient and resolutive manner. Objectives: To evaluate the use of public health services, compliance with clinical protocols and therapeutic guidelines (PCDT), glycemic control and the effectiveness of pharmacotherapeutic follow-up in patients with type 1 Diabetes Mellitus (T1DM) who receive at least one drug through judicial litigation. Methods: The study population corresponded to patients with T1DM who receive at least one drug through judicial litigation in the municipality of Divinópolis-MG. Studies with secondary data were carried out to verify if the patients were monitored by the Unified Health System (SUS) and if they had previously used human insulins (compliance with the PCDT). Through a crosssectional study, the glycemic control of patients was verified by means of tests of fasting glycemia and glycated hemoglobin and a single arm intervention study was carried out by means of pharmacotherapeutic follow-up in these patients. Results: 55.1% of patients are not monitored by SUS, 53.9% did not use human insulin prior to the use of analogs, 90% did not have glycemic control and pharmacotherapeutic follow-up promoted improvements in blood glucose, blood pressure levels, knowledge about the insulin application techniques, quality of life and health, eating habits and resolution of Pharmacotherapeutic Problems. Conclusion: Most patients with T1DM who receive drugs by judicial means in the analyzed municipality are not monitored by SUS, did not present compliance with the PCDT and did not have glycemic control. However, pharmacotherapeutic follow-up has provided clinical, therapeutic, laboratory and behavioral benefits, with an improvement in the quality of life and health of these patients

3
  • KARLA AMARAL NOGUEIRA QUADROS
  • PERFIL CLÍNICO E LABORATORIAL DE PACIENTES COM DISTÚRBIO MINERAL E ÓSSEO DA DOENÇA RENAL CRÔNICA NÃO DIALÍTICA

  • Orientador : ALBA OTONI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IZABELA VOIETA DA SILVA TEIXEIRA
  • ALBA OTONI
  • ANDRE DE OLIVEIRA BALDONI
  • FLÁVIO MENDONÇA PINTO
  • MARCIA CHRISTINA CAETANO ROMANO
  • Data: 04/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo geral: identificar a incidência do DMO-DRC em pacientes com DRC nos estágios 3a, 3b, 4 e 5 não dialítico, objetivos específicos: identificar a prevalência do DMO-DRC em pacientes com DRC nos estágios 3a, 3b, 4 e 5 não dialítico; realizar revisão sistemática para identificar se existe uma proposta considerada padrão ouro de prevenção e tratamento para o distúrbio mineral e ósseo em adultos e idosos com doença renal crônica não-dialítica; identificar a existência de interação medicamentosa e polifarmácia nos pacientes envolvidos no estudo. Método: o delineamento do projeto maior da tese de doutorado é caracterizado como uma coorte prospectiva e para além dos dados já analisados, ainda existem dados para a efetivação dessa avaliação longitudinal em análise para dois artigos ainda em construção. Resultados: artigo de incidência do DMO-DRC em construção; artigo de prevalência submetido na Revista CUIDARTE - ISSN: 2216-0973 ISSN electrónico: 2346-3414); artigo de revisão sistemática publicado na Revista Eletrônica Acervo Saúde / Electronic Journal Collection Health   ISSN 2178-2091); artigo sobre interações medicamentosas em construção com resumo submetido para avaliação no 14º Congresso Mineiro de Nefrologia. Considerações finais: A tese desenvolvida durante o período de doutorado, para além do desenvolvimento acadêmico alcançado enquanto candidata ao título de doutorado, gerou resultados que irão impactar diretamente na prática clínica assistencial do município no qual os pacientes envolvidos na pesquisa estão vinculados. Algumas ações foram pensadas para a concretização desses impactos: apresentação dos resultados aos gestores públicos e profissionais assistenciais da Policlínica Municipal de Saúde de Divinópolis/MG; programação de atendimento específico para aqueles pacientes nos quais foram identificados o DMO-DRC, bem como aqueles nos quais foram identificadas interações medicamentosas graves nas prescrições avaliadas; publicação do artigo de incidência e publicação do artigo de interações medicamentosas.


  • Mostrar Abstract
  • General objective: to identify the incidence of CKD-BMD in patients with CKD in stages 3a, 3b, 4 and 5 not on dialysis, specific objectives: to identify the prevalence of CKD-BMD in patients with CKD in stages 3a, 3b, 4 and 5 not dialytic; perform a systematic review to identify whether there is a proposal considered the gold standard for the prevention and treatment of mineral and bone disorders in adults and elderly people with non-dialytic chronic kidney disease; identify the existence of drug interaction and polypharmacy in the patients involved in the study. Method: the design of the major project of the doctoral thesis is characterized as a prospective cohort and in addition to the data already analyzed, there are still data for the realization of this longitudinal evaluation under analysis for two articles still under construction. Results: article on the incidence of DMO-DRC under construction; prevalence article submitted to Revista CUIDARTE - ISSN: 2216-0973 electronic ISSN: 2346-3414); systematic review article published in Revista Eletrônica Acervo Saúde / Electronic Journal Collection Health ISSN 2178-2091); article on drug interactions under construction with abstract submitted for evaluation at the 14th Minas Gerais Congress of Nephrology. Final considerations: The thesis developed during the doctoral period, in addition to the academic development achieved as a candidate for the doctoral degree, generated results that will directly impact the clinical care practice of the municipality in which the patients involved in the research are linked. Some actions were designed to achieve these impacts: presentation of results to public managers and healthcare professionals at the Municipal Health Polyclinic of Divinópolis/MG; specific care schedule for those patients in whom the BMD-DRC was identified, as well as those in whom serious drug interactions were identified in the evaluated prescriptions; publication of the incidence article and publication of the article on drug interactions.

4
  • YWIA DANIELI VALADARES
  • RESILIÊNCIA, QUALIDADE DE VIDA E DEPRESSÃO EM PACIENTES COM CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS DE CABEÇA E PESCOÇO SUBMETIDOS A TRATAMENTO CIRÚRGICO

  • Orientador : MICHELE CONCEICAO PEREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE ANDRADE SOUSA
  • MICHELE CONCEICAO PEREIRA
  • MICHELLE MORELO PEREIRA
  • PATRICIA PERES DE OLIVEIRA
  • THALYTA CRISTINA MANSANO SCHLOSSER
  • Data: 13/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O diagnóstico e os tratamentos do câncer de cabeça e pescoço (CCP) vêm acompanhados de sofrimento, que afeta o paciente e sua família, podendo alterar a qualidade de vida (QV) e levar à depressão. A resiliência pode influenciar nos escores de QV e depressão em pacientes oncológicos. Objetivos: Avaliar os escores de resiliência, QV e depressão em pacientes com CCP em diferentes momentos do tratamento e correlacionar tais variáveis. Pacientes e métodos: Trata-se de um estudo desenvolvido com 28 pacientes diagnosticados com CCP submetidos à cirurgia, no período de agosto de 2017 a novembro de 2019, acompanhados em três momentos. Aplicou-se o Mini Exame do Estado Mental, Questionário de Qualidade de Vida da Universidade de Washington, Inventário de Depressão de Beck e Escala de Resiliência. Resultados: Em relação à QV, notou-se diferença no domínio função física, quando comparados os períodos T1 e T2. Em T2, os pacientes que realizaram apenas a cirurgia apresentaram maiores escores em todos os domínios e na QV total (QVT). Em T3, a função física e a QVT foi maior nos pacientes somente cirúrgicos. Pacientes com CCP em estádios iniciais apresentaram maiores escores em todos os domínios da QV e na QVT em T2. Em T3, os pacientes cirúrgicos apresentaram melhor função física do que aqueles que necessitaram de tratamentos adjuvantes. Referente à depressão, notou-se que os pacientes cirúrgicos apresentaram pontuações menores do que os que realizaram cirurgia seguida de alguma terapia adjuvante em T2. No mesmo período de tempo, observou-se diferença entre pacientes com CCECP em estágios iniciais e avançados, sendo maiores os escores nos últimos. Quanto à resiliência, em T2, os pacientes apenas cirúrgicos apresentaram escores maiores de autoconfiança e capacidade de se adaptar às situações, quando comparados àqueles que realizaram cirurgia seguida de tratamentos adjuvantes. Notou-se correlação positiva entre a resiliência e a QV e correlações negativas entre depressão e resiliência e entre depressão e QV. Conclusão: Nessa casuística, o tipo de tratamento interferiu na QV, depressão e resiliência, bem como o estadiamento tumoral impactou na QV e depressão. Correlação positiva foi observada entre resiliência e QV, assim como negativa entre depressão, resiliência e QV.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The diagnosis and surgical treatments for head and neck cancer (CCP) are accompanied by suffering, which affects the patient and their family, which can change the quality of life (QOL) and lead to depression. Resilience can influence QOL and depression scores in cancer patients. Objectives: To evaluate the resilience, QOL and depression scores in patients with CCP at different times of treatment and correlate these variables. Patients and methods: This is a study developed with 28 patients diagnosed with CCP undergoing surgery, from August 2017 to November 2019, followed up in three moments. The Mini Mental State Examination, University of Washington Quality of Life Questionnaire, Beck Depression Inventory and Resilience Scale were applied. Results: Regarding QOL, there was a difference in the physical function domain, when comparing periods T1 and T2. At T2, patients who underwent only surgery had higher scores in all domains and in total QOL (QWL). At T3, physical function and QWL were higher in surgical-only patients. Patients with CCP in early stages had higher scores in all domains of QOL and QWL at T2. At T3, surgical patients had better physical function than those who required adjuvant treatments. Regarding depression, it was noted that surgical patients had lower scores than those who underwent surgery followed by some adjuvant therapy in T2. In the same period of time, there was a difference between patients with CCECP in early and advanced stages, with higher scores in the latter. As for resilience, at T2, only surgical patients had higher self-confidence scores and the ability to adapt to situations, when compared to those who underwent surgery followed by adjuvant treatments. There was a positive correlation between resilience and QOL and negative correlations between depression and resilience and between depression and QOL. Conclusion: In this sample, the type of treatment interfered with QOL, depression and resilience, as well as tumor staging impacted QOL and depression. A positive correlation was observed between resilience and QOL, as well as a negative one between depression, resilience and QOL.

5
  • ANDRÊZA SOARES DOS SANTOS
  • EVENTOS ADVERSOS AOS INIBIDORES DA BOMBA DE PRÓTONS: RESULTADOS DO ESTUDO LONGITUDINAL DE SAÚDE DO ADULTO (ELSA-BRASIL)

  • Orientador : ROBERTA CARVALHO DE FIGUEIREDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROBERTA CARVALHO DE FIGUEIREDO
  • MARIANA LINHARES PEREIRA
  • MARIA DAS GRACAS CARVALHO
  • JOSÉ GERALDO MILL
  • SOTERO SERRATE MENGUE
  • Data: 27/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Investigar se o uso de inibidores da bomba de prótons na linha de base está associado à diminuição do desempenho em testes de memória, linguagem e função executiva e da função renal após cerca de quatro anos de seguimento em participantes do ELSA-Brasil. Métodos: Esta presente tese de doutorado foi desenvolvida na coorte ELSA-Brasil, composta por 15.105 servidores públicos (ativos ou aposentados), de instituições de ensino superior ou de pesquisa localizadas em seis capitais brasileiras, utilizando dados da linha de base Onda 1 (2008-2010) e seguimento Onda 2 (2012-2014). O uso de inibidores da bomba de prótons (IBP) foi avaliado na linha de base e os participantes foram orientados a levar ao centro de pesquisa todos os medicamentos (prescritos ou não) usados nas últimas duas semanas, relatando também o tempo de uso de cada medicamento. Na avaliação do desempenho cognitivo foram utilizados os testes de memória e fluência verbal presentes na bateria neuropsicológica CERAD (Consórcio para Estabelecer um registro para a Doença de Alzheimer) adaptada à população brasileira e o Teste de Trilha (versão B) na Onda 1 e 2. A avaliação da diminuição da função renal foi verificada por meio da taxa de filtração glomerular estimada (eTFG) usando a equação da Colaboração da Epidemiologia da Doença Renal Crônica, sendo que os níveis inferiores a 60 ml/min/1,73 m2 foram considerados como diminuição da TFG, na Onda 1 e 2. Foram utilizados modelos de regressão linear de efeito misto para avaliar as mudanças longitudinais no desempenho cognitivo e diminuição da função renal entre a Onda 1 e 2. O trabalho foi dividido em duas partes, sendo cada parte correspondente a um artigo científico com objetivos independentes. Resultados: Na avaliação do desempenho cognitivo, após os ajustes, o termo de interação uso de IBP × idade não foi estatisticamente significativo para os testes cognitivos avaliados, e em nenhuma das categorias de tempo de uso do medicamento, indicando que o uso de IBP no início do estudo não foi associado a um declínio mais acelerado no desempenho cognitivo entre as ondas. Na avaliação da diminuição da função renal o uso regular de IBP no início do estudo não está associado à doença renal crônica (DRC) incidente após ajuste por fatores de confusão, mas está associado à redução da eTFG padronizada avaliada entre a Onda 1 e 2. O tempo de uso do IBP de um a três anos está associado à incidência de DRC e o tempo de uso do IBP menor que um ano e acima de três anos associado à redução da eTFG. Análises adicionais foram realizadas e verificaram uma associação entre o uso de IBP e o maior risco de mortalidade. Conclusão: Os resultados desta tese quanto a ausência de associação entre o uso de IBP e o declínio da função cognitiva não devem ser interpretados como ausência de associação definitiva, pois o intervalo relativamente curto entre as visitas pode ter impactado ao analisar o declínio cognitivo em uma coorte jovem. Os resultados quanto a associação do uso e tempo de uso de IBP na redução da função renal demonstram a necessidade de se educar os profissionais de saúde para aumentar a conscientização e reduzir a prescrição e uso excessivo de IBP. Nossos resultados contribuem para a vigilância pós-comercialização desses medicamentos, uma vez que os resultados ainda são recentes, escassos e discordantes.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To investigate if the use of proton pump inhibitors at baseline is associated with decreased performance in memory, language, executive function tests and renal function after about four years of follow-up in ELSA-Brasil participants. Methods: This present doctoral thesis was developed in the ELSA-Brasil cohort, composed of 15,105 civil servants (active or retired), from higher education or research institutions located in six Brazilian capitals, using baseline data Wave 1 (2008-2010) and Wave 2 follow-up (2012-2014). Use of proton pump inhibitors (PPI) was evaluated at baseline and all participants were instructed to take to the research center all medications (prescribed or not) used in the last two weeks, also reporting the time of use of each medicament. In the assessment of cognitive performance, memory and verbal fluency tests were used in the neuropsychological battery CERAD (Consortium to Establish a Registry for Alzheimer's Disease) adapted to the Brazilian population and the Trail Test (version B) in the Wave 1 and 2. The assessment of reduction renal function was verified using the estimated glomerular filtration rate (eGFR) using the Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration equation, with levels below 60 ml/min/1.73 m2 being considered as decrease in GFR at Wave 1 and 2. Mixed-effect linear regression models were used to assess longitudinal changes in cognitive performance and decrease in renal function between Wave 1 and 2. The work was divided into two parts, each part corresponding to a scientific article with independent objectives. Results: In the assessment of cognitive performance, after adjustment, the interaction term PPI use × age was not statistically significant for the cognitive tests evaluated, and in none of the categories of length of drug use, indicating that the PPI use at baseline was not associated with a more accelerated decline in cognitive performance between waves. In the assessment of decreased renal function, the regular use of PPI at baseline is not associated with incident chronic kidney disease (CKD) after adjustment for confounding factors, but is associated with a reduction in standardized eGFR assessed between Wave 1 and 2. PPI use of one to three years is associated with the incidence of CKD and PPI use of less than one year and above three years is associated with a reduction in eGFR. Additional analyzes were performed and found an association between PPI use and increased risk of mortality. Conclusion: The results of this thesis regarding the absence of association between the use of PPI and the decline in cognitive function should not be interpreted as the absence of a definite association, as the relatively short interval between visits may have had an impact when analyzing cognitive decline in a young cohort. The results regarding the association of PPI use and length of use in reducing kidney function demonstrate the need to educate healthcare professionals to increase awareness and reduce PPI prescription and overuse. Our results contribute to the post-marketing surveillance of these drugs, as the results are still recent, scarce and conflicting.

