Dissertações/Teses
2021
Dissertações
1
  • NATHALIA HIRATSUKA CAMILO
  • MICRO-ORGANISMOS EFICIENTES NO CULTIVO DE PLANTAS MEDICINAIS: AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DE SEUS METABÓLITOS SECUNDÁRIOS

  • Orientador : JOAQUIM MAURICIO DUARTE ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO GUIMARAES PARREIRA
  • JOAQUIM MAURICIO DUARTE ALMEIDA
  • MELISSA GRAZIELLE MORAIS
  • NATHÁLIA LUCCA SILVA
  • Data: 19/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • O uso de plantas medicinais faz parte da terapia popular contribuindo para a consolidação de um conjunto de habilidades internalizadas nos usuários e praticantes. Porém, com a grande oferta de medicamentos industrializados, aquela prática diminuiu nos últimos anos. Além da obtenção das plantas medicinais estar vinculada ao extrativismo, as técnicas de cultivo são escassas, o que reduz a padronização e garantia de qualidade final.  Neste contexto, com vistas ao aumento de produtividade e obtenção de produtos mais saudáveis, os biofertilizantes surgem como alternativa aos químicos. Os Micro-organismos Eficientes (ME), utilizados como biofertilizantes, consistem de associações de culturas de micro-organismos benéficos, encontrados naturalmente nos solos e que podem incrementar a biodiversidade microbiana. Alguns estudos têm demonstrado que a inoculação de culturas de ME promove a melhoria na qualidade dos solos, especialmente na síntese de metabólitos e desenvolvimento do vegetal em geral. Assim, os objetivos deste trabalho foram de avaliar o efeito da aplicação de biofertilizante à base de ME sobre aspectos gerais do desenvolvimento de três plantas medicinais (Thymus vulgaris, Phyllanthus niruri e Mentha piperita), avaliar os metabólitos secundários produzidos, identificar as espécies bacterianas presentes no biofertilizante e determinar a concentração daqueles micro-organismos nas amostras de solo. O biofertilizante apresentou em sua composição bactérias fotossintetizantes e produtoras de ácido lático, destacadamente Lactobacillus plantarum e Rhodobacter sp. Por meio da análise química dos solos, as amostras com o biofertilizante apresentaram teores de P, Ca, Mg, Zn, Fe e Mn maiores que nos solos controle. Além disso, os solos tratados indicaram maior contagem bacteriana e as plantas neles cultivados apresentaram dimensões mais pronunciadas em suas partes gerais. No entanto, o biofertilizante contendo ME não provocou efeitos positivos nos resultados qualitativos dos metabólitos secundários indicando ainda efeitos negativos nos resultados quantitativos relacionados àqueles metabólitos.


  • Mostrar Abstract
  • The use of medicinal plants is part of popular therapy, contributing to the consolidation of a set of internalized skills in users and practitioners. However, with the large supply of industrialized medicines, that practice has decreased in recent years. In addition to obtaining medicinal plants being linked to extractivism, cultivation techniques are scarce, which reduces standardization and guarantees final quality. In this context, with a view to increasing productivity and obtaining healthier products, biofertilizers appear as an alternative to chemicals. Efficient Micro-organisms (ME), used as biofertilizers, consist of associations of beneficial micro-organism cultures, found naturally in soils and that can increase microbial biodiversity. Some studies have shown that inoculation of ME crops promotes an improvement in soil quality, especially in the synthesis of metabolites and plant development in general. In this context, the objective of this work was to evaluate the effect of the application of biofertilizer based on ME on general aspects of the development of three medicinal plants (Thymus vulgaris, Phyllanthus niruri and Mentha piperita), to evaluate the secondary metabolites produced, to identify the bacterial species present in the biofertilizer and determine the bacterial concentration in the soil samples. The biofertilizer presented in its composition photosynthetic bacteria and lactic acid producers, especially Lactobacillus plantarum and Rhodobacter sp. Through the chemical analysis of the soils, the samples with the biofertilizer presented higher levels of P, Ca, Mg, Zn, Fe and Mn than in the control soils. In addition, the treated soils indicated a higher bacterial count and the plants cultivated in them presented more pronounced dimensions in their general parts. However, the biofertilizer containing ME did not cause positive effects on the qualitative results of the secondary metabolites, still indicating negative effects on the quantitative results related to those metabolites.

2
  • JAIRO BATISTA NETTO


  • AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTINEOPLÁSICO DA COMBINAÇÃO DE MATTEUCINOL E TEMOZOLAMIDA EM LINHAGENS DE GLIOBLASTOMAS

  • Orientador : ROSY IARA MACIEL DE AZAMBUJA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROSY IARA MACIEL DE AZAMBUJA RIBEIRO
  • HELIO BATISTA DOS SANTOS
  • ANA GABRIELA SILVA
  • Data: 27/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • Tumores malignos do cérebro são uma ocorrência rara, representando aproximadamente 2% de todos os cânceres em adultos. Apesar da baixa frequência, estes tumores apresentam elevada taxa de mortalidade. As neoplasias primárias mais comuns do Sistema Nervoso Central (SNC) são as de origem glial, dessas, o glioblastoma (GBM) é o mais prevalente, sendo também o de maior agressividade. Suas características histopatológicas o apresentam como um processo neoplásico grau IV, derivado dos astrócitos, com altos índices de proliferação microvascular, necrose tumoral, invasão tecidual, porém com restrita capacidade de promover metástases fora do SNC. A taxa de mortalidade permanece significativa, apesar dos grandes avanços em biologia molecular, imunologia e quimioterapia. Produtos derivados de plantas têm oferecido, historicamente, compostos para o desenvolvimento de novos e efetivos agentes quimioterápicos. Diante desse imensurável desafio, este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial terapêutico da combinação entre o composto Matteucinol (Matt), derivado da espécie Miconia chamissois Naudin, associado ao quimioterápico padrão ouro para o tratamento do GBM, o temozolamida (TMZ). Demonstrou-se que a combinação Matteucinol/temozolamida (Mat-TMZ) apresentou seletividade, com ação citotóxica para a linhagem celular de GBM U251, poupando as células de astrócitos NHA. Assim como observado por Zimograma, Mat-TMZ diminuiu a atividade da metaloproteinase 2. Associado a isso, verificamos que o tratamento não atuou sobre a adesão das células U251 à matriz. Estudo específico com laranja de acridina e iodeto de propídio sugeriu que um dos mecanismos de morte implicado no tratamento das células U251 com a combinação (Mat-TMZ) é a apoptose, uma vez que se observou a formação de microbolhas, indicando fragmentações nucleares. Além disso, a avalição antitumoral e anti-angiogênica, in vivo, pelo ensaio da membrana coriolantóide de galinha (CAM) foi realizada e indica que o composto apresenta-se como uma possível opção de tratamento para o GBM


  • Mostrar Abstract
  • Malignant brain tumors are a rare occurrence, accounting for approximately 2% of all cancers in adults. Despite the low frequency, these tumors have a high mortality rate. The most common primary neoplasms of the Central Nervous System (CNS) are those of glial origin, of these, glioblastoma (GBM) is the most prevalent, being also the most aggressive. Its histopathological characteristics present it as a grade IV neoplastic process, derived from astrocytes, with high rates of microvascular proliferation, tumor necrosis, tissue invasion, but with a limited capacity to promote metastases outside the CNS. The mortality rate remains significant, despite major advances in molecular biology, immunology and chemotherapy. Plant-derived products have historically offered compounds for the development of new and effective chemotherapeutic agents. In view of this immeasurable challenge, this study aimed to evaluate the therapeutic potential of the combination of the compound Matteucinol (Matt), derived from the species Miconia chamissois Naudin, associated with the gold standard chemotherapy for the treatment of GBM, temozolamide (TMZ). It was demonstrated that the Matteucinol / temozolamide (Mat-TMZ) combination showed selectivity, with cytotoxic action for the GBM U251 cell line, sparing NHA astrocyte cells. As observed by Zimograma, Mat-TMZ decreased the activity of metalloproteinase 2. Associated with this, we found that the treatment did not act on the adhesion of U251 cells to the matrix. A specific study with acridine orange and propidium iodide suggested that one of the mechanisms of death involved in the treatment of U251 cells with the combination (Mat-TMZ) is apoptosis, since the formation of microbubbles was observed, indicating nuclear fragmentation. In addition, the antitumor and anti-angiogenic evaluation, in vivo, by the chicken choriolantoid membrane (CAM) assay was performed and indicates that the compound presents itself as a possible treatment option for GBM

3
  • VIVIANA RODRIGUES CARDOSO
  • INDUÇÃO DE CALOS E PRODUÇÃO in vitro DE COMPOSTOS FENÓLICOS EM Bauhinia variegata L. (FABACEAE) 

  • Orientador : ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • MAIRON CESAR COIMBRA
  • SUZAN KELLY VILELA BERTOLUCCI
  • Data: 01/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • Espécies do gênero Bauhinia são utilizadas em diversas partes do mundo para tratamento de diversas doenças. A espécie Bauhinia variegata L., conhecida como “pata-de-vaca”, é uma espécie lenhosa de Cerrado, cujas folhas são utilizadas na medicina tradicional para o tratamento de infecções e diabetes. Estudos fitoquímicos indicam a presença flavona; teaflavina; catequina; antraquinona; flavona; flavanona; flavonol nos calos de B. variegata A cultura de tecidos de plantas e, mais especificamente, a cultura de calos é uma ferramenta biotecnológica que possibilita a obtenção de substâncias bioativas de interesse in vitro, por meio da otimização das culturas. Este trabalho teve como objetivos estabelecer um protocolo efetivo para indução de calos em segmentos foliares de Bauhinia variegata e avaliar as substâncias de natureza fenólica presentes nos calos dessa espécie. Para a calogênese, explantes foliares provenientes de plântulas cultivadas in vitro foram inoculados em meio MS suplementado com 30 g L-1 de sacarose, solidificados com 7 g L-1 de ágar e acrescidos de 2,4-D (0; 4,52; 9,05; 18,10 μM) e BAP (0; 4,44; 8,88;17,75 μM) e suas possíveis combinações, na presença e ausência de luz. Após 45 dias da inoculação, avaliou-se a porcentagem de indução de calos, matéria fresca e seca e os teores de fenóis e flavonoides totais, empregando-se metodologias usuais. Calos induzidos em meios acrescidos de 4,52 µM 2,4-D + 4,44 µM BAP T7 (calos compactos), na ausência de luz. A curva de crescimento foi estabelecida a partir de calos na presença de luz. Para o estudo fitoquímico, obteve-se o extrato hidroetanólico bruto (EHEB), por percolação, que foi submetido à partição líquido-líquido  de etila e butanol. O isolamento e identificação de substâncias presentes na fração acetato de etila foram realizados a partir das técnicas de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência acoplada a detectores DAD e espectrômetro. Os resultados demonstraram que calos induzidos em meios suplementados com 4,52 µM 2,4-D + 4,44 µM BAP, na presença de luz apresentaram boa porcentagem de indução, consideráveis valores de matéria fresca e seca e principalmente, os maiores teores compostos fenólicos.

