Banca de DEFESA: CARLA CRISTINA RODRIGUES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CARLA CRISTINA RODRIGUES
DATA : 14/02/2020
HORA: 10:00
LOCAL: Campus Dom Bosco, sala 1.49
TÍTULO:

ENSINO DA SAÚDE DO IDOSO NA EDUCAÇÃO MÉDICA PÓS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DE 2014: DISCURSOS E PRÁTICAS EDUCATIVAS


PALAVRAS-CHAVES:

Envelhecimento; Educação médica; Gerontologia educacional; Saúde
do idoso.


PÁGINAS: 132
RESUMO:

O tema da saúde do idoso tem ganhado importância na medida em que o Brasil e o
mundo passam por uma transição demográfica inédita, o que converge na saúde como
transição epidemiológica. As políticas de atendimento ao idoso vigentes no país
apontam a necessidade de formação de profissionais qualificados para atendimento ao
idoso, evidenciando que os conteúdos gerontológicos devem ser priorizados nos
currículos dos cursos de saúde. O presente trabalho traz a questão: Como tem sido a
formação dos profissionais de saúde, mais precisamente no que diz respeito ao ensino
médico, para prestar atendimento à população idosa? Propomos investigar os discursos
e as práticas da inserção da saúde do idoso no curso médico da Universidade Federal de
São João Del Rei – UFSJ, já que esse curso tem a especificidade de ser organizado a
partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Medicina, publicadas em
2014 - DCNM, e traz a proposta de trabalhar com os novos paradigmas da educação
médica, que por sua vez se organizam a partir do eixo da integralidade na busca da
formação generalista e humanística. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que se
configura como estudo de caso, visto que busca o aprofundamento de uma realidade
específica. A pesquisa fundamenta-se na Fenomenologia de Merleau-Ponty enquanto
perspectiva de ciência encarnada feita por e para seres humanos. Trazemos a concepção
de educação de Paulo Freire, acreditando que a dialogicidade está presente na relação de
cuidado estabelecida entre profissional e usuário do serviço de saúde. Simultaneamente,
a saúde é compreendida como processo existencial humano, a partir da obra de Georges
Canguilhem. A metodologia usada na coleta dos dados foi: análise de documentos;
observação das aulas e escrita de diário de campo; entrevistas com professores e alunos
da unidade curricular investigada. Para a análise dos dados, foi usada a Análise
Temática de Bardin. As conclusões apontam que a disciplina incorpora os novos
paradigmas da educação médica, sendo que a inserção dos estudantes em cenários de
aprendizagem da rede de saúde parece ser o diferencial na concretização de tais
paradigmas, assim como na integração curricular do curso médico; as metodologias
ativas de ensino são adotadas, em consonância com a orientação das DCNM/2014; a
atenção primária é priorizada como cenário de prática, conforme os direcionamentos da
Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2328493 - MONICA DE AVILA TODARO
Externo à Instituição - SAMILA SATHLER TAVARES BATISTONI - USP
Interno - 435109 - WANDERLEY CARDOSO DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 07/02/2020 10:25
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2021 - UFSJ - sigaa02.ufsj.edu.br.sigaa02