6
  • ANTONIETA RELVAS PEREIRA

  • PERFIL NOSOLÓGICO DO ESTADO DO AMAZONAS, DE HUMAITÁ E DA POPULAÇÃO RIBEIRINHA DE HUMAITÁ NO CONTEXTO DO FENÔMENO DA TRANSIÇÃO EPIDEMIOLÓGICA

  • Orientador : LUIS MARCELO ARANHA CAMARGO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JACQUELINE DE ALMEIDA GONÇALVES SACHETT
  • ISABELA CRISTINA DE MIRANDA GONÇALVES
  • RODOLFO LUÍS KORTE
  • FELIPE ARLEY COSTA PESSOA
  • LUIS MARCELO ARANHA CAMARGO
  • Data: 31/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo teve como objetivo avaliar o perfil nosológico do Estado do Amazonas, município de Humaitá e população ribeirinha do município à luz do fenômeno da transição epidemiológica. Foi realizado um estudo sobre a situação de saúde do Brasil, Amazonas e Humaitá no contexto de transição demográfica, epidemiológica. Para caracterização deste cenário foram utilizados dados secundários dos principais sistemas de informações em saúde. Concomitante a isto, foi realizado um estudo de prevalência sobre as Doenças Crônica não-transmissível (DCNT) e doença infecciosa e parasitária (DIP) que acomete a população ribeirinha ao longo do Rio Madeira, em Humaitá – AM. A população tradicional ribeirinha vem apresentando mudanças em seus hábitos de vida, ocasionados por impactos socioambientais que interfem no perfil de morbimortalidade, visto que a região Amazônica é endêmica e várias doenças infecciosas permanecem crescentes. O local de estudo de campo foram 16 comunidades ribeirinhas localizadas ao longo do Rio Madeira, no município de Humaitá, Estado do Amazonas, na Amazônia Ocidental. Utilizou-se método observacional de estudo de prevalência, com tamanho amostral de 183 indivíduos adultos, onde passaram por uma triagem e verificados: peso, altura, circunferência abdominal, pressão arterial, história clínico-epidemiológica e realizados o exame físico e laboratoriais. As análises de prevalência e as razões de prevalência foram calculadas com intervalos de confiança com significância estatística de 95% e p<0,05. A prevalência de hipertensão arterial sistêmica (HAS) foi de 44,7%, destes, 52,6% do gênero feminino. Dos indivíduos hipertensos, 77,5% não usavam medicação. Cerca 51,5% dos hipertensos tem HAS Grau I. A prevalência de diabetes mellitus tipo 2, foi de 16,4%, onde nenhum paciente utilizava medicação e cerca de 40,4% da população estudada se encaixa na faixa de intolerância à glicose. Síndrome metabólica apresentou prevalência de 24,0%, maior frequência no gênero feminino (33,8%) (p=0,007). Em relação à disfunção renal, observou-se uma prevalência de 12,1%, nos dois gêneros. Os fatores de risco encontrados foram alcoolismo, tabagismo e obesidade, e mais de 45% apresentou ao menos dois fatores de risco. Houve uma prevalência de 8,7% de DIP (Hanseníase 5,5%). Verificamos que essa população ribeirinha possui elevadas prevalências de DCNT e fatores de risco, baixa frequência de uso de medicamentos, revelando ineficiência do sistema de saúde local. Observamos que o estado do Amazonas e o município de Humaitá é menos avançado em relação ao processo de transição demográfica e epidemiológica em relação a média do Brasil, uma vez que apresenta coexistência de taxas de morbidade e mortalidade por DCNT e presença de DIP com morbimortalidade ainda elevada. Verificamos que o acesso dessas populações a serviços de saúde é limitado, as condições econômicas desfavoráveis, e os problemas de saúde são muitas vezes solucionados na própria comunidade, e que mesmo em áreas remotas da região norte, já encontramos o processo de transição epidemiológica (ou demográfica) em andamento, com delineamentos de problemas relacionados à dupla carga de doenças (DIP e DCNT), em áreas pobres, de difícil acesso e com uma estratégia de saúde da família desestruturada.


  • Mostrar Abstract
  • This study aimed to evaluate the nosological profile of the State of Amazonas, municipality of Humaitá and riverside population of the municipality in light of the phenomenon of epidemiological transition. A study was carried out on the health situation in Brazil, Amazonas and Humaitá in the context of demographic and epidemiological transition. To characterize this scenario, secondary data from the main health information systems were used. Concomitantly, a prevalence study was carried out on Chronic Non-Communicable Diseases (NCDs) and Infectious and Parasitic Diseases (IPD) that affect the riverside population along the Madeira River, in Humaitá – AM. The traditional riverside population has been showing changes in their lifestyles, caused by socio-environmental impacts that interfere with the morbidity and mortality profile, since the Amazon region is endemic and several infectious diseases continue to grow. The field study site was 16 riverside communities located along the Madeira River, in the municipality of Humaitá, State of Amazonas, in Western Amazonia. An observational method of prevalence study was used, with a sample size of 183 adult individuals, who were screened and verified: weight, height, waist circumference, blood pressure, clinical and epidemiological history, and physical and laboratory examinations were performed. Prevalence analyzes and prevalence ratios were calculated with confidence intervals with statistical significance of 95% and p<0.05. The prevalence of systemic arterial hypertension (SAH) was 44.7%, of which 52.6% were female. Of the hypertensive individuals, 77.5% did not use medication. About 51.5% of hypertensive patients have Grade I SAH. The prevalence of type 2 diabetes mellitus was 16.4%, where no patient used medication and about 40.4% of the studied population fits into the glucose intolerance range . Metabolic syndrome had a prevalence of 24.0%, higher frequency in females (33.8%) (p=0.007). Regarding renal dysfunction, there was a prevalence of 12.1% in both genders. The risk factors found were alcoholism, smoking and obesity, and more than 45% had at least two risk factors. There was a prevalence of 8.7% of PID (Leprosy 5.5%). We found that this riverside population has high prevalence of CNCDs and risk factors, low frequency of medication use, revealing inefficiency of the local health system. We observed that the state of Amazonas and the municipality of Humaitá are less advanced in relation to the demographic and epidemiological transition process in relation to the average in Brazil, as they present coexistence of morbidity and mortality rates from CNCDs and the presence of ILD with morbidity and mortality still high. We found that the access of these populations to health services is limited, economic conditions are unfavorable, and health problems are often solved in the community itself, and that even in remote areas of the northern region, we have already encountered the process of epidemiological transition (or population) in progress, with delineations of problems related to the double burden of diseases (DIP and CNCD), in poor areas, with difficult access and with an unstructured family health strategy.

7
  • WANDER VALADARES DE OLIVEIRA JUNIOR
  • INFLAMAÇÃO, DISFUNÇÃO PERITONEAL E MORTALIDADE GERAL: ANÁLISE LONGITUDINAL EM PACIENTES SUBMETIDOS À DIÁLISE PERITONEAL

  • Orientador : DANYELLE ROMANA ALVES RIOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA CRISTINA SOARES DE SOUZA
  • ANDREA TEIXEIRA DE CARVALHO
  • DANYELLE ROMANA ALVES RIOS
  • LUCIANE TEIXEIRA PASSOS GIAROLA
  • THYAGO PROENCA DE MORAES
  • Data: 17/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • ntrodução: Mudanças estruturais progressivas da membrana peritoneal (MP) ocorrem ao longo do tempo de tratamento em diálise peritoneal (DP), acarretando aumento do processo inflamatório crônico, aumento das citocinas locais e sistêmicas, que pode levar ao desenvolvimento e progressão da doença cardiovascular (DCV), que pode levar ao aumento da mortalidade geral. Objetivo: Avaliar a associação entre os níveis plasmáticos e no dialisado de CCL2 e os níveis no dialisado de CA-125 em pacientes submetidos à DP e avaliar biomarcadores inflamatórios em pacientes submetidos à DP e investigar a associação desses com a ocorrência de óbito por todas as causas. Método: Inicialmente foi feita uma análise transversal realizada com 41 pacientes. Posteriormente uma coorte foi realizada com 43 pacientes, ambos submetidos à DP. As dosagens das citocinas (IL-6, IL-10, IL-17, TNF- e IFN-), foram realizadas por meio de citometria de fluxo. E a determinação do CCL2 e CA-125 por meio de ELISA de captura. A investigação da associação entre a variáveis CCL2 e CA-125 foram feitas por razões de médias aritméticas brutas e ajustadas por meio de modelos lineares generalizados. A análise de regressão de Cox foi utilizada para estimar as associações entre a mortalidade e os valores medianos de cada citocina e mortalidade. Resultados: Foi encontrada uma associação estatisticamente significativa entre os níveis no dialisado de CCL2 e de CA-125 (RMA=1,31; IC=1,20-1,43). Também foi encontrada uma associação estatisticamente significativa entre as citocinas IL-6 e IL-17 ambas no dialisado com a ocorrência de mortalidade geral (p-valor <0,05). Conclusão: A associação dos níveis de CA-125 com CCL2 no dialisado pode indicar que o processo inflamatório local leva a alterações temporárias ou definitivas da MP. A IL-6 no dialisado tem um efeito preditivo positivo em relação ao óbito e a IL-17 no dialisado, tem um efeito protetor contra o risco de óbito nos pacientes em DP. Esses biomarcadores poderiam ser úteis para possíveis tomadas de decisões, visando prolongar a vida útil da MP, assim como da técnica de DP e podendo diminuir a ocorrência de óbitos prematuros nessa população.


  • Mostrar Abstract
  • Background: Progressive structural changes of the peritoneal membrane (PM) occur over time of treatment in peritoneal dialysis (PD), causing an increase in the chronic inflammatory process, increase in local and systemic cytokines, which can lead to the development and progression of cardiovascular disease (CVD), which can lead to increased overall mortality. Aim: To evaluate the association between plasma and dialysate levels of CCL2 and dialysate levels of CA-125 in patients undergoing PD and to evaluate inflammatory biomarkers in patients undergoing PD and to investigate the association of these with the occurrence of death by all causes. Method: Initially, a cross-sectional analysis was performed with 41 patients. Subsequently, a cohort was carried out with 43 patients, both undergoing PD. Cytokine assays (IL-6, IL-10, IL-17, TNF- and IFN-) were performed using flow cytometry. And the determination of CCL2 and CA-125 through capture ELISA. The investigation of the association between the CCL2 and CA-125 variables was carried out by means of crude arithmetic means and adjusted using generalized linear models. Cox regression analysis was used to estimate associations between mortality and median values of each cytokine and mortality. Results: A statistically significant association was found between dialysate levels of CCL2 and CA-125 (RMA=1.31; CI=1.20-1.43). A statistically significant association was also found between the cytokines IL-6 and IL-17 both on dialysate and the occurrence of overall mortality (p-value <0.05). Conclusion: The association of CA-125 levels with CCL2 in dialysate may indicate that the local inflammatory process leads to temporary or definitive changes in MP. IL-6 on dialysate has a positive predictive effect on death and IL-17 on dialysate has a protective effect against the risk of death in patients on PD. These biomarkers could be useful for possible decision-making, aiming to prolong the life of PM, as well as the PD technique, and could reduce the occurrence of premature deaths in this population.

8
  • JESSICA MARTINS DE MOURA VALADARES
  • Mecanismo citotóxico de análogos monossacarídeos da digitoxina através da modulação do estresse oxidativo celular e alteração da homeostase de cálcio

  • Orientador : LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • FERNANDO DE PILLA VAROTTI
  • LUCIANA ESTEFANI DRUMOND DE CARVALHO
  • MARCO TULIO CORREA PESSOA
  • JÚLIO ALBERTO MIGNACO
  • Data: 28/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • O câncer é uma das principais causas de morte em todo o mundo e seu tratamento é dificultado pela falta de especificidade e efeitos colaterais dos fármacos atuais. Assim, a procura de novos agentes e alvos antitumorais torna-se importante para encontrar um fármaco seletivo para as células tumorais. Neste contexto, os esteroides cardiotônicos (CTS), tais como digitoxina, são compostos que interagem com Na,K-ATPase para induzir efeitos antineoplásicos, no entanto estes digitálicos apresentam índice terapêutico estreito. Dessa forma, a síntese de análogos da digitoxina com modificações na unidade glicosídica tem mostrado ser uma abordagem interessante para obter análogos mais seletivos e mais eficazes como agentes antitumorais. Além disso, os CTS podem induzir apoptose em células tumorais interferindo na função mitocondrial, induzindo estresse oxidativo e morte celular. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar o mecanismo antitumoral dos compostos α-L-amicetose digitoxigenina e α-L-ramnose digitoxigenina com relação aos parâmetros oxidativos em células HeLa e avaliar o envolvimento da PMCA 4 no mecanismo antitumoral desses análogos. Para isso foram mensurados os níveis de peróxido de hidrogênio (H2O2), glutationa reduzida (GSH) atividade da catalase (CAT) e superóxido dismutase (SOD) e os análogos induziram um estado de estresse oxidativo aumentando os níveis de H2O2 e reduzindo os níveis de GSH e atividade da SOD. O envolvimento da PMCA 4, enzima importante para o controle dos níveis de Ca2+ intracelular foi avaliado utilizando células HT-29 tratadas com os análogos por 24 e 48 horas. Resumidamente, células HT-29 antes de atingirem confluência não expressam PMCA4 e os análogos foram bastante citotóxicos nessa condição. Além disso o composto α-L-ramnose digitoxigenina aumentou os níveis de NCS-1 e AIF o que pode ser um motivo pra a sua maior citotoxicidade. No entanto, após 5 dias de confluência onde as células expressam PMCA4 na membrana plasmática os análogos não foram citotóxicos. Isso sugere que os análogos induzem o aumento dos níveis de Ca2+ intracelular já que a presença ou ausência de PMCA 4 na membrana plasmática é importante para essa citotoxicidade. Portanto nossos resultados promoveram um melhor entendimento sobre o mecanismo de ação desses análogos e destacaram a PMCA4 como um importante alvo para o desenvolvimento de agentes antitumorais.


  • Mostrar Abstract
  • Cancer is a leading cause of death worldwide and its treatment is hampered by the lack of specificity and side effects of current drugs. Thus, the search for new antitumor agents and targets becomes important to find a tumor cell selective drug. In this context, cardiotonic steroids (CTS), such as digitoxin, are compounds that interact with Na, K-ATPase to induce antineoplastic effects, however these digitalis have a narrow therapeutic index. Thus, the synthesis of analogs with modifications in digitoxin glycosidic moiety has been shown to be an interesting approach for more selective and more effective analogs as antitumor agents. In addition, CTS may induce apoptosis in tumor cells by interfering with mitochondrial function, inducing oxidative stress and cell death. Therefore, the aim of this study was to evaluate the antitumor mechanism of the α-L-amicetosis digitoxigenin and α-L-rhamnose digitoxigenin compounds with respect to oxidative parameters in HeLa cells and to evaluate the involvement of PMCA4 in the antitumor mechanism of these analogs. For this, the levels of hydrogen peroxide (H2O2), reduced glutathione (GSH) catalase activity (CAT) and superoxide dismutase (SOD) were measured and the analogues induced a state of oxidative stress increasing the levels of H2O2 and reducing the levels of GSH and SOD activity. Involvement of PMCA4, an important enzyme for the control of intracellular Ca2+ levels, was evaluated using HT-29 cells treated with the analogs for 24 and 48 hours. Briefly, HT-29 cells before reaching confluence do not express PMCA4 and the analogs were very cytotoxic under this condition. In addition, α-L-rhamnose digitoxigenin increased NCS-1 and AIF levels which may be a reason for its higher cytotoxicity. However, after 5 days of confluence where cells express PMCA4 on the plasma membrane the analogs were not cytotoxic. This suggests that the analogs induce increased intracellular Ca2+ levels because the presence or absence of PMCA4 in the plasma membrane is important for this cytotoxicity. Therefore our results promoted a better understanding of the mechanism of action of these analogs and highlighted PMCA4 as an important target for the development of antitumor agents.