     


  • Mostrar Abstract
  • Species of the genus Bauhinia are used in different parts of the world to treat various diseases. The species Bauhinia variegata L., known as “pata-de-vaca”, is a woody species of Cerrado, whose leaves are used in traditional medicine to treat infections and diabetes. Phytochemical studies indicate the presence of flavone; teaflavine; catechin; anthraquinone; flavone; flavanone; flavonol in the calluses of B. variegata The culture of plant tissues and, more specifically, the culture of calluses is a biotechnological tool that makes it possible to obtain bioactive substances of interest in vitro, through the optimization of cultures. The objective of this work was to establish an effective protocol for callus induction in leaf segments of Bauhinia variegata and to evaluate the phenolic substances present in the calluses of this species. For callogenesis, leaf explants from seedlings grown in vitro were inoculated in MS medium supplemented with 30 g L-1 of sucrose, solidified with 7 g L-1 of agar and added with 2,4-D (0; 4,52 ; 9.05; 18.10 μM) and BAP (0.4.44; 8.88; 17.75 μM) and their possible combinations, in the presence and absence of light. After 45 days of inoculation, the percentage of callus induction, fresh and dry matter and the contents of total phenols and flavonoids were evaluated, using usual methodologies. Calluses induced in media with 4.52 µM 2,4-D + 4.44 µM BAP T7 (compact calluses), in the absence of light. The growth curve was established from calluses in the presence of light. For the phytochemical study, the crude hydroethanolic extract (EHEB) was obtained by percolation, which was subjected to the liquid-liquid partition of ethyl and butanol. The isolation and identification of substances present in the ethyl acetate fraction were performed using the techniques of High Performance Liquid Chromatography coupled to DAD detectors and spectrometer. The results showed that calluses induced in medium supplemented with 4.52 µM 2.4-D + 4.44 µM BAP, in the presence of light, presented a good percentage of induction, considerable values of fresh and dry matter and, mainly, the highest compound contents phenolic.

4
  • ANDRE VINICIUS FERNANDES FERREIRA
  • Desenho racional de alvos antigênicos para obtenção de antígenos que possam ser empregados em testes de
    imunodiagnóstico de tripanossomíase bovina

  • Orientador : ALEXSANDRO SOBREIRA GALDINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXSANDRO SOBREIRA GALDINO
  • SORAYA DOS SANTOS PEREIRA
  • MARCIO SOBREIRA SILVA ARAUJO
  • FLORA SATIKO KANO
  • Data: 30/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • A tripanossomíase bovina é uma doença causada por protozoários Trypanosoma spp., dentre eles, a espécie Trypanosoma vivax (T. vivax). Essa doença possui relevância econômica no setor pecuário devido ao seu impacto negativo na bovino cultura. Diante das dificuldades encontradas para um diagnóstico correto e precoce, o imunodiagnóstico apresenta-se como vantagem frente aos demais métodos devido à confiabilidade, facilidade de automação e implementação em campo. Dessa forma, o objetivo desse trabalho é a busca de novos alvos antigênicos do T. vivax, utilizando ferramentas de bioinformática para serem empregados em testes de imunodiagnósticos para a tripanossomíase bovina. Para isso, foi feito um levantamento das principais proteínas antigênicas do T. vivax em artigos e patentes. Em seguida, foi realizada a análise in sílico das proteínas, utilizando programas de bioinformática para selecionar epítopos com potencial antigênico. Posteriormente, foi feita a construção racional de uma proteína (rTV1) e um peptídeo sintético (TV1P). Através de uma parceria com a FIOCRUZ- MG, duas proteínas também candidatas ao diagnóstico da doença (M1 e M2) foram selecionadas para serem produzidas através de expressão heteróloga, para posteriormente serem utilizadas em ensaios biológicos. As proteínas TV1, M1 e M2 foram utilizadas na expressão heteróloga utilizando células de Escherichia coli BL21 (λDE3) pLysS e pLysE utilizando diferentes protocolos de expressão. Dentre os protocolos utilizados a expressão foi bem-sucedida apenas com a proteína rTV1, que foi purificada e utilizada em um imunoensaio preliminar do tipo ELISA para verificar sua reatividade frente a soros infectados por T. vivax. O ensaio sugere que a rTV1 possui capacidade de discriminar entre animais saudáveis e infectados. O peptídeo TV1P foi sintetizado por síntese química e foi utilizado em ensaios de ELISA para avaliar sua reatividade frente a soros infectados por T. vivax. O peptídeo sintético não apresentou capacidade de imunodeteção, mesmo sendo avaliado em diversas condições. Esses dados preliminares mostram a viabilidade de aprofundar as pesquisas sobre a proteína rTV1, visto que a mesma apresenta potencial para ser empregada em Kits de diagnóstico. Para o peptídeo TV1P são necessários maiores estudos objetivando avaliar o potencial do mesmo para diagnóstico do T. vivax.


  • Mostrar Abstract
  • Bovine trypanosomiasis is a disease caused by protozoa Trypanosoma spp., Among them, the species Trypanosoma vivax (T. vivax). This disease has economic relevance in the livestock sector due to its negative impact on beef cattle. In view of the difficulties encountered for a correct and early diagnosis, immunodiagnosis presents itself as an advantage over other methods due to reliability, ease of automation and implementation in the field. Thus, the objective of this work is to search for new T. vivax antigenic targets, using bioinformatics tools to be used in immunodiagnostic tests for bovine trypanosomiasis. For this, a survey of the main antigenic proteins of T. vivax was carried out in articles and patents. Then, the in silico analysis of the proteins was performed, using bioinformatics programs to select epitopes with antigenic potential. Subsequently, the rational construction of a protein (rTV1) and a synthetic peptide (TV1P) was  performed. Through a partnership with FIOCRUZ-MG, two proteins also candidates for the diagnosis of the disease (M1 and M2) were selected to be produced through heterologous expression, to later be used in biological assays. Proteins TV1, M1 and M2 were used in heterologous expression using Escherichia coli BL21 (λDE3) pLysS and pLysE cells using different expression protocols. Among the protocols used, the expression was successful only with the rTV1 protein, which was purified and used in a preliminary ELISA immunoassay to verify its reactivity towards T. vivax infected sera. The trial suggests that rTV1 has the ability to discriminate between healthy and infected animals. The TV1P peptide was synthesized by chemical synthesis and was used in ELISA assays to evaluate its reactivity towards sera infected with T. vivax. The synthetic peptide was not capable of immunodetection, even though it was evaluated under several conditions. These preliminary data show the feasibility of further research on the rTV1 protein, since it has the potential to be used in diagnostic kits. For the TV1P peptide, further studies are needed in order to evaluate its potential for the diagnosis of T. vivax.

5
  • SARA THAMIRES DIAS DA FONSECA
  • AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES ANTIOXIDANTE E ANTIMICROBIANA DE EXTRATOS E FRAÇÕES DE Bauhinia holophylla (FABACEAE:CERCIDEAE)

  • Orientador : ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIOGO TEIXEIRA CARVALHO
  • ANA GABRIELA REIS SOLANO
  • ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • JAQUELINE MARIA SIQUEIRA FERREIRA
  • Data: 19/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • As plantas medicinais têm substâncias bioativas responsáveis por atividades biológicas como antifúngica, antibiofilme, antibacteriana e antioxidante. Leveduras do gênero Candida, principalmente Candida albicans, correspondem a principal causa de infecções fúngicas em humanos e a maioria das infecções são decorrentes da formação de biofilmes resistentes. A resistência bacteriana tem aumentado rapidamente e já existem bactérias resistentes a todos antibióticos. Plantas do gênero Bauhinia são ricas em compostos fenólicos e flavonoides, os quais têm sido associados a atividade antimicrobiana. Os objetivos deste estudo são avaliar as atividades antimicrobiana, antibiofilme e antioxidante de extratos e frações de folhas de Bauhinia holophylla e identificar os possíveis compostos ou grupos de compostos relacionados a essa atividade. Folhas de B. holophylla foram coletadas em 2014 e 2018 e extratos foram preparados com etanol 70º GL e etanol 95º GL, respectivamente. Os extratos foram fracionados por partição, com solventes de polaridades crescentes. Foram determinados os teores de fenóis e flavonoides totais empregando-se metodologias usuais e a atividade antioxidante dos extratos e frações pelo método de inibição do DPPH.  Para os ensaios antimicrobianos determinou-se Concentração Inibitória Mínima (CIM) dos extratos e frações contra C. albicans, Klebsiella pneumoniae, Staphylococcus epidermidis e Acinetobacter baumannii nas concentrações de 0,24 a 125 µg mL-1. As mesmas concentrações foram usadas para o ensaio antibiofilme de C. albicans. Os resultados demonstraram que os extratos e frações testados não apresentaram atividade antifúngica ou antibacteriana. Os extratos brutos e as frações diclorometânica e acetoetílica apresentaram maiores teores de fenóis e flavonoides totais, assim como maiores atividades antioxidante. As frações diclorometânica e acetoetílica provenientes do fracionamento do extrato hidroetanólico apresentaram as maiores atividades antibiofilme. A diferença no ano de coleta e dos solventes usados na extração influenciou o perfil fitoquímico dos extratos.


