Banca de DEFESA: CRISTIANE REZENDE SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CRISTIANE REZENDE SILVA
DATA : 13/12/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Google meet
TÍTULO:

Como afetar o corpo nas aulas de Educação Física a partir das redes sociais? análise de uma experiência pedagógica escolar com/no Instagram?


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Física; Corpo; Tecnologias de Informação e Comunicação (TDIC); Rede Social Instagram; Teoria Ator-Rede.

 

PÁGINAS: 145
RESUMO:

O presente estudo buscou compreender como o corpo e seus significados são construídos e problematizados na plataforma digital Instagram por estudantes participantes de uma experiência pedagógica de Mídia-Educação (Física). O interesse pelo tema começou a ser construído através das discussões no Grupo de Estudos Link@ e de minha jornada diária como professora de Educação Física (EF) na escola. Em razão disso, realizou-se um estudo qualitativo, dialogando com as bases da Teoria Ator-Rede, estudada durante os encontros do grupo, para, assim, pensar as relações entre humanos e não humanos e os rastros deixados por eles dentro de uma rede sociotécnica. Como instrumento para a construção dos dados, foi utilizada como metodologia a pesquisa-ação, a fim de que eu pudesse me tornar um ator-rede durante a experiência pedagógica desenvolvida durante as aulas de Educação Física em uma Escola pertencente à Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais, assumindo papel ativo e participativo dentro da pesquisa. Para este caminhar metodológico, tivemos como questão problema: de qual(ai) modo(s) o Instagram, aliado a uma intencionalidade do professor, pode produzir uma experiência educativa, empreendida em termos de afetações dos estudantes, acerca do corpo na cultura digital? Os resultados da pesquisa foram mapeados e descritos em três cenas, e estes apontam que, a partir dessa experiência mídia-educativa, um arranjo socio-material em associação com celulares, fotografias, aplicativos e rede social, produziu quatro afetações diferentes, sendo elas: a produção de uma consciência de risco sobre o uso da imagem e as redes sociais; a participação dos estudantes, que não participavam das aulas de EF como protagonistas (ambas afetações descritas na descrição da cena 1); a mobilização e a autoria em postagens midiáticas das redes sociais a partir da experiência das aulas de EF (descritas na cena 2); e, por fim, os agenciamentos das redes sociais na vida cotidiana dos estudantes (resultado da cena 3).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1568423 - DIEGO DE SOUSA MENDES
Interno - 1927311 - GABRIEL MENEZES VIANA
Externa à Instituição - LYANA VIRGÍNIA THÉDIGA DE MIRANDA - IFSC
Notícia cadastrada em: 28/11/2023 10:03
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2024 - UFSJ - sigaa02.ufsj.edu.br.sigaa02