2020
Dissertações
1
  • ANA CLAUDIA DE SOUZA PINTO
  • AVALIAÇÃO DE DUAS ESTRATÉGIAS EMPREGADAS NA QUIMIOTERAPIA ANTIMALÁRICA: DETERMINAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIPLASMODIAL DE NOVAS ISOCUMARINAS SINTÉTICAS E DE NANOCÁPSULAS POLIMÉRICAS COM QUININA OU CURCUMINA

  • Orientador : FERNANDO DE PILLA VAROTTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO ANTÔNIO MARINHO SANCHEZ
  • FERNANDO DE PILLA VAROTTI
  • RAFAEL GONCALVES TEIXEIRA NETO
  • Data: 14/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • A resistência dos parasitos da malária aos medicamentos existentes continua
    crescendo e limitando progressivamente o arsenal terapêutico disponível para seu
    tratamento. Neste sentido, torna-se necessária a busca de novos candidatos a
    antimaláricos. Neste trabalho foi realizada a avaliação da atividade antiplasmodial e
    citotóxica in vitro de 28 compostos sintéticos pertencentes à classe das
    isocumarinas (01 a 28). A atividade antiplasmodial dos compostos foi avaliada
    usando o método tradicional em cepas Plasmodium falciparum cloroquina
    resistentes (W2). A citotoxicidade dos compostos foi avaliada com a linhagem de
    células humanas de fibroblastos (ATCC: WI-26 VA4) usando o método colorimétrico
    MTT. Foi determinada a concentração que inibe 50 % da viabilidade celular (IC50).
    Os valores de IC50 foram calculados utilizando software OriginPro 8.0. Dentre os
    compostos testados, os compostos 07 e 16 foram os mais ativos contra
    P. falciparum, com valores de IC50 iguais a 0,68 e 0,82 µM, respectivamente. Ambos
    apresentaram baixa citotoxicidade contra a linhagem humana (IC50> 100 µM).
    Segundo os parâmetros físico-químicos, analisados pelo programa DataWarrior
    V5.0.0, estes compostos obedecem a regra dos 5 de Linpinski, apresentando um
    bom perfil para biodisponibilidade oral. A fim de se determinar um potencial alvo
    molecular, os compostos foram submetidos a um processo de triagem virtual inversa,
    utilizando o Banco Brazilian Malaria Molecular Targets (BraMMT). Como resultado,
    foi possível observar que os compostos 07 e 16 apresentaram melhores valores de
    interação (∆G kcal.mol−1) com o alvo Plasmodium falciparum Proteína Quinase 7
    (PfPK7) (PDB: 2PML) com valores de -8,90 e -9,40 kcal/mol, respectivamente, sendo
    - 6,90 kcal/mol o valor para o ligante cristalográfico. Deste modo, os dados indicam
    os compostos 07 e 16 como potenciais candidatos ao desenvolvimento como
    antimaláricos.

  • Mostrar Abstract
  • The resistance of malaria parasites to existing drugs continues to grow and
    progressively narrowing the therapeutic arsenal available for its treatment. In this
    sense, it is necessary to search for new antimalarial candidates. In this work an
    evalution of the antiplasmodial and cytotoxic activity in vitro of 28 synthetic
    compounds belonging to the class of Isocoumarins (01 to 28), was performed. The
    antiplasmodial activity of the compounds was evaluated using the traditional method
    in chloroquine resistant Plasmodium falciparum strains (W2). The cytotoxicity of the
    compounds was evaluated with human fibroblast cells lines (ATCC: WI-26 VA4)
    using the MTT colorimetric method. The concentration that inhibits 50 % of cell
    viability (IC50) was determined.The IC50 values were calculated using OriginPro 8.0
    software. Among the compounds tested, the compounds 07 and 16 were the most
    active against P. falciparum, with IC50 values equal to 0.68 and 0.82 µM,
    respectively.
    Both showed low cytotoxicity against the human lineage (IC50> 100 µM). According to
    the physical-chemical parameters analyzed by the software DataWarrior V5.0.0,
    these compounds obey the Linpinski rule of 5, presenting a good profile for oral
    bioavailability. In order to determine a potential molecular target, the compounds
    were submitted to an inverse virtual screening process, using the Brazilian Malaria
    Molecular Targets (BraMMT) database. As a result, it was possible to observe that
    the compounds 07 and 16 presented better interaction values (∆G kcal.mol-1)
    with the Plasmodium falciparum Protein Kinase 7 (PfPK7) (PDB: 2PML) target, with
    values of -8.90 and -9.40 kcal/mol, respectively, being -6.90 kcal/mol the value
    for the crystallographic binder. In this way, the data indicate the compounds 07 and
    16 as potential candidates for development as antimalarials.
2
  • MARINA MARQUES LOPES DE MORAIS TOLEDO
  • ANÁLISE DO SINERGISMO ENTRE ESTEROIDES CARDIOTÔNICOS E CISPLATINA EM CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO

  • Orientador : LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA CRISTINA SOARES DE SOUZA
  • LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • LUCIANA PEREIRA RANGEL
  • Data: 18/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O Câncer de cabeça e pescoço, por ter uma incidência um pouco menor
    quando comparado com outros tipos de câncer e mais concentrada em países
    emergentes, relacionar-se com maus hábitos de vida e infecções por HPV, têm se
    mostrado negligenciado em número de pesquisas. A terapia mais utilizada para seu
    combate tem como base a administração de Cisplatina, um composto metálico de
    platina que revolucionou o tratamento de tumores de ovários e cabeça e pescoço.
    Mesmo com a eficácia que este fármaco apresenta, as células tumorais, com o
    passar dos anos, se adaptam ao tratamento, desenvolvendo mecanismos de escape
    à indução da morte celular, tornando-se resistentes, além de que este composto é
    extremamente tóxico para as células normais. Portanto, uma maneira de driblar essa
    resistência bem como utilizar menores doses dessa molécula seria a combinação de
    múltiplas drogas na quimioterapia. Os esteroides cardiotônicos são moléculas
    capazes de inibir a atividade da enzima Na,K-ATPase, inibir vias de sobrevivência
    celular e ativar vias de morte no câncer. A enzima Na,K-ATPase é essencial para o
    balanço de íons celulares e alterações no seu microambiente mostram-se onerosos
    para a célula. O objetivo deste trabalho é investigar a possibilidade de ação
    sinérgica entre esteroides cardiotônicos e Cisplatina para possível utilização de
    menores concentrações dessas drogas, averiguar a integridade estrutural das
    membranas e parâmetros de estresse oxidativo após o tratamento com esteroides
    cardiotônicos e Cisplatina.

  • Mostrar Abstract
  • Head and neck cancer has a slightly lower incidence when compared to
    other types of cancer, is more concentrated in emerging countries, is related to bad
    lifestyle habits and HPV infections and therefore has been neglected in a number of
    studies. The most used therapy to combat it is based on the administration of
    Cisplatin, a metallic platinum compound that revolutionized the treatment of ovarian
    and head and neck tumors. Even with the effectiveness of this drug, tumor cells, over
    the years, adapt to treatment, developing escape mechanisms to induce cell death,
    becoming resistant, and this compound is extremely toxic to cells normal. Therefore,
    a way to circumvent this resistance as well as using lower doses of this molecule
    would be the combination of multiple drugs in chemotherapy. Cardiotonic steroids are
    molecules capable of inhibiting the activity of the enzyme Na, K-ATPase, inhibiting
    cell survival pathways and activating death pathways in cancer. The enzyme Na, K
    ATPase is essential for the balance of cellular ions and changes in its
    microenvironment are costly for the cell. The objective of this work is to investigate
    the possibility of synergistic action between cardiotonic steroids and Cisplatin for
    possible use of lower concentrations of these drugs, to investigate the structural
    integrity of membranes and oxidative stress parameters after treatment with
    cardiotonic steroids and Cisplatin.
3
  • FÁBIO ROGÉRIO DA SILVA BOTELHO
  • Idosos frágeis não institucionalizados: há medicamentos associados a quedas?

  • Orientador : ANDRE DE OLIVEIRA BALDONI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DE OLIVEIRA BALDONI
  • CARINA CARVALHO SILVESTRE
  • MARIANA LINHARES PEREIRA
  • Data: 28/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: As quedas representam um grande problema de saúde pública mundial por ser a segunda principal causa de morte acidental do planeta, sendo responsável por 646 mil óbitos ao ano. A frequência de sua ocorrência aumenta com a idade e o grau de fragilidade, somando-se à presença de outros fatores de risco. Os medicamentos têm se apresentado como potenciais fatores associados à queda, no entanto os resultados existentes na literatura ainda são divergentes em relação às classes farmacológicas que se associam a este evento. Objetivo: Analisar a associação entre queda e uso de medicamentos em idosos frágeis não institucionalizados, usuários da Atenção Primária do Sistema Único de Saúde (SUS). Método: Trata-se de um estudo tipo caso-controle que foi realizado com usuários da Atenção Primária do Sistema Único de Saúde (SUS) do município Divinópolis-MG. Foram elegíveis para participar do estudo os idosos que são acompanhados por profissionais da atenção primária à saúde, que possuem Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) e/ou Diabetes Mellitus (DM), classificados como frágeis, cadastrados no Sistema Integrado de Saúde (SIS) no período de janeiro de 2011 a julho de 2015.  Para a coleta de todas as variáveis utilizou-se uma fonte secundária de informações, o SIS do município. Os casos foram idosos frágeis com autorrelato de queda no último ano, e os controles foram os idosos frágeis sem relato de queda, pareados por sexo, idade e unidade de saúde. A variável desfecho foi ocorrência de queda no último ano. As variáveis de exposição foram o uso de medicamentos por classe farmacológica, o uso de terapia medicamentosa combinada, inclusão e exclusão de medicamentos e ajuste de dose nos últimos 12 meses. Características clínicas e sociodemográficas foram consideradas como covariáveis. A magnitude das associações foi estimada por odds ratio (OR) pareado por meio de regressão logística condicional univariada e multivariada, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: A população foi composta por 1028 idosos (514 em cada grupo). A mediana de idade dos participantes do estudo foi 71 anos (intervalo interquartil 66 - 76,5 anos), com predominância do sexo feminino (74,1%). Dos 1028 participantes do estudo, 982 tinham o diagnóstico de HAS e 514 DM. Os medicamentos que atuam no sistema renina-angiotensina foram os mais utilizados entre os participantes (60,7% no grupo controle e 65% no grupo caso). Apresentaram associação com a queda, na análise univariada, o uso de antianêmicos, classificados como B03 pela Anatomical Therapeutic Chemical (ATC), o uso de anti-inflamatórios (M01) e de antiepilépticos (N03). Também apresentaram associação, nesta etapa, a exclusão e a inclusão de medicamentos nos últimos 12 meses. Após ajuste pelas demais variáveis de exposição e covariáveis, houve associação significativa entre queda e uso de medicamentos antianêmicos (B03).  Conclusão: A queda em idosos frágeis não institucionalizados está associada com o uso de antianêmicos, associação que até então não foi descrita em outros trabalhos. E por outro lado, o desfecho não apresentou associação com as demais classes farmacológicas testadas, com terapia medicamentosa combinada, inclusão e exclusão de medicamentos e ajuste de dose nos últimos 12 meses.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Falls represent a major public health problem worldwide as it is the second leading cause of accidental death on the planet, accounting for 646 thousand deaths per year. The frequency of its occurrence increases with age and the degree of fragility, adding to the presence of other risk factors. Medicines have been presented as potential factors associated with the fall, however the results in the literature are still divergent in relation to the pharmacological classes that are associated with this events. OBJECTIVE: To analyze the association between falls and the use of medications in frail non-institutionalized elderly users of Primary Care of the Unified Health System (SUS).METHOD: This is a case-control study that was conducted with users of Primary Care of the Unified Health System (SUS) in Divinópolis city in the state of Minas Gerais, Brazil. The elderly who are accompanied by primary health care professionals, who have Systemic Arterial Hypertension (SAH) and / or Diabetes Mellitus (DM), classified as fragile, registered in the Integrated Health System (SIS) at period from January 2011 to July 2015 were eligible for inclusion in the study. For the collection of all variables, a secondary source of information, the municipality's SIS, was used. The cases were frail elderly people with self-reported falls in the last year, and controls were frail elderly people with no reports of falls, matched by sex, age and health unit. The outcome variable was a fall in the last year. The exposure variables were the use of medicines by pharmacological class, the use of combined medicines therapy, inclusion and exclusion of medicines  and dose adjustment in the last 12 months. Clinical and sociodemographic characteristics were considered to be covariates. The magnitude of the associations was estimated by odds ratio (OR) paired using univariate and multivariate conditional logistic regression, with a 95% confidence interval. RESULTS: The population consisted of 1028 elderly people (514 in each group). The median age of the study participants was 71 years (interquartile range 66 - 76.5 years), with a predominance of females (74.1%). Of the 1028 study participants, 982 were diagnosed with SAH and 514 DM. The medicines that act on the renin-angiotensin system were the most used among the participants (60.7% in the control group and 65% in the case group). In the univariate analysis, the use of antianemics, classified as B03 by Anatomical Therapeutic Chemical (ATC), the use of anti-inflammatories (M01) and antiepileptics (N03) were associated with the fall. In this stage, the exclusion and inclusion of medications in the last 12 months also showed an association. After adjusting for the other exposure variables and covariates, there was a significant association between falls and the use of antianemic drugs (B03). CONCLUSION: The fall in frail non-institutionalized elderly people is associated with the use of antianemic agents, an association that has not been described in other studies. On the other hand, the outcome was not associated with the other pharmacological classes tested, with combined drug therapy, inclusion and exclusion of medicines and dose adjustment in the last 12 months.

4
  • ANDREIA SILVA FERREIRA
  • MARCADORES GRAVIDADE E CRONIFICAÇÃO DE CHIKUNGUNYA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA E METANÁLISE

  • Orientador : CLAUDIA DI LORENZO OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE BELISARIO
  • CLAUDIA DI LORENZO OLIVEIRA
  • GUSTAVO MACHADO ROCHA
  • Data: 04/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Febre Chikungunya é transmitida por mosquitos do gênero Aedes. A doença é
    manifestada como um quadro febril agudo e na maioria das vezes é autolimitada, porém pode
    evoluir para quadros graves e formas crônicas. Atualmente, não existem na prática clínica
    biomarcadores que possam prever com segurança a gravidade ou a cronificação da doença.
    Objetivo: Avaliar a literatura existente sobre biomarcadores relacionados à gravidade e à
    cronificação da doença causada pelo vírus Chikungunya. Metodologia: Foi conduzida uma
    revisão sistemática com base no guideline Preferred Reporting Items for Systematic Review
    sand Meta-Analyses - The PRISMA Statement. Foram considerados elegíveis os artigos que
    descreveram a associação de biomarcadores com a evolução da doença (gravidade ou
    cronificação) causada pelo vírus Chikungunya, publicados até 20/08/2019. A busca foi
    realizada nas bases de dados PubMed, Scopus, Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) e Science
    Direct. Foram realizadas metanálises para avaliar a relação dos biomarcadores com a
    cronificação da doença. Resultados: Foram identificados 104 artigos na base PUBMED, 478
    na Scopus, 463 na Science Direct e 92 na BVS, totalizando 1137 manuscritos, adicionalmente
    foram avaliadas 385 resumos contidos nas referências dos artigos que foram incluídos na
    metanálise. Após a retirada das duplicações restaram 1281, dos quais, foi realizada a leitura
    dos títulos e resumos sendo selecionados 30 artigos por dois revisores. As divergências foram
    avaliadas por um terceiro e quarto revisores, 25 artigos foram lidos na integra e 17 artigos
    foram adicionados à revisão sistemática. Após revisão, diversos biomarcadores foram
    associados com gravidade. (Níveis aumentados de IL-6, IP-10, IL-1b, MIG, MCP-1e níveis
    reduzidos de RANTES e IL-8) ou cronificação (níveis aumentados de IL-6, TNF-α, MCP-1,
    IL-12, INF-α, IL-13, INF-γ, GM-CSF, CRP, IL-1a, IL-15, Fator VII, IP-10, IL-10, IL-4, IL-
    1RA, IL-8, MIP-1α, MIP-1β, ferritina, MIG, VHS, NO, malondialdeído e níveis reduzidos de
    RANTES, ferritina, eotaxina e HGF, IL-27, IL-17A, IL-29, TGF-β, IL-10 e tióis). Foram
    incluídos na metanálise a IL-6, PCR e TNF-α para avaliar a relação com a cronificação, na
    qual PCR apresentou uma tendência a aumento em pacientes que evoluíram para sintomas
    persistentes, embora sem significância estatística. Conclusões: Diversos biomarcadores
    mostraram relação com gravidade e cronificação da febre chikungunya, apresentando
    potencial prognóstico. A pesquisa desses biomarcadores pode revelar fatores prognósticos e
    alvos terapêuticos importantes para o tratamento da patologia.