  • Mostrar Abstract
  • Medicinal plants have bioactive substances responsible for biological activities such as antifungal, antibiofilm, antibacterial and antioxidant. Yeasts of the genus Candida, mainly Candida albicans, correspond to the main cause of fungal infections in humans and most infections are due to the formation of resistant biofilms. Bacterial resistance has increased rapidly and bacteria are already resistant to all antibiotics. Plants of the genus Bauhinia are rich in phenolic compounds and flavonoids, which have been associated with antimicrobial activity. The objectives of this study are to evaluate the antimicrobial, antibiofilm and antioxidant activities of extracts and fractions of leaves of Bauhinia holophylla and to identify possible compounds or groups of compounds related to this activity. B. holophylla leaves were collected in 2014 and 2018 and extracts were prepared with 70º GL ethanol and 95º GL ethanol, respectively. The extracts were fractionated by partition, with solvents of increasing polarity. The contents of phenols and total flavonoids were determined using usual methodologies and the antioxidant activity of extracts and fractions by the DPPH inhibition method. For the antimicrobial tests, the Minimum Inhibitory Concentration (MIC) of the extracts and fractions against C. albicans, Klebsiella pneumoniae, Staphylococcus epidermidis and Acinetobacter baumannii were determined at concentrations from 0.24 to 125 µg mL-1. The same concentrations were used for the C. albicans antibiofilm assay. The results showed that the tested extracts and fractions did not show antifungal or antibacterial activity. The crude extracts and the dichloromethane and acetoethyl fractions showed higher levels of total phenols and flavonoids, as well as higher antioxidant activities. The dichloromethane and acetoethyl fractions from the fractionation of the hydroethanolic extract showed the greatest antibiofilm activities. The difference in the year of collection and the solvents used in the extraction influenced the phytochemical profile of the extracts.

Teses
1
  • THAIS PAIVA PORTO DE SOUZA
  • Expressão da fitase de Aspergillus nidulans em células de Komagataella phaffii (Pichia pastoris) e análise de sua estabilidade em diferentes pHs por dinâmica molecular.

  • Orientador : ALEXSANDRO SOBREIRA GALDINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXSANDRO SOBREIRA GALDINO
  • LUCIANA DE PAULA NAVES
  • MARINA QUÁDRIO RAPOSO BRANCO RODRIGUES
  • ADRIANO GUIMARAES PARREIRA
  • MICHEL RODRIGO ZAMBRANO PASSARINI
  • SABRINA DE AZEVEDO SILVEIRA
  • Data: 09/04/2021

  • Mostrar Resumo
  • O fitato ou ácido fítico (Inositol hexafosfato: C6H18O24P6 – IP6) está presente nas plantas, especialmente em cereais como soja, milho, trigo, aveia e leguminosas. Atualmente, o fitato é considerado um fator antinutricional por se ligar a metais e minerais, como ferro, zinco, cobre e principalmente o fósforo, reduzindo sua absorção durante a digestão em animais monogástricos ou mesmo em humanos. As fitases são enzimas capazes de degradar o ácido fítico e possuem um amplo espectro de aplicação em indústrias, como na suplementação de ração animal com intuito de se melhorar a digestibilidade através da liberação de nutrientes como o fósforo, presente na forma de fitato. Este trabalho diz respeito à construção de uma linhagem da levedura Komagataella phaffii (Pichia pastoris) como sistema de expressão para produção da enzima fitase. Para tanto, um screening de fitases com características biotecnológicas relevantes visando um desenho racional da proposta foi realizado. Fitases de fungos filamentosos se mostram atualmente promissoras, por possuírem propriedades bioquímicas desejáveis para aplicação na indústria animal, como termoestabilidade e estabilidade em diferentes perfis de pH. Diante disso, a fitase de Aspergillus nidulans foi escolhida para produção e a linhagem K. phaffii GS115 foi usada como sistema para expressão. Foram realizadas análises bioinformáticas (análises in silico) da sequência gênica para otimização das sequências obtidas no GenBank. O plasmídeo pPICZα-B contendo a ORF da fitase foi sintetizado e clonado in vitro com códons otimizados para expressão em K. paffi. A partir disso o plasmídeo foi amplificado em cepas de Escherichia coli, posteriormente extraído por preparação em média escala e detectado através de PCR. O vetor foi linearizado com a enzima de restrição Sac I e clonado em K. phaffii GS115. A expressão foi realizada com 0,5% de metanol em diferentes tempos de indução, de modo que as bandas proteicas foram analisadas através de gel de poliacrilamida SDS-PAGE. Os fenótipos dos clones obtidos foram determinados quanto ao metabolismo de metanol. Além disso, foi possível selecionar o clone com maior atividade enzimática frente à hidrólise do fitato de sódio. Também foram realizados estudos de dinâmica molecular e metadinâmica para verificação da estabilidade enzimática em diferentes faixas de potencial hidrogeniônico (pH), em relação à presença e ausência de glicosilação proteica


  • Mostrar Abstract
  • Phytate or phytic acid (Inositol hexaphosphate: C6H18O24P6 - IP6) is present in plants, especially in cereals such as soybeans, corn, wheat, oats and legumes. Currently, phytate is considered an anti-nutritional factor because it binds to metals and minerals, such as iron, zinc, copper and mainly phosphorus, reducing its absorption during digestion in monogastric animals or even in humans. Phytases are enzymes capable of degrading phytic acid and have a wide range of applications in industries, such as animal feed supplementation in order to improve digestibility through the release of nutrients such as phosphorus, present in the form of phytate. This work concerns the construction of a lineage of the yeast Komagataella phaffii (Pichia pastoris) as an expression system for the production of the phytase enzyme. Therefore, a screening of phytases with relevant biotechnological characteristics aiming at a rational design of the proposal was carried out. Filamentous fungi phytases are currently promising, as they have desirable biochemical properties for application in the animal industry, such as thermostability and stability in different pH profiles. Therefore, the phytase of Aspergillus nidulans was chosen for production and the K. phaffii GS115 strain was used as a system for expression. Bioinformatic analyzes (in silico analyzes) of the gene sequence were performed to optimize the sequences obtained from GenBank. The plasmid pPICZα-B containing the phytase ORF was synthesized and cloned in vitro with codons optimized for expression in K. paffi. From this, the plasmid was amplified in Escherichia coli strains, later extracted by medium scale preparation and detected by PCR. The vector was linearized with the restriction enzyme Sac I and cloned into K. phaffii GS115. The expression was carried out with 0.5% methanol at different induction times, so that the protein bands were analyzed using SDS-PAGE polyacrylamide gel. The phenotypes of the obtained clones were determined for methanol metabolism. In addition, it was possible to select the clone with the highest enzyme activity against the hydrolysis of sodium phytate. Molecular and metadinamic dynamics studies were also carried out to check the enzymatic stability in different ranges of hydrogen potential (pH), in relation to the presence and absence of protein glycosylation.

2
  • ALESSANDRA MORAES PEDROSA
  • PRODUÇÃO DE CANABINOIDES A PARTIR DE CULTIVO IN VITRO DE Cannabis sativa L.

  • Orientador : JOAQUIM MAURICIO DUARTE ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAQUIM MAURICIO DUARTE ALMEIDA
  • HELIO BATISTA DOS SANTOS
  • FULVIO RIELE MENDES
  • JOÃO PAULO VIANA LEITE
  • MAIRON CESAR COIMBRA
  • Data: 07/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • Cannabis sativa L., popularmente conhecida como maconha, tem sido usada por milhares de anos no tratamento de diversas doenças, com destaque para neurológicas. Seus efeitos são associados à presença de metabólicos secundários denominados canabinoides, sendo os principais: o canabidiol (CBD) e o tetrahidrocanabinol (THC). A demanda crescente desses compostos é evidente, principalmente, do CBD para o tratamento da ansiedade. No entanto, o cultivo de C. sativa e a produção de medicamentos contendo CBD ainda são estritamente regulamentados em muitos países. Diante disso, este trabalho tem como objetivo utilizar técnicas de cultivo in vitro de C. sativa para produção de CBD e analisar seu efeito ansiolítico em peixes-zebra. As sementes utilizadas foram obtidas de material apreendido pela Polícia Civil de Minas Gerais (Divinópolis) para o estabelecimento das plântulas. A indução de calos e sua manutenção em diferentes meios nutritivos foram utilizadas para a produção de CBD. Foram analisados os aspectos macro e micro morfológicos e histológicos dos calos, além dos extratos para detecção e quantificação de CBD. E por fim, os calos produzidos com maior teor de CBD foram utilizados como tratamento de peixes-zebra, no teste do tanque novo, para analisar seu efeito ansiolítico. Por meio do presente trabalho foi possível estabelecer in vitro plântulas da espécie C. sativa, mesmo com baixa taxa de germinação e alta de contaminação por fungos. Também foi possível observar que explantes com origem distintas responderam de forma diferente a um mesmo regulador de crescimento. A indução de calos ocorreu de forma satisfatória, com alguns tratamentos ocasionando a produção CBD, e, possivelmente, de THC e canabinol (CBN). O efeito ansiolítico dos calos foi comprovado mediante o aumento da atividade exploratória e locomotora dos peixes-zebra após o tratamento. Diante disso, foi possível concluir que o cultivo in vitro pode ser uma alternativa a ser utilizada para produzir canabinoides naturais, principalmente o CBD. Ademais, os calos ricos em CBD produzidos neste estudo podem se tornar um meio de produção de novos fármacos para o tratamento de ansiedade.


  • Mostrar Abstract
  • Cannabis is a genus of plants with ancient uses. Known as "marijuana", it produces cannabinoids with different biological activities, the main ones being; cannabidiol (CBD) and tetrahydrocannabinol (THC). The growing demand for these compounds to treat some diseases is evident. However, the cultivation of Cannabis sativa and the production of drugs based on cannabinoids is still strictly regulated or even banned in many countries. Therefore, it was possible to conclude that in vitro cultivation can be an alternative to be used to produce natural cannabinoids, mainly CBD. In addition, the CBD-rich calluses produced in this study can become a means of producing new drugs for the treatment of anxiety.

