PPMEC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Telefone/Ramal: (32) 3379-5923 http://www.ufsj.edu.br//ppmec

Banca de DEFESA: FRANKLIN LEMOS DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANKLIN LEMOS DA COSTA
DATA : 01/12/2022
HORA: 13:30
LOCAL: Virtual
TÍTULO:

Oxidação cíclica e isotérmica em alta temperatura do aço inoxidável ferrítico AISI 439


PALAVRAS-CHAVES:

Oxidação a altas temperaturas, Aços inoxidáveis, Caracterização, AISI 439.


PÁGINAS: 134
RESUMO:

Processos de oxidação em alta temperatura ocorrem em diferentes tipos de máquinas e equipamentos nos mais variados campos de atividades, nos quais os aços inoxidáveis são utilizados. Portanto, é importante estudar e caracterizar as camadas de óxido formadas e as variações de massa ocorridas durante a oxidação destes materiais. Os aços inoxidáveis de matriz ferrítica surgem como alternativa de menor custo em relação aos aços austeníticos para as aplicações em altas temperaturas. Desta maneira, o presente trabalho apresentará uma análise da oxidação isotérmica e cíclica em alta temperatura do aço inoxidável ferrítico AISI 439. Estudos têm demonstrado que o acabamento superficial inicial da amostra pode ter um efeito importante na cinética de oxidação e na aderência do filme de óxido. Portanto, a fim de avaliar o efeito da rugosidade no comportamento da cinética de oxidação desta liga, dois acabamentos superficiais distintos foram utilizados. Metade das amostras foi lixada com lixa de carbeto de silício até a granulometria #600 e a outra metade permaneceu com acabamento superficial de fábrica (laminado) nas faces. Foram realizados os ensaios de oxidação isotérmica e cíclica nas temperaturas de 750, 850 e 950 °C, no intervalo de tempo de até 100 horas ou ciclos. Os ciclos térmicos foram compostos de aquecimento e manutenção por 1 hora na temperatura máxima, seguido de resfriamento por 10 minutos. A microestrutura e a composição química das camadas de óxido formadas foram analisadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectroscopia de energia dispersiva de raios-X (EDS) e Difração de Raios-X (DRX). A liga apresentou cinética de oxidação parabólica nas três temperaturas de ensaio para os dois acabamentos superficiais avaliados, o que indica a presença de um filme de óxido com características protetoras. Contudo, a superfície de maior rugosidade (laminada) apresentou menor tendência a destacamentos. Foram identificadas nas análises de DRX para as duas condições superficiais avaliadas os óxidos Cr2O3, TiO2 e MnCr2O4.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1049564 - ARTUR MARIANO DE SOUSA MALAFAIA
Interno - 1877285 - ROBSON BRUNO DUTRA PEREIRA
Externo à Instituição - TARCISIO REIS DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 30/11/2022 11:03
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2024 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01