  • Mostrar Abstract
  • Background: Chikungunya fever is transmitted by mosquitoes of the genus Aedes. The
    disease manifests itself as an acute febrile condition and it is most often self-limiting, but it
    may evolve into chronic and severe cases. In the present time, there are no biomarkers in
    clinical practice that can safely predict the severity or chronification of the disease. Purpose:
    To evaluate the existing literature on biomarkers related to the severity and chronification of
    the disease caused by the Chikungunya virus. Methods: A systematic review was conducted
    based on the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyzes - The
    PRISMA Statement, which considered eligible the articles that described the association
    between biomarkers and the evolution of the disease caused by Chikungunya virus (severity
    or chronification) published up to 08/20/2019. The search was conducted based on databases
    available at PubMed, Scopus, Virtual Health Library (VHL) and Direct Science. A meta
    analysis study was carried in order to evaluate the relation between biomarkers and the
    disease chronification. Results: 104 articles were selected in the PUBMED database, 478 in
    Scopus, 463 in Science Direct and 92 in the VHL, bringing the total to 1137 manuscripts. In
    addition, 385 abstracts found in the analysis of the articles used in the meta-analysis were also
    evaluated. After removing duplications, 1281 works remained. Their tittles and abstracts were
    read, finally resulting in the selection of 30 articles by two reviewers. The divergences were
    evaluated by a third and fourth reviewer, 25 articles were read in full and 17 articles were
    submitted to a systematic review. The review showed that many biomarkers were associated
    with severity. Levels of IL-6, IP-10, IL-1b, MIG, MCP-1 were increased while levels of
    RANTES and IL-8 were reduced. As for the chronification, levels of IL-6, TNF-α, MCP-1,
    IL-12, INF-α, IL-13, INF-γ, GM-CSF, CRP, IL-1a, IL-15, Factor VII, IP-10, IL-10, IL-4, IL-
    1RA, IL-8, MIP-1α, MIP-1β, ferritin, MIG, VHS, NO, malondialdehyde were increased,
    while other articles showed that levels of RANTES, ferritin, eotaxin, HGF, IL-27, IL-17A,
    IL-29, TGF-β, IL-10 and thiols were reduced. IL-6, PCR and TNF-α were included in the
    meta-analysis in order to evaluate its relation to chronification. PCR presented a tendency to
    increase in patients that showed persistent symptoms, however, there was no statistically
    significant difference in the associations. Conclusions: Several biomarkers showed relation to
    severity and chronicity of the Chikungunya fever, presenting potential prognosis. A search for
    these biomarkers can reveal prognostic factors and important therapeutic targets for the
    treatment of the pathology.
5
  • PERLA FONSECA AMORIM DE ARAÚJO
  • MODELO DE SUBSTÂNCIAS NATURAIS POTENCIALMENTE HERBICIDAS

  • Orientador : JOAO MAXIMO DE SIQUEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALYSSON RODRIGO FONSECA E SILVA
  • JOAO MAXIMO DE SIQUEIRA
  • LUCAS FERNANDES DO CARMO
  • Data: 07/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Plantas invasoras são a causa de grande preocupação para a agricultura no Brasil e no mundo. O uso frequente e excessivo de herbicidas, ao longo dos anos, vem causando um quadro de resistência que é agravado quando está relacionado a danos ao meio ambiente e aos seres vivos, seja a curto ou longo prazo, devido a exposição direta ou indiretamente a estes agentes. A crescente ênfase na agricultura orgânica e proteção ambiental, tem dado grande atenção à pesquisa alelopática através do uso de extratos vegetais com atividade biológica em substituição aos herbicidas sintéticos, tornando-se alternativas mais seguras e menos agressivas. Sendo assim, no presente trabalho, foram testadas substâncias potencialmente herbicidas (fenólicos, ácido e benzoxazinonas), oriundos de produtos naturais e que pertencem as classes mais estudadas ao longo destes últimos anos. Os compostos obtidos por hemissíntese de um constituinte natural, (ácido 3,4,5- trimetóxibenzóico e 2,4,6 trimetóxifenol), além de seu produto inédito, obtido por síntese via reação SN2 (3,4,5-trimetóxibenzoato de 2-etoxi-2-oxoetila) apresentaram atividade fitotóxica em testes com sementes de cultivares de interesse econômico. Benzoxazinona e seu análogo (3-hidróxi-2-nitropiridina), apresentaram excelentes resultados, inibindo praticamente 100% a germinação em sementes de alface, cebola e tomate, apontando estes compostos como protótipos promissores para potenciais herbicidas oriundos de fontes naturais.


  • Mostrar Abstract
  • Invasive plants are the cause of great concern for agriculture in Brazil and worldwide. The frequent and excessive use of herbicides, over the years, has caused a situation of resistance that is aggravated when it is related to damage to the environment and living beings, whether in the short or long term, due to direct or indirect exposure to these agents. The growing emphasis on organic agriculture and environmental protection has given great attention to allelopathic research through the use of plant extracts with biological activity to replace synthetic herbicides, making them safer and less aggressive alternatives. Thus, in the present work, potentially herbicidal substances (phenolic, acid and benzoxazinones) were tested, coming from natural products and belonging to the most studied classes over the past few years. The compounds obtained by hemisynthesis of a natural constituent, (3,4,5-trimethoxybenzoic acid and 2,4,6 trimethoxyphenol), in addition to its novel product, obtained by synthesis via SN2 reaction (3,4,5- trimethoxybenzoate of 2 -ethoxy-2-oxoethyl) showed phytotoxic activity in tests with seeds of cultivars of economic interest. Benzoxazinone and its analog (3-hydroxy-2- nitropyridine), showed excellent results, inhibiting practically 100% germination in lettuce, onion and tomato seeds, pointing out these compounds as promising prototypes for potential herbicides from natural sources.

6
  • ANA PAULA ALVES SANTOS
  • RISCO RESIDUAL E FATORES ASSOCIADOS COM OS RESULTADOS DE SOROLOGIA POSITIVA E TESTE DE ÁCIDO NUCLEICO DETECTÁVEL PARA HIV, HBV E HCV EM DOADORES DE SANGUE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

  • Orientador : VINICIUS SILVA BELO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANYELLE ROMANA ALVES RIOS
  • MARIA DAS GRACAS CARVALHO
  • MILENA BATISTA DE OLIVEIRA
  • VINICIUS SILVA BELO
  • Data: 20/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Anualmente, milhões de pessoas em todo o mundo recebem transfusões de sangue e seus produtos. Embora tenha havido um progresso dos processos transfusionais ao longo dos anos, o risco de se transfundir uma bolsa contaminada com agente infeccioso ainda persiste para diferentes infecções, como o vírus da imunodeficiência humana (HIV), da hepatite B (HBV) e hepatite C (HCV). A triagem laboratorial do sangue doado para doenças infecciosas é uma das medidas de segurança na proteção dos pacientes e na prevenção da disseminação dessas doenças através da transfusão. Atualmente, no estado de Minas Gerais, a Fundação Hemominas realiza testes sorológicos por meio de quimioluminescência (CMIA) e testes moleculares através do teste do ácido nucleico (NAT) em todas as bolsas de sangue. Neste contexto, conhecer o perfil dos doadores e a ocorrência de doenças infecciosas em relação às características destes é relevante para a compreensão dos fatores determinantes para a adoção de políticas que busquem a diminuição do risco transfusional. O presente estudo analisa os resultados de HIV, HCV e HBV do NAT e sorologia em todos os doadores aptos na triagem clínica e hematológica do Hemominas, de 01 de janeiro de 2012 até 31 de dezembro de 2018. Foram calculados o risco residual (RR), as prevalências e as taxas de incidências de cada vírus e, por meio de modelos multiníveis, foram analisados os fatores associados com os diagnósticos positivos. Houve uma predominância de indivíduos que doaram sangue mais de uma vez (69,69%), do sexo masculino (59,55%), solteiros (48,24%) e na faixa etária entre 16 a 29 anos (40,66%). A prevalência global de HCV (125,25/100.000 doações) foi maior do que as prevalências de HIV (106,12/100.000 doações) e HBV (76,59/100.000 doações). A taxa de incidência global do HCV (10,34/100.000/pessoas-ano) também foi maior que as taxas de incidência de HIV (9,68/100.000/pessoas-ano) e de HBV (4,61/100.000/pessoas ano). Já o RR foi maior para o HBV (0,32), em relação ao HIV (0,29) e ao HCV (0,31). A chance de ocorrência dos três desfechos for maior com o aumento das faixas-etárias e em indivíduos solteiros. Já o sexo masculino esteve associado com maiores chances de infecção por HBV e HIV. Através deste estudo foi possível observar os RR de cada unidade da Fundação Hemominas e contribuir para a implementação de estratégias de recrutamento e seleção de doadores de sangue.


  • Mostrar Abstract
  • Annually, millions of people around the world receive blood transfusions and their products. Although there has been progress in transfusion processes over the years, the risk of transfusing a bag contaminated with an infectious agent still persists for different infections, such as the human immunodeficiency virus (HIV), hepatitis B (HBV) and hepatitis C (HCV). Laboratory screening of donated blood for infectious diseases is one of the safety measures in protecting patients and preventing the spread of these diseases through transfusion. Currently, in the state of Minas Gerais, the Hemominas Foundation performs serological tests using chemiluminescence (CMIA) and molecular tests, such as the nucleic acid test (NAT) in all blood bags. In this context, knowing the profile of donors and the occurrence of infectious diseases in relation to their characteristics is relevant for understanding the determining factors for the adoption of policies that seek to reduce the risk of transfusion. The present study analyzes the results of HIV, HCV and HBV from NAT and serology in all donors qualified for clinical screening of Hemominas, from January 1, 2012 to December 31, 2018. The residual risk (RR), prevalence and incidence rates of each virus and, using multilevel models, the factors associated with positive diagnoses were analyzed. There was a predominance of individuals who donated blood more than once (69.69%), male (59.55%), single (48.24%) and aged between 16 to 29 years (40.66% ). The overall prevalence of HCV (125.25 / 100,000 donations) was higher than the prevalence of HIV (106.12 / 100,000 donations) and HBV (76.59 / 100,000 donations). The overall HCV incidence rate (10.34 / 100,000 / person-years) was also higher than the HIV (9.68 / 100,000 / person-year) and HBV (4.61 / 100,000 / person / year) incidence rates year). The RR was higher for HBV (0.32), compared to HIV (0.29) and HCV (0.31). The chance of occurrence of the three outcomes is greater with increasing age groups and in single individuals. Males were associated with higher chances of infection with HBV and HIV. Through this study it was possible to observe the RR of each unit of the Hemominas Foundation and contribute to the implementation of strategies for recruiting and selecting blood donors.

Teses
1
  • JESSICA TAUANY ANDRADE
  • POTENCIAL ANTIFÚNGICO in vitro E in vivo DE COMPOSTOS SINTÉTICOS E PROSPECÇÃO TERAPÊUTICA PARA APLICAÇÃO EM MODELO EXPERIMENTAL DE CANDIDÍASE INTRA-ABDOMINAL
  • Orientador : JAQUELINE MARIA SIQUEIRA FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA CRISTINA SOARES DE SOUZA
  • JAQUELINE MARIA SIQUEIRA FERREIRA
  • MAGNA CRISTINA DE PAIVA
  • PAULO AUGUSTO MOREIRA CAMARGOS
  • VIRGINIA MENDES RUSSO VALLEJOS
  • Data: 17/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • No reino Fungi, amostras de Candida spp. representam os principais fungos
    patogênicos, sendo a C. albicans o principal agente causador de candidíase intra
    abdominal (CIA) para a qual as opções terapêuticas são limitadas. Assim, o objetivo
    5 deste trabalho foi avaliar o potencial antifúngico de compostos sintéticos inéditos in
    vitro e in vivo em um modelo de CIA. Para os ensaios in vitro (Concentração
    inibitória mínima (CIM) e Concentração fungicida mínima (CFM)), 63 compostos
    sintéticos derivados de chalconas, fenilpropanoides e alcaloides foram testados nas
    concentrações de 1,9 a 500µg/mL, frente a leveduras do gênero Candida. A curva
    10 de morte, o efeito sinergico em combinação com antifungicos de referência, o efeito
    sobre a membrana e parede fúngica, e o efeito sobre fatores de virulência (hifa e
    biofilme) foram avaliados. Em paralelo, a atividade citotóxica dos compostos foi
    investigada em células Baby Hamster Kidney (BHK) e células renais de macaco
    verde africano (Vero). A toxicidade aguda do NQbio002, composto mais promissor,
    15 foi avaliada in vivo em camundongos Swiss. Em adição, NQbio002 e NQbio003
    foram avaliados em um modelo de CIA em camundongos Swiss. Os alcaloides
    NQbio002, NQbio003 e Teoc-9a mostraram efeito sinérgico em combinação com
    cetoconazol e foram capazes de reduzir hifas de C. albicans. Entretanto, esses três
    alcaloides foram citotóxicos frente as células BHK-21 e Vero. O NQbio002, e
    20 NQbio003 atuaram na membrana fúngica, além disso, ambos reduziram a formação
    de biofilme e o biofilme maduro de C. albicans. O NQbio002 mostrou um potente
    efeito fungicida in vitro sendo capaz de matar a C. albicans após 8 horas. Em
    adição, Nqbio002 não apresentou toxicidade aguda em um modelo in vivo e mostrou
    promissora atividade in vivo (CIA) com redução total da carga fúngica renal e
    25 esplenica. Já o NQbio003 não mostrou atividade in vivo no tratamento de CIA. Os
    resultados mostram que o NQbio002 é um promissor protótipo para aplicação como
    antifúngico, uma vez que é um composto inédito e apresentou promissores
    resultados in vitro e in vivo.

  • Mostrar Abstract
  • In the Fungi kingdom, samples of Candida spp. represent the main pathogenic fungi,
    being C. albicans the main causative agent of intra-abdominal candidiasis (IAC) for
    which the therapeutic options are limited. Thus, the objective of this work was to
    5 evaluate the antifungal potential in vitro and in vivo of new synthetic compounds in a
    IAC model. For the in vitro assays (Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and
    Minimum Fungicide Concentration (CFM)), 63 synthetic compounds derived from
    chalcones, phenylpropanoids and alkaloids were tested at concentrations of 1.9 to
    500µg/mL against Candida yeasts. The death curve, the synergistic effect in
    10 combination with reference antifungals, the effect on the fungal membrane and wall,
    and the effect on virulence factors (hypha and biofilm) were evaluated. In parallel, the
    cytotoxic activity of the compounds was investigated in Baby Hamster Kidney (BHK)
    cells and African green monkey (Vero) renal cells. The acute toxicity of the most
    promising compound NQbio002 was evaluated in vivo in Swiss mice. In addition,
    15 NQbio002 and NQbio003 were evaluated in a IAC model in Swiss mice. Alkaloids
    NQbio002, NQbio003 and Teoc-9a showed synergistic effect in combination with
    ketoconazole and, were able to reduce C. albicans hyphae. However, these three
    alkaloids were cytotoxic against BHK-21 and Vero cells. NQbio002 and NQbio003
    act on the fungal membrane, and both reduced biofilm formation and mature biofilm
    20 of C. albicans. NQbio002 showed a potent fungicidal effect in vitro being able to kill
    C. albicans after 8 hours. In addition, NQbio002 showed no acute toxicity in an in
    vivo model and showed promising in vivo activity (IAC) with total reduction in renal
    and splenic fungal load. Already NQbio003 showed no activity in vivo in the treatment
    of IAC. The results show that NQbio002 is a promising prototype for antifungal
    25 application, as it is an unprecedented compound and presented promising results in
    vitro and in vivo.
2
  • MARINA MENDES OLIVEIRA
  • AVALIAÇÃO DO EFEITO DOS ÍONS Fe3+ NO ESTRESSE OXIDATIVO E NA ATIVIDADE DA Na, K-ATPase EM CÉLULAS CaCo-2

  • Orientador : LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • HERICA DE LIMA SANTOS
  • MARIA DAS GRACAS CARVALHO
  • MARCUS FERNANDES DE OLIVEIRA
  • JÚLIO ALBERTO MIGNACO
  • Data: 17/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O ferro é um íon essencial para a vida humana, porém é um agente pró-oxidante capaz de
    produzir ERO. Uma sobrecarga de ferro pode causar alterações celulares, como danos à
    membrana plasmática, levando à morte da célula. Nosso grupo descreveu um efeito
    ativador da atividade Na, K-ATPase (NKA) em eritrócitos de pacientes com sobrecarga de
    ferro, e também observou o mesmo efeito através da adição de FeCl3 em preparação de
    membrana ghost. O objetivo desta pesquisa foi analisar o efeito do Fe3+ na atividade da
    NKA e na promoção do estresse oxidativo em células Caco-2. Como metodologia, testamos
    as concentrações de FeCl3 (de 0,001µM a 1µM) em cultura de células Caco-2 e na
    preparação da membrana dessas células por 24 horas. Também medimos a atividade da
    NKA, a expressão de suas subunidades e o estresse oxidativo usando os métodos de:
    TBARS, sistema de glutationa, atividade da catalase e superóxido dismutase. Como
    resultados, observamos um aumento da atividade da NKA na cultura de células com
    concentração de 0,001µM (210%) e 0,01µM (153%) de FeCl3, no entanto, não foi observado
    esse aumento quando o ferro foi adicionado diretamente nas preparações de membrana
    das células Caco-2. O que chamou nossa atenção foi o fato de que essas concentrações
    de FeCl3 não foram capazes de aumentar o armazenamento de ferro nas células. A
    expressão das isoformas NKA α1 em células Caco-2 aumentou após o tratamento de
    0,001µM e 0,01µM FeCl3, as mesmas concentrações capazes de ativar a NKA. Ao
    determinar TBARS, glutationa, catalase, superóxido dismutase, não foi observada diferença
    significativa. Esses resultados sugerem que a modulação do ferro nas células de
    enterócitos não ocorre por efeito direto na NKA, mas por modulação celular que aumenta a
    expressão da NKA na subunidade α-1 e não está relacionada ao aumento do estresse
    oxidativo celular.