3
  • GILBERTO DE SOUZA
  • AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE TOXICIDADE DE MOLÉCULAS INÉDITAS DERIVADAS DE CHALCONAS HIBRIDAS PARA A
    MELHORIA DO TRATAMENTO DAS LEISHMANIOSES

  • Orientador : EDUARDO SERGIO DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO SERGIO DA SILVA
  • ALEXSANDRO SOBREIRA GALDINO
  • RAFAEL GONCALVES TEIXEIRA NETO
  • JOSE AUGUSTO FERREIRA PEREZ VILLAR
  • VALERIANA VALADARES LOPES
  • MIGUEL ÁNGEL CHÁVEZ FUMAGALLI
  • Data: 29/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • As leishmanioses são zoonoses que podem afetar pele, membranas mucosas ou vísceras, atingindo seres humanos e/ou cães. São causadas por protozoários flagelados da família Trypanosomatidae, do gênero Leishmania, existindo mais de 20 espécies no mundo inteiro e são transmitidas por insetos flebotomíneos, do gênero Lutzomya. As Chalconas são substâncias químicas precursoras da biossíntese de flavonoides, encontradas abundantemente em plantas. Além da ação antiparasitária, possuem atividades anti-inflamatórias, antitumorais, analgésicas, antivirais e antimicrobianas. Este estudo teve como objetivo avaliar a atividade antileishmania de Chalconas híbridas sintéticas nas formas promastigotas e amastigotas de Leishmania (Leishmania) amazonensis, além de avaliar a citotoxicidade dos compostos em modelos murinos. Para tanto foram realizadas culturas in vitro das cepas utilizando-se os meios Liver infusion Triptose (LIT) e Roswell Park Memorial Institute (RPMI), suplementados com soro fetal bovino e streptomicina, sendo posteriormente testados os candidatos a fármacos através do ensaio colorimétrico de MTT. Nos modelos animais (camundongos) foram realizados também testes de citotoxicidade utilizando-se células obtidas de encéfalo, fígado e baço. Os resultados parciais mostraram que os dois compostos testados apresentaram IC50 compatível com o fármaco controle, além de apresentarem baixa toxicidade.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis are zoonoses that can affect skin, mucous membranes or viscera, affecting humans and / or dogs. They are caused by flagellated protozoa of the Trypanosomatidae family, of the genus Leishmania, with more than 20 species worldwide and are transmitted by sand flies, of the genus Lutzomya. Chalcones are precursor chemicals for the biosynthesis of flavonoids, found abundantly in plants. In addition to their antiparasitic action, they have anti-inflammatory, anti-tumor, analgesic, antiviral and antimicrobial activities. This study aimed to evaluate the antileishmania activity of synthetic hybrid chalcones in the promastigote and amastigote forms of Leishmania (Leishmania) amazonensis, in addition to evaluating the cytotoxicity of the compounds in murine models. For this purpose, in vitro cultures of the strains were performed using Liver Infusion Triptose (LIT) and Roswell Park Memorial Institute (RPMI), supplemented with fetal bovine serum and streptomycin, and drug candidates were subsequently tested using the MTT colorimetric assay. . In animal models (mice) cytotoxicity tests were also performed using cells obtained from the brain, liver and spleen. The partial results showed that the two compounds tested showed IC 50 compatible with the control drug, in addition to presenting low toxicity.

4
  • SERGIO ARAUJO ANDRADE
  • NOVAS APLICAÇÕES DA FLUORESCÊNCIA ÓPTICA DE CAMPO AMPLO PARA DETECÇÃO E DIAGNÓSTICO DE PATOLOGIAS ORAIS COM DESENVOLVIMENTO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA DE UM DISPOSITIVO PARA MEDIÇÃO DE LESÕES ORAIS E DERMATOLÓGICAS SEGUNDO O SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DE TUMORES MALIGNOS TUMOR NODES METASTASIS – TNM

  • Orientador : FERNANDO DE PILLA VAROTTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA LUISA DA FONSECA
  • FERNANDO DE PILLA VAROTTI
  • HELIO BATISTA DOS SANTOS
  • RALPH GRUPPI THOME
  • SILMARA NUNES ANDRADE
  • Data: 02/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • As doenças orais acometem cerca de 90% da população mundial gerando relevante impacto socioeconômico. Neste sentido, a cárie dental e as doenças periodontais figuram entre as doenças mais prevalentes, ao passo que, o câncer oral, é relacionado como umas das patologias de maior morbimortalidade. Todavia, o exame clínico convencional, o qual, é considerado, padrão-ouro para rastreio de lesões orais, tem resultado em baixa taxa de detecção para o câncer oral devido à ausência de sinais em fases precoces ou à similaridade dos sinais com o de outras patologias orais benignas dificultando a detecção e diagnóstico diferencial. Assim, exames complementares como o uso da fluorescência óptica de campo amplo tem sido desenvolvidos para auxiliar o exame clínico na detecção e diagnóstico de patologias orais. Neste sentido, os objetivos deste estudo foram avaliar a aplicação do uso da fluorescência óptica de campo amplo além do contexto de desordens potencialmente malignas e câncer oral, incluindo a proservação periódica de pacientes com histórico de lesões orais, auxílio ao diagnóstico diferencial, visualização do biofilme oral, além de proceder o desenvolvimento e a transferência de tecnologia de um dispositivo de medição de lesões orais e dermatológicas. Para tanto, foram examinados pacientes sob livre demanda em um serviço público destinado ao diagnóstico oral, com aquisição de imagens sob luz visível e fluorescência óptica de campo amplo e, em casos suspeitos uma biópsia foi realizada. Assim, os resultados mostram o emprego da técnica como auxiliar no rastreio e diagnóstico de papiloma escamoso oral, língua pilosa, vitiligo mucoso, tatuagem por amálgama, câncer oral, mucosite peri-implantar, cárie dental e alterações referentes ao tecido duro dental e restaurações. Em adição, procedeu-se o desenvolvimento e transferência de tecnologia de um dispositivo de medição de lesões orais e dermatológicas. Portanto, conclui-se que o uso de fluorescência óptica de campo amplo possibilita uma gama de aplicações clínicas na rotina odontológica de forma rápida, segura, não-invasiva e indolor. Além disso, a prototipagem da inovação tecnológica resultante do estudo permitiu a sua transferência de tecnologia.


  • Mostrar Abstract
  • Oral diseases affect about 90% of the world population, generating high socioeconomic impact. In this sense, dental caries and periodontal diseases are among the most prevalent diseases, whereas oral cancer is listed as one of the pathologies with the highest morbimortality. Thus, public health policies that aim to reduce the economic impact of health expenditures, through less invasive treatments that contribute to low morbimortality, need to include screening measures and early diagnosis of oral pathologies. However, the conventional clinical examination, which is considered the gold standard for screening oral lesions, has resulted in poor detection rates for oral cancer due to the absence of signs in early stages or the similarity of the signs with that of others benign oral pathologies hindering detection and differential diagnosis. Thus, literature and governmental health regulatory agencies have suggested the use of the widefield optical fluorescence examination as a complementary examination to the conventional clinical examination for screening lesions and determining surgical margins within the context of potentially malignant disorders and oral cancer. In this sense, objectives of this study were to evaluate the application of the use of widefield optical fluorescence beyond to the context of potentially malignant disorders, including the periodic follow-up of patients with a history of oral lesions in a clinical routine and in support to the differential diagnosis. To this end, patients were examined on demand in a public service for oral diagnosis, with acquisition of images under visible light and widefield optical fluorescence and, in suspected cases, a biopsy was performed. Thus, the results show the use of the technique as an aid in the screening and diagnosis of oral squamous papilloma, hairy tongue, mucosal vitiligo, amalgam tattoo, oral cancer and changes related to dental hard tissue and restorations. In this context, it is concluded that the complementary examination of widefield optical fluorescence allows a range of possibilities for clinical applications in the dental routine in a safe, fast and non-invasive way.

2020
Dissertações
1
  • VINÍCIUS SOUZA TARABAL
  • Impacto do DMPEI na atividade anti-adesiva de biofilme em biomateriais e sua aplicação biotecnológica como biocida em preparações pigmentárias

  • Orientador : PAULO AFONSO GRANJEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PAULO AFONSO GRANJEIRO
  • JOSE ANTONIO DA SILVA
  • ADRIANO GUIMARAES PARREIRA
  • Data: 16/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • As infecções hospitalares podem ocorrer devido a inserção de dispositivos médicos como os cateteres urinários, que permitem a migração de microrganismos do meio externo para o organismo do paciente, assim como pela presença dos microrganismos em superfícies inanimadas nos hospitais, como paredes, armários, corrimãos, maçanetas e torneiras. Essas duas vias de infecção hospitalar possuem como características em comum superfícies que favorecem a adesão e proliferação de células e formação de biofilme. Sendo assim, novas tecnologias estão sendo desenvolvidas com o objetivo de modificar superfícies para que a adesão ou sobrevivência dos microrganismos seja impedida ou dificultada. Dentre as moléculas com propriedade anti-adesiva de biofilmes, capazes de revestir superfícies, destaca-se o DMPEI. O DMPEI é um polímero sintético que reveste superfícies sem se ligar covalentemente a ela, com alta capacidade anti-adesiva de biofilme. No presente trabalho, superfícies de cateter de látex foram revestidas com DMPEI e foram avaliadas o efeito anti-adesivo de biofilme contra Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Candida albicans. O cateter revestido com DMPEI apresentou anti-adesão de biofilme de 82%, 88% e 92% para E. coli, S. aureus e C. albicans, respectivamente. A molhabilidade do cateter revestido e não revestido também foi avaliada. O ângulo de contato diminuiu de 50,48º para 46,93º nas superfícies dos cateteres de látex tratadas com o polímero DMPEI, tornando-as mais hidrofílicas. Foram desenvolvidas duas amostras de tinta (A e B) para revestimento de parede e uma de verniz (C) para revestimento de armário, maçaneta, torneira e corrimão, todas contendo DMPEI. O efeito anti-adesivo de diferentes concentrações de DMPEI nas formulações de tintas e do verniz foi avaliado frente a bactéria S. aureus. A amostra de tinta A apresentou 88%, 90% e 91% de anti-adesão de biofilme nas concentrações de 0,2; 2 e 20 mg mL-1 , respectivamente. A amostra B apresentou 89%, 90% e 91% de anti-adesão de biofilme nas concentrações de 0,2; 2 e 20 mg.mL-1 , respectivamente. A amostra C apresentou 88%, 90% e 90% de anti-adesão de biofilme nas concentrações de 0,2; 2 e 20 mg mL-1 , respectivamente. A propriedade anti-adesiva de biofilme das amostras A, B e C foi avaliada por até 32 semanas. Durante esse tempo, a amostra A não apresentou diminuição da atividade anti-adesiva de biofilme, enquanto as amostras B e C apresentaram redução de 91% para 10% e 91% para 26%, respectivamente. O polímero DMPEI apresenta potencial para revestimento de dispositivos médicos e superfícies inanimadas com expressiva anti-adesão de biofilme.


