Banca de DEFESA: GILCELIA CORREIA SANTOS BERNARDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GILCELIA CORREIA SANTOS BERNARDES
DATA : 30/09/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

ALTERAÇÕES BIOQUIMÍCAS E HEMATOLÓGICAS CARACTERÍSTICAS DE ENVELHECIMENTO EM PESSOAS VIVENDO COM HIV


PALAVRAS-CHAVES:

Envelhecimento, HIV, Biomarcadores


PÁGINAS: 46
RESUMO:

Introdução: A infecção por HIV é um grave problema de saúde pública em todo o mundo. O número de idosos que vivem com HIV tem aumentado rapidamente, devido ao sucesso da terapia antirretroviral e mudanças no estilo de vida. A inflamação crônica causada pelo HIV, e efeitos da terapia antirretroviral tem sido associado ao envelhecimento precoce desses indivíduos. Até o momento, não existe um consenso sobre a idade que o indivíduo com HIV é considerado idoso. Objetivo: Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo avaliar por meio de biomarcadores o envelhecimento em pessoas vivendo com HIV. Método: Trata-se de um estudo transversal desenvolvido com as pessoas que vivem com HIV atendidas no Serviço de Atendimento Especializado de Divinópolis-MG, no período de outubro de 2019 a março de 2021. Utilizou-se um grupo não HIV, selecionado a partir do banco de dados da pesquisa nacional em saúde. Os pacientes foram divididos em grupos etários: 18 a 49, 50 a 59, acima de 50 anos e acima de 60 anos e comparados a variáveis bioquímicas e hematológicas. Resultados: Ao analisar a função renal do grupo HIV e não HIV, acima de 60 anos, não foram encontradas diferenças entre os grupos. Entretanto, ao comparar perfil metabólico do grupo HIV de 50 a 59 anos com o grupo HIV acima de 60 anos, estes foram iguais. Finalmente, ao analisar dados hematológicos, estes apresentaram padrões diferentes, enquanto hemácias o grupo de 50 a 59 anos foi igual ao grupo acima de 60 anos, em relação ao hematócrito, o grupo de 50 a 59 anos foi igual ao grupo de 18 a 49 anos. Conclusão: Portanto, nossa investigação demonstra que para a função renal e hematócrito o corte de idade seria a partir de 60 anos, enquanto a nível metabólico e de hemácias o corte ideal é a partir de 50 anos. Nossos resultados são de extrema importância quanto ao ajuste de dose e escolha dos fármacos em pessoas vivendo com HIV em idades mais avançadas, visando um melhor controle terapêutico.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1971548 - CRISTINA SANCHES
Presidente - 1544480 - EDUARDO SERGIO DA SILVA
Externa à Instituição - MARIA DAS GRACAS CARVALHO - UFMG
Interna - 1699263 - MELINA DE BARROS PINHEIRO INACIO
Notícia cadastrada em: 08/09/2021 13:17
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa02.ufsj.edu.br.sigaa02