  • Mostrar Abstract
  • Iron is an essential chemical for human life, but it is a pro-oxidant agent capable of producing
    ROS. An iron overload can cause cellular changing, such as a damage to the plasma
    membrane leading to the cell's death. Our group described an activating effect on the Na,K
    ATPase (NKA) activity in erythrocytes of patients with iron overload, and also observed the
    same effect through the addition of FeCl3 in ghost membranes. The objective of this search
    was to analyze the effect of Fe3+ on NKA activity and on the promotion of oxidative stress in
    Caco-2 cells. As a methodology, we tested FeCl3 concentrations (from 0.001uM to 1uM) in
    Caco-2 cells and also in the membrane preparation for 24 hours. We also measured NKA
    activity, expression of the its subunits and oxidative stress by using the methods of: TBARS,
    Glutathione system, catalase and superoxide dismutase activity. As results, we observed
    an increase of a NKA activity in cells culture with 0.001uM (210%) and 0.01uM (153%) of
    FeCl3 concentration, however it was not observed this increasing when iron was added
    directly to the Caco-2 cells membrane preparations. What called our attention was the fact
    that these FeCl3 concentrations were not able to increase the storage of iron into the cells.
    The expression of the NKA α1 isoforms in Caco-2 cells increased after the treatment of
    0.001uM and 0.01uM FeCl3, the same concentrations capable of activating NKA. When
    determining TBARS, glutathione, catalase, superoxide dismutase, no significant difference
    was observed. These results suggest that the modulation of iron in enterocyte cells doesn't
    happen through a direct effect to the NKA, but through cellular modulation that increase the
    α-1subunit expression of NKA and is not related to the increase cellular oxidative stress.
3
  • JULIA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • CARACTERIZAÇÃO DE MECANISMOS MOLECULARES DE AÇÃO GENOTÓXICA DE ANÁLOGOS SINTÉTICOS DE ALCALOIDES 3-ALQUILPIRIDÍNICOS E DE DERIVADOS DE ORTO-NITROBENZIL COM POTENCIAL AÇÃO ANTICÂNCER
  • Orientador : FABIO VIEIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA LUISA DA FONSECA
  • FABIO VIEIRA DOS SANTOS
  • RALPH GRUPPI THOME
  • SILMARA NUNES ANDRADE
  • VANESSA JAQUELINE DA SILVA VIEIRA DOS SANTOS
  • Data: 28/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O câncer mamário é a neoplasia maligna mais incidente em mulheres e a principal
    causa de óbitos por câncer na população feminina. Por outro lado, o câncer ovariano
    constitui-se na malignidade ginecológica mais letal. Apesar do impacto que estes
    tumores apresentam em termos epidemiológicos, as opções de tratamento se
    mostram, ainda, bastante limitadas. Neste contexto, muitos estudos sobre agentes
    potencialmente ativos contra esses tipos específicos de câncer estão sendo
    conduzidos na busca por formulações terapêuticas mais eficazes. Os alcaloides
    marinhos 3-alquilpiridínicos (3-APAs) e os orto-nitrobenzílicos têm demonstrado
    potente atividade biológica, com relatos de atividade pró-apoptótica em diversas
    linhagens celulares cancerosas. No entanto, o potencial farmacológico real de todo
    composto tem de ser cuidadosamente avaliado e uma correlação entre os seus
    benefícios terapêuticos e os seus efeitos adversos deve ser realizada. Deste modo, o
    objetivo do presente estudo foi avaliar, in vitro, a citotoxicidade, a genotoxicidade e a
    mutagenicidade de análogos sintéticos de 3-APAs (OH-002 e THP-002) e de
    derivados sintéticos de orto-nitrobenzil (AANC, AMNCL e EBAC) em linhagens
    celulares humanas de câncer de mama (MDA-MB-231), câncer de ovário (TOV-21G),
    assim como em fibroblastos de pulmão (WI-26VA4), em ensaios com e sem ativação
    metabólica. Em uma visão geral dos resultados obtidos no bioensaio toxicológico com
    A. salina e nos ensaios de viabilidade celular (MTT) e clonogênico, observa-se que
    OH-002 mostrou-se seletivamente ativo em todas as condições experimentais,
    enquanto THP-002 foi tóxico de maneira indiscriminada. AANC, AMNCL e EBAC
    foram seletivos apenas em ensaios com ativação metabólica. Além disso, OH-002 e
    os orto-nitrobenzílicos causaram, de maneira seletiva, quebras de fitas duplas e
    mutações cromossômicas, identificadas por meio do ensaio do cometa, marcação
    imunocitoquímica da histona γH2AX e do ensaio do micronúcleo com bloqueio da
    citocinese. Ressalta-se que, apenas contra as linhagens tumorais, tais efeitos foram
    potencializados após ativação metabólica. Em suma, o mecanismo molecular de ação
    genotóxica dos análogos sintéticos de alcaloide marinho 3-APA e dos derivados de
    orto-nitrobenzil foi através de clastogênese. Além disso, todos os orto-nitrobenzílicos
    avaliados induziram morte celular, provavelmente pela via intrínseca da apoptose a
    partir da ativação de caspase 9. Assim, considerando as duas classes de moléculas,
    os compostos que se mostraram mais promissores para serem utilizados como iv
    protótipos no desenvolvimento de fármacos antitumorais foram OH-002 e EBAC.
    Portanto, a capacidade de interferir nos mecanismos apoptóticos e induzir a morte
    seletiva de células cancerosas, constitui uma alternativa importante na terapêutica
    dessa doença, de modo a reduzir os efeitos adversos e recidivas do tumor. Assim, o
    presente estudo contribuiu para um maior esclarecimento dos mecanismos
    moleculares de ação genotóxica induzidos pelos compostos aqui avaliados, além de
    sua ação sobre o ciclo celular, demonstrando um real potencial destes compostos em
    serem melhor explorados como protótipos de quimioterápicos antitumorais.

  • Mostrar Abstract
  • Breast cancer is the most common malignancy in women and the main cause of
    cancer deaths in the female population. On the other hand, ovarian cancer is the most
    lethal gynecological malignancy. Despite the epidemiological impacts of these tumors
    types, there are limited treatment options for both pathologies. In this way, many
    studies of potentially active agents for these specific types of cancers are being
    conducted in the search for more effective therapeutic formulations. The 3-
    Alkylpyridine alkaloids (3-APAs) and ortho-nitrobenzyl have demonstrated potent
    biological activity, with reports of pro-apoptotic action in some cancer cell lines.
    However, the real pharmacological action of all drug substance must be carefully
    evaluated and a correlation between its therapeutic benefits and side effects should
    be assessed. Thus, the aim of this study was to evaluate the in vitro cytotoxicity,
    genotoxicity and mutagenicity of synthetic analogues of marine 3-APAs (OH-002 and
    THP-002) and ortho-nitrobenzyl synthetic derivatives (AANC, AMNCL and EBAC) in
    cell lines of breast cancer (MDA-MB-231), ovarian cancer (TOV-21G) and lung
    fibroblast (WI-26VA4), in assays with and without metabolic activation. Briefly, the
    results obtained in the toxicological bioassay with A. salina and in the cell viability tests
    (MTT) and clonogenic, have demonstrated that OH-002 was selectively active in all
    experimental conditions, while THP-002 was indiscriminately toxic. AANC, AMNCL
    and EBAC were selective only in studies with metabolic activation. In addition, OH-002
    and ortho-nitrobenzyl caused selectively double-strand breaks and chromosomal
    mutations, identified through the comet assay, immunocytochemistry for γH2AX and
    cytokinesis-block micronucleus assay. It is important to highlight that only against the
    tumor lines such effects were potentiated after metabolic activation. So, the molecular
    genotoxic mechanism of the synthetic 3-APA marine alkaloid analogues and ortho
    nitrobenzyl derivatives was through clastogenesis. Furthermore, all ortho-nitrobenzyl
    compounds evaluated induced cell death, probably by the intrinsic pathway of
    apoptosis, once activation of caspase 9 was detected. Thus, considering the two
    classes of molecules assessed herein, the most promising compounds which could be
    used as prototypes of anticancer drugs were OH-002 and EBAC. Therefore, the ability
    of the compounds to trigger apoptotic mechanisms and induce selective cancer cells
    death is an important approach in the therapy of this pathology, in order to reduce the
    side effects and recurrence of the tumors. Thus, the present study contributed to avi
    better understand of the cytotoxic and mutagenic mechanisms induced by the
    compounds assessed, as well as, its action on the cell cycle, demonstrating a real
    potential of these compounds to be better exploited as prototypes of anticancer drugs.
4
  • ALINE APARECIDA SALDANHA RAFANTE
  • CONSTITUIÇÃO QUÍMICA E AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES ANTI-INFLAMATÓRIA E ANTINOCICEPTIVA DO ÓLEO ESSENCIAL E FRAÇÃO ENRIQUECIDA DE Duguetia furfuracea (A. St. -Hil) Saff

  • Orientador : JOAO MAXIMO DE SIQUEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GLAUCIA MARIA LOPES REIS
  • JOAO MAXIMO DE SIQUEIRA
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • LUCIA PINHEIRO SANTOS PIMENTA
  • Thiago Roberto Lima Romero
  • Data: 06/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Duguetia furfuracea (A. St. -Hil.) Saff é um arbusto do cerrado e suas
    cascas são empregadas na medicina popular para o tratamento do reumatismo e
    dores de estômago. Essa informação popular motivou o presente trabalho, que foi
    avaliar a composição química, bem como as atividades anti-inflamatória e
    antinociceptiva do óleo essencial (OEDf) e sua fração enriquecida (FOEDf) obtidos
    da casca do caule subterrâneo dessa espécie. Além disso, foi possível investigar
    nos mesmos modelos acima citados, a α-asarona, um dos principais constituintes
    desse óleo.
    Material e métodos: A composição química do OEDf e FOEDf foi determinada por
    CG/EM. Já a atividade anti-inflamatória dos OEDf, FOEDf e α-asarona foi avaliada
    com uso do modelo de edema de pata induzido por LPS e das técninas ensaio
    imunoenzimático (ELISA), hematoxilina-eosina (H&E) e imuno-histoquímica. A
    atividade antinociceptiva central e periférica do OEDf, FOEDf e α-asarona por sua
    vez foi investigada no teste da formalina, sendo a ação central confirmada no teste
    da placa quente. Foram empregados antagonistas dos sistemas adenosinérgico,
    opioidérgico, serotoninérgico e colinérgico muscarínico. O efeito do OEDf, FOEDf e
    α-asarona sobre a coordenação motora dos animais foi investigado no teste rota-rod.
    Resultados: A composição química do OEDf e FOEDf revelou a predominância de
    dois derivados fenilpropanoides, α-asarona e o 2,4,5-trimetoxi-estireno, seguidos de
    sesquiterpenos oxigenados e não-oxigenados. OEDf, FOEDf e α-asarona
    apresentaram atividade anti-inflamatória ao inibir o edema de pata, migração de
    leucócitos, expressão de iNOS e produção de TNF-α frente ao estímulo LPS. Além
    disso, eles reduziram o tempo de reação dos animais em ambas fases do teste da
    formalina e promoveram o aumento do tempo de latência no teste da placa quente.
    O pré-tratamento com a cafeína e naloxona reverteu a antinocicepção central, já a
    ação antinociceptiva periférica foi abolida apenas com a naloxona. O OEDf, FOEDf e
    α-asarona não afetaram o sistema motor dos animais no teste rota-rod.
    Considerações finais: O OEDf, FOEDf e α-asarona possuem atividades anti
    inflamatória e antinociceptiva central e periférica. Os sistemas adenosinérgico e
    opioidérgico participam da ação central dos OEDf, FOEDf e α-asarona. Já a
    atividade antinociceptiva periférica parece estar relacionada, ao menos
    parcialmente, com o efeito anti-inflamatório e o envolvimento do sistema viii
    opioidérgico. A ação antinociceptiva não está associada a alterações no sistema
    motor.

  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Duguetia furfuracea (A. St.-Hil.) Saff is a shrub of the cerrado and its
    barks are used in folk medicine to treat rheumatism and stomach ache. This popular
    information motivated the present study, which was to evaluate the chemical
    composition, as well as the anti-inflammatory and antinociceptive activities of the
    essential oil (EODf) and its enriched fraction (FEODf) obtained from the underground
    stem bark of this species. In addition, it was possible to investigate in the same
    models mentioned above, α-asarone, one of the main constituents of this oil.
    Material and methods: The chemical composition of EODf and FEODf was
    determined by GC/MS. The anti-inflammatory activity of EODf, FEODf and α-asarone
    was evaluated using the LPS-induced paw edema model and the immunoenzymatic
    (ELISA), hematoxylin-eosin (H&E) and immunohistochemistry techniques. The
    central and peripheral antinociceptive activity of EODf, FEODf and α-asarone was
    investigated in the formalin test, the central action being confirmed in the hot plate
    test. Antagonists of the adenosinergic, opioidergic, serotonergic and muscarinic
    cholinergic systems were used. The effect of EODf, FEODf and α-asarone on the
    animals' motor coordination was investigated in the rota-rod test.
    Results: The chemical composition of EODf and FEODf revealed the predominance
    of two phenylpropanoid derivatives, α-asarone and 2,4,5-trimethoxy-styrene, followed
    by oxygenated and non-oxygenated sesquiterpenes. EODf, FEODf and α-asarone
    showed anti-inflammatory activity by inhibiting paw edema, leukocyte migration,
    iNOS expression and TNF-α production against the LPS stimulus. In addition, they
    reduced the reaction time of the animals in both phases of the formalin test and
    promoted an increase in the latency time in the hot plate test. Pretreatment with
    caffeine and naloxone reversed central antinociception, whereas peripheral
    antinociceptive action was abolished only with naloxone. The EODf, FEODf and α-
    asarona did not affect the animals' motor system in the rota-rod test.
    Final considerations: EODf, FEODf and α-asarone have central and peripheral anti
    inflammatory and antinociceptive activities. The adenosinergic and opioidergic
    systems participate in the central action of OEDf, FOEDf and α-asarone. Peripheral
    antinociceptive activity, on the other hand, seems to be related, at least partially, to
    the anti-inflammatory effect and the involvement of the opioidergic system. The
    antinociceptive action is not associated with changes in the motor system.
5
  • ISRAEL JOSE PEREIRA GARCIA
  • AVALIAÇÃO DO EFEITO PROTETOR DA OUABAÍNA EM HIPOCAMPO DE RATOS INDUZIDOS A NEUROINFLAMAÇÃO POR LIPOPOLISSACARIDEOS