  • Mostrar Abstract
  • Hospital infections can occur due to the insertion of medical devices such as urinary catheters, which allow the migration of microorganisms from the external environment to the patient's organism, as well as the presence of microorganisms on inanimate surfaces in the hospital, such as walls, cabinets, handrails, door handles. and taps. These two routes of hospital infection have as common characteristics surfaces that favor cell adhesion and proliferation and formation of. Therefore, new technologies are being developed in order to modify surfaces so that the adhesion and survival of microorganisms is prevented or hindered. Among the molecules with biofilm anti-adhesive property and the ability to coat surfaces, DMPEI stands out. DMPEI is a synthetic polymer capable of coating surfaces without covalently bonding to it, with a high anti-adhesive biofilm capacity. In the present work, we coated siliconized latex catheter surfaces with DMPEI and evaluated the biofilm anti-adhesion of the coated catheter against Escherichia coli, Staphylococcus aureus and Candida albicans. The catheter coated with DMPEI showed anti-adhesion of biofilm of 82.74%, 88.10% and 92.69% for E. coli, S. aureus and C. albicans, respectively. The wettability of the coated and uncoated catheter was also assessed. The contact angle decreased from 50.48º to 46.93º on the surfaces of latex catheters treated with the polymer DMPEI, making them more hydrophilic. We developed two paint samples (A and B) for wall covering and one varnish (C) for covering cabinet, handle, tap and handrail, all containing DMPEI. The anti-adhesion of Staphylococcus aureus was evaluated against samples of paints and varnishes in different concentrations. Sample A showed 88.63%, 90.40% and 91.03% biofilm anti-adhesion at concentrations of 0.2; 2 and 20 mg.mL-1, respectively. Sample B presented 89.77%, 90.34% and 91.31% of biofilm anti-adhesion at concentrations of 0.2; 2 and 20 mg.mL-1, respectively. Sample C showed 88.11%, 90.06% and 90.91% biofilm anti-adhesion at concentrations of 0.2; 2 and 20 mg.mL-1, respectively. We evaluated the biofilm anti-adhesion of samples A, B and C over 3 weeks. During that time, biofilm anti-adhesion did not decrease. The DMPEI polymer has the potential to coat medical devices and inanimate surfaces with high biofilm anti-adhesion.

2
  • LUCAS SANTOS AZEVEDO
  • Avaliação das atividades antioxidante e larvicida do extrato etéreo, ácidos graxos e ésteres metílicos obtidos a partir de sementes de Tecoma stans (L.) Juss. Ex Kunth (Bignoniaceae)

  • Orientador : LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • MELISSA GRAZIELLE MORAIS
  • MAIRON CESAR COIMBRA
  • Data: 27/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • A busca de substâncias de origem natural, que possam ser utilizadas como capturadoras de radicais livres e/ou pelo seu potencial larvicida é um assunto cientificamente interessante e intelectual. Isso porque essas moléculas apresentam potencial terapêutico para prevenção de doenças degenerativas, como o Parkinson e Alzheimer, doenças cardiovasculares, neoplasias, podendo até ser usadas no combate à proliferação de culicídeos, responsáveis pela disseminação de doenças como dengue, Zika vírus e filariose. Os produtos mais utilizados no combate aos mosquitos possuem em sua composição substâncias sintéticas não biodegradáveis e bioacumilativas. Muitas espécies do reino Plantae desenvolveram mecanismos de defesa para sua sobrevivência, como a síntese de metabólitos secundários, que podem ser utilizados com outras perspectivas. É bem descrito na literatura que, óleos vegetais apresentam atividades antioxidante e larvicida. Existem estudos de atividades biológicas das folhas e das flores de Tecoma stans, porém estudos com suas sementes são escassos. O objetivo desse trabalho foi a obtenção e avaliação as atividades antioxidante e larvicida do extrato etéreo (EE), ácidos graxos (AG) e ésteres metílicos (FAME) obtidos a partir de sementes de T. stans. EE foi obtido pela extração com éter de petróleo em Sohxlet. Em seguida, EE foi hidrolisado e esterificado para obtenção de AG e FAME, respectivamente. No extrato etéreo detectou-se esteroides, terpenos e alcaloides. Este extrato exibiu potencial antioxidante (CE50 = 0,92 µg/mL), foi atóxico para Artemia salina (DL50 > 1000 µg/mL) e teve toxicidade moderada para Culex quinquefasciatus (DL50 = 188,27 µg/mL). Os ésteres metílicos demonstraram atividade antioxidante (CE50 = 1,03 µg/mL), foram tóxicos para A. salina (DL50 = 7,52 µg/mL) e pouco tóxicos para C. quinquefasciatus (DL50 = 449,03 µg/mL). Já os ácidos graxos mostraram atividade antioxidante (CE50 = 0,91 µg/mL), foram tóxicos para A. salina (DL50 = 486,27 µg/mL) e para C. quinquefasciatus (DL50 = 20,92 µg/mL). Os ácidos graxos apresentaram concentração 23 vezes mais tóxica para C. quinquefasciatus quando comparado com A. salina, o que indica seletividade e fomenta mais estudos quanto a atividade inseticida. Os resultados desse trabalho são promissores e demonstram grande relevância, visto que este é o primeiro relato das atividades antioxidante e larvicida de amostras obtidas de sementes de T. stans.


  • Mostrar Abstract
  • Search for substances of natural sources which can be used as captors of free radicals and/or larvicide is a scientifically stimulating and intellectual subject because it has therapeutic potential for preventing degenerative diseases, such as Parkinson's and Alzheimer's, cardiovascular diseases, neoplasms, even in combating the proliferation of culicids, responsible for the spread dengue, Zika virus and filariasis. The products most used against mosquitoes contain artificial, non-biodegradable, and bioaccumulative substances. Many species in the Plantae kingdom have developed defense mechanisms for their survival that can be used with other perspectives, such as the synthesis of secondary metabolites. It is well described in the literature that vegetable oils have antioxidant and larvicidal activities. There are studies of Tecoma stans leaf and flower biological activities, but studies with their seeds are scarce. The work objective was to obtain and evaluate the antioxidant and larvicidal activities of the ethereal extract (EE), fatty acids (AG) and fatty acid methyl esters (FAME) obtained from T. stans seeds. EE showed presence of steroids, terpenes and alkaloids, also showed antioxidant potential (EC50 = 0.92 µg/mL), was non-toxic to Artemia salina (DL50 > 1000 µg/mL) and had moderate toxicity to Culex quinquefasciatus (DL50 = 188.27 µg/mL). FAME showed antioxidant activity (EC50 = 1.03 µg/mL), was toxic to A. salina (DL50 = 7.52 µg/mL) and little toxic to C. quinquefasciatus (DL50 = 449.03 µg/mL). AG showed antioxidant activity (EC50 = 0.91 µg/mL), was little toxic to A. salina (DL50 = 486.27 µg/mL) and toxic to C. quinquefasciatus (DL50 = 20.92 µg/mL). The AG was 23 times high toxic for C. quinquefasciatus when compared to A. salina, which indicates selectivity and encourages further studies regarding the insecticidal activity. The work results are promising and have great relevance since this is the first report of the antioxidant and larvicidal activities of samples from T. stans seeds.

Teses
1
  • PAULA AVELAR AMADO
  • Estudo Fitoquímico e Avaliação de Atividades Biológicas das Folhas de Smilax brasiliensis Sprengel (Smilacaceae)

  • Orientador : LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • FARAH MARIA DRUMOND CHEQUER BALDONI
  • MELISSA GRAZIELLE MORAIS
  • DENISE BRENTAN DA SILVA
  • Data: 19/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • A família Smilacaceae possui 310 espécies, distribuídas em regiões temperadas, tropicais e subtropicais. Smilax brasiliensis, conhecida como "salsaparrilha" e "japecanga", é uma planta nativa do Cerrado brasileiro, usada na medicina popular como um antirreumático, anti-sífilis, anti-hipertensivo e diurético. O objetivo deste trabalho foi avaliar as atividades antioxidante, alelopática e larvicida, além dos efeitos citotóxico, genotóxico e antigenotóxico, do extrato metanólico e das frações das folhas de S. brasiliensis. As folhas foram coletadas, secadas em estufa e trituradas em moinho de facas. O extrato foi obtido por extração com éter de petróleo e, posteriormente, com metanol, em aparelho Soxhlet. A partir do extrato metanólico foram obtidas as frações diclorometânica, acetoetílica e hidrometanólica. Os principais constituintes presentes no extrato metanólico e frações, identificados por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas (CLAE-DAD-EM), foram flavonoides glicosilados e não glicosilados, especialmente com a quercetina, e fenilpropanoides, como ácidos clorogênicos. Dentre os flavonoides, identificou-se rutina e quercetina nas subfrações. Todas as amostras apresentaram atividade antioxidante. As amostras apresentaram efeito inibitório no crescimento, especialmente de sementes de cebola. O índice mitótico foi analisado nas amostras, entretanto, não indicou efeito citotóxico sobre as células testadas. Efeito genotóxico foi observado. O extrato e as frações apresentaram efeitos antigenotóxico, em todas as concentrações testadas, onde foram capazes de reverter as anormalidades cromossômicas causadas pelo glifosato. Um protocolo de germinação in vitro para as sementes de cebola foi estabelecido. O extrato e as frações foram inócuos em Artemia salina e ao Culex quinquefasciatus.


  • Mostrar Abstract
  • The Smilacaceae family has 310 species, distributed in temperate, tropical and subtropical regions. Smilax brasiliensis, known as "salsaparrilha" and "japecanga", is a plant native to the Brazilian Cerrado, used in folk medicine as an antirheumatic, anti-syphilis, antihypertensive and diuretic. The aims of this study were to evaluate the antioxidant, allelopathic and larvicidal activities, besides the cytotoxic, genotoxic and antigenotoxic effects of the methanolic extract and the fractions of the leaves of S. brasiliensis. Leaves were collected, dried in greenhouse and triturated in a wiley mill. The extract was exhaustively extracted in petroleum ether and after methanol by Soxhlet. From the methanol extract were obtained the dichloromethane, ethyl acetate and hydrometanol fractions. The main constituents present in the methanol extract and fractions, identified by liquid chromatography coupled to mass spectrometry (LC-DAD-MS), were glycosylated and non-glycosylated flavonoids, especially with quercetina and phenylpropanoids, as chlorogenic acid. Among the flavonoids, rutin and quercetin were identified in subfractions. All samples exhibited antioxidant activity. The samples had an inhibitory effect on growth, especially of onion seeds. The mitotic index was analyzed in the samples; however, it did not indicate a cytotoxic effect on the tested cells. The genotoxic effect was observed. The extract and fractions showed antigenotoxic effects at all concentrations tested, where they were able to revert to the chromosomal abnormalities caused by glyphosate. An in vitro germination protocol for onion seeds was established. The extract and fractions were innocuous in Artemia salina and Culex quinquefasciatus.

