PPMEC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Telefone/Ramal: (32) 3379-5923 http://www.ufsj.edu.br//ppmec

Banca de DEFESA: PAULO VICTOR DE ASSIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PAULO VICTOR DE ASSIS
DATA : 21/09/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Defesa será remota através do link https://meet.google.com/sby-aisk-tcz
TÍTULO:

Caracterização física e mecânica de compósitos poliméricos reforçados com cordões de juta


PALAVRAS-CHAVES:

Compósitos, cordões de fibras de juta, resina à base de óleo de mamona, propriedades mecânicas, simulação numérica.


PÁGINAS: 82
RESUMO:

Materiais compósitos podem exibir excelentes propriedades mecânicas a partir da combinação de materiais e da orientação das fibras de forma a produzir estruturas otimizadas e específicas para cada solicitação. Ao levar em consideração fatores como baixo custo, baixa densidade e o desejo por materiais biodegradáveis, tanto fibras naturais quanto resinas obtidas a partir de fonte renováveis tem ganhado relevância para a produção de estruturas compósitas. Dessa forma, o presente trabalho tem com objetivo investigar, por meio de um planejamento fatorial completo 22, o efeito da fase matriz, resina epóxi ou resina à base de óleo de mamona, e do arranjo da fase de reforço, cordões unidirecionais ou tecido bidirecional, no desempenho físico e mecânico de compósitos poliméricos reforçados com cordões de fibras de juta. As fases de reforço cordão de juta e tecido bidirecional de juta foram caracterizados por ensaio mecânico de tração. Os materiais compósitos foram avaliados nos ensaios de tração, flexão, impacto, densidade aparente, porosidade aparente e absorção de água. O comportamento mecânico dos compósitos reforçados com cordões unidirecionais para flexão em três pontos foi investigado através de simulação numérica com formulação incremental implícita não-linear. O estudo experimental indicou que o uso de resina à base de óleo de mamona como fase matriz reduziu a densidade aparente dos compósitos e elevou a resistência ao impacto. No entanto, também propiciou aumento na porosidade aparente e absorção de água, bem como reduziu a resistência à flexão dos compósitos. A alteração de fase reforço nos materiais de tecido bidirecional para cordões unidirecionais causou aumento expressivo em todas as propriedades mecânicas. As médias das propriedades físicas de densidade aparente, porosidade aparente e absorção de água não foram alteradas estatisticamente pela mudança do arranjo dos cordões. O compósito fabricado em resina epóxi e cordões unidirecionais de fibras de juta apresentou o melhor comportamento mecânico nos ensaios de tração e flexão. As simulações numéricas atingiram boa correlação com os ensaios experimentais para pequenos deslocamentos. O módulo de elasticidade à tração para a fibra de juta obtido por simulação numérica se adequou aos valores presentes na literatura. Os materiais compósitos fabricados demonstraram ser uma alternativa sustentável e econômica para aplicações em engenharia, principalmente aqueles fabricados com cordões unidirecionais de fibras de juta, que exibiram propriedades mecânicas satisfatórias.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1716349 - MARCIO EDUARDO SILVEIRA
Interno - 1691537 - TULIO HALLAK PANZERA
Interno - 1827328 - RODRIGO TEIXEIRA SANTOS FREIRE
Externo à Instituição - ANTÔNIO CARLOS ANCELOTTI JUNIOR - UNIFEI
Notícia cadastrada em: 29/08/2023 11:36
SIGAA | NTInf - Núcleo de Tecnologia da Informação - +55(32)3379-5824 | Copyright © 2006-2024 - UFSJ - sigaa01.ufsj.edu.br.sigaa01