  • Orientador : HERICA DE LIMA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HERICA DE LIMA SANTOS
  • CRISTIANE QUEIXA TILELLI
  • LUCIANA ESTEFANI DRUMOND DE CARVALHO
  • LUIS EDUARDO MENEZES QUINTAS
  • VICTOR GUSTAVO BLANCO
  • Data: 12/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Processo neuroinflamatório é caracterizado por resposta da microglia sobre ações

    no sistema nervoso central que possuem caráter semelhante de inflamação. Como modelo
    utilizado para a indução desse processo utilizou-se lipopolissacarídeos que possui a
    capacidade de ativar diretamente a microglia, essa ativada libera uma gama de
    neurotoxinas que induzem a inflamação e posteriormente a morte celular neuronal. O uso
    da ouabaína em baixas concentrações possui a capacidade de interagir com a enzima de
    membrana Na,K-ATPase fazendo que ocorra a mediação de vias de sinalização
    intracelular no sistema nervoso central levando a ativação da NF-κB que por sua vez leva
    o aumento da expressão de citocinas anti-inflamatórias, a ouabaína também possui ação
    antiapoptótica e de manutenção de viabilidade celular. O objetivo deste estudo foi avaliar
    o efeito protetor da ouabaína em hipocampo de ratos induzidos à neuroinflamação por
    lipopolissacarídios (LPS). Primeiramente, avaliaram-se parâmetros oxidativos em ratos
    Wistar após injeção intraperitoneal de ouabaína (1,8 µg/kg), LPS (200 µg/kg) ou solução
    salina. Os parâmetros oxidativos avaliados foram as atividades de superóxido dismutase,
    catalase e glutationa peroxidase, os níveis de glutationa reduzidas, carbonilação proteica
    e lipoperoxidação. Outro parâmetro estudado foi a composição lipídica de membrana.
    Também analisamos as atividades de algumas importantes enzimas do sistema nervoso,
    como Na, K-ATPase, PMCA, SERCA, acetilcolinesterase e glutamina sintetase e a
    expressão do transportador de glutamato (EAAT1 e EAAT2). O grupo LPS apresentou
    um aumento do estresse oxidativo, evidenciado pelo aumento da peroxidação lipídica,
    dos níveis de carbonilação proteica e da atividade da catalase. A administração de LPS
    também reduziu os níveis de glutationa reduzida e da atividade da glutationa peroxidase.
    O LPS também causa um aumento na atividade da acetilcolinesterase e SERCA como
    também uma diminuição na atividade da Glutamina Sintetase e na expressão de EAAT1,
    EAAT2, α2 da Na,K-ATPase. É importante destacar que a diminuição dessas proteínas
    na membrana possivelmente tem o envolvimento de FXYD2, pois o LPS provocou uma
    diminuição da interação entre este proteolipídeo como α2 da Na,K-ATPase, EAAT1 e
    EAAT2 nas membranas. Já ouabaína sozinha provoca um aumento nos níveis α2 da
    Na,K-ATPase, EAAT1 e EAAT2, possivelmente relacionado com aumento da interação
    de FXYD2 com a isoformas α2 da Na,K-ATPase, bem como com os transportadores de
    glutamato EAAT1 e EAAT2. O pré-tratamento da ouabaína atenuou todos os efeitos
    causados pelo LPS. O pré-tratamento com OUA também restaura a interação perdida com
    FXYD2. Também se destaca o fato de que o pré-tratamento com ouabaína aboliu o efeito
    oxidativo provocado pelo LPS, sugerindo que este fato possa estar relacionado com a
    restauração da interação entre FXYD2 e as proteínas de membrana estudadas. Este
    trabalho pioneiramente mostra que OUA, um esteroide cardiotônico clássico, pode
    modular tanto no mecanismo do sistema oxidante como aumentar a interação de FXYD2
    e transportadores de glutamato, abrindo novas perspectivas para o estudo sobre esteroides
    cardiotônicos e sua ação neuroprotetora.

  • Mostrar Abstract
  • The neuroinflammatory process is characterized by microglial response on central
    nervous system actions that have similar character of inflammation. As a model used to
    induce this process, lipopolysaccharides that have the ability to directly activate microglia
    were used, which activated the release of a range of neurotoxins that induce inflammation
    and later neuronal cell death. Ouabain, used at low concentrations, has the ability to
    interact with the Na, K-ATPase membrane enzyme causing mediation of intracellular
    signaling pathways in the central nervous system leading to NF-κB activation which in
    turn leads to an increase in the expression of anti-inflammatory cytokines. Ouabain also
    has antiapoptotic action and a cell viability maintenance role. The aim of this study was
    to evaluate the protective effect of ouabain on hippocampus of rats induced by
    lipopolysaccharide (LPS) neuroinflammation. First, oxidative parameters were evaluated
    in Wistar rats after intraperitoneal injection of ouabain (1.8 µg / kg), LPS (200 µg / kg)
    or saline. The oxidative parameters evaluated were the activities of superoxide dismutase,
    catalase and glutathione peroxidase, reduced glutathione levels, protein carbonylation and
    lipoperoxidation. We also analyzed the activities of some important nervous system
    enzymes such as Na, K-ATPase, PMCA, SERCA, acetylcholinesterase and glutamine
    synthetase as well as glutamate transporter expression (EAAT1 and EAAT2). The LPS
    group showed an increase in oxidative stress, evidenced by the increase in lipid
    peroxidation, protein carbonylation levels and catalase activity. LPS administration
    reduced glutathione levels and glutathione peroxidase activity. LPS also causes an
    increase in acetylcholinesterase and SERCA activity as well as a decrease in activities of
    EAAT1, EAAT2, α2-Na, K-ATPase and Glutamine synthetase expression. It is important
    to highlight that the decrease of these proteins in the membrane possibly has the
    involvement of FXYD2, because the LPS caused a decrease in the interaction between
    this proteolipid and Na2, K-ATPase, EAAT1 and EAAT2 α in the membranes. OUA
    alone causes an increase in α2-Na, K-ATPase, EAAT1 and EAAT2 α levels, possibly
    related to increased FXYD2 interaction with Na α, K-ATPase α isoforms, as well as
    EAAT1 and EAAT2 glutamate transporters. Ouabain pretreatment attenuated all effects
    caused by LPS. OUA pretreatment also restored the lost interaction. Also noteworthy is
    the fact that OUA pretreatment abolished the oxidative effect caused by LPS, suggesting
    that this may be related to the restoration of the interaction between FXYD2 and the
    membrane proteins studied. This work is pioneer in showing that OUA, a classic
    cardiotonic steroid, can modulate both the oxidant system mechanism and increase the
    interaction of FXYD2 and glutamate transporters, opening new perspectives for the study
    of cardiotonic steroids and their neuroprotective action.
6
  • CRISTINA RABELO FLOR
  • EXCESSO DE PESO: ASSOCIAÇÃO COM TIPO SANGUÍNEO E COM ANEMIA
  • Orientador : CLAUDIA DI LORENZO OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DE OLIVEIRA BALDONI
  • CLAUDIA DI LORENZO OLIVEIRA
  • DANYELLE ROMANA ALVES RIOS
  • FABIANA CHAGAS CAMARGOS PIASSI
  • MARCIA CHRISTINA CAETANO ROMANO
  • MARIANA CARVALHO DE MENEZES
  • Data: 13/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Analisar a associação do excesso de peso com o grupo sanguíneo ABO e com a
    anemia, bem como comparar a acurácia entre dois métodos diagnósticos de anemia em
    doadores de sangue. Método: O trabalho foi realizado em três partes: i) para analisar a
    associação do excesso de peso com o grupo sanguíneo ABO, a população do estudo foi
    categorizada em eutróficos, com sobrepeso e obesos. Foi realizada Regressão logística ordinal
    para avaliar associação do IMC com o tipo sanguíneo ABO, a idade e o gênero dos
    participantes. ii) para comparar a acurácia entre os métodos diagnósticos para anemia, foram
    calculadas a sensibilidade e especificidade do uso do microhematócrito (Hct) em relação à
    Hemoglobina (Hb). Foram utilizados os testes de correlação de Pearson e regressão linear
    ajustada por sexo para avaliar a mudança da variável resposta (Hb) em função da explicativa
    (Hct). iii) foi calculado o Hazard Ratio através de um modelo de Regressão de Cox para
    avaliar a associação entre anemia e índice de massa corporal ajustada pelas variáveis sexo,
    idade, escolaridade e cor da pele. Resultados: Os grupos sanguíneos O e B foram associados
    à maior prevalência de obesidade em mulheres e menor em homens. Em relação ao método
    diagnóstico para anemia, a sensibilidade e a especificidade do Hct em relação à Hb foram de
    respectivamente 100% e > 99% em ambos os sexos. A correlação de Pearson e o gráfico de
    regressão linear mostraram relação adequada entre os testes. Quanto a associação entre
    anemia e índice de massa corporal, os participantes obesos tinham 8% menos risco de ter
    anemia que os demais (HR= 0,92; IC= 0,86 – 0,98), sendo que a escolaridade foi uma variável
    de confusão para essa associação. Conclusão: O transporte de alelos específicos do grupo
    sanguíneo ABO pode influenciar diferentemente o IMC, de acordo com o sexo. Comparando
    se os testes capilares de Hb e Hct, verificamos que o Hct pode ser usado com segurança para
    triagem de anemia na pré-doação de sangue. Por fim, a obesidade parece diminuir o risco para
    ocorrência de anemia, no entanto, como a escolaridade pode ser determinante nessa relação e
    pode ser influenciada pela idade e nível social, recomenda-se que futuras análises sejam feitas
    controlando-se essas variáveis.

  • Mostrar Abstract
  • Objectives: Analysis of the association between blood type and anemia with weight, and
    accuracy comparison of two anemia diagnosis methods in blood donors. Method: This work
    was developed in three steps: i) the study population was categorized as normal-weight,
    overweight and obesity, to the association between overweight and ABO blood group analysis.
    Ordinal logistic regression was carried out in order to evaluate the association of BMI with
    participants ABO blood group, age and gender. ii) sensibility and specificity of micro
    hematocrit (Hct) and hemoglobin (Hb) concentration were calculated to compare the accuracy
    between anemia diagnosis methods. Pearson correlation test and linear regression adjusted for
    gender to evaluate the answer variable (Hb) change according to the explicative variable
    (Hct)iii) the Hazard Ratio was calculated using Cox regression model to evaluate the
    association between anemia and the BMI adjusted for gender, age, education status and skin
    color. Results: O and B blood groups were associated to highest prevalence of obesity in
    women and lower in men. Sensibility and specificity of Hct related to Hb were respectively
    100% and > 99% for both genders, regarding anemia diagnosis method. Pearson correlation
    and linear regression graphic presented adequate relation between the tests. About the
    association between anemia and BMI, the obese participants had 8% less risks of anemia than
    the others (HR= 0,92; IC= 0,86 – 0,98), and education status was a confusing variable in this
    association. Conclusion: ABO blood group specific alleles transport candifferently influence
    the BMI, according to the gender. By the comparison of Hb and Hct fingerstick tests we
    verified that Hct can be safely used to anemia screening in blood pre-donation. Finally,
    obesity appears to decrease risks of anemia occurrence, however, as education status con be
    determinant in this relation and can be influenced by age and social status, it is recommended
    that future analysis control these variables.
7
  • LEILISMARA SOUSA NOGUEIRA
  • AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DA  LACTOFERRINA SOBRE A MEMBRANA DE ERITRÓCITOS HUMANOS

  • Orientador : LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANYELLE ROMANA ALVES RIOS
  • DEBORA DE OLIVEIRA LOPES
  • FRANCOIS GERMAIN NOEL
  • LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • SANDRA RODRIGUES MASCARENHAS
  • Data: 16/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • A lactoferrina é uma proteína envolvida na homeostase do ferro e se liga especificamente aos eritrócitos. Estudos prévios demonstraram que o íon ferro pode alterar a composição da membrana plasmática de eritrócitos humanos e estimular a atividade da enzima Na,K-ATPase (NKA). Assim sendo, buscou-se identificar se a
    lactoferrina também induziria mudanças. Amostras de sangue total foram coletadas de voluntários saudáveis e foram obtidas preparações de membrana livres de citoplasma (ghost). Ghosts foram tratadas com concentrações crescentes de lactoferrina (1 nM a 1 M), por 30 minutos, a 37 ºC. O sangue total foi tratado com 1nM, 50 nM e 1 M de lactoferrina, por 24 horas, a 4 o C. Membranas de medula renal de porco (que possuem apenas a isoforma 1 da NKA) e preparações de membrana do córtex cerebral de ratos Wistar (que possuem as isoformas 1, 2 e 3 da NKA) foram usadas para avaliar as isoformas da NKA envolvidas nos efeitos da lactoferrina. Foi observada diminuição do conteúdo de Fe 3+sérico e da formação de Substâncias Reativas ao Ácido Tiobarbitúrico (TBARS), demonstrando a atividade antioxidante da lactoferrina sobre os eritrócitos. Não foram observadas alterações morfológicas dos eritrócitos tratados, porém foi observado um aumento do colesterol
    e fosfolipídios totais da membrana. A ativação da Ca 2+ -ATPase de membrana lasmática foi observada apenas com o tratamento com as concentrações mais elevadas de lactoferrina, tanto em preparações de membrana quanto em eritrócitos. Preparações de membrana e eritrócitos íntegros, tratados com lactoferrina, apresentaram aumento da atividade de NKA em comparação ao grupo controle e esta ativação não está relacionada à sua conformação enzimática (E1 ou E2). Em relação às isoformas da NKA, não foi observada a ativação da isoforma α1 e houve ativação das isoformas αe α3. Como os eritrócitos não possuem α2, sugere-se que o aumento da NKA está relacionado à isoforma α3. Como a NKA é amplamente distribuída por todo o corpo e está envolvida em muitos processos de sinalização, o efeito sobre a NKA pode ser um dos mecanismos de ação que poderia explicar a atividade biológica da lactoferrina, porém são necessários mais estudos para elucidar a cinética envolvida neste aumento e suas consequências ao nível celular.