2
  • MARINA GOULART DA SILVA
  • NANOEMULSÃO CONTENDO O COMPOSTO SINTÉTICO 10-(4,5-DIHIDROTIAZOL-2-ILTIO)DECAN-1OL: DESENVOLVIMENTO, CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMALÁRICA IN VITRO E IN VIVO

  • Orientador : GISELE RODRIGUES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GISELE RODRIGUES DA SILVA
  • JULIANA TEIXEIRA DE MAGALHAES
  • ANA JULIA PEREIRA SANTINHO GOMES
  • SANDRA APARECIDA DE LIMA MOURA
  • ANDRE LUIS MORAIS RUELA
  • Data: 16/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • O desenvolvimento de resistência do Plasmodium spp. aos medicamentos antimaláricos dificulta o tratamento da doença, tornando necessária a busca por novas moléculas com atividade antimalárica bem como formulações que transportem estes fármacos. Tem-se como objetivo o desenvolvimento de uma nanoemulsão do tipo óleo em água capaz de incorporar a 10-(4,5-dixidrotiazol-2-iltio)decan-1ol (tiazolina), um protótipo sintético antimalárico, para tratar a malária por vial oral. A fase oleosa da nanoemulsão é constituída de ácido oleico, butilhidroxianisol, parabenos e tiazolina, e a fase aquosa é formada pelo polietilenoglicol (15)-hidroxi-estearato (Solutol HS15) e água purificada. Essa formulação é constituída por excipientes que favorecem a biodisponibilidade da tiazolina e a sua liberação controlada e prolongada. Um método analítico foi desenvolvido e validado para quantificação da tiazolina. Fez-se o delineamento fatorial 2 3 com réplicas no ponto central a fim de avaliar a influência dos excipientes nas características físico-químicas da nanoemulsão (tamanho de gotícula, IPD, potencial zeta e eficiência de encapsulação). A formulação, selecionada a partir do delineamento, apresentou tamanho de gotícula de 248,80 nm, índice de polidispersão de 0,236 indicando a homogeneidade de tamanho de gotículas, potencial zeta de -38,5 mV e eficiência de encapsulação de 97,17% m/m. O ensaio de liberação in vitro mostrou a liberação controlada da tiazolina em meios ácido (pH 2,0) e neutro (pH 6,86), que simulam os fluidos gástrico e intestinal, respectivamente. A nanoemulsão contendo tiazolina se manteve estável por 180 dias em condições de armanzenamento drásticas (40 oC e 25% de umidade), indicando que a formulação apresenta estabilidade nas diversas condições climáticas existentes no Brasil. A nanoemulsão apresentou atividade antimalárica superior à da tiazolina livre (p < 0,05) e teve índice de seletividade em relação ao fibroblasto pulmonar (WI-26VA4) de 12,46, sendo tóxico seletivamente aos parasitos. A atividade antimalárica in vivo da nanoemulsão contendo 25 mg/kg da tiazolina não apresentou diferença estatisticamente significativa em comparação à cloroquina (p > 0,05). Entretanto, essa formulação não alcançou taxa de cura e teve atividade modesta em relação à sobrevida dos animais. A nanoemulsão contendo tiazolina representa uma estratégia para o desenvolvimento de um novo medicamento para o tratamento da malária, combinando um novo candidato antimalárico e a nanoemulsão.


  • Mostrar Abstract
  • The development of resistance of Plasmodium spp. to antimalarial drugs make it difficult to treat the disease, making it necessary to search for new molecules with antimalarial activity as well as formulations that transport these drugs. The objective is to develop an oil-in-water nanoemulsion capable of incorporating 10-(4,5- dixidrothiazol-2-ylthio) decan-1ol (thiazoline), a synthetic antimalarial prototype, to treat malaria orally. The oily phase of the nanoemulsion is made up of oleic acid, butylhydroxyanisol, parabens and thiazoline, and the aqueous phase is formed by polyethylene glycol (15)-hydroxystearate (Solutol HS15) and purified water. This formulation consists of excipients that favor the bioavailability of thiazoline and its controlled and prolonged release. An analytical method was developed and validated for quantification of thiazoline. A factorial design 23 was carried out with replicates at the central point in order to assess the influence of excipients on the physical-chemical characteristics of the nanoemulsion (droplet size, PDI, zeta potential and encapsulation efficiency). The formulation, selected from the design, had a droplet size of 248.80 nm, a polydispersion index of 0.236 indicating homogeneity in droplet size, zeta potential of -38.5 mV and encapsulation efficiency of 97.17% m / m. The in vitro release assay showed the controlled release of thiazoline in acidic (pH 2.0) and neutral (pH 6.86) media, which simulate gastric and intestinal fluids, respectively. The nanoemulsion containing thiazoline remained stable for 180 days in drastic storage conditions (40 oC and 25% humidity), indicating that the formulation is stable in the various climatic conditions existing in Brazil. The nanoemulsion showed superior antimalarial activity when compared to that of free thiazoline (p <0.05) and had a selectivity index in relation to the pulmonary fibroblast (WI-26VA4) of 12.46, being selectively toxic to parasites. The in vivo antimalarial activity of the nanoemulsion containing 25 mg / kg of thiazoline showed no statistically significant difference when compared to chloroquine (p> 0.05). However, this formulation did not achieve a cure rate and had modest activity in relation to animal survival. The nanoemulsion containing thiazoline represents a strategy for the development of a new drug for the treatment of malaria, combining a new antimalarial candidate and the nanoemulsion.

3
  • HARLEY DA SILVA TAVARES
  • DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS POLIMÉRICOS DE IMPLANTAÇÃO INTRAOCULAR DESTINADOS AO TRATAMENTO DA TOXOPLASMOSE

  • Orientador : GISELE RODRIGUES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GISELE RODRIGUES DA SILVA
  • RENE OLIVEIRA DO COUTO
  • JULIANA TEIXEIRA DE MAGALHAES
  • SANDRA APARECIDA DE LIMA MOURA
  • ANDRE LUIS MORAIS RUELA
  • Data: 27/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • Toxoplasmose ocular é uma apresentação clínica caracterizada pela inflamação da retina/coroide, sendo a principal causa de uveíte posterior infecciosa no mundo. O objetivo desse trabalho consistiu no desenvolvimento de micro implantes intraoculares de poli(D,Lácido láctico-co-ácido glicólico) (PLGA) e espiramicina destinados ao tratamento da toxoplasmose ocular. Foram preparadas soluções dissolvendo entre 8,33% a 25% (p/p) de espiramicina e 75% a 91,67% (p/p) de PLGA 50:50, PLGA 80:20 e PLGA 85:15, em acetonitrila. Após evaporação da acetonitrila, a mistura de pós foi moldada em temperatura entre 40 e 45 ºC. Os micro implantes obtidos foram caracterizados por meio de Espectroscopia de Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR), Termogravimentria (TGA), Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC), Difração de RaiosX (DRX) e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). O método de quantificação por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) da espiramicina presente nos micro implantes e em humor vítreo foi desenvolvido e validado. O estudo de liberação in vitro foi realizado em tampão fosfato de potássio (PBS) pH 7,4 seguindo as condições de esgotamento e avaliada a tolerância ocular por meio do teste em membrana córionalantóide de ovo embrionado de galinha (HET-CAM). O estudo de biocompatibilidade in vitro foi realizado utilizando-se as células do epitélio pigmentar da retina humana (ARPE19), avaliando-se a citotoxicidade pelo ensaio de redução de 3-(4,5-dimetiltiazol-2-il)-2,5- difenil-2H tetrazolato de bromo (MTT), bem como por meio da interferência do ciclo celular e migração destas células. A eficácia anti-toxoplasma dos implantes também foi conduzido. Obtiveram-se micro implantes cilíndricos com massa entre 2,85 mg e 3,15 mg, comprimento entre 2,78 e 3,22 mm e diâmetro entre 0,85 mm a 0,95 mm. Os espectros FTIR demonstraram preservação das bandas de absorção típicas dos PLGA e da espiramicina após incorporação deste fármaco às matrizes poliméricas. Os termogramas TGA e DSC evidenciaram o desaparecimento do pico característico da espiramicina após o desenvolvimento da formulação, atribuido à dispersão molecular do fármaco dentro da matriz polimérica. A análise dos difratogramas mostraram picos sugestivos de compostos semicristalinos, provavelmente induzidos pelo aquecimento. A análise morfológica dos micro implantes obtidos a partir de PLGA 50:50 mostrou que a superfície era lisa e homogênea. Já as superfícies dos micro implantes obtidos de PLGA 80:20 e 85:15 mostraram-se rugosas e heterogêneas, com presença de poros ou canais. O método analítico desenvolvido foi validado mostrando-se linear, seletivo, preciso, exato e robusto. O fármaco apresentou-se uniformemente distribuído nos micro implantes, com teores que variaram entre 97% e 103% do valor rotulado. Através da análise por MEV foi possível verificar a influência de poros ou canais presentes na matriz polimérica sob a difusão da espiramicina. Os micro implantes promoveram a liberação controlada da espiramicina, sendo que aproximadamente 99% a 103% fármaco foram liberados pelos micro implantes compostos de PLGA 50:50 em 56 dias consecutivos e, PLGA 80:20 ou PLGA 85:15 em 42 dias consecutivos. Os micro implantes foram classificados como não irritantes de acordo com o HET-CAM, sugerindo que esses sistemas serão bem tolerados após inserção na cavidade vítrea do olho. Os micro implantes tiveram baixa toxicidade frente às células ARPE-19 e não promoveram distúrbios no processo de migração destas células ou modulação do ciclo celular e demonstraram serem efetivos contra o Toxoplasma gondii. Atualmente, no mercado farmacêutico não existem micro implantes intraoculares poliméricos contendo fármacos anti-toxiplasmose aprovados e disponíveis, o que destaca esses sistemas como uma alternativa para o tratamento da toxoplasmose ocular. 


  • Mostrar Abstract
  • Ocular toxoplasmosis is a clinical presentation characterized by retinal / choroid inflammation and is the main cause of infectious posterior uveitis in the world. The aim of this work was to develop intraocular micro implants of poly (D, L-lactic acid-glycolic coacid) (PLGA) and spiramycin for the treatment of ocular toxoplasmosis. Solutions were prepared by dissolving between 8.33% to 25% (w/w) spiramycin and 75% to 91.67% (w/w) PLGA 50:50, PLGA 80:20 and PLGA85:15 in acetonitrile. After evaporation of acetonitrile, the powder mixture was molded at a temperature between 40 and 45 ° C. The micro implants were characterized by Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR), Thermogravimentry (TGA), Differential Scanning Calorimetry (DSC), X-ray Diffraction (XRD) and Scanning Electron Microscopy (SEM) Morphological Analysis. The method of quantifying spiramycin in micro-implants and vitreous humor by high performance liquid chromatography (HPLC) was previously developed and validated. The in vitro release study was performed in potassium phosphate buffer (PBS) pH 7.4 following sink conditions and ocular tolerance was evaluated by the chicken embryonic egg chorion-allantoid membrane test (HET-CAM). In vitro biocompatibility study was performed using human retinal pigment epithelium (ARPE-19) cells, and cytotoxicity was evaluated by Bromine 3- (4,5-dimethylthiazol-2-yl) -2,5-diphenyl-2H tetrazolate (MTT) reduction assay as well as cell cycle interference and migration of these cells. Cylindrical micro implants with mass between 2.85 and 3.15 mg, length between 2.78 mm and 3.22 mm and diameter between 0.85 mm and 0.95 mm were obtained. FTIR spectra demonstrated preservation of the typical absorption bands of PLGA and spiramycin after incorporation of this drug into the polymeric matrices. TGA and DSC thermograms evidenced the disappearance of the characteristic spiramycin peak after formulation development, due to the molecular dispersion of the drug within the polymeric matrix. Diffractograms analysis showed suggestive peaks of semicrystalline compounds, probably induced by heating. The morphological surface analysis of the micro implants obtained from PLGA 50:50 presented smooth and homogeneous. However, the surfaces of the micro implants obtained from PLGA 80:20 and 85:15 showed rough and heterogeneous, with the presence of pores or channels. The developed analytical method was validated to be linear, selective, precise and accurate. The drug was evenly distributed in the micro implants, with contents ranging from 97% to 103% of the labeled value. Through SEM analysis it was possible to verify the influence of pores or channels present in the polymeric matrix under the diffusion of spiramycin. Micro-implants promoted controlled release of spiramycin, with approximately 99% to 103% of the drug being releasedm by micro-implants composed of 50:50 PLGA on 56 consecutive days and PLGA 80:20 or PLGA 85:15 on 42 consecutive days. Micro implants were classified as non-irritant according to the HET-CAM, suggesting that these systems will be well tolerated after insertion into the vitreous cavity of the eye. The icro implants had low toxicity against ARPE-19 cells and did not promote disturbance in the process of migration of these cells or cell cycle modulation. Currently, in the pharmaceutical market there are no polymeric intraocular micro implants containing approved and available anti-toxoplasmosis drugs, which highlights these systems as an alternative for the treatment of ocular toxoplasmosis.

4
  • JOSE ANTONIO RIBEIRO NETO
  • “Eriosema pycnonthum (Benth), avaliação do potencial biotecnológico em processos cicatriciais”

  • Orientador : ROSY IARA MACIEL DE AZAMBUJA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GERALDO ALVES DA SILVA
  • ANA GABRIELA SILVA
  • ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • HELIO BATISTA DOS SANTOS
  • ROSY IARA MACIEL DE AZAMBUJA RIBEIRO
  • Data: 17/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • O gênero Eriosema, composto por 150 espécies, em nove táxons têm sua ocorrência entre África e Américas. Eriosema pycnanthum é uma leguminosa da família Fabaceae, componente da tribo Phaseoleae e da subtribo Cajaninae. No Brasil os estudos envolvendo o gênero Eriosema se resumem à descrição de novos táxons ou ao registro ocasional em levantamentos da flora regional. O presente trabalho visa avaliar a ação cicatrizante do extrato hidroalcoólico de E. pycnanthum, além de avaliar a estrutura vegetal, promover a multiplicação in vitro da espécie e o seu replantio em ambiente natural. O levantamento do uso de plantas medicinais, em especial E. pycnanthum, na região de Itapecerica, Minas Gerais foi submetido e aprovado pelo CEPES-UEMG com o número 2.812.199, onde a adoção livre e espontânea dos populares ao tratamento com E. pycnanthum foi registrado através de questionário, acompanhamento e fotos da evolução do quadro. Mapas de dispersão foram construídos a partir de trabalhos e registros de depósito de exsicatas de E. pycnanthum pelos territórios das Américas, Minas Gerais e Itapecerica. A multiplicação da espécie in vitro, demonstra baixa responsividade dos explantes aos tratamentos convencionais. Em biorreator, o aumento da massa radicular, ocorre de maneira lenta requerendo para isso melhoras no sistema e meios de cultivo com elicitação. O baixo índice de germinação de suas sementes, se deve em parte à rápida queda da eficiência respiratória, comprovada pelo teste de Brometo de Tetrazólium, além de dormência tegumentar, comprovada após retirada manual do tegumento. A análise com o software DCCR-USP mostra que o tratamento com solução de 2% de KNO3 é ineficaz na melhora destes índices. A análise anatômica mostra folhas anfiestomáticas, estômatos paracíticos, mesófilo Dorsiventral com parênquima paliçádico unisseriado prevalente, feixes vasculares concentrados próximos à nervura principal sem grandes alterações entre folhas ex vitro e in vitro que no entanto, têm diferenças quanto à continuidade do parênquima paranerval. As sementes não possuem óleos más apresentam ampla reserva de amido e são dotadas de 9 camadas celulares concentradas sobre o embrião. A composição do extrato analisada por CCD da raiz de campo, in vitro e do chá, mostram fitosteróis como β-sistoterol, β-Escina e Estigmasterol além de fenóis como o Ácido Cinâmico, Catequina, Rutina e Quercetina. O teor de Fenóis totais, Flavonoides, Fitoesteróis e Alcaloides são maiores nos extratos das raízes in vitro. O RMN, mostra espectros semelhantes de composição das xi soluções más com concentrações maiores nos extratos de raízes in vitro e revela a presença de grupos flavonóis, antocianinas e açucares além de compostos anoméricos e glicosídicos. O extrato hidroalcoólico das raízes de campo apresenta ação proliferativa sobre linhagens de fibroblastos e queratinócitos in vitro sem presença de ação citotóxica em linhagens normais. A substituição da água pelo chá das raízes de campo nos testes animais, induzem à melhora do quadro em especial durante a fase inflamatória do processo cicatricial.


  • Mostrar Abstract
  • The genus Eriosema, composed of 150 species, in nine taxa has its occurrence between Africa and the Americas. Eriosema pycnanthum is a legume from the Fabaceae family, a component of the Phaseoleae tribe and the Cajaninae subtribe. In Brazil, studies involving the genus Eriosema are limited to the description of new taxa or the occasional registration in surveys of regional flora. The present work aims to evaluate the healing action of the hydroalcoholic extract of E. pycnanthum, in addition to evaluating the plant structure, promoting the in vitro multiplication of the species and its replanting in a natural environment. The survey on the use of medicinal plants, especially E. pycnanthum, in the region of Itapecerica, Minas Gerais, was submitted and approved by CEPES-UEMG under number 2,812,199, where the free and spontaneous adoption of the popular to the treatment with E. pycnanthum was recorded through a questionnaire, monitoring, and photos of the evolution of the condition. Scatter maps were constructed from works and records of E. pycnanthum exsiccatae deposits across the territories of the Americas, Minas Gerais and Itapecerica. The multiplication of the species in vitro demonstrates low responsiveness of explants to conventional treatments. In a bioreactor, the increase in root mass occurs slowly, requiring improvements in the system and means of cultivation with elicitation. The low germination rate of its seeds is partly due to the rapid drop in respiratory efficiency, as evidenced by the Tetrazolium Bromide test, in addition to tegumentary numbness, proven after manual removal of the seed coat. The analysis with the DCCR-USP software shows that treatment with a 2% KNO3 solution is ineffective in improving these rates. The anatomical analysis shows amphistomatic leaves, paracitic stomata, Dorsiventral mesophyll with prevalent single-palisade parenchyma, vascular bundles concentrated close to the main vein without major changes between ex vitro and in vitro leaves, which, however, have differences in the continuity of the paranerval parenchyma. The seeds have no bad oils, have ample starch reserves and are equipped with 9 cell layers concentrated on the embryo. The extract composition analyzed by CCD of the field root, in vitro and tea, shows phytosterols such as β-sitoterol, β-Escina and Stigmasterol in addition to phenols such as Cinnamic Acid, Catechin, Rutin and Quercetin. The content of total phenols, flavonoids, phytosterols and alkaloids are higher in root extracts in vitro. NMR shows similar spectra of the composition of xi bad solutions with higher concentrations in root extracts in vitro and reveals the presence of flavonol, anthocyanin and sugar groups in addition to anomeric and glycosidic compounds. The hydroalcoholic extract of the field roots has a proliferative action on fibroblast and keratinocyte lines in vitro without the presence of cytotoxic action on normal lines. The replacement of water by tea from the field roots in animal tests, induces an improvement of the condition, especially during the inflammatory phase of the healing process.

2019
Dissertações
1
  • Izabela Caputo Assis Silva
  • Avaliação das atividades antioxidante, alelopática e dos efeitos citotóxico e genotóxico dos caules de Smilax brasiliensis Sprengel (Smilacaceae)

  • Orientador : LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • ADRIANO GUIMARAES PARREIRA
  • Data: 30/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • Smilax brasiliensis Sprengel é uma espécie nativa do Cerrado, conhecida popularmente como japecanga ou salsaparrilha. Na medicina popular é utilizada como tônico, antirreumático e antissifilítico. O presente trabalho teve como objetivo avaliar as atividades antioxidante e alelopática, assim como os efeitos citotóxico e genotóxico do extrato etanólico e das frações obtidos dos caules de Smilax brasiliensis. Os caules foram seccionados, secados em estufa e triturados em moinho de facas. O extrato etanólico (EE) foi obtido por percolação com etanol e secado em rotaevaporador. Parte do extrato seco foi solubilizado em etanol/água e particionado com hexano, diclorometano e acetato de etila, para a obtenção das frações hexânica (HEX), diclorometânica (DCM), acetoetílica (AC) e fração residual hidroetanólica (H). O estudo fitoquímico do extrato e das frações revelou a presença de alcaloides, cumarinas, esteroides, triterpenoides, flavonoides, saponinas e taninos condensados. Todas as amostras apresentaram atividade antioxidante, destacando-se as frações acetoetílica e diclorometânica, com valores de concentração efetiva para capturar 50% dos radicais livres (CE50) de 1,71 e 1,91 µg/mL, respectivamente, sendo mais ativas que o padrão 2,6-di-tert-butil-4-metilfenol (BHT, 16,36 µg/mL). Essas frações também apresentaram o maior conteúdo de compostos fenólicos, taninos e flavonoides totais. As amostras apresentaram efeito inibitório no crescimento das sementes, especialmente das sementes de cebola. Na análise citogenética foi observado que houve efeito citotóxico. As frações H (250 µg/mL), HEX (250 e 500 µg/mL) e AC, em todas as concentrações testadas (250, 500 e 1000 µg/mL), apresentaram efeito citotóxico, uma vez que interferiram no processo de divisão celular da cebola. No entanto, não foi possível correlacionar o efeito citotóxico com o efeito genotóxico, uma vez que não foi observada a presença de alterações genotóxicas, considerando então, a espécie S. brasiliensis uma planta atóxica. A análise fitoquímica e biológica do extrato e das frações dos caules de S. brasiliensis, em relação às atividades antioxidante, alelopática e os efeitos citotóxico e genotóxico, testados nesse estudo, foram pela primeira vez descritos.