  • Mostrar Abstract
  • Lactoferrin is a protein involved in iron homeostasis and it is specifically bound to erythrocytes. Previous studies have shown that the iron ion can alter the composition of the plasma membrane of human erythrocytes and stimulate the activity of the enzyme Na,K-ATPase (NKA). Therefore, we sought to identify whether lactoferrin
    would also induce changes. Whole blood samples were collected from healthy volunteers and cytoplasm-free membrane preparations (ghost) were obtained. Ghosts were treated with increasing concentrations of lactoferrin (1 nM to 1 µM), for 30 minutes, at 37 ºC. Whole erythrocytes were treated with lactoferrin 1 nM, 50 nM
    and 1 µM for 24 hours, at 4 oC. Membranes from pig renal medulla (which has only α1 isoform) and brain cortex membrane preparations of Wistar rats (which have α 1, 2 and 3) were used to evaluate the NKA isoforms involved in lactoferrin effects. A decrease in the content of serum Fe 3+ and the formation of Reactive Substances to Thiobarbituric Acid (TBARS) was observed, demonstrating the antioxidant activity of
    lactoferrin on erythrocytes. No morphological changes were observed in the treated erythrocytes, but an increase in cholesterol and total membrane phospholipids was observed. The activation of plasma membrane Ca
    2+-ATPase was observed only with treatment with the highest concentrations of lactoferrin, both in membrane
    preparations and in erythrocytes. Membrane preparations and lactoferrin-treated whole erythrocytes showed increased NKA activity compared to a control group and this activation is not related to their enzymatic conformation (E1 or E2). Concerning the isoforms of NKA, there was no activation of the α1 isoform and there was activation of the α2 e α3 isoforms. Since erythrocytes do not have α2, these results suggest that its activation may be related to α3 isoform. Since NKA is widely distributed throughout the body and is involved in many signaling processes, the activation of NKA may be one of the mechanisms of action that could explain the
    biological activity of lactoferrin, however further studies are needed to elucidate the kinetics involved in this increase and its consequences at the cellular level.
8
  • CRISTIANE DE OLIVEIRA RENÓ
  • AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA DO EFEITO DA HIDROXIUREIA EM ERITRÓCITOS TRATADOS IN VITRO.
  • Orientador : HERICA DE LIMA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HERICA DE LIMA SANTOS
  • JÚLIO ALBERTO MIGNACO
  • LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • LUCI MARIA SANT ANA DUSSE
  • MARIA DAS GRACAS CARVALHO
  • MELINA DE BARROS PINHEIRO INACIO
  • Data: 11/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • A hidroxiureia (HU) é um fármaco de baixo custo, de fácil administração oral e
    amplamente utilizado em doenças como a anemia falciforme (AF) e em diferentes
    tipos de câncer. Os efeitos da HU sobre o eritrócito ainda não são totalmente
    esclarecidos. Em nosso trabalho avaliamos os efeitos da HU sobre o perfil de
    indicadores de estresse oxidativo, a atividade de enzimas do sistema antioxidante, do
    metabolismo energético e o perfil lipídico das membranas em eritrócitos de indivíduos
    saudáveis, tratados in vitro. Comparações entre os grupos (controle e tratados com
    0,6, 0,8 e 1,5mM de HU) foram realizadas nos tempos de tratamento de 30 minutos e
    1 hora. No tempo de tratamento de 30 minutos houve aumento significativo em quase
    todos os parâmetros analisados entre os grupos de sangue tratados com HU e o grupo
    controle com exceção da atividade da enzima piruvato quinase (PK). Já o tratamento
    com o tempo de 1 hora apresentou redução significativa, na concentração de 0,8mM
    de HU quando comparada ao grupo controle, em marcadores como peroxidação
    lipídica, Fe3+ e atividade de algumas enzimas como glutationa redutase (GR), glicose-
    6-fosfato desidrogenase (G6PD) e PK. Nesse mesmo tempo de tratamento a
    concentração de 0,8mM, ao ser comparada com a de 0,6mM de HU, reduziu
    significativamente o conteúdo de H2O2, a peroxidação lipídica, glutationa reduzida
    (GSH) e a atividade das enzimas como: hexoquinase, G6PD e superóxido dismutase
    (SOD). HU pode estar estimulando preferencialmente a ativação da via das pentoses
    ao invés da via glicolítica, nos eritrócitos, além disso a concentração de 0,8mM parece
    ser mais eficiente no que se diz respeito a proteção contra radicais livres e poderia ser
    adotada preferencialmente na clínica em doenças como a AF, onde o estresse
    oxidativo já é instaurado. Além disso um tratamento com HU direto nas membranas
    eritrocitárias (GHOST), foi realizado, no tempo de 20 minutos e foi avaliado a atividade
    da Na+ ,K+-ATPase e o conteúdo lipídico das membranas. HU induziu o aumento da
    atividade da Na+ ,K+-ATPase e de colesterol nos grupos tratados e foi capaz de
    proporcionar modulações na membrana eritrocitária. As diferenças encontradas em
    nosso trabalho mostram que os efeitos da HU são dose dependentes e variam de
    acordo com o tempo de exposição a mesma.

  • Mostrar Abstract
  • Hydroxyurea (HU) is a low cost, easily administered orally and widely used in diseases
    such as sickle cell anemia (SCA) and different types of cancer. The effects of HU on
    the erythrocyte are not yet fully understood. In our work we evaluated the effects of HU
    on the oxidative stress indicator profile, the antioxidant system enzyme activity, the
    energy metabolism and the lipid profile of the erythrocyte membranes of healthy
    individuals treated in vitro. Comparisons between the groups (control and treated with
    0.6, 0.8 and 1.5mM HU) were made at the treatment time of 30 minutes and 1 hour. At
    the 30 min treatment time there was a significant increase in almost all parameters
    analyzed between the HU-treated blood groups and the control group with the
    exception of pyruvate kinase (PK) enzyme activity. The 1h treatment showed a
    significant reduction, in the 0.8mM HU concentration when compared to the control
    group, in markers such as lipid peroxidation, Fe3+ and activity of some enzymes such
    as glutathione reductase (GR), glucose-6-phosphate dehydrogenase (G6PD) and PK.
    At the same time of treatment, the 0.8mM concentration, when compared to the 0.6mM
    HU concentration, significantly reduced the H2O2 content, lipid peroxidation, reduced
    glutathione (GSH) and the activity of enzymes such as: hexokinase, G6PD and
    superoxide dismutase (SOD). HU may be preferentially stimulating the activation of
    the pentose phosphate pathway rather than the glycolytic pathway in erythrocytes, in
    addition the concentration of 0.8mM seems to be more efficient with regard to
    protection against free radicals and could be preferentially adopted in clinical practice.
    diseases such as SCA, where oxidative stress is already in place. In addition, a direct
    HU treatment on erythrocyte membranes (GHOST) was performed within 20 minutes
    and the Na+ ,K+-ATPase activity and membrane lipid content were evaluated. HU
    induced increased Na+ ,K+-ATPase and cholesterol activity in the treated groups and
    was able to provide erythrocyte membrane modulations. The differences found in our
    study show that the effects of HU are dose dependent and vary according to their
    exposure time.
9
  • NAYARA DORNELA QUINTINO
  • AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA E ALFABETIZAÇÃO EM SAÚDE EM PACIENTES COM DOENÇA DE CHAGAS (COORTE SAMI-TROP)

  • Orientador : CLARECI DA SILVA CARDOSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA DO CARMO PEREIRA NUNES
  • LEA CAMPOS DE OLIVEIRA
  • CLARECI DA SILVA CARDOSO
  • ELIETE ALBANO DE AZEVEDO GUIMARAES
  • ROBERTA CARVALHO DE FIGUEIREDO
  • Data: 29/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV) e a alfabetização em saúde (AS) e sua associação com aspectos sociodemográficos, clínicos, comportamentais e de assistência à saúde em pacientes com Doença de Chagas (DC). Método: Esta presente tese de doutorado foi desenvolvida na coorte SaMi-Trop, a qual foi constituída em 2011-2012, composta por 1959 pacientes com sorologia positiva para DC, em região com alta prevalência de DC crônica em Minas Gerais. A coleta de dados da linha de base foi realizada em 2013-2014 e o primeiro seguimento em 2015- 2016. A QV foi mensurada nos dois momentos utilizando a escala WHOQOL-Breve. Já a alfabetização em saúde (AS) foi avaliada somente no primeiro seguimento, utilizando o instrumento SAHLPA-18. O trabalho foi dividido em duas partes, sendo cada parte correspondente a um artigo científico com objetivos e análises independentes: i) estudo seccional para avaliar o perfil da QV entre os pacientes com DC e sua associação com características sociodemográficas, comportamentais e clínicas. Foi utilizada análise multivariada por meio de regressão beta; ii) estudo seccional para avaliar a prevalência de AS e sua associação com características sociodemográficas e clínicas, assistência à saúde e QV em pacientes com DC. Foram incluídos para avaliação da AS os pacientes que sabiam ler. Os que não sabiam ler foram considerados analfabetos. Os alfabetizados responderam a escala SAHLPA18. A variável alfabetização foi composta de três categorias: 1) analfabetos; 2) AS inadequada e; 3) AS adequada. Utilizou-se regressão logística binária, multinomial e regressão beta. Resultados: Uma menor QV foi identificada no Domínio Meio Ambiente seguida pelo Domínio Físico e uma maior QV foi observada no Domínio Relações Sociais. A percepção subjetiva da QV não foi associada com a gravidade da doença usando como marcador a presença de cardiomiopatia chagásica. Observou-se alta prevalência de analfabetismo e de alfabetização inadequada. Ser analfabeto está associado a pior QV. Ambos estão associados a piores desfechos clínicos como uso de mais medicamentos e presença de cardiomiopatia chagásica com DVE. Conclusão: Os achados desta tese reforçam a importância dos indicadores de qualidade de vida e alfabetização em saúde para o planejamento do cuidado, comunicação em saúde e manejo clínico de pacientes com DC residentes em regiões remotas, com baixo acesso a serviços especializados de saúde.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To assess quality of life (QOL) and health literacy (HL) and their association with sociodemographic, clinical, behavioral and health care aspects in patients with Chagas disease (CD). Method: This present doctoral thesis was developed in the SaMi-Trop cohort which was constituted in 2011-2012, composed of 1959 patients with positive CD serology, in a region with a high prevalence of chronic CD in Minas Gerais state. Baseline data collection was carried out in 2013-2014 and the first follow-up in 2015-2016. QOL was measured at both times using the WHOQOL-Bref scale. Health literacy (HL) was assessed only in the first follow-up, using the SAHLPA-18 scale. This thesis was divided into two parts, each part corresponding to a scientific article with independent objectives and analyzes: i) sectional study to assess the QOL profile among patients with CD and its association with sociodemographic, behavioral, and clinical characteristics; multivariate analysis using beta regression was used; and ii) cross-sectional study to assess the prevalence of HL and its association with sociodemographic and clinical characteristics, health care, and QOL in patients with CD. Patients who knew how to read were included for HL evaluation. Those who could not read were considered illiterate. Literate people responded to the SAHLPA-18 scale. The literacy variable was composed of three categories: 1) illiterate; 2) inadequate HL and; 3) adequate HL. Binary multinomial logistic regression and beta regression were used. Results: A lower QOL was identified in the Environment Domain followed by the Physical Domain, and a higher QOL was observed in the Social Relations Domain. The subjective perception of QOL was not associated with the severity of the disease using the presence of Chagas cardiomyopathy as a marker. There was a high prevalence of illiteracy and inadequate health literacy. Being illiterate is associated with worse QOL. Both are associated with worse clinical outcomes such as the use of more medication and the presence of Chagas cardiomyopathy with left ventricular dysfunction (LVD). Conclusion: The findings of this thesis reinforce the importance of quality of life and health literacy indicators for care planning, health communication, and clinical management of patients with CD living in remote regions, with low access to specialized health services.

10
  • DÉBORA SOARES DA SILVA MAIA
  • Avaliação das atividades biológicas de espécies Annonaceae

  • Orientador : JOAO MAXIMO DE SIQUEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FERNANDA DE OLIVEIRA BUSTAMANTE
  • ALYSSON RODRIGO FONSECA E SILVA
  • EDUARDO SERGIO DA SILVA
  • JOAO MAXIMO DE SIQUEIRA
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • Data: 06/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Espécies vegetais da família Annonaceae se destacam por possuírem uma grande diversidade química resultando em diferentes atividades biológicas e farmacológicas, o que justifica a exploração contínua dessa família na busca de substâncias naturais com aplicação em diversas áreas de interesse humano. No presente trabalho, as espécies Annona mucosa, A. muricata, A. nutans, Duguetia furfuracea e D. lanceolata, foram investigadas quanto à atividade larvicida sobre Culex quinquefasciatus e Artemia salina, e, somente D. lanceolata foi avaliada em seu potencial citotóxico. Foram obtidos extratos hidroetanólicos e frações clorofórmica, hexânica, acetato de etila e butanólica das folhas das cinco espécies estudadas. Foram obtidos também os extratos alcaloídicos das folhas e das cascas do caule subterrâneo, o extrato éter de petróleo das partes subterrâneas de D. furfuracea, além dos óleos essenciais das folhas de D. lanceolata e das folhas e partes subterrâneas de D. furfuracea. Todos os derivados de plantas foram testados sua atividade larvicida sobre larva de C. quinquefasciatus e a toxicidade sobre A. salina. Foi testada também a atividade citotóxica do óleo essencial das folhas de D. lanceolata e suas frações sobre células U251. Todas as espécies testadas mostraram toxicidade sobre A. salina. Os extratos brutos hidroetanólicos de A. mucosa e A. muricata, bem como suas frações clorofórmicas e hexânicas, os extratos éter de petróleo, além de todos os óleos essenciais testados, foram ativos sobre larvas de C. quinquefasciatus. Foi possível limitar um intervalo de atividade em A. salina, que possui um correspondente ao teste larvicida sobre C. quinquefasciatus, assim o teste A. salina pode ser utilizado como modelo para pré-avaliação da atividade larvicida. O óleo essencial de D. lanceolata e algumas frações se mostraram citotóxicos contra a linhagem de glioblastoma humano U251 apresentando potencial para busca de novos agentes antitumorais.


  • Mostrar Abstract
  • Plant species of the Annonaceae family have stood out for having a great chemical diversity resulting in different biological and pharmacological activities, which justifies the continued exploration of this family in search of natural substances with application in various areas of human interest. In the present work the species Annona mucosa, A. muricata, A. nutans, Duguetia furfuracea and D. lanceolata were investigated for larvicidal activity on Culex quinquefasciatus and Artemia salina, and only D. lanceolata was evaluated for their cytotoxic potential. Hydroethanolic extracts and chloroform, hexane, ethyl acetate and butanolic fractions were obtained from the leaves of the five species studied. The alkaloid extracts of the leaves and underground stem bark and the petroleum ether extract of the underground parts of D. furfuracea were also obtained. In addition to the essential oils of D. lanceolata leaves and D. furfuracea leaves and underground parts. All plant derivatives were tested for larvicidal activity on C. quinquefasciatus larvae and toxicity on A. salina. It was also tested the cytotoxic activity of the essential oil of D. lanceolata leaves and its fractions on U251 cells. All species tested showed toxicity on A. salina. The crude hydroethanolic extracts of A. mucosa and A. muricata, as well as their chloroform and hexane fractions, the petroleum ether extracts and all the essential oils tested were active on C. quinquefasciatus larvae. It was possible to limit a range of activity in A. salina, which has one corresponding to the larvicidal test on C. quinquefasciatus, so the A. salina test can be used as a model for pre-evaluation of larvicidal activity. D. lanceolata essential oil and some fractions were cytotoxic against the U251 human glioblastoma lineage presenting potential for new antitumor agents.

11
  • HEBER PAULINO PENA
  • ACURÁCIA DE TESTES DIAGNÓSTICOS E A ASSOCIAÇÃO ENTRE ANÁLISE HISTOPATOLÓGICA E PCR PARA A LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA

  • Orientador : EDUARDO SERGIO DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO SERGIO DA SILVA
  • LUIS MARCELO ARANHA CAMARGO
  • RALPH GRUPPI THOME
  • SOLANGE CORREA GARCIA PIRES D’AVILLA
  • EDUARDO DE CASTRO FERREIRA
  • Data: 17/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: As Leishmanioses são enfermidades de áreas tropicais e subtropicais que se apresentar desde pequenas lesões cutâneas até desordens viscerais que podem evoluir para a morte e seu diagnóstico ainda é uma tarefa difícil, com baixa sensibilidade do exame histopatológico. O presente trabalho teve por objetivos realizar uma revisão sistemática da literatura com metanálises para analisar a acurácia dos métodos diagnósticos de Leishmaniose Tegumentar nas Américas e identificar os critérios histopatológicos que permitiriam selecionar os casos de maior suspeição para leishmaniose, os quais devam ser enviados para análise molecular. Métodos: estudo observacional, transversal e retrospectivo que avaliou por PCR e exame histológico amostras de pele recebidas durante nove anos de casos clinicamente suspeitos para leishmaniose enviados ao Laboratório de Citologia e Anatomia Patológica (CIAP), Divinópolis-MG, Brasil. Resultados: os resultados do presente estudo demonstram que as variáveis histológicas avaliadas não apresentaram significância estatística com o resultado do PCR: ulceração (p= 0.231), hiperplasia de epiderme (p= 0.595), hiperceratose (p= 0.103), presença de granuloma (p= 0.280), neutrófilos (p= 0.475), histiócitos (p= 0.241), linfócitos (0.543), plasmócitos (0.291), proliferação dos vasos (0.359), vasculite (0.321), necrose (0.746). Limitação: Trata-se de material de uma única instituição com pequeno número de casos negativos para a PCR. Outra limitação do estudo é a falta de tipagem das espécies de Leishmania, devido a técnica de PCR utilizada. Conclusões: os dados do presente estudo ressaltam a elevada especificidade da microscopia, com 100% de concordância com o resultado do PCR para os casos clinicamente suspeitos, em uma região endêmica do interior do Brasil, nos quais ocorreu identificação da amastigota. No entanto nenhum achado histopatológico de forma isolada é capaz de predizer os casos positivos à PCR.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Leishmaniasis is a disease that presents itself from small skin lesions to visceral disorders that can evolve to death. Its diagnosis is still a difficult task. Objectives: To evaluate the association of histopathological criteria with the results of polymerase chain reaction (PCR) of clinically suspected cases of cutaneous leishmaniasis (CL). Methods: An observational, cross-sectional, and retrospective study that evaluated, by PCR and histological examination, skin samples received during 9 years of clinically suspected cases of CL. Results: The results demonstrate that the evaluated histological variables did not show statistical significance with the result of the PCR when considered individually: ulceration (P = 0.231), epidermal hyperplasia (P = 0.595), hyperkeratosis (P = 0.103), presence of granuloma (P = 0.280), neutrophils (P = 0.475), histiocytes (P = 0.241), lymphocytes (0.543), plasmocytes (0.291), and necrosis (0.746). Limitations: Cases from a single institution with a small number of negative ones in PCR were analyzed. Conclusions: The data from the present study highlight the high specificity of microscopy analysis with 100% agreement with the PCR result for clinically suspected cases in an endemic Brazilian region. However, a histopathological finding in isolation cannot predict PCR positive results.