  • Mostrar Abstract
  • Smilax brasiliensis Sprengel is a species native to the Cerrado, popularly known as japecanga or sarsaparilla. In folk medicine it is used as tonic, anti-rheumatic and anti-syphilitic. The present work had as objective to evaluate the antioxidant and allelopathic activities, as well as the cytotoxic and genotoxic effects of the ethanol extract and fractions obtained from the stems of Smilax brasiliensis. The stems were sectioned, dried in a greenhouse and ground in a knife mill. The ethanol extract was obtained by percolation with ethanol and drying in a rotary evaporator. Part of the dry extract was solubilized in ethanol/water and partitioned with hexane, dichloromethane and ethyl acetate, to obtain the fractions hexane, dichloromethane, ethyl acetate and residual fraction hydroethanol. The phytochemical study of the extract and fractions revealed the presence of alkaloids, coumarins, steroids, triterpenoids, flavonoids, saponins and condensed tannins. All the samples presented antioxidant activity, with the highest values of EC50, 1,71 and 1,91 μg/mL, respectively, in relation to BHT (16.36 μg/mL), and were the fractions in which the highest content of phenolic compounds, total tannins and flavonoids were also determined. The samples had an inhibitory effect on growth, especially of onion seeds. In the cytogenetic analysis it was observed that there was a cytotoxic effect. The fraction H at the concentration of 250 µg/mL and the HEX and AC fractions at all concentrations tested (250, 500 and 1000 µg/mL) showed a cytotoxic effect, since they interfered in the cell division process of the onion. However, it was not possible to correlate the cytotoxic effect with the genotoxic effect, since the presence of genotoxic alterations was not observed, considering the S. brasiliensis species as a non-toxic plant. The chemical and biological analysis of the extract and fractions of the stems of S. brasiliensis, in relation to the antioxidant, allelopathic, cytotoxic and genotoxic effects tested in this study were first described.

2
  • GILVÂNIA APARECIDA RABELO CORDEIRO
  • Avaliação da atividade antitumoral das frações de Annona coriacea Mart. sobre linhagens de cabeça e pescoço

  • Orientador : ROSY IARA MACIEL DE AZAMBUJA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROSY IARA MACIEL DE AZAMBUJA RIBEIRO
  • DANIEL MOREIRA DOS SANTOS
  • CARLA SILVA SIQUEIRA MIRANDA
  • Data: 09/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • Avaliação da atividade antitumoral das frações de Annona coriacea Mart. sobre linhagens de cabeça e pescoço


  • Mostrar Abstract
  • Evaluation of antitumor activity of Annona coriacea Mart. on head and neck strains
Teses
1
  • MAIRON CESAR COIMBRA
  • Cultivo in vitro e efeito do congelamento em Pyrostegia venusta: protocolos biotecnológicos para a produção de metabólitos secundários biativos

  • Orientador : ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA HORTENCIA FONSECA CASTRO
  • DIOGO PEDROSA CORRÊA DA SILVA
  • FERNANDA CARLOTA NERY
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • RENATO PAIVA
  • Data: 31/10/2019

  • Mostrar Resumo
  • -


  • Mostrar Abstract
  • -

2
  • RENATA RACHIDE NUNES
  • Desenvolvimento de novos compostos com potencial ação antimalárica utilizando duas estratégias: síntese orientada e reposicionamento de fármaco

  • Orientador : FERNANDO DE PILLA VAROTTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEX GUTTERRES TARANTO
  • GUSTAVO HENRIQUE RIBEIRO VIANA
  • LUIZ GUILHERME MACHADO DE MACEDO
  • BRUNO ANTÔNIO MARINHO SANCHEZ
  • AMANDA LUISA DA FONSECA
  • Data: 18/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • Desenvolvimento de novos compostos com potencial ação antimalárica utilizando duas estratégias: síntese orientada e reposicionamento de fármaco


  • Mostrar Abstract
  • Development of new compounds with potential antimalarial action using two strategies: targeted synthesis and drug repositioning
3
  • Felipe Rocha da Silva Santos
  • Identificação de candidatos a antivirais contra o Zika virus selecionados por análise in vitro e in silico

  • Orientador : JAQUELINE MARIA SIQUEIRA FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JAQUELINE MARIA SIQUEIRA FERREIRA
  • ALEX GUTTERRES TARANTO
  • DEBORA DE OLIVEIRA LOPES
  • LEANDRO AUGUSTO DE OLIVEIRA BARBOSA
  • AMANDA LUISA DA FONSECA
  • TEODORICO DE CASTRO RAMALHO
  • Data: 12/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • -


  • Mostrar Abstract
  • -

4
  • MELISSA GRAZIELLE MORAIS
  • avaliação das atividades antioxidante, anti-inflamatória e antinociceptiva dos frutos maduros de Solanum lycocarpum A. St. Hil. (Solanaceae)

  • Orientador : LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA ALVES RODRIGUES DOS SANTOS LIMA
  • RALPH GRUPPI THOME
  • ADRIANA CRISTINA SOARES DE SOUZA
  • GLAUCIA MARIA LOPES REIS
  • ADRIANO GUIMARAES PARREIRA
  • IVANILDES VASCONCELOS RODRIGUES
  • Data: 13/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • A espécie Solanum lycocarpum, possui relevância científica, ambiental, na medicina popular e na alimentação. O objetivo deste trabalho consistiu em avaliar as atividades antioxidante, anti-inflamatória e antinociceptiva para os frutos maduros de S. lycocarpum. Os frutos foram coletados, secados, triturados e extraídos por percolação exaustiva; obtendo-se o extrato etanólico (EE) que foi particionado com solventes de polaridades crescentes, obtendo-se as frações hexânica (HEX), diclorometânica (DCM), acetoetílica (AC) e hidroetanólica (HE). Foi determinado o conteúdo de compostos fenólicos, flavonoides totais e taninos no EE e frações, e realizada a análise do perfil cromatográfico do EE, sendo identificados glicoalcaloides esteroidais, os alcaloides esteroidais solasodina e peimimina, bem como os ácidos fenólicos 3,5-di-O-E-cafeoilquínico, 4,5-di-O-E-cafeoilquínico, 3,5,5-tri-O-E-cafeolilquínico, O-coumaroil dicafeoilquínico e O-cafeoildicoumaroilquínico. O EE e todas as frações apresentaram atividade antioxidante. O EE e as frações HEX, DCM e HE, administrados via intraperitoneal, demonstraram atividade anti-inflamatória nas duas fases do modelo edema de pata induzido por carragenina, e as análises histológicas do coxim plantar dos animais, mostraram que o EE e a fração DCM, na dose 300 mg/Kg, reduziram consideravelmente a migração leucocitária. A fração DCM administrada via oral também exibiu atividade antiedematogênica. O EE e a fração DCM demonstraram atividade antinociceptiva, nos testes de nocicepção induzida por formalina, contorções abdominais induzidas por ácido ácetico e teste de placa quente, com ação antinociceptiva na nocicepção neurogênica e inflamatória. Na nocicepção com o envolvimento do sistema opioidérgico no teste de formalina, o antagonista naloxona não revertou a ação antinociceptiva do EE e fração da DCM. Os resultados demonstraram que os frutos maduros de S. lycocarpum possuem potencial antioxidante, anti-inflamatório e antinociceptivo e que os compostos fenólicos e flavonoides, detectados no extrato e frações, bem como peiminina, solasodina, 3,5-di-O-E-cafeoilquínico, 4,5-di-O-E-cafeoilquínico e 3,5,5-tri-O-E-cafeolilquínico detectados no EE, estão correlacionados as atividades biológicas, haja vista que estes compostos exibem estas propriedades descritas em outros estudos científicos.


  • Mostrar Abstract
  • The species Solanum lycocarpum, has scientific and environmental relevance, in popular medicine and in food. The aim of this work was to evaluate antioxidant, anti-inflammatory and antinociceptive activities for ripe fruits of S. lycocarpum. The fruits were collected, dried, crushed and extracted by exhaustive percolation, obtaining ethanol extract, which was partitioned with solvents of increase polarity, obtaining hexane (HEX), dichloromethane (DCM), ethyl acetate (AC) and hydroethanol (HE) fractions. The total phenolic compounds, flavonoids and tannins in EE and fractions were determined, and performed analysis chromatographic profile of EE, being identified  steroidal glycoalkaloids, the steroidal alkaloids solasodine and peimimine, as well as phenolic acids 3,5-di-O-E-caffeoylquinic, 4,5-di-O-E-caffeoylquinic, 3,5,5-tri-O-E-caffeolylquinic, O-coumaroyl dicaffeoylquinic and O-caffeoyl dicoumaroylquinic. EE and fractions showed antioxidant activity. The EE and HEX, DCM and HE fractions administered intraperitoneally demonstrated anti-inflammatory activity in two phases of carrageenan-induced paw edema model; and the histological analysis of plantar cushin of animals showed that EE and DCM fraction at 300 mg/kg, considerably reduced leukocyte migration. The DCM fraction administered orally also exhibited antidematogenic activity. The EE and DCM fraction presented antinociceptive activity in formalin-induced nociception, acetic acid-induced abdominal writhing test, hot plate test with antinociceptive action on neurogenic and inflammatory nociception. The nociception with involvement of opioid system in formalin test, the naloxone antagonist did not revert antinociceptive action of EE and DCM fraction. The results showed that the ripe fruits of S. lycocarpum have antioxidant, anti-inflammatory and antinociceptive potential and that phenolic and flavonoid compounds, detected in extract and fractions, as well  peiminin, solasodine, 3,5-di-O-E-caffeoylquinic, 4,5-di-O-E-caffeoylquinic and 3,5,5-tri-O-E-caffeolylquinic found in EE, are correlated with biological activities, since these compounds exhibit these properties described in other scientific studies.

SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01