     

2019
Dissertações
1
  • Lohany Dias Mamede
  • DESENHO RACIONAL DE UMA PROTEÍNA MULTIEPITOPO USADA COMO ALVO VACINAL CONTRA STREPTOCOCCUS PNEUMONIAE

  • Orientador : DEBORA DE OLIVEIRA LOPES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DEBORA DE OLIVEIRA LOPES
  • FERNANDO RODRIGUES GOULART BERGAMINI
  • LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • Data: 03/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • DESENHO RACIONAL DE UMA PROTEÍNA MULTIEPITOPO USADA COMO ALVO VACINAL CONTRA STREPTOCOCCUS PNEUMONIAE


  • Mostrar Abstract
  • DESENHO RACIONAL DE UMA PROTEÍNA MULTIEPITOPO USADA COMO ALVO VACINAL CONTRA STREPTOCOCCUS PNEUMONIAE

Teses
1
  • LAILAH HORACIO SALES PEREIRA
  • Avaliação de isoformas solúveis do DC-SIGN no processo de infecção do Dengue vírus em Células Dendríticas imaturas derivadas de monócitos

  • Orientador : LUCIANA LARA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ENEIDA SANTOS DE OLIVEIRA
  • HELDER MAGNO SILVA VALADARES
  • JAQUELINE MARIA SIQUEIRA FERREIRA
  • LUCIANA LARA DOS SANTOS
  • LUIZ FELIPE LEOMIL COELHO
  • RAFAEL GONCALVES TEIXEIRA NETO
  • Data: 02/10/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A dengue é uma doença negligenciada e apresenta grande impacto na saúde pública a nível mundial. Diante disso, estudos de receptores celulares envolvidos em sua patogênese têm se fortalecido. O gene CD-209, que passa pelo processo de splicing alternativo, codifica para a glicoproteína DC-SIGN (Dendritic Cell-Specific ICAM-3 Grabbing Non-integrin) existente em treze isoformas distintas: solúveis e membranares. As isoformas de membrana existem, principalmente, na superfície de células dendríticas imaturas (iDCs) humanas, permitindo a adesão inicial do Dengue virus (DENV). A isoforma completa possui quatro regiões principais: domínio citoplasmático (N-terminal), região transmembrana (TM), região de pescoço extracelular e domínio de reconhecimento de carboidrato (DRC) que é o responsável pela interação com a glicoproteína E do DENV. As isoformas solúveis perdem a porção transmembrana e seu papel no processo de infecção pelo DENV não é bem entendido. Objetivos: Este trabalho propôs avaliar alterações no processo de infecção de iDCs pelo DENV na presença de três isoformas solúveis recombinantes do DC-SIGN: 8, 10 e 12 em concentrações variadas. Métodos: Foi feita a expressão heteróloga da isoforma 10 (solúvel completa) em linhagem de Escherichia coli BL21 DE3 Rosetta, confirmada por SDS-PAGE e Western Blotting. A proteína recombinante foi purificada por cromatografia de afinidade em coluna de cobalto, analisada por SDS-PAGE e quantificada por Bradford. As duas outras isoformas solúveis, 8 e 12, foram produzidas em trabalhos anteriores. As proteínas recombinantes foram validadas em coluna de cromatografia de afinidade por manose. O DENV-2 foi multiplicado em linhagem celular C6/36 de Aedes albopictus e quantificado por TCID50 em células BHK-21. Células com perfil próximo à iDCs foram produzidas a partir da linhagem THP-1 estimuladas com os fatores IL-4 e GM-CSF a 50 ng/mL, cada, por 144 horas. A fenotipagem das células com perfil de iDCs foi feita por citometria de fluxo pela análise dos receptores CD11c, CD86, CD209 e CD14. Os ensaios de infecção foram feitos na presença de cerca de 106 iDCs/ poço, DENV-2 com MOI  de 1 e isoformas 8, 10 e 12, separadamente, nas concentrações de 100, 50 e 25 ng/mL. A carga viral após o ensaio de infecção foi estimada por qPCR com quantificação absoluta e a análise estatística foi feita pelos testes Kruskal-Wallis e ANOVA. Resultados e discussão: A isoforma 10 foi purificada em um total de 0, 813 mg. Após o teste funcional das isoformas duas delas, com DRC intactos (8 e 10), mantiveram sua capacidade de ligação aos resíduos de manose e aquela com DRC alterado (12) não foi capaz de ligar-se a esses íons, como previsto. A obtenção de células com perfil de iDCs foi confirmada com o aumento da expressão dos marcadores de superfície CD11c, CD86 e CD209 e manutenção da expressão de CD14, conforme previsto para células diferenciadas a partir de THP-1. Os ensaios de infecção demonstraram um aumento de cerca de 23 vezes na carga viral de DENV na presença das isoformas 8 e 10 a 100 ng/mL comparado ao controle viral (p < 0,05). Em menores concentrações, de 50 e 25 ng/mL, as mesmas isoformas demonstraram carga viral menor que a do controle viral (p <0,05). A isoforma 12 não alterou a carga viral em nenhuma das concentrações testadas. Conclusões: Foi possível concluir que, em maiores concentrações (faixa de 100 ng/mL) as isoformas aptas a interagirem com o DENV aumentam a infecção viral atuando como “opsoninas”. Em menores concentrações essas isoformas parecem inibir a infecção pelo DENV. Futuros ensaios com MOI variadas, concentrações diferentes de isoformas e até mesmo com outros vírus, são promissores.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Dengue is a neglected disease, although it has a major impact on public health worldwide. Thus, studies of cell receptors involved in its pathogenesis have been strengthened. The CD-209 gene, which goes through the alternative splicing process, codes for DC-SIGN glycoprotein (Dendritic Cell-Specific ICAM-3 Grabbing Non-integrin) in thirteen distinct isoforms: soluble and membrane. Membrane isoforms exist mainly on the surface of human immature dendritic cells (iDCs), allowing early adhesion of Dengue virus (DENV). The complete isoform has four major regions: cytoplasmic domain (N-terminal), transmembrane region (TM), extracellular neck region, and carbohydrate recognition domain (CRD) that is responsible for the interaction with DENV glycoprotein E. Soluble isoforms lose the transmembrane portion and their role in the process of DENV infection is not well understood. Objectives: This work proposed to evaluate changes in the process of infection of iDCs by DENV in the presence of three DC-SIGN recombinant soluble isoforms: 8, 10 and 12 at varying concentrations, able (8 and 10) or unfit (12) to interact with. DENV due to intact or altered CRD. Methods: The heterologous expression of isoform 10 (complete soluble) in Escherichia coli BL21 DE3 Rosetta strain was confirmed by SDS-PAGE and Western Blotting. The recombinant protein was purified by cobalt column affinity chromatography, analyzed by SDS-PAGE and quantified by Bradford. The two other soluble isoforms, 8 and 12, were produced in previous works. Recombinant proteins were validated on a mannose affinity chromatography column. DENV-2 was multiplied in Aedes albopictus C6/36 cell line and quantified by TCID50 in BHK-21 cells. Profile cells close to iDCs were produced from the THP-1 strain stimulated with IL-4 and GM-CSF factors at 50 ng/ mL, each one, for 144 hours. Phenotyping of iDC profile cells was performed by flow cytometry by analysis of CD11c, CD86, CD209 and CD14 receptors. Infection assays were performed in the presence of around 106 iDCs/ well, DENV-2 with MOI  1 and isoforms 8, 10 and 12 separately at concentrations of 100, 50 and 25 ng/ mL. The viral load after the infection assay was estimated by qPCR and statistical analysis was performed by Kruskal-Wallis and ANOVA tests. Results: The purified isoform 10 was obtained for a total of 0.813 mg. After functional testing of the isoforms, two of them with intact CRD (8 and 10) maintained their ability to bind to mannose residues and the one with altered CRD (12) was unable to bind to these residues as predicted. Obtaining iDC profile cells was confirmed by increasing expression of CD11c, CD86 and CD209 surface markers and maintaining CD14 expression as predicted for cells differentiated from THP-1. Infection assays demonstrated a 23-fold increase in DENV viral load in the presence of isoforms 8 and 10 at 100 ng / mL compared to viral control (p <0.05). At lower concentrations of 50 and 25 ng / mL, the same isoforms maintained viral less than viral control (p <0.05). Isoform 12 did not alter viral load at any of the concentrations tested. Conclusions: It was possible to conclude that at higher concentrations (range 100 ng / mL), isoforms able to interact with DENV increase viral infection acting as opsonins. At lower concentrations these isoforms appear to inhibit DENV infection. Future trials with MOI different concentrations of different isoforms and even with other viruses are promising.

2
  • ANDREZA DE OLIVEIRA HENRIQUES CORTEZ
  • Tuberculose na criança: do contexto clínico epidemiológico ao perfil genético em um município brasileiro
  • Orientador : PAULO AUGUSTO MOREIRA CAMARGOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANGELITA CRISTINE DE MELO
  • JOEL ALVES LAMOUNIER
  • JOSE DIRCEU RIBEIRO
  • MARCIA CHRISTINA CAETANO ROMANO
  • MARIA DE FATIMA BAZHUNI POMBO MARCH
  • PAULO AUGUSTO MOREIRA CAMARGOS
  • Data: 31/10/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A tuberculose (TB), apesar de há mais de meio século vulnerável ao tratamento
    medicamentoso, permanece como um dos principais agravos à saúde enfrentados em âmbito
    global. Para melhorar este cenário, avanços relacionados às medidas de controle da TB latente
    e ativa são necessários. Objetivo: Investigar fatores demográficos, socioeconômicos e
    genéticos relacionados a aquisição de infecção tuberculosa latente (ITBL) e desenvolvimento
    de TB ativa em contatos menores de 15 anos expostos a casos com TB pulmonar (TBP)
    bacilífera diagnosticados e notificados em uma série histórica de 10 anos (2007-2016) em
    Divinópolis, Minas Gerais e comparar características genéticas destas crianças com casos de
    TBP. Método: Os dados foram coletados por meio de consultas ao Sistema Nacional de
    Informação de Agravos de Notificação (SINAN), entrevistas, avaliações clínicas, radiografias
    de tórax, testes de sensibilidade à tuberculina (TST), ensaios de liberação gama de interferon
    (em inglês, interferon gamma release assays - IGRA) e genotipagem de polimorfismos dos
    genes TOLLIP e TYK2 (rs5743899 e rs3750920 e rs34536443, respectivamente). O TST foi
    realizado pelo método Mantoux e o IGRA utilizando o QuantiFERON
    ®
    TB Gold. Os
    polimorfismos rs5743899 e rs3750920 do gene TOLLIP foram analisados pela técnica de
    polimorfismo no comprimento do fragmento de restrição enquanto o rs34536443 do gene
    TYK2, pela técnica de reação em cadeia de polimerase em tempo real. Análise bi e multivariada
    foram realizadas por modelos de regressão logística e os resultados considerados
    estatisticamente significantes se p< 0,05. Resultados: Participaram do estudo 99 crianças
    (contatos) e 27 adultos com TBP bacilífera (casos índice - CIs). A mediana de idade dos
    contatos quando expostos aos CIs foi 6,6 anos (Q1= 3,3; Q3= 9,4) e dos CIs quando
    diagnosticados com TB de 53,0 anos (Q1= 35.5; Q3= 69.5). A prevalência de ITBL nos contatos
    foi de 21,2% (IC 95% 14,0-29,9) e nenhuma desenvolveu TB ativa até o tempo final do
    acompanhamento (mediana de tempo de acompanhamento= 7,4 anos; Q1= 3,8; Q3= 9,7).
    Considerando todos os 117 participantes, a frequência do alelo menos comum foi 0,29 para
    rs5743899 (alelo G), 0,33 para rs3750920 (alelo T) e 0,02 para rs34536443 (alelo C). As
    frequências dos genótipos foram AA, 0,47; GG, 0,05, e AG, 0,48, para o polimorfismo
    rs5743899. Para o polimorfismo rs3750920, as frequências foram: genótipos CC, 0,10; TT,
    0,42, e CT, 0,48. Nenhum participante apresentou o genótipo CC do polimorfismo rs34536443
    do gene TYK2 e as frequências dos genótipos GG e GC foram 0,97 e 0,03, respectivamente.
    Não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos com e sem ITBL e entre os x
    grupos com e sem TB em relação às variáveis estudadas. Conclusão: As crianças apresentaram
    baixa prevalência de ITBL e ausência de progressão para TB ativa. Os resultados indicam que
    idade, parentesco, proximidade e intensidade de exposição ao CI e polimorfismos rs3750920 e
    rs5743899 do gene TOLLIP e rs34536443 do gene TYK2 não influenciaram a chance de
    aquisição de TB latente ou ativa. Estudos com maior número de participantes devem ser
    realizados para a melhor compreensão destes resultados.

  • Mostrar Abstract
  • Background: Tuberculosis (TB) is still a major global public health concern, despite the
    availability of an effective treatment more than half a century ago. To improve this scenario, it
    is important that efforts should be taken to putting into practice the control measures.
    Objective: To assess demographic, socioeconomic, epidemiological, clinical, and genetic
    factors related to latent tuberculosis infection (LTBI) and active TB in children aged < 15 years
    in contact with adults with smear-positive pulmonary TB (PTB) in a 10-year historical series
    (2007-2016) in the town of Divinópolis, Brazil and to compare genetic characteristics of that
    children with those PTB cases. Method: Data was collected through National Notifiable
    Diseases Information System (Sistema de Informação de Agravos de Notificação - SINAN),
    interviews, clinical evaluations, chest X-rays, tuberculin skin tests (TST), interferon gamma
    release assays (IGRA), and genotyping of TOLLIP and TYK2 polymorphisms (rs5743899 and
    rs3750920, and rs34536443, respectively). TST and IGRA, were performed through Mantoux
    method, and QuantiFERON
    ®
    TB Gold, respectively. Genotyping of TOLLIP and TYK2
    polymorphisms were carried out through restriction fragment length polymorphism-polymerase
    chain reaction and real-time polymerase chain reactions, respectively. Logistic regression
    models, bi and multivariate analysis were done with p-value< 0.05. Results: A total of 99
    children (contacts) and 27 index cases (ICs) of PTB were analyzed. The median age of contacts
    at the time of exposure to the IC was 6.6 years (IQR= 3.3-9.4) and median age of ICs at the
    time of TB diagnosis was 53.0 years (IQR= 35.5-69.5). LTBI prevalence among contacts was
    21.2% (95% CI= 14.0-29.9), and none of them developed active TB. The median time when
    they had been reassessed for the development (or not) of active TB was 7.4 years (IQR= 3.8–
    9.7). Considering all 117 participants, the frequencies of the genotypes were AA, 0.47, GG,
    0.05, e AG, 0.48, to the polymorphism rs5743899. To rs3750920 polymorphism, the xii
    frequencies were: CC, 0.10; TT, 0.42, e CT, 0.48. None participants presented the genotype CC
    of the TYK2 rs34536443 and the frequencies of the genotypes GG and GC were 0.97 and 0.03,
    respectively. Regarding the variables studied, there was no statistically significant difference
    neither between contacts groups (LTBI vs. non-LTBI) nor between contacts and IC groups (TB
    vs. non-TB). Conclusion: Lower frequency of LTBI and no active TB case were found among
    the studied children. Results indicate that children age, kinship, proximity and intensity of
    exposure to the IC, and polymorphisms rs5743899 and rs3750920 of the TOLLIP and
    rs34536443 of the TYK2 gene did not influence the risk of LTBI or TB. Studies with higher
    sample size might be undertaken to validate the present results.
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01